Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

Nuno Saraiva.jpg 

 

Desde a eleição de Bruno de Carvalho, o Sporting transformou-se num Clube onde a função presidencial está invulgarmente personalizada. Sucedem-se, com uma frequência insólita, as entrevistas do presidente na recente pose de estadista, o recurso sistemático ao jornal e à televisão do Clube, as dissertações sobre os sonhos de juventude e as ilusões de adulto, as promessas de um futuro leonino resgatado... Até se exibe a marcar pontapés de canto e penalties! O que é afirmado por Bruno de Carvalho torna-se em verdade repetida até à exaustão.

 

A gestão da comunicação da realidade leonina é agora assumida por Nuno Saraiva e, já se percebeu, que polémicas e réplicas são com ele. Compreende-se o propósito de resguardar o presidente do bate boca dia-sim-dia-sim. O problema é que o recente director não possui percurso ou currículo no Clube que lhe permitam ter uma voz própria e autónoma. Por isso, o que se vê em cada novo comunicado é a mão do presidente atrás do arbusto. Agora, entrou em diatribe diária com quem conhece melhor do que ele a pessoa que preside ao Sporting.

 

Existe um outro problema, talvez ainda mais grave. Aquilo que Nuno Saraiva escreve motiva apenas uma parcela do universo leonino por de facto não ser selectivo, nem verdadeiramente contundente. Ao alimentar querelas constantes desvia o foco daquilo que é verdadeiramente importante. Ao abrir sempre novas batalhas não chega a ter tempo e energia para se concentrar e valorizar os próprios pontos fortes. O comportamento pavloviano deu um mau resultado na época anterior. E muitos sportinguistas receiam estar a assistir à sua reedição.

 

publicado às 12:59

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


42 comentários

Sem imagem de perfil

De Angelo Pereira a 16.09.2016 às 17:29

Deixamos de ser um grupo de bons rapazes. Quando o nosso clube é posto em causa e ele está constantemente a sê-lo temos que nos defender, atacando, era por sermos uns
tipos porreiros que em gíria popular e a minha avó dizia cagavam e mijavam em cima de nós, agora acabou-se quem ataca os interesses do nosso clube,leva resposta.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 16.09.2016 às 17:40

Ângelo Pereira
A questão principal está na eficácia da defesa dos interesses e da imagem do Clube. E pouca defesa é feita se a estratégia é fraca e inconsequente!
Sem imagem de perfil

De Angelo Pereira a 16.09.2016 às 17:53

Claro que a eficácia de termos milhões e Monizes para distribuirmos pelos grupos de
comunicação social é melhor pois logo á partida nunca estamos a ser postos em causa mas como não temos esses argumentos tem que ser a escrevermos a nossa realidade.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 16.09.2016 às 18:14

Ângelo Pereira

O problema que refere é um verdadeiro problema, pois em três anos e alguns meses o Sporting já gastou muito dinheiro em Comunicação e, como o Ângelo refere com razão, com pouco proveito.

Por exemplo, o Gelson teve de partir a louça toda no Santiago Bernabeu para ter direito a grandes primeiras páginas nos jornais.
Afinal, onde anda a Comunicação do Sporting? Fica-se a mandar bocas a uns e a outros? Para isso até eu servia e fazia o trabalho bem mais baratinho!
Sem imagem de perfil

De Lion73 a 16.09.2016 às 18:24

Sabe perfeitamente que essa não é uma questão de comunicação., por si.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 16.09.2016 às 18:30

Lion 73
É comunicação pura e dura e não está ao alcance de quem pensa que é a gritar muito que leva água ao seu moinho.
Sem imagem de perfil

De Lion73 a 16.09.2016 às 18:37

Não, não é. Ou não é só. É uma questão de dinheiro, é uma questão comercial, de poder e de troca de favores.

E lentamente, penso que a água vai ao moinho. Muito lentamente. Vai demorar anos. Que não é fácil combater o que era um domínio bipartido do nosso futebol e de tudo o que à sua volta gravitava.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 16.09.2016 às 20:03

Lion 73, terá alguma razão. Mas, a verdade é que o Sporting-clube é mal tratado no que é estrategicamente importante. Nesse aspecto é a pior situação dos últimos anos.

No entanto, a pessoa de Bruno de Carvalho não tem grandes razões de queixa. Com grande periodicidade são-lhe oferecidas páginas de jornais com entrevistadores que não fazem perguntas incómodas.
Sem imagem de perfil

De Lion73 a 16.09.2016 às 22:52

É a pior situação porque entrámos numa lógica de confronto.

E porque incomodamos. E porque os rivais vêem o Sporting como um perigo ao seu domínio bicéfalo.

E caro,LZ... depois de vermos a entrevista de Vieira e depois a do BdC, deve estar a brincar com essa das perguntas incómodas... ;)
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 17.09.2016 às 15:27

Lion 73,

evidentemente que a partir do momento que o Sporting põe em causa o status quo há uma reacção. Mas, isso não surpreende, é da ordem normal das coisas.

Leio com atenção as entrevistas a Bruno de Carvalho. Não me recordo de questões verdadeiramente incómodas. É tudo conversa da treta que ele leva bem, como aquela da independência financeira por ter construído a Quinta do Lambert. E, principalmente às respostas de BdC, pois ele afirma o que entende e não há confronto ou contraditório por parte dos jornalistas.
Mas, com os outros dirigentes passa-se a mesma coisa.
Sem imagem de perfil

De Amaf a 16.09.2016 às 22:57

Acho que o único presidente a quem fazem perguntas incomodas é precisamente a BdC. O problema é que geralmente safa-se bem, embora por vezes com isso entre por caminhos que na minha opinião seriam de evitar.

Dito de outra forma, por vezes responde a perguntas provocatórias disparando para vários alvos ou temas, dispersando o conteúdo das mensagens.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 17.09.2016 às 15:28

Amaf,

olhe que não me recordo de questões impertinentes ou incómodas que foram colocadas nas entrevistas a Bruno de Carvalho. Isso é uma falsa questão. O BdC é que se dispersa nas entrevistas referindo-se ao que lhe dá jeito na ocasião.

Mas, isso não se passa apenas com ele, acontece com Filipe Vieira ou qualquer outro dirigente desportivo.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D




Cristiano Ronaldo