Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O adversário

Rui Gomes, em 24.09.20

New-Aberdeen-FC-Shirt-2018-19.jpg

Apesar de realizar, em Alvalade, o seu nono jogo oficial em 2020/21, o Aberdeen, mesmo que apresente índices físicos superiores aos leões, são um rival acessível.

Os escoceses, orientados pelo antigo jogador Derek McInnes, costumam recorrer a uma estrutura em 3x4x2x1, com variações ocasionais para o 3x4x1x2, mas destacam-se pela parca qualidade dos padrões apresentados em momento defensivo – agravados pela saída de McKenna, patrão do sector defensivo, para o Nottingham Forest – e em momento ofensivo, muito restringido a um jogo de duelos, com ataque permanente à primeira e à segunda bola, e à exploração do jogo exterior, em acções de bola corrida e de bola parada, em busca de cruzamentos para finalizações na área.

Os erros primários na primeira fase de construção, convidativos a uma pressão média-alta, acompanhados por uma deficiente ocupação espacial, que permite encontrar espaços entre a linha defensiva e a intermediária e entre elementos do mesmo sector, assim como a defesa rudimentar de bolas paradas, com clara predominância pelo individual, deverão ser exaustivamente perscrutados pelo Sporting...

Excerto da crónica de Rui Malheiro, em Record, intitulada "O debute atípico dos leões"

publicado às 03:32

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


9 comentários

Sem imagem de perfil

De João Gil a 24.09.2020 às 10:58

Está crônica parece feita à medida de uma apetência esquisita que os comentadores têm de bater no Sporting. Isto para a eventualidade do Aberdeen ganhar o jogo..
Parece que o Sporting joga em vantagem. Partiria em vantagem se o comentador jogasse a avançado pelo Sporting. Ganhávamos de cabazada. Líricos e enganadores.
Imagem de perfil

De Greenlight a 24.09.2020 às 12:11

É isso mesmo. Se o Sporting perder é uma vergonha e se vencer não tem mérito porque o adversário é muito fraquinho. Não há pachorra para esta gente!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 24.09.2020 às 12:24

Bem... não é essa a minha leitura do texto.
Imagem de perfil

De Greenlight a 24.09.2020 às 15:19

Talvez tenha razão pois o Rui Malheiro não parece fazer parte do gangue das cartilhas.
Sem imagem de perfil

De João Gil a 24.09.2020 às 13:43

Completamente.
SL
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 24.09.2020 às 15:45

O que é "completamente"?

Eu não conheço este Rui Malheiro de parte alguma e até é a primeira vez que o publico, mas assente exclusivamente neste escrito sobre o adversário de hoje do Sporting, não posso de modo algum concluir que a intenção é "bater no Sporting".

O João Gil terá uma interpretação diferente. Tudo bem... está no seu direito.
Sem imagem de perfil

De João Gil a 24.09.2020 às 16:55

Rui Malheiro é um comentador habitual nos programas e noticiários desportivos da RTP. É um homem ligado ao futebol, um estudioso se se quiser, que diz normalmente coisas com pés e cabeça, embora numa linguagem floreada demais para o meu gosto, que prefiro os mesmos conceitos mas ditos de maneira simples. Tem até um fraco pelo Sporting, creio.
Nesta crónica, ou no excerto publicado, menoriza o Aberdeen, como se o Sporting tivesse a obrigação estrita de eliminar esta equipa. Esquecemo-nos, assim de repente, que o adversário do Sporting leva 6 jornadas do campeonato jogadas e salvo erro 8 jogos a doer disputados, enquanto o Sporting não tem competição nas pernas, leva zero jogos oficiais esta temporada e tem meio plantel principal KO. É uma análise de um sentido e reduz a realidade à implícita obrigação do Sporting ganhar, simplesmente porque o cronista entende que o Aberdeen é uma equipa rudimentar e de parca qualidade. São estes os termos usados para caracterizar a equipa do Aberdeen. Era como o PAOK, que deu ao Benfica do grande JJ uma lição de bola atirando a super equipa arrasadora pela borda fora da liga dos campeões. Estas análises são completamente enviesadas e servem sempre de arranque para uma possível segunda parte da crónica,,pós jogo e dependendo do resultado. É uma crónica que dá para os dois lados. Na minha opinião, claro está, é parcial e desconexa da realidade objectiva do futebol supostamente ao alcance dos dois clubes, neste momento. Será muito surpreendente se o Sporting ganhar este jogo com facilidade, a tal a que o cronista acha que o Sporting está implicitamente obrigado pelo desnível teórico entre as duas equipas. O Sevilha não ganha campeonatos e já limpou 6 taças UEFA. Supostamente Porto Benfica e Sporting são-lhe superiores, mas nos últimos 50 anos na Europa, das nossas equipas só ganhou o Porto.
No futebol internacional não há equipas rudimentares nem de parcas qualidades.
Rui Malheiro, que é um estudioso da bola, deve sabe-lo.
O Aberdeen não é uma boa equipa? Pois claro que é.
SL
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 24.09.2020 às 16:59

Eu compreendi o que ele escreveu, simplesmente não atribuí a sua intenção como "bater no Sporting" nem insinuar qualquer coisa mais.
Sem imagem de perfil

De João Gil a 24.09.2020 às 18:27

A intenção não é essa, de certeza e eu estou de acordo, mas o que escreve Rui Malheiro não resiste a uma descodificação do que está escrito por oposição ao que não está escrito. O que sobra é o argumento para desqualificar o Sporting, caso perca. Isso é que me parece pouco equilibrado na crónica de RM. Porque é típico dos nossos “experts” do fenómeno futebolístico, que botam faladura na tv e escrevem crónicas nos jornais. São influenciadores da opinião pública e o que escrevem exige-se-lhes rigor acrescentado sobre aquiLo que, por exemplo, nós escrevemos por aqui. É apenas isso.
Já agora,
O Aberdeen é uma equipa que no seu campeonato tem registos equivalentes aos do Sporting em Portugal. A única diferença é mesmo a experiência europeia, em que o Sporting dá uma abada ao Aberdeen. Mas hoje, são equivalentes em vários parâmetros, designadamente nas classificações internas como no “score” de golos marcados e sofridos e na distância a que os registos de golos os colocam relativamente aos primeiros colocados dos respectivos campeonatos.
Espero bem entendido uma grande vitória do Sporting, esta noite, que é isso que interessa.
Boa sorte e SL

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo