Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Novo Banco "salva" Bruno

Rui Gomes, em 10.01.16

 

sporting-sad.jpg

 

Os accionistas da SAD do Sporting aprovaram, esta sexta-feira, o alargamento do prazo de pagamento de VMOC's (Valores Mobiliários Obrigatoriamente Convertíveis) por mais 10 anos. A decisão não é ainda vinculativa, mas garante praticamente a manutenção do controlo do capital social da SAD nas mãos do próprio Sporting.

 

Em assembleia-geral de accionistas realizada ao final da tarde, em Alvalade, a proposta de Bruno de Carvalho, líder da sociedade, foi aprovada por unanimidade, com o aval de todos os detentores de VMOC's. Numa segunda reunião, esta já com os bancos à mesa, o projecto da administração da SAD voltou a passar, desta feita com os votos a favor do Novo Banco, ao contrário do que era perspectivado e, ainda, do Millennium BCP.

 

O Novo Banco, que hoje era dado como um dos opositores ao projecto de alargamento do prazo de pagamento da dívida, acabou por aceder às pretensões de Bruno de Carvalho.

 

Importa referir, ainda assim, que os bancos têm uma semana para optarem, ou não, pela reconversão das VMOC's em acções da SAD. Todavia, Bruno de Carvalho acredita que os accionistas vão cumprir o que foi decidido hoje:

 

«A Assembleia-Geral foi rápida, não foi um dia fácil. Está aprovado por unanimidade, por todos os bancos e pequenos 'vmoquistas'. Existe ainda a possibilidade de até ao final da próxima sexta poderem dizer que querem converter na mesma. Mas estamos satisfeitos porque a proposta passou por unanimidade. Acredito que os bancos vão cumprir o resto do acordo, de não fazer a conversão. Até sexta vão chegar as cartas a dizer que não querem fazer a conversão. Temos de cumprir todos com o que se acorda. Novo Banco? Não foi um dia fácil, mas a decisão foi aprovada e este processo só acabará na próxima sexta e os bancos têm de cumprir. Os bancos estavam aqui hoje, aprovaram por unanimidade a prorrogação e deram este primeiro passo. Não faria sentido que não dessem o segundo.»

 

A não-concretização do adiamento obrigaria, no imediato, a SAD sportinguista a pagar 27 milhões de euros para poder continuar a deter mais de 50% das acções da sociedade, conservando assim a maioria, ainda que longe de absoluta.

 

VMOC's. Do que estamos a falar?
 

Em 2010, aquando da reestruturação financeira levada a cabo pela a SAD do Sporting, foi renegociada a dívida que a sociedade tinha para com os bancos BES (transformado em Novo Banco) e BPI através da emissão das famosas VMOC's, no valor de 55 milhões de euros.

 

 

Agência Lusa

 

publicado às 03:57

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


27 comentários

Sem imagem de perfil

De João Carlos a 10.01.2016 às 04:20

looooooool

Salva Bruno? Que eu saiba salva é o Sporting mas pronto.

E porque fomos obrigados a negociar estas vmocs em 2014 Sr. Rui? Sim, adivinhou, por uma década de negócios ruinosos e gestão danosa que vinha sendo praticada desde há muito tempo.

E é melhor não esquecer que a reestruturação financeira começou em 2010, mas acabou apenas em 17 de dezembro de 2014 com o lançamento das vmocs de 80 milhões

Por isso acho que o título está um pouco enganoso.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.01.2016 às 08:03

Por mero acaso, é o género de título que escolheria, mas este não é meu.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.01.2016 às 06:04

O Bruno aprovou tudo sozinho, não esteve reunido com os accionistas da SAD e só assim conseguiu o que queria.
Além disso ainda conseguiu que o NB e o BCP alinhassem no seu estratagema.
Este presidente é mesmo um fenómeno.

Que doença...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.01.2016 às 08:05

Se não se identificar (nome/pseudónimo), o seu comentário será editado.
Sem imagem de perfil

De Petinga a 10.01.2016 às 08:57

Houve muita desinformacao em toda esta questao, com o intuito óbvio e já gasto de criar um foco de destabilizacao entre os sportinguistas antes de mais um jogo difícil.
Aliás, para saber quando estamos em vésperas de jogo difícil basta-me ver quando é que as notícias de tom mais catastrófico surgem.

Pretendeu-se (como sempre) passar a mensagem nos media de que o Sporting tem benesses no pagamento da dívida e que os outros (coitadinhos) sao pagadores e cumpridores. Até um ex-candidato a presidente do slb disse que mais valia nao pagarem. Antonio Tadeia no seu blogue tenta reforcar a ideia de que slb e fcp terao imensas razoes para se queixarem. Seria cómico se nao fosse ridículo.

Em primeiro lugar, e de acordo com documentos que surgiram no leaks, estava já estipulada nos termos originais da restruturacao financeira a emissão de novas VMOCs com as quais o Sporting poderá liquidar as que vencem na próxima semana. Em termos práticos, uma extensao do prazo.

Em segundo lugar, acredito que tudo isto tenha relacao com os negócios dos direitos televisivos. Recordo que BdC disse alto e bom som "este dinheiro é todo para o Sporting". Subentende duas coisas: que outros rivais terao negociado tao rapidamente quanto possível para fazer face a compromissos de dívida e que parte das receitas previstas serao antecipadas e canalizadas para essa mesma dívida sob pressao dos credores. Nao me espantaria que o Novo Banco tenha pretendido colocar alguma pressao sobre o Sporting tendo em conta o muito satisfatório acordo realizado com a NOS/PPTV.

Em terceiro lugar, era importante desmistificar de uma vez por todas que o Sporting tenha algum regime de excepcao com a banca. Para conseguir a renegociacao dos spreads e taxas de juro, a SAD teve que aceitar (entre outras coisas) uma reducao brutal e imediata dos custos com pessoal e das despesas, a integracao de elementos externos na sua direccao e um acompanhamento das suas contas em muito comparável ao que a troika fez com Portugal.

Eu pergunto-me se um clube que há coisa de dias anuncia que um fulano chamado Pizzi (who?) se tornou no jogador mais caro de sempre do clube, que vendeu um camiao de jogadores da cantera à chapa 15M (onde até a imprensa estrangeira sussurra que esse montante é fajuto) e que já transacionou o mesmo jogador pelo menos umas 4 vezes (the latest nas transferencias de Roberto: http://www.record.xl.pt/futebol/football-leaks/detalhe/roberto-voltou-por-86-mil-euros.html), entre outras habilidades contabilísticas, alguma vez sobreviveria a austeridade e controlo contabilístico a que o Sporting de BdC está sujeito.

Em quarto e último, que raio ia o Novo Banco fazer com accoes da Sporting SAD?... e com a maioria do capital numa SAD... eles de gestao de bancos já percebem pouco, de gestao de clubes de futebol entao.... aí é que nunca mais iam ver o dinheiro de volta.
Se há confianca que os actuais orgaos de gestao sao cumpridores e que o plano financeiro está a ser seguida, esta é mesmo a melhor maneira de ter alguma garantia de retorno. E 4% de 55M€ durante 10 anos, numa altura em que os bancos se financiam junto do BCE a juro negativo, nao é mau de todo diria eu.

Cumprimentos
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.01.2016 às 09:01

Apenas três perguntas...

Quem é que agendou a Assembleia Geral para esta data ?

Terá sido a Comunicação Social ?

Há alguma inverdade na notícia ?
Sem imagem de perfil

De Petinga a 10.01.2016 às 09:16

Quem é que escreveu notícias com título
"Sporting vai perder maioria da SAD"? ou "Novo Banco nao quer prolongar prazo das VMOC"?

Leu sequer o que eu escrevi? Eu repito para ser mais simples. Nao há inverdade nesta notícia, mas houve muita desinformacao no build-up até esta notícia.
Sem imagem de perfil

De Diogo Martins a 10.01.2016 às 10:32

Caro Petinga,

Assino por baixo a 100%. Obrigado pelo seu post!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.01.2016 às 11:44

Petinga,

Não consegue comentar seja o que for sem fazer alguma asserção estúpida ?

Compreende esta minha pergunta ou deseja que eu explique em termos mais simples ?

O caro é mesmo intolerável, não tanto pelo que diz mas pelo fanatismo da sua mentalidade.

Que triste figura !
Sem imagem de perfil

De Petinga a 10.01.2016 às 13:11

Caro Rui

Pelos vistos é o único que considera haver aqui assercoes estúpidas. Outros leitores apreciaram a informacao que providencio no meu comentário.
Acalme-se e verá que a vida corre melhor...

Cumprimentos
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.01.2016 às 13:54

Não seja paternalista comigo que não resulta. A minha referência não foi dirigida ao seu texto original mas sim à sua observação à minha resposta. Se não compreende, volte a ler.
Sem imagem de perfil

De Petinga a 10.01.2016 às 13:59

Já voltei a ler e confesso a minha ignorancia.

Pode ficar com a bicicleta. Sem paternalismos. E tenha cuidado com o colesterol.
Sem imagem de perfil

De Luis Carvalho a 10.01.2016 às 09:08

Sou eu o anónimo das 06:04

Se quiseres edita, apaga, como
bem entenderes.

Estás no teu direito de desgostar da pessoa, do trabalho que tem feito ou de como o tem feito etc...

Mas se insistes nessa tecla estarás a pregar para as paredes e a maioria dos Sportinguista não irão dar crédito ao que escreves.

Mas isso nada tem a ver com o assunto VMOC's

O assunto é relacionado com a instituição que o Bruno preside por isso se alguém foi salvo não foi a pessoa em si mas sim a SAD e seus accionistas afinal de contas reuniram-se para encontrar uma solução.

Já agora e se me puderes esclarecer que outra solução recomendarias?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.01.2016 às 09:14

Tanto para tão pouco !!!

Eu não disse nada sobre o seu comentário, nem vou dizer. Apenas exigimos que os leitores se identifiquem para comentar.

Compreende agora ?


P.S. Se a minha intenção fosse editar, não esperava por autorização !
Sem imagem de perfil

De Luis Carvalho a 10.01.2016 às 09:26

A proposta é do Bruno ou da SAD?

Escreves tanto e também dizes pouco, porque com tanto latim gasto muito do que escreves se resume a " O Bruno isto o Bruno acoloutro" et cetera.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.01.2016 às 11:40

Mas há alguma voz na SAD sem ser a do presidente ?
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 10.01.2016 às 12:11

O título da notícia é forte e chama a atenção. O Novo Banco pretende salvar-se e salvar Bruno de Carvalho que é o seu interlocutor no Sporting. Está preocupado com os créditos que tem no Sporting e joga a mão a quem estabeleceu com os credores um modus vivendi aceitável até este momento. Mas, é tudo muito conjuntural e dentro de uma semana podemos ter acalmia ou preocupação elevadíssima.

A próxima semana será difícil. Na realidade, os accionistas apenas aprovaram que até 15 de Janeiro os titulares das VMOCs decidirão o que pretendem fazer. Mas, mesmo que aceitem dentro do prazo estabelecido ontem na AG da SAD, terá sempre um carácter provisório, porque os titulares mantêm o direito de exercer a opção de conversão antecipada em qualquer data de pagamento de juros a partir de 26 de Dezembro de 2016. O Sporting continua prisioneiro da banca!
Sem imagem de perfil

De Mike Portugal a 10.01.2016 às 12:17

Eu sempre fui da opinião que não me importo que o clube perca a maioria na SAD, pois isso poderá atrair investidores. O clube tem alguns mecanismos que impedem que detentores de ações tenham um grande controlo nas decisões do clube.,
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 10.01.2016 às 12:30

Mike
Quais são os mecanismos a que se refere?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.01.2016 às 12:33

Explica lá isso Mike.
Sem imagem de perfil

De Petinga a 10.01.2016 às 13:14

Eu preferiria (chama-me romantico) que o Sporting nao perdesse o controlo da maioria.

Mas nos estatutos da SAD está escrito que


- O Sporting (clube) tem poder de veto sobre todas as decisoes da AG da SAD, incluindo a nomeação dos orgaos sociais;
- Nenhum accionista, com excepcao do clube, poderá ter um peso superior a 10% nas votacoes das AG, independentemente da percentagem de títulos que tenha em sua posse.
- O Sporting nao pode impedir que accionistas que detenham mais de 10% de accoes estejam representados na administracao da SAD.

Cumprimentos
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.01.2016 às 13:59

Não creio que sejam estes os "mecanismos" que o Mike refere, mas sim ao que concerne a autoridade e poder de decisão no enquadramento de gestão da SAD.

O FC Porto andou uns anos sem a maioria na SAD e não afectou o seu controlo sobre a gestão do futebol. No entanto, também devemos compreender que os acccionistas são muito diferentes dos que o Sporting tem.
Sem imagem de perfil

De Petinga a 10.01.2016 às 14:05

Com o devido respeito, o Mike é que saberá quais os "mecanismos" de que estava a falar...
Eu estava a discutir a questao em ambito mais alargado. Nao obstante, acho piada que em sua opiniao "direito de veto tomadas de decisao" e "peso em votacoes da AG da SAD" nao tenham a ver com "autoridade e poder de decisao no enquadramento da gestao da SAD". Devem ser as minhas dificuldades com a semantica.
Sem imagem de perfil

De Mike Portugal a 10.01.2016 às 15:32

Por acaso era mesmo estes mecanismos de defesa a que eu me referia.
Por isso é que não tenho grandes problemas em que se perca a maioria da SAD. Desde que não leve, depois, a perdas consecutivas no futuro.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 10.01.2016 às 15:49

Mike
Cada sportinguista avalia a questão da maioria na SAD de acordo com a sua perspectiva. Mas, a perda dessa maioria implica a alteração da natureza do Sporting como sempre o conhecemos. Colocando a questão em termos simples, direi que a SAD passa a ter total autonomia decisória na gestão do plantel do futebol principal.
Mas, este nem será o aspecto mais importante pois passaremos a falar de um Clube com uma natureza diferente daquele que sempre conhecemos.
Bruno de Carvalho em 2012 e 2013 era absolutamente defensor que o Sporting-Clube deveria manter a maioria na SAD, de tal forma que fez constar esse princípio no seu programa eleitoral (2013).
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 10.01.2016 às 15:39

Petinga
Consultei os estatutos do Sporting SAD e não encontrei essas disposições que refere. Admito que não tenha consultado devidamente, mas fiquei surpreendido no que se refere à 1ª disposição. Não sou (nunca fui) entusiasta da SAD no Sporting, mas parece-me não ser assim pois o Sporting Clube e Sporting SAD constituem duas entidades distintas. Aliás, não é possível, através da própria Assembleia Geral do Sporting Clube interferir na gestão da SAD do Sporting.

No entanto, sublinho que a AG da SAD tem capacidade para aprovar a alteração dos seus estatutos. Sei que alguma água ainda vai correr por baixo das pontes, mas parece-me que já estamos a correr atrás do prejuízo.
Sem imagem de perfil

De PSousa a 10.01.2016 às 15:25

Ainda bem que fomos salvos...
Sim fomos salvos e não "salvo", pois o presidente podia ser qqr um!

Mas também não foi o novo banco que foi salvo? Pq não passam a divida para o banco mau, pode ser que nos livremos de pagar... LOL

SL

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo