Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

img_770x433$2016_10_30_01_16_49_1176937.jpg

 

No passado dia 26 de Outubro foi apresentado o “Almanaque do Leão”, da autoria do jornalista Rui Miguel Tovar, onde consta que o Sporting foi 18 vezes Campeão Nacional. Esta afirmação desagradou a Bruno de Carvalho que defende a conquista de 22 títulos nacionais. Mas, em lugar de demonstrar institucionalmente que o Sporting conquistou esses 22 campeonatos nacionais e não 18, o presidente do Clube anunciou a reedição da obra depois de ser corrigida a seu gosto. Rui Miguel Tovar informou que, assim, o seu nome não estará na capa da reedição. Isto é, como a mensagem não agradou, atira-se o mensageiro pela borda fora.

 

Rui Miguel Tovar é um estudioso e investigador da história e estatística do futebol português e, como é sabido, sempre considerou que o antigo Campeonato de Portugal, sendo uma prova disputada por eliminatórias, teve continuidade competitiva na Taça de Portugal. É esta a posição da Federação Portuguesa de Futebol e, consequentemente, de organismos internacionais como a UEFA ou a FIFA.

 

Na realidade, em 1938 houve uma decisão federativa de reforma do futebol português onde, formalmente, tudo parece estar correcto, e que foi exarada em acta e sancionada pelo Ministério da Educação Nacional que tinha a tutela do desporto. Para se alterar uma decisão destas têm de se apresentar argumentos comprovativos de vício formal ou conceptual. A Direcção do Sporting possui fácil acesso aos documentos originais e oficiais da Federação e do Clube da época da reforma do futebol. Se há alguma falha é por aí que se deve avançar.

 

Todos nós temos a obrigação de recordar quem era o presidente do Sporting em 1938. Trata-se de Joaquim Oliveira Duarte que esteve na origem do período áureo do Clube e um dos maiores presidentes leoninos. É uma ingratidão intolerável e uma ignorância vergonhosa desmerecer de alguém como ele. Não se conhece qualquer divergência deste presidente relativamente à reforma do futebol português dessa época. Dele, ou de outros sportinguistas com grandes responsabilidades na altura, como Retamoza Dias, Salazar Carreira, Barreira de Campos e Ribeiro Ferreira, entre outros.

 

Bruno de Carvalho parece estar convencido, que antes dele, o Sporting era um deserto e que está destinado a resgatar o Clube das humilhações passados e abrir o caminho celestial do futuro. Ora, ele ainda tem de comer muito pão para chegar aos calcanhares de alguém como o presidente Joaquim Oliveira Duarte. É bom que os sportinguistas lhe digam isso !

 

publicado às 14:32

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


92 comentários

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 30.10.2016 às 15:07

Excelente texto caro Leão Zargo. Parabéns !

É importante que esta e outras mensagens fundamentais possam chegar à atenção de Bruno de Carvalho, para ele não pensar, ainda mais do que já pensa, que os sportinguistas não andam bem informados e muito antes de ele chegar à cadeira da presidência.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.10.2016 às 15:25

Bruno de Carvalho parece desconhecer que houve uma reforma do futebol português, que se realizaram reuniões federativas com os representantes dos clubes principais, tomaram-se decisões que foram formais e exaradas em actas. O Sporting esteve presente e nunca contestou.

Se houve algum vício formal compete à direcção do Clube demonstrar o erro e dar os passos necessários para repor a verdade.
Sem imagem de perfil

De HY a 30.10.2016 às 15:15

Opiniões, cada um tem a sua. Eu não partilho desta, não aceito que havendo um título oficial de campeão do pais se PE a considerar antes uma competição experimental e se ignore o passado. Portanto, só houve campeões de Portugal a partir da Liga. Portanto o Benfica nunca foi campeão europeu.

Mas o que me espanta é eta insistência em que isto foi uma invenção de BdC. Não foi. É uma velha batalha, desde a minha mais tenra juventude que me lembro de ler sobre isto no jornal do Sporting, da catalogação da Bola como o jornal dos campeonatos em poule, etc.

Peço desculpa, mas custa-me a acreditar que os o Rui e o LZ não saibam disto. Abandonar uma causa mais que justa para menosprezar o BdC não me parece correcto.
Sem imagem de perfil

De Alexandre Pimenta a 30.10.2016 às 15:26

Oh meu, mas qual causa, qual carapuça... se todos estamos de acordo, que o SCP foi 18 Campeão Nacional e que os homens, as pessoas que viveram nos anos 20 e 30 não eram malucos, nem tolinhos fossem eles do SCP, do FCP ou do SLB.

Se a FPF nasceu em 1914 e se todos sabemos que o antigo Campeonato de Portugal deu origem à Taça de Portugal, a que propósito vem agora um ex-ajudante de Pastor da IURD tentar convencer o rebanho só para não perder o seu tacho?!

Este sr vai passar mas o SCP irá continuar. O SCP tem 110 anos não tem apenas 3 anos !!
Sem imagem de perfil

De HY a 30.10.2016 às 21:49

Não estamos todos de acordo e isto não foi uma invenção do BdC. Vá ler o jornal do Sporting na década de 70 e verá.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 31.10.2016 às 08:30

HY
De facto, alguns sportinguistas escreveram sobre a questão da reforma de 1938. Mas, não eram dirigentes ou, pelo menos, não escreviam em nome do Clube.
Agora é diferente, é o próprio presidente que aborda publicamente a questão.
Sem imagem de perfil

De Alexandre Silva a 30.10.2016 às 15:29

Caro HY nunca antes deste presimente se pos em causa a historia dos dois maiores rivais de Portugal porque agora esta confusao quem ganha com isso A GRANDEZA dos dois nao o merece, saudaçoes benfiquistas
Sem imagem de perfil

De HY a 30.10.2016 às 21:53

Não é verdade. Como na resposta ao comentário anterior, vá ver o jornal,do Sporting na década de 70 ( e até, talvez, 60) e verá que o BdC não inventou nada.

elemento,mais antes havia um modo de determinar o campeão de Portugal. Mudou? Muito bem, distingam o campeão de Portugal do campeonato nacional, mas não misturem alhos com bugalhos.

A pergunta a que nenhum benfiquista responde: deixaram de ser campeões europeus com o nascimento da liga dos campeões!

Está polémica, vale o que vale. Mas não é verdade que seja invenção do BdC. Talvez ele gostasse de se fazer passar pelo inventor da coisa...mas não é.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 31.10.2016 às 08:38

HY
Não foi BdC que inventou a polémica, é verdade. A novidade está no facto do actual presidente do Clube assumir a ruptura com uma reforma do futebol português que teve a participação dos dirigentes sportinguistas da altura!
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.10.2016 às 15:32

HY

Estamos perante um problema institucional que envolve outros clubes para além do nosso. Temos razões concretas para contestar uma reforma do futebol português feita em 1938?

Quais são essas razões que comprovam o erro da decisão? Tem pouco interesse ficar por opiniões subjectivas sobre esta matéria.

O Sporting na época contestou a reforma? Que conheça, não contestou, nem através dos seus órgãos sociais, nem da sua imprensa.

Repare na ironia: nem os clubes que poderiam ser beneficiados (Olhanense, Marítimo e Atlético) estão interessados no assunto.
Sem imagem de perfil

De Guilherme Rosado a 30.10.2016 às 17:18

Leão Zargo não se trata de contestar nada, não é esse o ponto. Entre 1921 e 1938 disputaram-se 17 edições do Campeonato de Portugal que até prova em contrário apuravam o campeão nacional. Esta competição disputava-se entre as melhores equipas dos regionais em sistema de eliminatórias , uma espécie de liga dos campeões atual, primeiro a fase de grupos, depois eliminatórias. Em 1938 a FPF, Associações e clubes decidiram criar o Campeonato nacional da 1 divisão que passou a definir o campeão nacional. Para se apurar o número de vezes que cada clube foi campeão é tão simples como beber água, somam-se as vitórias no Campeonato de Portugal, Campeonato Nacional da 1 divisão e I liga entretanto craiada quando a liga de clubes passou a organizar os campeonatos profissionais.
Na contabilidade oficial o Campeonato de Portugal é pura e simplesmente ignorado, os vencedores não são campeões nacionais nem vencedores da Taça de Portugal. A FPF segundo julgo saber nasceu em 1914, organizou o Campeonato de Portugal entre 1921 e 1938 , então pergunta -se porque não reconhece esta competição? Boas razões deve ter.
A Taça de Portugal surgiu em 1938 , como competição que se disputa entre TODOS os clubes nacionais, da forma que ainda hoje se encontra. Aliás nada me daria mais prazer do que ver um Esperança de Lagos ou Silves ganhar a Taça. Impossível, os tubarões não deixam.
Esta situação de não reconhecer os vencedores do Campeonato de Portugal como campeões nacionais só porque se disputava por eliminatórias é como não reconhecer os campeões europeus que também são campeões dessa forma, não jogam todos contra todos.
Sim o Sporting tem o direito de se reclamar 22 vezes campeão nacional, porque o foi de facto, é apenas história, não é nenhuma invenção.
Os outros clubes vencedores do Campeonato de Portugal, Benfica, FC Porto, Belenenses, Carcavelinhos, Olhanense, Marítimo têm igualmente o direito de reclamar para si esses títulos de campeões . Para os grandes mais título, menos título pouco muda mas para os mais pequenos um título de campeão nacional, mesmo obtido há quase 100 anos é importante.
SL
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.10.2016 às 18:15

Guilherme Rosado

Houve uma reforma do futebol e as decisões federativas da década de 1930 a propósito da Liga Experimental e do Campeonato Nacional foram precedidas de grande debate, considerando a sociedade portuguesa da época. Houve artigos em jornais e reuniões federativas de que foram exaradas actas. A decisão foi tomada, aceite pelos clubes participantes e determinou as competições que se seguiram: o Campeonato Nacional e a Taça de Portugal.

Uma decisão que é errada deve ser corrigida, mas não se corrige como a direcção do Sporting está a fazer. Para se alterar uma decisão destas tem de se negociar e apresentar argumentos e propostas aceitáveis para os outros. Ora, nada disto se passou. Para se alterar tem de se conversar… a não ser que se pretenda a confusão do costume.

Refere que o Atlético, Belenenses e Marítimo também teriam interesse na correcção de um eventual erro. No entanto, eles estão silêncio sobre a matéria. Talvez se possa concluir que concordam com a reforma de 1938.
Sem imagem de perfil

De Guilherme Rosado a 30.10.2016 às 21:49

Leão Zargo não tenho conhecimento para avaliar se a direção do Sporting está a lidar com este assunto de forma correta, provavelmente como refere não estará.
O Atlético nunca ganhou o Campeonato de Portugal, Carcavelinhos e Olhanense sim ganharam.
Esta névoa que há muitos anos encobre a primeira competição oficial de futebol de nível nacional é completamente incompreensível e só mostra a incompetência para não dizer má fé da FPF. Porque razão não reconhece a FPF os vencedores de uma competição por si organizada? Mistérios.
Então mas a reforma de 1938 era para mudar a história? A história simplesmente acontece, não pode ser alterada nem sequer reformada, portanto o que aconteceu em 1938 foi que as competições nacionais de futebol sofreram as alterações que sabemos. O Campeonato de Portugal foi extinto. Foi criado o Campeonato nacional da primeira divisão (não tenho ideia de como se definiram os primeiros clubes participantes, mas isso é irrelevante para o assunto em questão) e a Taça de Portugal.
Existem vários sites na NET com informação sobre o Campeonato de Portugal 1921-1938: clubes participantes, resultados e locais dos jogos, marcadores dos golos, constituição das equipas, treinadores, acontecimentos,etc. É impossível que tudo isto seja inventado. Nesta época não havia NET como é óbvio, portanto toda esta informação há de ter um suporte: as actas como refere, mas também livros da época e arquivos de jornais.
SL
Sem imagem de perfil

De MS a 30.10.2016 às 23:20

"O Campeonato de Portugal foi extinto. Foi criado o Campeonato nacional da primeira divisão (não tenho ideia de como se definiram os primeiros clubes participantes, mas isso é irrelevante para o assunto em questão) e a Taça de Portugal."

Isto está incorrecto. Nenhuma prova foi extinta. O que o relatório da reunião da FPF (que pode facilmente ser encontrada online) diz é o seguinte:

"Por virtude da reforma a que se procedeu no Estatuto e Regulamentos da Federação, os Campeonatos das Ligas e de Portugal passaram a designar-se, respectivamente, Campeonatos Nacionais e Taças de Portugal".

Passaram a designar-se. Houve apenas uma mudança de nome, não uma extinção das provas anteriores e fundação das provas posteriores. O Campeonato de Portugal É a Taça de Portugal; só mudou de nome.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 31.10.2016 às 08:48

MS
Muito bem. Rigoroso e assertivo.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 31.10.2016 às 08:27

Guilherme Rosado

Refiro o Atlético por ser o herdeiro do Carcavelinhos que conquistou um Campeonato de Portugal.

A Federação não a reescrever a História, se alguém o pretende fazer é Bruno de Carvalho. Embora a palavra “reescrever” não seja a mais apropriada para toda esta polémica que se baseia no seguinte: o actual presidente do Sporting discorda de uma reforma do futebol realizada em 1938 e pretende revê-la sozinha sem o apoio e a colaboração de outros clubes! Faz sentido?
Sem imagem de perfil

De Guilherme Rosado a 31.10.2016 às 21:14

Só agora vi o seu comentário.
Há algo que eu não percebo. Diz que Bruno de Carvalho não concorda com a reforma de 1938. A pergunta que faço é: a reforma de 1938 apagou 17 anos de história?
SL
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 31.10.2016 às 21:48

Guilherme Rosado
Não percebo o sentido da sua pergunta. Peço desculpa.
Sem imagem de perfil

De roc a 30.10.2016 às 17:56


Pois, mas os da 2ª.circular contestaram bem depois e durante décadas, a decisão dos dirigentes da FPF da época terem escrito numa ACTA em 1938, que a tal LIGA era uma prova oficiosa, organizada com a intenção para apenas se avaliar a possibilidade económica de se poder organizar em Portugal um campeonato com 2 voltas, tal como já se fazia noutros países da Europa.

Estava a entrar na adolescência e recordo-me bem de ter havido um debate na Bolha - órgão oficioso dos da Luz - nos inícios da década de 60 do século passado, entre os que eram contra e os que eram a favor de reescrever a dita ACTA. Entretanto, passaram-se cerca de 70 anos...e apareceu uma figurinha sem vergonha na presidência da FPF, o traste Madaíl, que tudo alterou e fez recuar no histórico do futebol português a iniciação do Campeonato Nacional da 1ª. divisão da época 1938/39, para a de 1934/35, eliminando assim os últimos 4 anos do Campeonato de Portugal (prova oficial) e ao mesmo tempo, retirando da lista os seus vencedores, para dar lugar à dita LIGA oficiosa.

De bandalhos anda o futebol português cheio e o mais escandaloso é ver gentinha (jornalixos) a saldo, passarem por cima desta vergonha e dar a primeira página àqueles que do outro lado das 2ª. circular espalham a propaganda vergonhosa de se prepararem para ganhar o 36, quando na verdade se o ganharem será o 33.

Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.10.2016 às 18:17

roc

A reforma de 1938 equiparou a a Liga ao Campeonato Nacional e a o Campeonato de Portugal à Taça de Portugal.
Afinal qual é o problema, a decisão de 1938 ou o número de títulos que o Benfica diz ter?
Sem imagem de perfil

De roc a 30.10.2016 às 22:42


"Afinal qual é o problema, a decisão de 1938 ou o número de títulos que o Benfica diz ter?"

É evidente que é o numero de títulos, que são 32!

Eu expliquei mais acima o porquê do busílis e se continuam com dúvidas, basta contarem os números de campeonatos que eles ganharam desde a época 1938/39 e verão quantos são. Por ser mais fácil, também se podem contar os campeonatos desde da época 1993/94, altura em que ganhou o seu 27º. titulo.
Sem imagem de perfil

De Francisco Madeira a 30.10.2016 às 18:58

E a terra continua redonda. Ainda não percebeu que se todos tivessem que adicionar campeonatos destes todos os podiam fazer, só que nessa acta acertaram não fazer onde está a propaganda ?
Até parece que está a prestar vassalagem a BdC.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.10.2016 às 19:07

Francisco Madeira
Não presto vassalagem a Bruno de Carvalho. Em circunstância alguma!
Sem imagem de perfil

De Francisco Madeira a 30.10.2016 às 19:40

Peço-lhe desculpa Leão Zarco, a resposta era para o comentador Roc.
Para si apenas reservo o maior dos respeitos pelas opiniões inteligentes e ponderadas que aqui manifesta.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.10.2016 às 20:34

Francisco Madeira
Peço desculpa. De facto, devia ter lido com mais atenção o seu comentário.
Sem imagem de perfil

De HY a 30.10.2016 às 21:56

A razão é muito simples: houve um modo oficial de designar o campeão de Portugal até uma certa data. A partir de certa altura passou a ser outro. Isso não invalida que o primeiro tenha existido. O Benfica deixou de ser campeão europeu por ter passado a haver a liga dos campeões?
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 31.10.2016 às 08:42

HY

Consta o seguinte no Relatório e Contas de 1938-39 da Federação Portuguesa de Futebol:
“Por virtude da reforma a que se procedeu no Estatuto e Regulamentos da Federação, os Campeonatos das Ligas e de Portugal passaram a designar-se, respectivamente, Campeonatos Nacionais e Taça de Portugal. O campeonato da 1ª Liga passou a ser Campeonato Nacional da 1ª Divisão e o Campeonato da 2ª Liga obteve a designação de Campeonato Nacional da 2ª Divisão.”

Há alguma dúvida quanto à correcção formal? Creio que não há.
Poderá haver quanto ao aspecto conceptual, naturalmente. O Sporting sensibilizou outros clubes para a sua posição? Sabe-se que não.
Sem imagem de perfil

De Fábio L a 30.10.2016 às 15:28

Não querendo discutir se têm 18 ou 22 (deverão ser as entidades competentes a fazê-lo), uma coisa o Sr Bruno tem de esclarecer a bem da coerência. Em 2015 o Sr Bruno fez um bonita homenagem ao Peyroteo, intitulando-o o melhor marcador de sempre do campeonato português.
Ora acontece que isso só é possível se se considerar a liga experimental, caso contrário é o Eusébio o melhor marcadir de sempre. Desafio-os a olharem os números.
Mas como coerência não é o forte do Sr Bruno...
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.10.2016 às 16:18

Fábio,
na realidade teriam de ser feitas outras contas...
Sem imagem de perfil

De Implacável a 30.10.2016 às 15:41

Apesar de já ter visto melhores dias, a minha memória ainda não anda assim tão mal para que eu não me recorde do que sucedeu há pouco mais de 20 anos e lembro-me perfeitamente de a lampiada andar a festejar o seu 27º título de campeão. Ora, se em Portugal se consegue somar 5 a 27 e obter como resultado 35, devo andar com a aritmética baralhada...
Sem imagem de perfil

De César Ferreira a 30.10.2016 às 16:01

andou sim...em 1987 - https://www.google.pt/imgres?imgurl=http%3A%2F%2Fwww.forca-portugal.net%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F06%2F1987abola.png&imgrefurl=http%3A%2F%2Fwww.forca-portugal.net%2Fo-sl-benfica-tem-35-campeonatos-e-vai-lutar-pelo-36%2F&docid=zmGtDN8U33ZiDM&tbnid=V5XUXlZGitteVM%3A&w=640&h=640&bih=537&biw=1164&ved=0ahUKEwiJ5eLn8oLQAhVE1BoKHT2oDNsQMwhDKBswGw&iact=mrc&uact=8


em 1994 festejou o 30 - https://www.google.pt/search?biw=1164&bih=537&tbm=isch&sa=1&q=capa+jornal+1994&oq=capa+jornal+1994&gs_l=img.3...26379.27956.0.28967.0.0.0.0.0.0.0.0..0.0....0...1c.1.64.img..0.0.0.K4k_9tjbVWg#imgrc=vDnSO-hmOe--iM%3A


qual a duvida?
Sem imagem de perfil

De Implacável a 30.10.2016 às 16:21

Sim, festejou http://1.bp.blogspot.com/-YNGMD1KqJLw/U3zkR_uHlzI/AAAAAAAASk8/0ID560k5rTc/s640/27%C2%BA+T%C3%ADtulo+do+Benfica.jpg

Sem dúvida! LOL!!!
Sem imagem de perfil

De César Ferreira a 30.10.2016 às 16:32

olhe que esta enganado...o 27º arranjo lhe a capa da bola e do jornal benfica..

do 30 arranjo lhe a capa da gazeta dos desportos...sao ja mts jornais para uma capa do record que ate lhe podia explicar o porque...a lampionagem festejou o 30.a lagartagem viu o 27,
Sem imagem de perfil

De roc a 30.10.2016 às 23:31


Arranja capa da Bolha do jornal do Benfica?

Não me faça rir! A Bolha desde a década 60 que incluía os 3 campeonatos reclamados, foi sempre uma fonte oficiosa do seu clube. E o jornal do clube, acha que ía contra a corrente?

Aqui nem todos comem gelados com a testa.
Sem imagem de perfil

De roc a 30.10.2016 às 23:05


A propaganda não passará!

No link abaixo indicado, estão os campeonatos disputados desde a época 1938/39 e os seus vencedores. Como afirmei mais acima os seus ganharam até à data de hoje 32 camponatos. Leu bem? 32 e mais nenhum! Se duvida conte-os.

http://www.campeoesdofutebol.com.br/portugal.html
Sem imagem de perfil

De The Rock a 16.12.2016 às 15:04

A verdade que indica é de um blogue brasileiro??? Porque não o da UEFA ou da FPF que são oficiais. Nem vale a pena mais conversa
Sem imagem de perfil

De Guilherme Rosado a 30.10.2016 às 16:07

Estou consigo Implacável, de repente apareceram 3 campeonatos que há 30,40 anos não existiam.
SL
Sem imagem de perfil

De tiago a 30.10.2016 às 15:42

o nosso presidente parece o vale e azevedo.

assim nao vamos lá.
Sem imagem de perfil

De PSousa a 30.10.2016 às 15:57

Tanta coisa boa para o presidente e o nosso clube se preocuparem que ainda andam À voltas com o passado. Ganhem mais no futuro e deixem lá o passado!
Sem imagem de perfil

De Implacável a 30.10.2016 às 16:17

Concordo! E é imprescindível que passemos a ganhar mais e com regularidade.
Isso, por si só, não significa fechar os olhos ao chico-espertismo e á conveniente dualidade na interpretação tendenciosa na catalogação das competições.
Se é para uns...
Sem imagem de perfil

De PSousa a 30.10.2016 às 17:20

Quando é para uns é para todos, por isso compreendo a "luta".
Mas gostaria de ver era as "energias" serem gastas para o futuro e não para o "passado".
Sem imagem de perfil

De Implacável a 30.10.2016 às 22:05

Concordo. Seriam lutas perfeitamente prescindíveis em condições normais (se elas algum dia tivessem existido), mas também há que entender o estado dictatorial do actual panorama futebolístico nacional.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.10.2016 às 16:21

PSousa e Implacável
Têm razão, seria preferível que Bruno de Carvalho se concentrasse na resolução dos verdadeiros problemas do Sporting. Esta reedição com revisão do texto é descabida.
Sem imagem de perfil

De Implacável a 30.10.2016 às 16:22

Eu até duvido se a própria edição não fora já descabida...
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.10.2016 às 16:28

Implacável,
pelo menos tinha-se evitado de novo este falatório!
Sem imagem de perfil

De Implacável a 30.10.2016 às 22:10

Também não gosto do "falatório" que tem havido em torno do SCP.
Mas todos sabemos que a melhor forma de o evitar seria mantermo-nos irrelevantes. É certo que temos um presidente em constante estado beligerante tomando a iniciativa dos ataques mas, se ele não o fizesse, outros o chamariam para a frente de combate e obrigariam a respostas (quase) na mesma toada.
Não sejamos ingénuos ao ponto de acreditar que um SCP a lutar pelo título seria pacificamente aceite pelo actual estado de coisas. Preferia que tivessem sido outros a atirar a primeira pedra mas, a dado momento, já ninguém se lembra quem abriu as hostilidades e "levam todos por tabela".
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 31.10.2016 às 08:46

Implacável
Há sempre mais do que um caminho entre as pedras. Não há apenas duas alternativas: fazer muito barulho no meio da rua ou ficar sossegadinho a um canto. Há outros caminhos, de acordo com as circunstâncias, que podem ser percorridos.
Sem imagem de perfil

De JM Alves a 30.10.2016 às 16:31

A Federação esclareceu no seu relatório e contas de 1938/39, época em que o campeonato da I Liga passou a denominar-se de I Divisão, a Federação Portuguesa de Futebol escreve, nas páginas 6 e 7:

«Por virtude da reforma a que se procedeu nos Estatutos e Regulamentos da Federação, os Campeonatos das Ligas e de Portugal passaram a designar-se, respectivamente, Campeonatos Nacionais e Taça de Portugal.

Em 1939 não havia dúvidas. Em 2016, um sr que faz tudo para se manter no tacho quer mudar a história como se fossemos todos ignorantes, analfabetos e até mesmo contra a vontade do Rui Tovar filho. Olha se o pai estivesse vivo.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.10.2016 às 16:47

JM Alves

De facto, houve uma reforma do futebol e as decisões federativas da década de 1930 a propósito da Liga Experimental e do Campeonato Nacional foram precedidas de grande debate, considerando a sociedade portuguesa da época. Houve artigos em jornais e reuniões federativas de que foram exaradas actas.

E essas decisões foram aplicadas nas competições. Por exemplo, o Campeonato da Liga, no último anos, teve 8 equipas. O Campeonato Nacional na 1ª edição teve 8 equipas, obedecendo ao mesmo critério de selecção. E a taça era igual.
Sem imagem de perfil

De Mário Ferreira a 30.10.2016 às 16:46

Se a tese do Dr Carvalho vingar, já estou a imaginar a sua afirmação na campanha eleitoral:
Em 4 anos de mandato, ganhei 4 campeonatos! Tínhamos 18 e agora temos 22.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.10.2016 às 18:21

Mário Ferreira
... !
Sem imagem de perfil

De julius coelho a 30.10.2016 às 16:53

Leão Zargo boa tarde

Nunca quis meter-me nesta confusão dos títulos conquistados e é a primeira vez que o faço .
Costuma-se dizer que nao á fumo sem fogo e quantos mais adeptos do clube rival vêm comentar e meter-se neste assunto mais desconfiado fico.

Sei que o Leão Z tem-se esforçado bastante para aclarar escrevendo varios posts com a intençao de demonstrar a sua ideia que tem sobre o numero de titulos conquistados pelo Sporting .
No meu caso particular sempre segui a contagem desde miudo, mesmo nos largos períodos de hibernação a contagem nunca ficou esquecida até porque mantenho uma fé enorme pelo amor ao meu clube que um dia o Sporting ultrapassará o Benfica no nº de titulos.

Comenta-se que houve uma revisão da história dos campeonatos quando Madaíl era o presidente da Federação , mas é aqui que para mim começa a minha desconfiança , porque logo no Madaíl , nunca gostei dele e nunca lhe reconheci capacidades de isenção para o cargo que ocupou .

É de facto raro e estranho que todos as anteriores Direções do Sporting nao se confrontassem com esta duvida que na minha opinião é um assunto de extrema importancia e muitíssimo grave caso haja erros na interpretação dos campeonatos que dão titulo de campeão de Portugal..
Nao pretendo entrar ou fazer parte na politica (guerrilha) interna do nosso clube na questão do presidente e muito menos ser usado em campanhas de promoção, pretendo sim que este assunto fique de uma vez esclarecido , se Bruno de Carvalho está convicto que tem razão terá que apresentar todas as suas provas na Federação , os sportinguistas ficar-lhe-ão muito gratos.

Tambem naó é, meu caro Leão, com as opiniões de historiadores investigadores que ficaremos esclarecidos quizá aumentem ainda mais a confusão porque as opiniões divergem.
A Federação tem que esclarecer de forma oficial e com provas esta novela dos títulos , ou então cada um passa a festejar o numero de titulos que lhe der na gana , basta utilizar o contador taxímetro dos táxis do 3º mundo e a matemática fica igual ao clube do outro lado da circular .


Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.10.2016 às 18:05

Viva, Julius

Tenho muito gosto e interesse em saber a sua opinião. Agradeço. Na realidade, prestei atenção a este assunto principalmente porque me pareceu que Bruno de Carvalho, por razões estratégicas de gestão do poder, pegou nele para focar a atenção dos sportinguistas. É frequente nele para evitar assim a abordagem de temas que não lhe interessam.

Houve uma decisão federativa em 1939 e se BdC estivesse mesmo interessado na sua revisão teria outros procedimentos. Por exemplo, o que o julius refere no seu comentário. Sendo uma competição em que participam outros clubes, faz sentido falar de um problema sem dialogar com os outros interessados? Nem com clubes que passariam a ter o estatuto de Campeão Nacional? Nem com o Belém que passaria ter 4 campeonatos?

Os historiadores investigam e apresentam o resultado da sua informação. Nós temos de ser inteligentes e estar informados para percebermos a seriedade daquilo que defendem ou propõem.

Sem imagem de perfil

De Luis Pereira a 31.10.2016 às 08:16

"A Federação tem que esclarecer de forma oficial e com provas esta novela dos títulos , (...)"

A federacao tem uma posicao oficial. Está no seu site e no site da UEFA.

Quer mais oficial que isso?
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 31.10.2016 às 08:56

Obrigado, Luís Pereira. Faz bem realçar que houve uma decisão formal tomada em determinado momento que passou a ser a posição da instituição e das instituições internacionais congéneres.

Essa posição pode ser alterada desde que se demonstre que houve vícios de forma. Mas, não é isso que Bruno de Carvalho pretende. Ele está a lançar uma cortina de fumo para que os sportinguistas não se foquem nos problemas reais do Clube.
Sem imagem de perfil

De julius coelho a 31.10.2016 às 11:04

Pois....

Mas foi lançada uma duvida que ganha bola de neve e deveriam esclarecer , o que está escrito nos sites isso pouco conta ou nada mesmo se de facto houver erro.

Nos sites do governo do Estados Unidos tambem esta escrito que foram á lua uma meia duzia de vezes e nunca lá puseram (ainda) os pés.
Sem imagem de perfil

De Luis Pereira a 31.10.2016 às 13:49

E o caro quer ser levado a sério depois de uma idiotice dessas?

Ja agora visite este e entretenha-se por uns meses

http://www.theflatearthsociety.org/home/index.php
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 31.10.2016 às 14:01

Vamos evitar a adjectivação gratuita, completamente desnecessária.
Sem imagem de perfil

De Pipocas a 30.10.2016 às 17:55

O presidente do SCP é um demente, psicopata e...tem seguidores...

Comentar post


Pág. 1/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo