Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Screenshot (558).png

No final do jogo das meias-finais da Taça da Liga - vitória por 2-1 sobre o FC Porto -, Frederico Varandas deslocou-se à sala de imprensa do Estádio Municipal de Leiria e emitiu uma declaração aos jornalistas presentes.

"Nos testes à COVID-19 antes do Sporting CP vs. Rio Ave FC, dois jogadores do Sporting CP, Šporar e Nuno Mendes, acusaram positivo ao novo coronavírus. O Sporting CP segue escrupulosamente o protocolo acordado com a Liga, que por sua vez foi delineado em conjunto com a DGS. O Sporting CP vai mais além e faz testes diários, nomeadamente de antigénio, para controlo interno. Pela primeira vez desde Agosto, os resultados internos não bateram certo com os resultados PCR dos testes obrigatórios da Liga. Recebemos e respeitámos a notificação e os jogadores ficaram privados de desempenhar a sua função. Nos dois dias seguintes, os mesmos jogadores repetiram dois testes PCR em laboratórios diferentes e mais dois testes de antigénio internos, sempre negativos. Eu sou médico e posso afirmar inequivocamente que estes atletas não têm COVID-19. Entrámos em contacto com o laboratório Unilabs e falámos com o seu director clínico, que ficou preocupado com a situação. Foi enviada toda a documentação e o próprio [director clínico] respondeu que se tratavam de falsos positivos e que estava disponível para enviar rapidamente documentação a comprovar", começou por dizer o presidente do Conselho Directivo do Sporting CP, continuando.

"Para quem não é médico, o falso positivo, ao contrário do falso negativo, tem uma percentam inferior a 1%. Por isso, numa amostra de 30 testes, o Sporting CP teve dois falsos positivos, o que é muito azar. Mas nós entendemos que esse azar pode acontecer e quando falámos com o director clínico do laboratório entendemos que, uma vez que há a probabilidade de 1%, significa que em 100 testes existe um falso positivo. Acontece e, apesar de termos sido privados de dois jogadores fundamentais contra o Rio Ave FC, aceitámos. A estatística é o que é e tivemos azar", reforçou Frederico Varandas, que revelou ainda mais acontecimentos pouco comuns.

"No dia seguinte, de manhã, enviámos toda a documentação para a autoridade regional de saúde - já com a informação de todos os testes documentados e com um e-mail enviado pelo director clínico da Unilabs em que afirma que ocorreram falsos positivos nestes dois casos (uma das exigências da referida entidade) - que nos informou que o caso estava resolvido e que os jogadores podiam treinar no dia seguinte. Curiosamente, quando a delegada regional de saúde tentou libertar os jogadores do SINAVE - onde são referenciados os doentes portadores de COVID-19 -, detecta que o Nuno Mendes nem sequer esteve inscrito no SINAVE. Ou seja, temos um laboratório que assume que houve um falso positivo e que nem sequer inscreveu o jogador no SINAVE. Por isso, não houve razão alguma para Nuno Mendes não ter sido convocado contra o Rio Ave FC, ao contrário de Šporar, que tinha um falso positivo e tinha sido registado no SINAVE. Mais uma coisa esquisita, mas que aconteceu ao Sporting CP", disse ainda.

"A autoridade regional de saúde disse que isto foi muito estranho e temos provas documentais do que estou a dizer. Na segunda-feira, Nuno Mendes não estava registado no SINAVE. O jogo foi na sexta-feira e o exame foi na quarta-feira [anterior]. Significa que a própria autoridade regional de saúde achou estranho, mas libertou Šporar do SINAVE e recebemos informação de que os jogadores podem treinar e jogar se o treinador assim o entender. Acontece que, a partir de hoje de manhã, não sei por que razão, o documento em que o laboratório afirmava que havia falsos positivos já não era suficiente para a DGS, ao contrário da opinião da autoridade regional de saúde. Queriam que em vez de falsos positivos, tivesse sido escrito que houve um erro. E então a autoridade regional de saúde enviou um email por volta das 13h30 de hoje para o laboratório Unilabs a pedir para o laboratório mudar o conteúdo e as palavras de 'falso positivo' para 'erro laboratorial'. Ainda não houve resposta do laboratório e o jogo já aconteceu. Neste jogo de palavras entre um laboratório que assume que há um falso positivo e a DGS que, hoje de manhã, exigiu isto ao contrário da opinião da autoridade regional de Alcochete, o Sporting CP viu-se privado, mais uma vez, de dois jogadores que não têm COVID-19 e que o laboratório assume que são falsos positivos. (...) o Sporting CP, pela terceira vez, teve azar", considerou.

Por fim, Frederico Varandas deixou a garantia de que há coisas que não se negoceiam. "No meio disto, há um pormenor que não tolero ou admito. Podem dizer que o Sporting CP joga pouco ou mal, mas não admito que ponham em causa a honestidade do corpo clínico e dos médicos que trabalham no Sporting CP. Vamos fazer uma queixa na Ordem dos Médicos em relação ao director clínico do Unilabs, que disse que não havia problema nenhum, que não sabia o que se passava e que nem sequer tinha sido contactado, quando nós temos um email às 17h00 do dia em questão desse próprio senhor. Não negoceio valores, seja com presidentes, colegas ou quem for".

ADENDA

Comunicado da DGS

A Direcção-Geral da Saúde informa que, à data, a investigação epidemiológica de COVID-19, incluindo os inquéritos epidemiológicos e a avaliação de risco no que respeita a clubes de futebol, é da responsabilidade da Autoridade de Saúde territorialmente competente, tal como previsto na Norma 015/2020, na Orientação 036/2020, e demais enquadramento técnico-normativo da DGS.

Concretamente no que respeita aos dois jogadores do Sporting que terão tido um resultado positivo, a Autoridade de Saúde territorialmente competente, a quem cabe determinar as medidas, solicitou por escrito ao diretor médico da Unilabs-Portugal informação sobre se os resultados analíticos dos dois jogadores que estavam a ser avaliados constituíam falsos positivos, não tendo obtido resposta em tempo útil".

O esclarecimento da DGS corrobora as declarações do presidente do Sporting, que disse ter sido exigido um documento no qual constasse que "em vez de falsos positivos, tivesse escrito que houve um erro".

publicado às 04:34

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


22 comentários

Sem imagem de perfil

De Leão Campeão a 20.01.2021 às 07:05

O futebol em Portugal fede de nojo e este é apenas um episódio mais do esgoto em que vivemos.
Invariavelmente, é ao Sporting que tudo acontece e que nunca tem a compreensão ou o beneplácito das “autoridades” desportivas, políticas e agora até, imagine-se, sanitárias.
Ao que chegámos...!
Esperamos todos que uma sempre a coragem e a dureza necessária para se denunciar tudo e todos, sem medo de palavras e consequências.
Estamos fartos desta constante vergonha, todos os sportinguistas!...
Sem imagem de perfil

De Cenas Talvez a 20.01.2021 às 08:00

Pela verdade sempre!!!!

1. Os jogadores do SCP não estão oficialmente POSITIVOS, os seus nomes não constam no portal SINAVE (https://dre.pt/application/dir/pdf2sdip/2014/05/085000000/1166011660.pdf), Nuno Mendes nunca constou (1. Facto estranho) e Sporar viu o seu nome retirado na 2ª feira;
2. Os jogadores do SCP Sporar e Nuno Mendes, estão a treinar com o plantel do SCP desde 2ª feira após aprovação por parte da Delegação Regional de Saúde de Alcochete, após o envio por parte do SCP e da UNILABS informação documental que atestou os jogadores como sendo falsos positivos (2. Facto estranho ao contrário que o seu Diretor Clinico Alegou a UNILABS enviou email oficial a confirmar os falsos positivos), (3. Facto estranho 2 Falsos positivos num lote de 30 testes é algo muito “estranho” estatisticamente falando quando a probabilidade reconhecida é de menos de 1%);

“Assumiu-se por isso clínica e laboratorialmente que se trataram de falsos positivos, num trabalho conjunto entre as equipas clínicas do Sporting CP, da Unilabs e com a DGS”.
https://observador.pt/2021/01/19/nuno-mendes-fora-do-sinave-o-email-da-unilabs-e-uma-queixa-a-ordem-os-detalhes-dos-falsos-positivos/


3. Os jogadores do SCP Sporar e Nuno Mendes, não foram ontem a jogo porque a Delegação Regional de Leiria onde ocorreu o jogo, pediu à UNILABS que alterasse o seu relatório substituindo a os “Falsos Positivos”pela expressão “Erro laboratorial” (4. Facto estranho), a UNILABS nana comunicou e o SCP viu assim os seus jogadores afastados do jogo;

Resumindo: https://observador.pt/2021/01/19/nuno-mendes-fora-do-sinave-o-email-da-unilabs-e-uma-queixa-a-ordem-os-detalhes-dos-falsos-positivos/
Imagem de perfil

De Mike Portugal a 20.01.2021 às 08:18

Varandas estava calado há muito tempo (tem deixado o seu diretor de comunicação falar) pois percebeu que não tem muito jeito para comunicar. E eu estava com medo que quando ele viesse falar por alguma razão que fosse, que dissesse alguma parvoíce ou algo do género.

Pois fui surpreendido com um discurso assertivo e mortífero, sem grandes engasgos da parte de Varandas. Muito bem !!! Vê-se que está à vontade quando o assunto é da área dele e espero que vá até ao limite das consequências para castigar estas pessoas, especialmente o responsável da Unilabs que, sabe-se, é adepto fervoroso do FCP.
Sem imagem de perfil

De LG a 20.01.2021 às 09:53

Varandas esteve bem.
Como tinha referido ontem, não me admiriaria se houvesse um atraso nas comunicações, que viesse a impedir a presença dos 2 jogadores ontem.
A DGS fez o que tinha a fazer, tal como num caso recente com um falso positivo do PR, que ainda demorou algum tempo a ficar resolvido e levou Marcelo a "chatear-se" com a DGS. Mas e a Unilabs?

Esse é que é o ponto a martelar, qual o interesse da Unilabs em demorar a mandar a tal declaração que permitia aos jogadores alinhar no jogo? Daí a nota ontem da Unilabs a insistir que não tinha havido erro, porque sabia que se admitisse o erro os jogadores eram libertos (está numa notícia do Record, "Um resultado que possa ser considerado com um falso positivo não é um erro laboratorial é uma decisão clínica, que envolve diversas variáveis e informação médica para lá dos resultados laboratoriais".

E a Liga, que tem protocolo com esta empresa, não tem nada a dizer? Ou as simpatias políticas e futebolísticas dos administradores da empresa falarão mais alto?



Sem imagem de perfil

De LG a 20.01.2021 às 10:51

Vide comunicado da DGS de há pouco:
A DGS "solicitou por escrito ao diretor médico da Unilabs-Portugal informação sobre se os resultados analíticos dos dois jogadores que estavam a ser avaliados constituíam falsos positivos, </b>não tendo obtido resposta em tempo útil.
Sem imagem de perfil

De Perry a 20.01.2021 às 10:04

Varandas defendeu bem o Sporting, num caso de saúde, onde se chega no futebol em Portugal para atingir os fins, todos sabíamos da arbitragem, agora até na saúde metem a mão, isto é a máfia completame, as pessoas são corruptas e não têm valores.
Sem imagem de perfil

De acoppt a 20.01.2021 às 10:07

Que a Liga continue com o exclusivo da Unilabs FCP SA...

As trapalhadas com este laboratório continuam e sempre a favor dos mesmos...

Se nos lembrarmos que octávio ainda a semana passada em pouco tempo teve uns resultados "esquisitos"...

Já agora... a Unilabs tem como Diretor Executivo de Operações Sérgio Gomes da Silva, filho de Fernando Gomes (presidente da Federação Portuguesa de Futebol), e tem como Chefe Executivo Luís Menezes, adepto do FC Porto..... coincidências

Imagem de perfil

De Julius Coelho a 20.01.2021 às 10:36

É inacreditável a dimensâo dos tentáculos da mafia do futebol portugues aonde chega, temos o presidente certo para tentar combater toda esta vergonha. O Drº Varandas tem a argucia, paciência estratégica, coragem e disciplina de um militar e mostra que está disponivel e motivado a delatar os golpes baixos que se praticam e sempre pelos mesmos para obterem vantagens desportivas.

Ja tinha comentado aqui dando a minha opiniâo que algo se passava de anormal nos testes do Covid na equipa do Porto, agora viemos a saber que o laboratorio escolhido para os testes as equipas da Liga tem como administradores gente que directa ou indirectamente estâo ligados ao FC Porto , isto é um escandalo.
O Sporting tem que insistir na exigência para que a Liga exija a esse laboratório copias de todos os testes feitos até hoje de todas as equipas. A desconfiança está plantada e tem que ser clarificada.

Em simultâneo vemos que Taremi só leva 1 jogo de castigo depois de quase partir a perna ao Otamendi e o Sergio Conceiçâo ainda se faz de vitima, diz-se prejudicado, nao tem vergonha nenhuma.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 20.01.2021 às 10:38

Quis escrever ; "nâo têm vergonha nenhuma".
Imagem de perfil

De Luísa de Sousa a 20.01.2021 às 10:52

Que postura a do nosso presidente!
Parabéns a Varandas ... "não negoceio valores"

Beijinhos Rui
Feliz Dia
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 20.01.2021 às 11:08

Já não sei o que fazer com tantos beijinhos!

Bom dia Luísa
Imagem de perfil

De Rampante a 20.01.2021 às 11:30

Varandas ontem, uma vez mais, muito bem... o papel de Presidente começa a assentar-lhe bem, mostrando-se apenas quando necessário e defendendo-se nos restantes momentos... O seu papel deve ser mesmo esse, pois assim quando "aparece" o impacto é maior, pois sabe-se que quando vem falar é porque o assunto é sério.

A mensagem de ontem é de uma gravidade enorme e na minha opinião pode provocar um pequeno terramoto no futebol... uma mensagem que foi ampliada por ter surgido num momento de vitória sobre um rival... tivesse o SCP ontem perdido o jogo e a mensagem passaria apenas como "queixinhas" e fundo da questão provavelmente seria ignorado por todos.

Parabéns SCP, pelo jogo, pela vitória e principalmente pela atitude, antes, durante e após jogo.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 20.01.2021 às 11:42

Ganhamos e nao fomos ao flash intervien nem á sala de imprensa, muito bem, mensagem fortíssima.
Imagem de perfil

De Greenlight a 20.01.2021 às 12:32

É isso, a mensagem é mais forte porque vencemos e sem habilidades ou lances duvidosos. Podemos ganhar ou perder mas não podemos nem queremos ser um clube de aldrabões, para não dizer, bandidos.
Perfil Facebook

De Fúlvio Amaral a 20.01.2021 às 12:41

De 0 a 5, nota 5 para as declarações de Varandas

Comentar post


Pág. 1/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo