Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

A ingrata realidade é que o Sporting ficou longe, mesmo muito longe, de fazer o que era necessário para poder ganhar este jogo. A equipa entrou muito nervosa em campo e passou os primeiros 45 minutos totalmente ao lado do jogo, em contexto, sem se conseguir impor minimamente no meio campo e com enormes dificuldades em reagir devidamente às jogadas de transição do Benfica. Em abono da verdade, o resultado ao intervalo pecou por escasso., dado que os "encarnados" tiveram diversas oportunidades para dilatar o marcador.

Verificou-se alguma melhoria na segunda parte por parte do Sporting, mas não o suficiente para conseguir contrariar o adversário que foi superior quase todo o desafio. Seja qual for o sistema de jogo que Leonardo Jardim apresente em campo, sem um médio criativo continuamos com os mesmos problemas de sempre em jogar no miolo, em penetrar a área defensiva dos adversários e em servir os avançados. Na realidade, a única ocasião que me vem à ideia que ofereceu a possibilidade de golo, foi o remate de Heldon por cima da trave.

Muitos jogadores a jogar significativamente abaixo do expectável, reflectindo-se em um colectivo muito inferior. Aliás, com o passar de cada jogo, tem-se evidenciado um decréscimo na intensidade da equipa, porventura pelo excesso de utilização dos mesmos 12 ou 13 jogadores ao longo da época. O meio campo acusou, e de que maneira, a ausência de William Carvalho, as investidas pela ala esquerda por Jefferson também fizeram muita falta, Slimani lutou no jogo aéreo mas foi inconsequente no resto e Heldon, na sua estreia de leão ao peito, sem deslumbrar de modo algum, deixou algumas boas indicações.

O Sporting desce assim para o terceiro lugar, um ponto atrás do FC Porto e a cinco do líder Benfica, com 12 jogos por jogar e 36 pontos por disputar.

Não posso deixar de comentar que gostaria de "ouvir" novamente as teorias daqueles que refutam a necessidade de fazer a gestão dos amarelos com jogadores importantes. William Carvalho não jogou hoje porque Leonardo Jardim também erra a pensar dessa maneira, argumentem o que desejarem. O treinador ainda mais me irritou pela sua afirmação na entrevista pós-jogo que William (e Jefferson) foi "uma baixa importante". Assim foi porque ele quis, porque recusou "limpar" os amarelos do médio no jogo com a Académica, não entendendo que era muito mais importante a sua disponibilidade contra o Benfica.

 

publicado às 22:25

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


67 comentários

Sem imagem de perfil

De Lionheart a 11.02.2014 às 22:47

O assunto da semana vai ser as alterações tácticas e que isso foi a causa da derrota. Não foi. Tivesse mantido o esquema do costume e o resultado não teria sido muito diferente. A verdade é que o Sporting está em perda há dois meses, pelas razões que já explanou. Escapou-se as exibições na Taça da Liga e a vitória em Arouca, num jogo atípico. O treinador entendeu que tinha e fazer qualquer coisa e fez neste jogo porque aqui era o vai ou racha. Se resultasse, seria bestal. Não resultou (ainda por cima teve o azar do jogo ser adiado e o adversário ficar a conhecer a sua táctica dois dias antes) chamam-lhe "besta". Não estou a ver como é que o Sporting a jogar como tem vindo a jogar podia ter ganho ao Benfica, mesmo com o esquema tradicional. Para mim esta é uma falsa questão, se calhar para esconder o problema de fundo.

O resultado não me surpreende. O pior foi mesmo a falta de atitude, que aliás já se tinha verificado contra a Académica. Talvez o "downgrade" do Sporting faça "bem" a alguns jogadores para ver se começam a jogar mais, porque quando as responsabilidades aumentaram por causa da nossa classificação, desapareceram em campo...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 11.02.2014 às 22:54

Caro Lionheart , não me canso de insistir que seja qual for o sistema de jogo, a ausência de criativo cria sempre os mesmos problemas. Além deste - quer venha a ser o Shikabala , ou não - a ausência de William Carvalho foi o factor que mais destabilizou o meio campo e proporcionou as dificuldades evidentes no jogo de transição do Benfica e nas linhas de passe.

Não obstante sua superioridade sobre um Sporting de intensidade reduzida, o Benfica ficou longe de deslumbrar com o seu futebol.

Não reconheço problemas de atitude, mas sim de excesso de utilização dos jogadores nucleares, mesmo com menos jogos.
Sem imagem de perfil

De Lionheart a 11.02.2014 às 22:59

Intensidade reduzida, é a expressão correcta. Podemos estar mais ou menos inspirados, mas deixar o adversário jogar à vontade é inaceitável. Eles ganhavam bolas à entrada da sua área e era logo uma jogada de perigo iminente para a baliza do Sporting. Não pode ser! Ninguém apertava, não se faziam faltas, então? Os jogadores também têm de dar o corpo, não é só escudaram-se que a táctica era nova. Então agora queimamos o melhor que o Sporting tem, que é o treinador, quando há ali jogadores que nem para suplentes servem? Alto lá!
Sem imagem de perfil

De L a 11.02.2014 às 23:01


O treinador tentou a nossa melhor fase no último derby. Não se fazem campeonatos só com 14 jogadores.
Sem imagem de perfil

De Lionheart a 11.02.2014 às 23:13

Para mim, o Heldon era de ficar a titular. Hoje foi o mais perigoso de verde e branco. Esta táctica com o William de novo no onze pode ter pernas para andar. É preciso fazer qualquer coisa, por isso é que não estou para malhar no Jardim porque hoje as coisas não correram bem. O Jesus está farto de fazer merda com orçamentos milionários e hoje deu um banho táctico porquê? E a Académica não fez o mesmo na semana passada, com consequências ainda mais graves? É preciso ter cuidado, porque há muito quem queira tirar o actual treinador do Sporting. Isso então era o fim da picada...
Sem imagem de perfil

De UnHu_man a 11.02.2014 às 23:30

Caro Lionheart, se não me engano não era você que andava a criticar por aqui Bruno de Carvalho?
Depois de ver certas frases vindo de si a defender o treinador, sinceramente dá-me vontade de rir. Não será igualmente importante defender um presidente que está a realizar um trabalho com resultados à vista e no qual o seu abandono neste momento também podia ser "o fim da picada"?
Pense nisto na próxima vês que vier atacar alguém.
Sem imagem de perfil

De Lionheart a 11.02.2014 às 23:38

Você é que veio falar no Bruno de Carvalho, não fui eu. Que eu saiba, também ninguém falou no seu abandono. Quanto aos resultados à vista, tenha cuidado, porque a coisa agora ficou mais complicada. Aconselhava-o primeiro a mostrar trabalho, ao Bruno de Carvalho, porque se o Sporting descambar a partir de agora, não há resultados à vista coisa nenhuma.
Sem imagem de perfil

De UnHu_man a 12.02.2014 às 01:00

Mesmo que fiquemos em terceiro neste momento estamos com muito mais pontos do que ultimamente temos conseguido obter com uma equipa inferior... isso também tem mão do presidente não? Tem de aprender ainda é óbvio, mas também estranho era ser utópico.
No entanto mais uma vez "malhou" no Bruno de Carvalho, gostava de saber o que tem contra o presidente que não o permite dar-lhe os louros que merece, independentemente das críticas que também merece?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 12.02.2014 às 01:41

Não sei como é que Bruno de Carvalho foi chamado para esta conversa. Estamos aqui a debater um jogo de futebol e os respectivos prós e contras da exibição e do resultado. Deixe ficar BdC para outra altura, até já cansa falar nele, como se sozinho fosse o Sporting.
Sem imagem de perfil

De Lionheart a 12.02.2014 às 08:35

Eu "malhei" no Bruno de Carvalho? Só pode estar a gozar. Até tenho evitado falar nele, para preservar o Sporting. Mas se quisesse "malhar" não faltava matéria, porque só nos últimos dias tem metido os pés pelas mãos e mãos pelos pés (a rábula dos comunicados por causa da cobertura indicia uma "confiança" na equipa do caraças, eles lá sabem porquê...). É certo que quem ele tem à volta não ajuda, nomeadamente mais um PMAG palhação. São escolhas.

Já vejo o Sporting há muitos anos, por isso já me impressiono com pouco. E repito que, como todas as direcções, os resultados são o barómetro. Não era assim até aqui? Sempre disse que era preciso esperar para ver se o bom arranque do campeonato era sustentável. E depois é preciso ver se o terceiro lugar nos leva a algum lado, ou seja, se para o ano há evolução. Isto não é ter nada contra o Bruno, é ter olhos na cara. Não fui menos exigente com as outras direcções.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 11.02.2014 às 23:32

Meu caro, ninguém mais, aqui, tem falado em "malhar no treinador". Tem feito um excelente trabalho, mas não sem erros, como todos, claro. O da gestão dos amarelos não passa sem comentário porque é perfeitamente evitável.

O sistema desde o primeiro dia deveria ter sido este, algo mais definido, porque o Sporting não tem os "cavalos" para jogar uma época inteira no 4x3x3 puro.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D




Cristiano Ronaldo