Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O conto de fadas que chega ao fim

Ricardo Leão, em 18.08.17

 

20595206_zL1PC.jpg

  

Para um presidente que se arroga de ter saneado as contas do clube o qual, afirma repetidamente, vive uma fantástica saúde financeira, a revelação do incumprimento do pagamento da dívida para com o Sporting Clube de Braga, de quase 2 milhões de euros, já confirmada, aliás, foi o desmascarar (mais um...) do conto de fadas com que Azevedo de Carvalho tem tentado (até agora com parcial sucesso) enredar os associados do clube.

 

São estes episódios, todavia (é verdade, já pagaram à Doyen?), que contribuem para revelar a verdadeira face do "gestor de sucesso" de Alvalade, habituado que está em empurrar com a barriga tudo o que são as inúmeras dívidas contraídas durante o seu consulado.

 

Desde a desastrosa gestão da pré-época (uma vez mais...), até aos episódios de desvalorização de jogadores do plantel, passando pela absurda tentativa de inclusão de cláusulas anti-rivais em contratos de jogadores que quer vender (se não os quer por Alvalade porque não são bons qual é o problema de eles irem parar aos rivais, ficam melhores!?), desta forma inviabilizando negócios, o mandato de Carvalho não deixará, quando acabar, de ser analisado em sede, também, de uma administração que lesou gravemente os interesses desportivos e financeiros do Sporting. Por isso, e por muito mais, Bruno terá e irá responder.

 

Isto já para não falar dos números de outro tipo de ilusionismo que tem protagonizado. O da saída do banco então é de "bradar aos céus". Para quem não tenha ainda entendido o que se passou, aqui vai uma explicação: Bruno estava farto do banco e, fundamentalmente, o banco estava farto dele e disso recebeu inúmeros testemunhos por muito que Jesus afirme o contrário. O casamento, com a necessidade familiar de o ter por perto e a comodidade da tribuna, onde toda a família se pode reunir, fizeram o resto. De permeio convinha que fosse, diplomaticamente, é certo, marcando distância em relação a Jesus o que facilitará o despedimento se e quando ele surgir em breve, momento em que, aliás, o deveria de imediato acompanhar. Depois foi só arranjar uma explicação absurda para "tótós" que "o ramalhete já estava composto".

 

Para terminar aguarda-se o pedido de desculpas aos sócios pela atitude que tomou no tristíssimo e lamentável incidente com o presidente do Arouca. Bruno era o anfitrião e como "dono de espaço" (não é ele que em Alvalade é Deus?) estava sobremaneira obrigado a ter uma postura diferente e não responder da mesma forma grosseira do adversário. Não o teve e foi o se viu. Foi castigado e foi-o bem. Só que, em vez de ter prometido aos sportinguistas que igual atitude não se repetiria, que era o mínimo que se esperava de alguém que se diz "diferente", veio com balelas de honra lesada, promessa de recursos, etc, etc. A mesma cantiga de sempre, no fundo, de quem no seu íntimo sabe que não tem qualquer razão.

 

Bruno Azevedo de Carvalho, vê se cresces. Já tens idade para isso!

 

publicado às 12:25

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


17 comentários

Sem imagem de perfil

De Gon_Flip a 18.08.2017 às 13:14

Então mas afinal esses não-assuntos já merecem esgrima de argumentos?? Já não percebo nada...

Meu caro, a sua dialéctica é óbvia - e acredite que não o digo como insulto, tem todo o direito de acreditar, elogiar e até endeusar, se quiser, o actual presidente. Não será com certeza o único, pelo contrário.
Mas fica-lhe mal esta tentativa estafada , que aliás esta direcção também pratica, de tentar diminuir assuntos que possam beliscar a imagem de BdC e, em simultâneo, apontar baterias para os demónios externos do costume.
Esses demónios existem, mas não é por isso que devemos perder o sentido crítico em relação ao que se passa dentro de casa (sobretudo quando ambos os mundos se cruzam, como é muitas vezes o caso).
Quanto às suas perguntas:
1 - Não fiz parte das negociações nem tenho o contrato aqui à mão, por isso como mero mortal analiso apenas o que é do conhecimento público: o Braga queixa-se de um valor em dívida que devia ter sido pago até ao final de Julho; o Sporting, que com esta direcção é de gatilho tão rápido em comunicados, não desmentiu o que foi dito. Pessoalmente tenho vergonha de estar em falta seja com quem for, e por inerência, sinto o mesmo quando o meu clube se porta dessa forma. Além disso, não sendo uma situação dramática, preocupa-me que haja dificuldade em saldar uma dívida relativamente pequena. Conclusão: gostava de um esclarecimento oficial.
2 - 2013 e os anos que a precederam, em particular os 4 anos antes, foram anos de profundo retrocesso financeiro e desportivo. Talvez não se aperceba, mas quando os seguidores de BdC, como o Diogo, insistem nessa comparação com o pior da nossa história estão na verdade a passar um enorme atestado de incompetência a BdC. Ser melhor que o pior de sempre não é motivo de regozijo. É apenas ser menos mau. A antecipação de receitas é factual e o déficit também. Está nos relatórios. Estamos melhores que em 2013? Sim. Estamos saudáveis? Não.

Sem imagem de perfil

De João Carvalho a 18.08.2017 às 14:16

Sem imagem de perfil

De Diogo a 18.08.2017 às 17:30

O meu foco é na absoluta ausência de conteúdo do post do Ricardo leão. Não há dialética nenhuma. Não acreditei, elogiei ou endeusei o presidente do Sporting. Não sou seguidor dele.

Um truque habitual de dialética sim é imputar-me, como o fez, ideias preconcebidas, visando desvalorizar o meu discurso e racionalidade.

---

Quanto ao Battaglia, na realidade, o Braga não se queixou de nada. O que referiu consta de uma notícia do Correio da Manhã, sobre a qual o António Salvador respondeu, reconheceu e desvalorizou em absoluto.

Não sabemos o que ficou acordado e, por isso, se há ou não uma dívida e em que moldes. No seu caso, acha dramático e vergonhoso que o Sporting tenha uma dívida. Agora pergunto-me: que clube e que empresa não tem um valor em dívida? São contingências habituais de mercado. Não é realista esperar que o Sporting não tenha situações destas e muito menos deve o Sporting ser obrigado a esclarecer o que quer que seja. Aliás, tenho dúvidas que tal seja legal, tratando-se de matéria de gestão, confidencial.

Quanto ao ponto 2, era só isso que queria saber. Que o Sporting está melhor do que estava, porque foi precisamente isso e só isso que trouxe à atenção.

SL

PS: Um abraço ao caríssimo João Carvalho. Rápido a aplaudir, mas ainda estou à espera das suas respostas às perguntas que levantei sobre as contas do Sporting (clube).
Sem imagem de perfil

De João Carvalho a 18.08.2017 às 21:04

Desconheço as contas do Sporting Clube. Só conheço as da SAD.
Se tem acesso a elas, porque pergunta?

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo