Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

img_920x518$2018_11_05_22_56_05_1468781.jpg

 

Segundo o que está a ser noticiado, Marcel Keizer, em conferência de imprensa após o jogo desta segunda-feira com o Al Wasi, em que ele esteve no banco a orientar a equipa do Al-Jazira, teve isto para dizer sobre a sua hipotética vinda para o Sporting:

 

"Recebi um convite verbal do Sporting para orientar a equipa, mas não uma proposta formal. Por enquanto ainda sou treinador do Al Jazira. Não disse que aceito ou rejeito porque não houve nada formal.

 

Vamos esperar. Não posso comentar mais nada apenas com base num contacto verbal".

 

Vamos ter calma, evitar quaisquer precipitações desmedidas, e aguardar o desenrolar de acontecimentos. Ao fim e ao cabo, o Sporting ainda não se pronunciou sobre Marcel Keizer de modo algum, é tudo obra da comunicação social.

 

Ainda, dando a conjecturar e partindo do princípio que há algo concreto entre o Sporting e o treinador, é muito possível que as suas palavras obedeçam a uma determinada estratégia e/ou a uma necessidade legal relativamente ao clube que o emprega.

 

Não vamos, portanto, criar um furor de contestação, sem real confirmação do que se está a passar.

 

publicado às 04:03

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Bruno a 06.11.2018 às 09:05

O Marcel Keizer vai supreender tudo e todos, difere dos treinadores holandeses atuais como Bosz, Cocu ou De Boer, é um disciplo de Johan Cruyff, foi treinado por ele no Ajax e está na linha de treinadores como Guardiola ou Rijkaard.

Assisti ao jogo do Al Jazira e gostei muito, as suas equipas jogam preferencialmente num 4-3-3, embora seja um treinador flexível a sistemas alternativos, adapta-se 1º aos jogadores que tem e depois sim aplica as suas ideias.

Mas fiquei impressionado com o jogo de hoje, bloco sempre alto, equipa afirmativa em campo, a jogar o mais apoiado possível, diversos apoios ao portador de bola, muitas combinações ao 1º e 2º toque, pressão que chega a ser asfixiante, sempre 4, 5 jogadores na frente e supreendentemente vi uma ótima coordenação do setor defensivo após a perda, quase sempre uma linha de 4 bem delineada.

Ganharam 2-0, mas podiam ter sido 4 ou 5 golos, tudo bem que a Liga dos Emirados é pouco competitiva, mas o Al Jazira ficou em 7º na época passada e esta época está no 2º lugar e ainda não perdeu na Liga do Golfo, nota-se que os jogadores são limitados tecnicamente, são quase todos do Emirados, só tinha 1 brasileiro no 11, não deve ser fácil aplicar as suas ideias com jogadores com pouca formação tática.

Deixou-me água na boca, se o Sporting tiver esta disposição tática e com a qualidade individual que temos, vai ser difícil alguém parar-nos e temos tudo para quebrar o jejum de 16 anos, o mercado de Janeiro vai ser bom para dar alguns retoques na equipa e melhora-la ainda mais.

Ao ver esta equipa jogar, recordei-me do Braga de Paulo Fonseca, a forma de jogar apoiada é semelhante, mas na capacidade de pressão e de reduzir os espaços na perda, o Marcel é superior e muito na linha de Rijkaard, Guardiola ou Pochettino.

O Kaiser difere de grande parte dos treinadores holandeses, porque foi discípulo de Cruyff, tem outro tipo de bases para ser bem sucedido no futebol europeu, é alguém low profile, direto, exigente e meticuloso no seu trabalho.

Foi sem dúvida o melhor treinador que o Ajax teve nos últimos anos, teve a melhor média de golos na equipa B do Ajax, terminando num fantástico 2ºlugar, na época a seguir substituiu Bosz na equipa A, mas a qualidade do plantel não era a mesma, perdeu jogadores como Traoré, Davison Sanchez ou Klassen, recebeu Tagliafico ou Huntelaar, potenciou jogadores como Dolberg, Kluivert, De Light, etc. . .

Mesmo assim na equipa A teve a melhor média de golos dos últimos anos, até ser despedido por ter sido eliminado das competições europeias, sempre por pormenores, na Taça perdeu nos penalties, estava em 2º na Liga e perto do 1º, a verdade é que não melhoraram, pelo contrário.

Estava de pé atrás, mas agora percebo o que Varandas viu neste tipo, não há muitos treinadores como este, com um modelo de jogo tão bem definido, muito na linha de Cruyff e Guardiola, vamos ter muito mais gente no estádio, melhores resultados e esperemos muitos títulos.

Aceito que venha para a semana, o seu modelo de jogo é complexo, vai demorar algumas semanas a implementar e a paragem vai ser benéfica para adaptar as suas ideias a equipa, uma coisa não tenho dúvidas, será o melhor treinador da nossa Liga, mas de longe.

Um treinador faz muita diferença, vejam quando tivemos um Jardim o que aconteceu, ficamos em 2º com um conjunto de cepos, mas este holandês é outra loiça e obrigado ao Jardim por o ter recomendado.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds