Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

Nuno-Saraiva.jpg

 

O antigo director de comunicação do Sporting, Nuno Saraiva, despediu-se esta sexta-feira do Clube através de uma mensagem publicada no Facebook, na qual assume 'mea culpa':

 

"Deixei passar uns dias, na tentativa (falhada) de que a minha racionalidade não fosse contaminada pela emoção.

 

Como é público, deixei de ser director de comunicação do Sporting Clube de Portugal. Não por vontade minha, mas por consequência de uma decisão absolutamente legítima e totalmente transparente do novo Presidente do Clube. Ao contrário do que a dada altura alguns tentaram fazer crer, não levantei qualquer espécie de obstáculo nem fiz nenhuma exigência para além do que a lei determina.

 

Foram dois anos de enorme intensidade. Com erros cometidos? Certamente que sim. Com excessos que poderiam ter sido evitados? Seguramente. Mas foram também dois anos de grande privilégio e paixão, em que conheci e fiquei amigo de muitas pessoas extraordinárias.

 

Quero agradecer, na pessoa da minha querida Rosa Duarte, a todos os colaboradores do Sporting Clube de Portugal a oportunidade que me deram de trabalhar com muitos dos melhores profissionais do mercado. A todos os extraordinários atletas, treinadores e dirigentes estou grato pela forma como me receberam e comigo trabalharam.

 

Ao nosso Presidente Frederico Varandas e à sua Direcção desejo que nos façam felizes, porque o seu sucesso é o sucesso do Sporting CP.

 

A quem insiste em medir o sportinguismo dos outros e em fazer julgamentos de carácter sem cuidarem de saber do que falam, digo-lhes apenas que isso não é Unir o Sporting.

 

A todos um enorme obrigado pelo que aprendi e me proporcionaram.

 

Parafraseando o Presidente, nasci Sporting, cresci Sporting, respiro Sporting e sou o Sporting. Sim, sou eu, é o Presidente, bem como são todos os Sócios e Adeptos porque, sem nós, sem todos nós, não há Clube.

 

Saudações Leoninas a todos e Sporting Sempre!".

 

Admitir que cometeu "erros" e que houve "excessos" que poderiam ter sido evitados é dizer muitíssimo pouco, tendo em consideração a generalidade das circunstâncias e, em particular, o seu desempenho, maioritariamente não em defesa do Sporting, mas sim para o benefício do presidente destituído.

 

Com isto dito, acabamos por reconhecer que não vale a pena "bater em mortos". Nuno Saraiva faz parte de um sórdido ciclo do passado que esperamos que nunca mais se repita na história desta honrosa Instituição centenária.

 

publicado às 05:31

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds