Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O "clássico" continua sob análise

Rui Gomes, em 03.10.17

 

5FDPVFDT.jpg

 

O "clássico" de domingo continua a dar que falar entre adeptos e comentadores de futebol. Daúto Faquirá, treinador que não se encontra no activo neste momento, adiantou algumas considerações ao SAPO desporto, que, mais uma vez, sublinham as duas partes distintas do embate que ocorreu em Alvalade: 

"Ao Sporting faltou intensidade na circulação, pareceu uma equipa muito previsível e cansada. A pressão forte do FC Porto no miolo acabou por condicionar a capacidade de circulação. O Bruno Fernandes teve muitas dificuldades. A pressão a que foi sujeito por parte do Danilo condicionou. (....) O Brahimi procurou as partes interiores, acabou por dar superioridade numérica ao FC Porto no corredor central e dificultou ao vida ao Sporting para tapar essa zona. O FC Porto teve um maior ascendente e em posse fez uma circulação rápida e foi uma equipa muito vertical. O Brahimi em combinações ia ligando o jogo em diagonais com bola em progressão e procurava o jogo directo, procurando o jogo frontal do Marcano e Sérgio Oliveira. Foi assim que o FC Porto conseguiu o espaço nas costas dos centrais e através do Brahimi que foi o jogador mais criativo.

 

O Sporting esteve sempre aos 'repelões' e foi desgarrado. Nos duelos individuais, perdeu-os quase sempre. Nem conseguiu ganhá-los em termos individuais nem colectivos e mostrou a tal falta de frescura. Mostrou falta de fulgor, a que não é alheio ter tido menos um dia de descanso. Teve um adversário na Champions que o obrigou a correu muito, teve a preocupação de seguir à risca as instruções frente ao Barcelona e desgastou-se muito. E na primeira parte o FC Porto esteve sempre superior: Imprimiu um ritmo muito forte.

 

Na segunda parte, as coisas diluíram-se. O FC Porto sentiu o cansaço e o Sporting equilibrou as coisas. Outro dos factores foi o recuo do Battaglia para a posição 6. Não é um jogador como o Adrien. Não é um jogador muito esclarecido na organização de jogo. Preferiu meter o William Carvalho na posição 8 e o Rodrigo Battaglia mais recuado a ser 'tampão'. Conseguiu ter mais cobertura para as movimentações do Brahimi. Jogando de fora para dentro tentaram tapar as movimentação do Brahimi. A troca também do Acuña sobre o Gelson.

 

O Bas Dost tem que ser alimentado pelos corredores laterais e quando o Sporting tem dificuldade nos corredores laterais ele é um jogador que perde importância. Não é um jogador com muita mobilidade. Na segunda parte melhorou. O Sporting não teve bola e não teve capacidade para chegar ao ataque com bola controlada. Obviamente que o Bas Dost passou ao lado do jogo. O Doumbia oferecia outro tipo de opções tácticas e procura outro tipo de jogo em profundidade. Melhores do Sporting?... Rui Patrício e Mathieu".

 

publicado às 09:35

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


12 comentários

Sem imagem de perfil

De julius coelho a 03.10.2017 às 10:38

Daúto comenta os mesmos problemas que ontem apresentei nos meus comentários , sem fresura fisica nao existe estratégia que resista.Pode-se dizer -se o que quiserem , e todos os palpites tacticos , mas sem condição fisica nada funciona.

Sendo assim a equipa foi obrigada a dar prioridade á gestão do tempo enquanto tapava os buracos como podia.
O Porto apostou tudo na 1parte , convenceram-se que iam marcar pelo menos 1golo para o gerir na 2parte e dessa forma tambem esgotaram a carga a mais que tinham .
No 2tempo em igualdade de circunstancias com a carga mais nivelada o Sporting foi melhor , ponto final.

Bas Dost tem uma lacuna ja conhecida mas que com a equipa fragilizada fisicamente fica muito mais notada , nao sabe segurar a bola , tem que a passar de imediato e sem ninguem perto, a bola acaba sempre nos pes do adversário.

É aqui que começa o meu enorme aborrecimento para com o preguiçoso do Alan Ruiz ,é nestas alturas que a equipa precisa dele , está lá precisamente para isso mas mexer rapido aquele cu gordo não é para ele.
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 03.10.2017 às 12:08

1-- - "Mostrou falta de fulgor, a que não é alheio ter tido menos um dia de descanso." -

2-- - " Na segunda parte, as coisas diluíram-se. O FC Porto sentiu o cansaço e o Sporting equilibrou as coisas." -

Afinal que sentiu o tal dito "cansaço"??

O Daúto foi politícamente correto, incorretamente..

Julius,
Para o seu treinadorzinho de trazer por casa.. Tem que pelo menos ser campeão.
Com cansaço ou descansado!!

Bom dia e um Abrazzzo!

Sem imagem de perfil

De juliuscoelho a 03.10.2017 às 15:38

A ver se é desta pois!!!

Vai ser duro porque ô Porto nao vai perder muitos pontos o que nos obriga a um campeonato melhor ainda que o de á 2 epocas em que perdemos a liga por 1,99 pontos
Imagem de perfil

De Mike Portugal a 03.10.2017 às 12:10

"O Bas Dost tem que ser alimentado pelos corredores laterais"

Isto não é verdade. A frase correta é: "O Bas Dost tem que ser alimentado."
Tendo alguém que lhe meta bolas nos pés pelo centro, vai gerar-lhe oportunidades também. O problema é a falta de jogo interior da equipa. Não é um problema do Bas Dost.

Quero ainda voltar a falar dum assunto que me está atravessado na garganta.
Está aqui o vídeo da jogada polémica do lançamento que poderia ter dado golo ao FCP:
http://ojogo.vsports.pt/vod/38757/m/361835/ojogo/299779c44851df5cdfb7d9aa9e0a4d32

Logo nos primeiros segundos do vídeo o árbitro está voltado de costas para o campo do SCP (isto para quem não sabe é uma indicação de que o lançamento é favorável ao SCP), depois o jogador do FCP agarra na bola e lança-a e o árbitro deixa seguir. Isto é do mais vergonhoso que já vi além de ilegal.
Sem imagem de perfil

De Jo a 03.10.2017 às 12:34

Confesso que ainda não percebi essa história do lançamento lateral, se foi o Acuña o último a tocar a bola é lançamento a favor do Porto, qual é exactamente o problema do lance?
Sem imagem de perfil

De Paulo a 03.10.2017 às 13:04

Se reparar com atenção, quem pega imediatamente na bola para a lançar é justamente o jogador envolvido no lance - Brahimi - e melhor do que ninguém, sabe quem foi o último a tocar a bola, e a quem pertence o lançamento.

O árbitro não deu qualquer indicação (Brahimi nem sequer olha para ele, pois não teve dúvidas), entretanto nota-se que hesita por um segundo mas olha para o auxiliar que confirma a legalidade e então, deixa seguir como é suposto. Simples.

... qual a dúvida? É assim tão complicado de entender as regras do jogo? Fosse ao contrário e queria ver as opiniões.

Ou preferiam que o árbitro parasse a jogada, confirmando-se depois que afinal era mesmo um lance legal, e ficava para sempre a dúvida se daria golo ou não - e aí sim, tínhamos uma bela duma polémica?
Imagem de perfil

De Mike Portugal a 03.10.2017 às 13:32

Então quer dizer que um jogador pode decidir sozinho sem o árbitro lhe dizer nada se o lance é da equipa dele ou não?

Meu caro, o árbitro tem SEMPRE que indicar o lado para onde o lançamento será feito, independentemente do jogador "saber" se a bola é sua ou não.

Aqui não está em causa se o lançamento era do SCP ou do FCP e sim a sinalética que o árbitro deu que enganou a equipa do SCP dando-lhes a entender que o lançamento era para o SCP. O árbitro poderia ter dado um golo ao FCP de forma absolutamente ilegal.
Sem imagem de perfil

De juliuscoelho a 03.10.2017 às 14:47

Essa é para rir à gargalhada.
Sempre à conveniencia .

Os jogadores agora é que decidem os lançamentos.

Em todas as jogadas disputadas nas laterais todos os intervenientes de ambas as equipas reclamam sempre a posse da bola para isso existem os juizes de jogo.
Neste lance existiram 2 decisoes contrarias entre o fiscal de linha e o arbitro .Nao esta em causa de quem era a bola porque primeiro os 2 juizes têm que estar de acordo e so depois o lançamento pode ser feito.
A decisao do arbitro a dar ô lançamento ao Sporting provocou uma momentanea paragem nos seus jogadores que poderia dar um grande caso no jogo.
Felizmente que o Rui defendeu.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 03.10.2017 às 15:07

Até nem compreendo a necessidade de debater esta questão. O árbitro tem SEMPRE que indicar a quem pertence a bola, para então se efectuar o lançamento.

O que Brahimi pensou ou deixou de pensar é completamente irrelevante. A decisão sobre o lance não é dele mas sim do árbitro.

Por mera coincidência, assisti a um jogo da MLS no sábado, em que o árbitro anulou uma jogada por a bola ter sido lançada antes de ele ter dado a devida indicação.

Isto não é uma questão de opinião, obedece às Leis do Jogo. Ponto!!!
Sem imagem de perfil

De juliuscoelho a 03.10.2017 às 15:31

Mas o Rui está a assistir aos comentarios disparatados que aqui fazem parece haver gente que nao sabe.

De todas as formas estou de acordo quando diz que os jogadores do Sporting têm que reagir sempre mas que foi um lance bizarro foi.
Sem imagem de perfil

De Francisco a 03.10.2017 às 13:56

Boa tarde

O que sei é que, depois do ano zero de JJ (15/16) o Sporting já investiu qq coisa como 50M€ (quem sabe mais até) e a equipa joga pior do que jogava antes!
A roda viva de laterais que entraram e saíram mais os matteus oliveira's, Andre balada's etc desta vida..
Reconheço valor de JJ no campo tático, mas não estávamos preparados em termos de estrutura para ele, nem ele preparado para pegar numa equipa que tem menos recursos financeiros que os rivais.
O ano passado dei o benefício da dúvida ao treinador e presidente mas este ano qq esperança esfumou-se..os erros de quase amadorismo repente-se!
Sabendo-se de antemão que doumbia estaria lesionado, utiliza-se o terceiro ponta de lança do plantel num jogo da equipa B, que por sua vez o exclui de poder jogar o clássico no dia seguinte..
Bas Dost e um ponta de lança para ter no plantel, mas para jogar a titular tem que se utilizar a tática dos cruzamentos para a área, pois fora dela o holandês e uma autêntica nulidade..conta-se pelos dedos de uma mão os cruzamentos com qualidade feitos na clássico.
Continua se a contratar com pouco critério, JJ praticamente só utiliza o o onze que jogou, mais coentrao, Alan Ruiz, bruno Cesar e doumbia..dois destes quatro estavam lesionados por isso JJ só vez duas substituições ( a última ao 89min de jogo..). Vamos em outubro e Palhinha e gelson dá-la fizeram zero minutos por exemplo..o homem não sabe gerir um plantel..onde a grande maioria dos jogadores foram pedidos seus!! Iuri tem estado a corresponder abaixo das expectativas e da a ideia que já foi prescrito por comparação a Alan Ruiz que em ano e meio quase vez meia dúzia de jogos a um nível aceitável..mas continua a ser chamado..basta não estar gordo!
Palhinha e gelson dála vão entrar a frio num jogo qq de taça, no meio de um onze completamente alternativo, para depois dizer que afinal não dá e é por isso que não jogam..
Penso que só com muita incompetência dos rivais e que seremos campeões este ano..

Cumprimentos
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 03.10.2017 às 15:10

Tal como tem vindo a acontecer em épocas passadas, Jorge Jesus vai realizar a actual temporada recorrendo aos mesmos 14/15 jogadores, no máximo.

O perigo óbvio, recai sobre o estado físico desse lote na segunda metade da época.

Com este treinador, nada disto é novidade.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo