Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Algumas breves considerações de Rui Santos, extraídas da sua mais recente crónica em Record, em que comenta maioritariamente a propagada super equipa do Benfica.

img_192x192$2019_09_07_00_18_48_1598529.jpg

"No Sporting, não obstante o esforço realizado para não se perder o pé no quadro da gestão financeira, são evidentes as dificuldades para se cumprirem compromissos, como resulta evidente do facto de os leões terem partido do princípio que vale a pena pagar mais 2,1M pela contratação-kamikaze de Rúben Amorim para poderem, em 8 meses, dar melhor resposta a um vasto leque de obrigações. Também é importante ressalvar que o Sporting CP nunca manifestou vontade de não pagar; apenas se colocou na posição de pagar mais, como consequência do facto de não poder/querer pagar nos prazos inicialmente aprazados e isso é apenas a confirmação de um aperto que já todos, afinal, conhecíamos".

"No FC Porto, a notícia do Correio da Manhã segundo a qual existem salários em atraso apenas confirma aquilo que é sabido há muito, isto é, uma péssima e caótica gestão de recursos atirou um clube histórico para uma situação financeira muito complexa e só há uma explicação para isso: os custos das transferências são elevadíssimos e o produto das vendas líquidas que entra nos cofres da SAD portista não chega para contrabalançar uma estrutura de custos particularmente elevada, nalguns casos até verdadeiramente pornográfica.

Muito estranho que a comunicação do FC Porto não tenha feito um escarcéu perante a notícia. O tímido desmentido de J., a dizer que é mentira, nem em Gaia se ouviu".

"É evidente que a contratação de Jorge Jesus pressupõe, aliás como foi reconhecido pelo próprio técnico no dia do seu regresso ao Benfica, uma equipa a jogar o triplo do que jogava antes, e, portanto, há uma espécie de expectativa segundo a qual os jogadores que já estiveram entregues a Rui Vitória, Bruno Lage e Nélson Veríssimo tenham, sem as chamadas alcavalas de qualidade, um rendimento superior, por força da influência e do trabalho de Jorge Jesus.

Contudo, se o Benfica 2019-20 com Jesus renderia, em tese, muito mais, o actual só pode ter aspirações de se recolocar com ambição no quadro das competições europeias com um acrescento de qualidade no plantel. E isso, neste momento, não corresponde àquilo a que se pode chamar de Super Equipa, até porque falhou, no tempo certo, a aquisição de uma estrela do futebol internacional (Cavani era uma boa ideia)".

publicado às 03:33

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


24 comentários

Imagem de perfil

De Greenlight a 12.09.2020 às 10:40

O Presidente do SLB pode não estar a lidar da melhor forma com a Pandemia pois ao envolver-se, novamente, com JJ, o SLB já gastou muito em contratações e pouco ou nada arrecadou em vendas. Mas, também já "contratou", para a sua Comissão de honra (aqui tem que se usar letras minúsculas), o PM do Governo de Portugal e o Presidente da CML. A nós, comum dos mortais, resta-nos ficar estupefactos com esta falta de vergonha... e pagar impostos, pois claro.
Sem imagem de perfil

De antonio a 12.09.2020 às 12:52

não tem mal nenhum convidar essas pessoas para a comissão de honra, até porque a comissão de honra não faz parte da estrutura. para mim está errado é eles aceitarem o convite, apesar de ser apenas uma formalidade.
Sem imagem de perfil

De Rumo Certo - Ventos Favoráveis a 12.09.2020 às 11:09

Comentário jornalístico assertivo, realista e denunciador de situações e práticas que não podem ter continuidade e às quais alguém terá que pôr fim - o Direito Politico e Legislativo e o Poder, independência e garantias da Justiça e Magistratura.
Por acréscimo, surgiram (ontem) mais 2 notícias, cuja veracidade e até ao presente momento, não foram desmentidas.
1. A concessão de crédito no valor de 28 M€ (vinte oito milhões) a uma SAD de um clube de futfutebol de Lisboa, com agrave e repercussão no balanço, contas e imparidades, por eventual crédito mal parado;
2. A inscrição do nome e apoio a um candidato a Presidente do mesmo clube de Lisboa, por parte do Primeiro-Ministro do País e do Presidente de Câmara da mesma cidade.
Estupefacção, incredulidade e incontido sentimento de injustiça e revolta.
Estarei equivocado, mas não foi o BCE que emitiu diretiva tendente a impedir e proibir a concessão de empréstimos a SAD's e clubes de futebol?
O Novo Banco (sucedâneo bom do insolvente e falido BES, que enganou, defraudou e provocou estupro económico e poupanças a muitas famílias lesadas), apresenta sucessivas imparidades e alegadamente esconde (qualificados como) créditos mal parados, de incumpridores e devedores, que todos os Portugueses de Honra e Vergonha pagam?
Não está o Novo Banco intervencionado e a usufruir de concessão e revitalização dos seus capitais, a custa dos trabalhadores, reformados, pensionistas, idosos, jovens e crianças deste País?
Que promiscuidade é esta, que políticos em pleno exercício de cargos, competencias e responsabilidades públicas, utilizem e/ou permitam, o seu nome e influência, como contributo directo ou indireto , e que segmenta, fracciona e aparta pessoas, sensibilidades e o humilde e trabalhador português?
Não é precisamente o contrário, o dever de suas Exas., o de pugnarem, promover e praticar, a isenção, a imparcialidade e a coesão a todos os níveis e de forma isenta e transversal na sociedade e em prol da igualdade entre Portugueses?
Caro Rui, apresento as minhas desculpas pelo "livro", mas reputo de extraordinária importância, o debate e a manifestação de repúdio e inaceitável postura de quem tem o dever e obrigação de responder pelos seus actos, perante a Nação e o seu digno e martirizado Povo.
SL




Imagem de perfil

De juliuscoelho a 12.09.2020 às 12:35

Nâo deixa tambem de ser curioso o Benfica pedir antecipaçâo das receitas á NOS no valor de 170M , pedir um empéstimo obrigacionista de 50M , a concessâo de crèdito de 28M ao Novo Banco , receber o pagamento de 127M da venda do Joao Felix e continuar a ter um passivo superior a 300M algo ali nâo bate certo, sao os sinais que ontem comentei que é bem provävel que o rei que tanto aparenta estar repleto de tesouros escondidos algures, afinal ....anda de chinelos.
Quanto aos governantes mesclarem a vida politica com o futebol nao é novidade , é o pais que temos , ganha cada vez mais força, o dar um voto no primeiro ministro vai depender do clube que é .
Sem imagem de perfil

De antonio a 12.09.2020 às 12:59

tanto um como o outro, vocês não pescam nada disto com o devido respeito. concordo com a vossa critica ao banco NB, mas apenas porque este já perdeu mais dinheiro com o Sporting do que com qualquer outro clube de futebol, quando decidiu converter dívida em ações e posterior recompra a 30 centimos (leia-se perdão de dívida).

o Benfica tem o hábito de pagar as suas dívidas a tempo e horas, pelo que o empréstimo do NB é bom também para o banco.

convido-vos a ler o R&C do Benfica se querem falar de dívidas
Imagem de perfil

De juliuscoelho a 12.09.2020 às 13:21

Mas o caro amigo encarnado nao respondeu á minha questâo , para onde está a ir tanto dinheiro?

Quanto ao pagar a tempo e horas temos o exemplo recente do presidente do Corinthians a dizer que nâo é verdade.
Sem imagem de perfil

De João F. a 12.09.2020 às 13:37

Houve gente que comprou acções das empresas que foram privatizadas na década de 90 do século passado e que depois as venderam por um preço bem inferior àquele que tinham comprado. Negócios destes depois de feitos, é como jogar na roleta, pois tanto de se pode ganhar como perder, o que é bem diferente de alguém se servir duma conta posta à sua disposição pelo Administrador-mor dum banco e quando tudo der para torto deixar de pagar, "e ferrar o cão"!
Querer-se comparar as 2 situações, é como fazer-se uma tentativa para se afogar o peixe na água!

Se tudo isto que se tivesse passado com o Sporting ou com alguém ligado ao Sporting, o que já teriam dito os pasquins deste País, mais os cartilheiros habituais nas TVs!!!!

Sem imagem de perfil

De antonio a 12.09.2020 às 17:11

Joao F, seguindo essa lógica, se o empréstimo correr mal, então o NB apenas ganha menos (i.e. perdoa a dívida). Para mim isto não estaria nada bem, seja o Benfica o Sporting ou o Porto.

O que não se compreende é criticar este empréstimo (que vai ser pago a tempo e horas) e achar que as vmocs por outro lado são um ótimo negócio para os bancos
Sem imagem de perfil

De João F. a 12.09.2020 às 17:25

Já respondi mais em baixo e só compreende quer quer...ou quem pode.
Sem imagem de perfil

De João F. a 12.09.2020 às 17:27

corrijo: quem quer...
Sem imagem de perfil

De antonio a 12.09.2020 às 18:09

Infelizmente não explicou nada e o exemplo que deu nada tem a ver com isto. Tem em mente quantos milhões o BES pôs no Sporting ou isso não conta?
Sem imagem de perfil

De João F. a 12.09.2020 às 19:09

blá...blá...blá...Não tente desviar o assunto.E quantos milhões o seu clube andou a usufruir do BES com a autorização do Ricardo Salgado, até à sua falência? Pagou-lhe os juros? Nem sequer a dívida com que ajudou a pôr o banco na falência, como disse o Jornal de Negócios...

Quer que eu lhe deia mais uma vez provas, como já lhe fiz há meses?

A vossa táctica, é de em momentos de dificuldade, tentarem mudar o foco para outras questões que não digam nada ao vosso clube.

Sem imagem de perfil

De Rumo Certo - Ventos Favoráveis a 12.09.2020 às 13:47

Aos Antonios,
Em termos de "pesca", esclarece-se a erudita e sapiente inteligência de V. Exa., que a Banca, não perdeu qualquer dinheiro, nem teve ou tem qualquer prejuízo com o cliente e cumpridor Sporting CP.
Antes e pelo contrário, ganha dinheiro e benefício, porque houve renegociação da dívida nos termos acordados, com revisão em baixa de valores unitários de reconversão patrimonial e salvaguarda de direitos e interesses de ambas as partes.
Concomitantemente, continua a ganhar dinheiro e a lucrar, pese embora em menor expressão devida à correção e ajuste das condições e "usura lucrativa" inicial.
A Banca Comercial existe para apoiar empresas, instituições e particulares, nos seus negócios e compromissos e, resultante dessa actividade é legítimo obter dividendos. Estes, devem ser razoáveis, equilibrados e ajustados, tal como se verificou, em honra, prestígio e defesa do bom nome e imagem de todas as partes.
Credibilidade, Sensatez, Avaliação de risco, Garantias e Capacidade de diálogo, são ingredientes e condições imprescindíveis ao sucesso negocial.
As dívidas por crédito mal parado, as imparidades varridas ou escondidas que ddescapitalizam instituições, as listas de devedores e incumpridores que se pretendem esconder com refúgio em sigilos incompreendidos e inaceitáveis, a ausência ou atraso de processos de arresto de bens aos recorrentes por fraudulenta insolvência, etc., é que são motivo de enorme razão e preocupação.
SL


Sem imagem de perfil

De Hugo Boss a 12.09.2020 às 14:26

2 bancos convertem dívida em vmoc's a um clube, depois aceitam a recompra das vmoc's com desconto de 70%!! Não recebem juros! Mesmo assim esses bancos não "perdem dinheiro"???? Contra estes argumentos não há factos que resistem!!!!
Imagem de perfil

De juliuscoelho a 12.09.2020 às 15:22

Ora aí está,por isso o Sporting é o que melhor dos 3 gere as suas finanças
Sem imagem de perfil

De João F. a 12.09.2020 às 15:57

Claro que não perdem dinheiro! Ganham menos dinheiro!

Este faz-me lembrar o PD-G duma empresa que calculou para o ano seguinte o lucro de 20M€, mas depois verificou no R&C que só tinha ganho 15M€.E para espanto de todos, afirmou que tinha perdido dinheiro!
Sem imagem de perfil

De Hugo Boss a 12.09.2020 às 18:42

Caro João,
Se o banco emprestar 100M e ter de receber 120M, mas no fim recebe 110M, ai tem razão! Mas não é o caso!!! De 100M, esperar receber 30M, chama-se perder dinheiro!!! Em caso que não acredite, empreste-me 1000€, que eu devolvo 300...
Sem imagem de perfil

De Juskowiak a 12.09.2020 às 15:53

Caro Rumo, há qualquer coisa que não bate certo.

Se o Sporting só pagará 30% do valor, como pode a banca não perder dinheiro? A "usura" que menciona não pode ser de mais de 70%.

O acordo das VMOCs é bom para nós, mas afeta a credibilidade do clube numa futura contração de novo empréstimo bancário.
Sem imagem de perfil

De antonio a 12.09.2020 às 16:58

Rumo Certo, este seu comentário não bate certo com o anterior.

Não vamos esconder as coisas: a renegociação do pagamento do Sporting foi péssimo para os bancos, como foram outros negócios noutras áreas nada a ver com o Sporting.

O empréstimo que criticou no outro comentário nada tem a ver com má gestão ou falta de ética.
Sem imagem de perfil

De José Silva a 12.09.2020 às 11:34

A comunicação social que está ligada aos clubes que mais títulos ganharam em Portugal no futebol através da batota e de uma forma subterrânia, andaram quase um mês a falar da divida do Sporting ao Braga por causa de Amorim e, afinal o clube do "apito dourado"tinha e tem os ordenados en atraso e nem uma palavra, já para não falar na divida do clube do "Papa" ao Racing de Aveneda da Argentina de 1,5 milhões de euros que pode mesmo levar a uma queixa na FIFA.O apoio do 1º ministro e do presidente da câmara de Lisboa ao cadastrado Vieira, a juntar a todos os processos judiciais ligados à corrupção que envolvem o actual presidente do clube do regime, é cumulo da pouca vergonha, levando-me a pensar, que entre estas e Vieira, não existe qulquer diferença no aspecto ético..!
Sem imagem de perfil

De RCL a 12.09.2020 às 17:24

José Silva
Já no tempo de Vilarinho era o mesmo, o dito de micro na boca pediu o voto no sportinguista Durão Barroso, disse à maralha :"não esqueçam que foram estes que nos ajudaram".
Mais do mesmo!
E prontos, depois há sempre a desculpa dos covardes.
Sem imagem de perfil

De Perry a 12.09.2020 às 17:45

Estes marmanjos vermelhos que andam aqui, esquecem-se é que o presidente do Benfica usou o Benfica quando já era presidente do clube para dar um calote de 600 milhões ao banco estando 228 milhões auditados, lógicamente que I banco ao facilitar-lhe a vida privada. Por interesse dele, não podia fazer o mesmo ao clube, jogadas do Vieira.
Sem imagem de perfil

De antonio a 12.09.2020 às 18:20

e o marmanjo verde nao compreendeu que os marmanjos encarnados criticam também a gestão do NB neste capítulo?
Sem imagem de perfil

De Perry a 12.09.2020 às 23:55

E do Filipe Vieira, não criticam?

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo