Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Não me parece...

Rui Gomes, em 07.09.18

 

download (1).jpg

 

Talvez seja mais desejo do que realidade. A Selecção Nacional fez uma boa exibição frente à Croácia, com construção de jogo quase brilhante mas com finalização deveras atroz. 

 

Seria possível recapitular as muitas oportunidades desperdiçadas, mas vem-me à ideia aquele lance em que André Silva é servido muitíssimo bem dentro da área e o seu remate foi para as núvens, sem sequer ameaçar a baliza croata. Os laterais a quererem marcar com remates em ângulos quase impossíveis.

 

No final das contas, foi necessário um defesa central - Pepe - marcar o nosso único golo da partida.

 

Cristiano Ronaldo já não será o que foi, mas ainda não chegámos ao ponto de não necessitar dele, tanto com o impacte nos adversários da sua presença em campo, como com a sua liderança e eventualmente os seus golos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:08

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


14 comentários

Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 07.09.2018 às 13:25

500 vezes 💯 %..

P. S..La Madonna!..Português é..Uff!!😎
O jogo de ontem fez recordar tempos idos(que voltarão) dos anos 70, 80, 90.
Sempre tivemos grandes grandíssimos craques(os mais novos acreditem mesmo) , jogavamos à bola como ninguém mas, ganhar..."Bola"
Porque??..
Pois, exatamente por aquilo que viram ontem.
Mas, este é mesmo o paradigma do português.. Jogar como nunca, perder como sempre!!.

Aqui reside o crónico problema!!..
Treinam (treina-se) desde pequeninos técnica individual de passe, dominio de bola, rececção, condução, drible e esquecem o essencial. Chutar, rematar, disparar, saber fazer golos.
Isto, não nasce... 😤 Aprende-se!..
Sim, haverá uns com mais preponderãncia que outros.

Nota: Virá o dia depois desse "monstro" e cantaremos..
Tristeza, por favor vai embora...
Sem imagem de perfil

De o acutilante a 07.09.2018 às 14:19

Pelo que ontem me foi dado ver, o peso de Ronaldo na selecção pouco ou nada se fez sentir.
Muito menos peso do que ele provavelmente pensa que tem.
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 07.09.2018 às 14:37

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.09.2018 às 14:43

Terá sido por isso que demos uma goleada, tal o calibre dos nossos avançados.
Sem imagem de perfil

De O acutilante a 07.09.2018 às 16:44

Não demos goleada, não senhor.
Mas já jogámos, - com Ronaldo, - contra adversários incomparavelmente menores e ele não marcou.
Se como portugueses temos uma grande dívida de gratidão para com Ronaldo, particularmente essa dívida fica muito reduzida pela consideração que ele nos tributa ao auto-excluir-se destes dois jogos.
Se queremos endeusar Ronaldo, por que não endeusarmos tantos outros que tudo deram e fizeram pela selecção?
Saudações desportivas para todos.
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 07.09.2018 às 17:21

Sem imagem de perfil

De o acutilante a 07.09.2018 às 19:29

Excelente resposta.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.09.2018 às 17:21

Desculpe, mas da minha parte nem sequer merece resposta.

Estamos a falar do melhor futebolista português de sempre e um dos melhores da história do futebol mundial.

Tudo o resto é conversa de café!
Sem imagem de perfil

De o acutilante a 07.09.2018 às 19:28

Como queira.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.09.2018 às 20:30

Não tem nada a ver com o meu querer, é factual!!!
Sem imagem de perfil

De R. Ribeiro a 07.09.2018 às 15:20

Calado e era um poeta...
Sem imagem de perfil

De LeaoCovilha a 07.09.2018 às 15:22

Sendo um dos melhores do mundo tem obrigatoriamente ter que ter peso na Selecção, tanto pelos golos que marca como pelo peso que tem no balneário, nas convocatórias e no querer que transmite. No entanto, em campo, nem sempre este peso que tem em relação aos companheiros é benéfico porque, há sempre a tentação de olhar somente para ele e, por vezes, nem tudo sai bem pela ânsia de colocar a bola nele. Mas, sem dúvida que, nos próximos três a quatro anos vai continuar a marcar presença e, possivelmente, fixar-se definitivamente como ponta de lança.
Sem imagem de perfil

De PSousa a 07.09.2018 às 16:06

Falta um PL e não é André Silva, prefiro o Paciência.
Sem imagem de perfil

De Lusitanista a 07.09.2018 às 17:12

Nem um nem outro. Simplesmente não há um substituto à altura, e muito sinceramente, o único português que tem marcado golos de forma consistente numa equipa de relevo é o... Paulinho do Braga.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo