Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

image.jpg

 

O guarda-redes português Miguel Santos, actualmente ao serviço dos romenos do Astra Giurgiu, teve ocasião de defrontar Marcel Keizer durante a sua estada de ano e meio na Holanda e quando este era o técnico da equipa B do Ajax. Eis algumas considerações suas sobre as ideias de jogo do provável novo treinador do Sporting:

 

"O Ajax B era uma equipa extremamente dominadora, corria riscos, tinha uma saída de bola curta e uma atitude ofensiva muito grande", recordou o guardião luso, em alusão à temporada de 2016/17, em que a formação secundária do clube de Amesterdão terminou a II Liga holandesa em 2.º lugar, com 93 golos marcados (e 54 sofridos) ao longo das 38 jornadas.

 

Foi precisamente o sucesso dessa campanha que levou Keizer à equipa principal do Ajax, onde replicou "o mesmo estilo" exibido na época anterior ao comando dos bês, tendo ajudado a potenciar jovens como os já internacionais holandeses Justin Kluivert, Donny van de Beek, Frenkie de Jong e Matthijs de Ligt.

 

Apesar das diferenças entre o futebol português e o holandês, Miguel Santos acredita que o modelo de jogo do técnico de 49 anos "pode ter sucesso" em Portugal. "Está tudo na confiança, para se correr riscos. Talvez numa equipa B e numa liga secundária haja menos pressão. Mas quando chegas à equipa principal e tens pela frente jogadores mais habilidosos e experientes, cada erro é fatal. Podes pagar mais pelos erros numa I Liga".

 

Sobre o homem Marcel Keizer, Miguel Santos confessa desconhecimento: "Nunca entendi o holandês, por isso sempre estive à parte."

 

Resumo de um artigo de David Pereira, no Diário de Notícias

 

Nota: Já referimos num outro texto aqui publicado, que Marcel Keizer foi despedido do Ajax em Dezembro 2017, após apena seis meses de serviço. Na altura do despedimento o Ajax ocupava o 2.º lugar no campeonato, atrás do PSV Eindhoven, e já levava 51 golos marcados e 16 sofridos, em 17 jogos, uma média de 3 golos marcados por jogo, clara evidência do estilo ofensivo que Keizer aparentemente impõe nas suas equipas.

 

Por qualquer motivo não muito claro, e apesar deste registo, a administração do Ajax não gostou como a equipa estava a ser conduzida. Só isso pode explicar o despedimento, especialmente num campeonato que não é reconhecido pelo seu futebol defensivo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:00

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


9 comentários

Perfil Facebook

De Indiana Julio a 06.11.2018 às 15:14

Nao deixa de ser interessante esses primeiros registros que chegam.

Nao foi a Holanda a pioneira do pressing? Quando a laranja mecanica em pleno mundial jogavam sincronizados em linha colocando sistematicamente o adversario em fora de jogo, correndo todos ao mesmo tempo tendo como referencia o 4º homem? Quando o adversario com bola o cercavam por todos os lados?

Sou um estudioso do futebol total e ainda acredito nele enquanto surpresa ao adversario.
Quando treinei uma das minhas armas principais (caractristicas) era presisamente o pressing no adversario sem bola.
Sou plenamente a favor de sofrer 2 e 3 golos de momento que marcamos 5.
Curiosamente montei o esquema a marcar muitos e a sofrer praticamente nenhum , 1 ás quinhentas, voilá.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.11.2018 às 15:42

Bem... o que diz resume-se às aspirações de qualquer treinador: ganhar jogos, marcar muitos golos e sofrer poucos.

Nada de novo nisto. A concretização é outra conversa, especialmente no futebol de alta competição.
Perfil Facebook

De Indiana Julio a 06.11.2018 às 16:39

Quizá este Keiser seja um loco que ainda acredita no pai natal , veremos.

O futebol muito ofensivo tem consequencias ou se quisermos caractristicas de destapar a defensiva , um erro dá no adversario em vantagem numerica no contra ataque.
Exige uma concentração maxima e nao sei até que ponto essa altíssima disciplina tactica resulta no futebol portugues.
Sem imagem de perfil

De aracaçu. a 06.11.2018 às 17:07

Dependerá também muito da aderência e compreensão que os jogadores tiverem a essa nova ideia táctica... no fim de contas eles lá dentro é que decidem tudo e determinam o destino das equipas... espero que os jogadores colaborem e dêem o máximo de si em cada treino e em cada jogo... eles sabem que têm potencial para fazer mais do que têm feito até ao momento... afinal que honra maior para um atleta haverá que envergar a camisola do Sporting Clube de Portugal?

Cumprimentos..
Perfil Facebook

De Indiana Julio a 06.11.2018 às 16:40

quis escrever ; precisamente e nao presisamente obviamente.
Sem imagem de perfil

De Francisco_ a 06.11.2018 às 17:21

Penso que foram alguns factores que ditaram a sua saida..

-Eliminacao numa das pre eliminatorias da Champions ( vs Nice)
-Eliminacao no playoff da Liga Europa (vs Rosemborg)
-Algumas derrotas a nivel interno
- 2 lugar a 4(?) pontos do PSV
-Eliminacao nos penalties vs FC Twente em jogo para a Taca que acabou por ditar o seu afastamento.

A entrada em falso (uma vitoria nos primeiros 6 jogos oficiais) que ditaram uma prematura eliminacao europeia, nao deixaram muito espaco de manobra..tb se fala de uma incompatibilizacao com um dos directores e historicos do clube, Dennis Berkamp..

Convem tb analisar e perceber o contexto da epoca anterior de que vinha o Ajax, uma equipa por norma "domina" a competicao interna;

-boa campanha europeia culminada com a final da liga europa ( perdida frente ao Man Utd de Mourinho).

-Segundo lugar a 1 ponto do Feyenoord (campeao essa temporada).

(Uma epoca do "quase" tal e qual como a nossa de 04/05)

Em relacao ao estilo do que se viu no Ajax e do que fui lendo, parece que gosta de construir desde centrais+trinco com dois medios interiores, alas bem subidos para combinar com extremos ah la 4-3-3 e um ponta de lanca que se sinta confiante em jogar de costas para a baliza e combinar com os os medios interiores e extremos.
Tenho algumas duvidas em relacao algumas pecas importantes no contexto do plantel leonino..o facto de o nosso melhor ponta-de-lanca nao ter caracteristicas para jogar neste sistema aliado ao facto de o nosso unico trinco de raiz ser Petrovic.


Cumprimentos

Sem imagem de perfil

De Francisco_ a 06.11.2018 às 17:43

(Acrescentando ainda o facto de jogar com a defesa muito subida no terreno..Se estivermos a jogar com Coates/Andre Pinto a centrais...)
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 06.11.2018 às 18:09

Como é excitante ter um treinador estrangeiro.... Extraordinário! ✌️
Sem curriculum, com uma experiência de primeira Liga, reduzida, neste caso a holandesa.
6 meses no Ajax e atirado por a borda fora.
6 meses no Cambuur descida de divisão..
A sério, não se zanguem e desculpem.
Se fosse português era, era.. Ufff!!

P. S.Venha lá esse holandês voador.. 😂
Vai ser lindo o Derby..
Keizer(Imperador) vs. J. Jesus😁
Vai ser a primeira vez na história do Derby que veremos os adeptos numa irmandade nunca vista. LOOOOOOLL!!
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 06.11.2018 às 18:22

Agrego...
Eu até concordo que nas circunstâncias actuais seja um estrangeiro.. A dirigir a equipa principal do Sporting, só mesmo a equipa principal.
Assim evitaremos muitas trifulcas! Mas, este Marcel... Nãoooo! 😬

Os Rios Aves e outros devem já estar esfregando as mãos. 😬

P. S.. Pronto, já disse tudo. Dei o meu melhor. Agora, só me resta esperar 😊
S

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D




Cristiano Ronaldo