Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O "estranho" caso de Rúben Vinagre

Naçao Valente, em 30.06.22

A situação do jogador Rúben Vinagre tem sido notícia nos últimos dias na comunicação social. A questão que se evidencia é porque razão o SCP vai emprestar um jogador, pelo qual pagou dez milhões de euros, recentemente, por metade do passe. Porque o Sporting não se pronunciou sobre este assunto, surgem as mais variadas especulações. Sem ter qualquer explicação para além do que circula nas opiniões de todos os matizes, talvez se possa fazer um pouco de história, para tentar enquadrar o que se passa.

image.jpg

Vinagre veio para o Sporting por empréstimo, com cláusulas de compra que se podiam tornar obrigatórias. Veio, seguramente, com o aval da Direcção e da equipa técnica. Não sei de quem partiu a sugestão, mas sei que não viria sem a concordância do treinador. Também me parece consensual que o objectivo fulcral da sua contratação seria ocupar o lugar deixado por Nuno Mendes. A sua utilização nessa posição no início da época parece comprová-lo.

Enquanto simples curioso, não vou manifestar opinião sobre as valências do jogador. O que o seu percurso mostra no Sporting, depois de algumas exibições prometedoras,  é que se eclipsou na sequência do jogo com o Ajax. Acusado por observadores de ser a “besta negra” desse encontro, ainda voltou a ser utilizado, mas sempre com prestações muito pouco convincentes. Em abono da verdade, e mau grado erros próprios, ele não foi o único que nesse jogo colapsou, foi praticamente toda a equipa, mas acabou por ser o principal bode expiatório.

Não sei se o eclipse que se seguiu na sua utilização se deveu a falta de qualidade, ou a uma quebra psicológica. O que aconteceu foi que Matheus Reis se impôs pelas suas exibições e por outro lado, Nuno Santos mostrou competência no lugar. Seja como for,  o que está a causar estranheza é a sua compra, seguida de empréstimo.

Entrando na área de pura especulação, penso que não estaria nas intenções do Sporting adquirir o atleta pelas verbas da cláusula contratual, a não ser que o jogador tivesse uma evolução que o valorizasse para próximo desses valores. Então porque aceitou o SCP essa cláusula? Pela informação que circula, estaria nessa cláusula a obrigatoriedade de compra desde que atingisse os oitavos-de-final da Liga dos Campeões, o que se concretizou. Talvez ninguém, na estrutura, esperasse que a equipa estivesse já preparada para cumprir esse objectivo. Nessas circunstâncias, o Clube foi confrontado com uma inevitabilidade, a que não pôde fugir.

 A estar certa esta minha apreciação, coloco as seguintes questões: terá sido feita uma má avaliação na aceitação das cláusulas do empréstimo? Perante as evidências, e havendo soluções para aquele lugar, terá a estrutura técnica decidido pôr o jogador a jogar noutro clube, com a intenção de o valorizar e poder recuperar o valor investido?

À margem

Sem prejuízo do que aqui debatemos e da sua importância, é preciso não esquecer que  há vida para além do desporto. A falta de leitura é um défice da nossa sociedade. Por isso aqui deixo uma modesta sugestão: INQUIETAÇÕES,  vendido pela Poesiafaclube, ou através do email: jmateus7@gmail.com.

publicado às 03:04

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


48 comentários

Imagem de perfil

De David Rodrigues a 30.06.2022 às 05:15

A contratação do Rúben Vinagre não tem nada de estranho.

Nuno Mendes foi vendido por 50 milhões e o Matheus Reis, na altura, era patinho feio de alguns adeptos do Sporting.

Rúben Vinagre fez uma bons jogos no Famalicão e uma exibição de encher o olho contra o Sporting.

Rúben Amorim desejou-o.
As coisas até estavam a correr bem.
Nuno Menndes foi seu suplente.
Fez um ótimo jogo contra o Porto e a seguir eclipsou-se contra o Ajax.

E o patinho feio tornou-se num monstro de um belo jogador. Matheus Reis foi eleito para a equipa do ano.

No fundo, o dinheiro da passagem aos oitavos de final foi investido na contratação, obrigatoria, de 50% do passe de Rúben Vinagre. Não vejo qual é o mal
E se tivesse dado certo? Não estaríamos aqui a teocar comentários sobre este tema.

Ainda vejo escrito, noutras paragens, a chorarem que o Rúben Amorim foi caro. Um luxo, uma extravagância para o Sporting.
Depois de provas dadas e sermos campeões com Rúben Amorim.

Nuno Santos faz o corredor todo e marca golos. Por uma lado, o positivo, Rúben Vinagre não tem espaço neste plantel.
Porque acusa a pressão. Sendo assim, recupera a parte emocional de forma a limpar a cabeça, dar provas que é um jogador com pregaminhos para jogar no Sporting na próxima época.
Sinal que Rúben Amorim quer ficar no Sporting.

Algumas frutas só depois de abertas é que se sabe o teor do seu açúcar.
Em contra peso, e todas as outras contratações da era Rúben Amorim?

A Vida e assim mesmo. E somos "novatos" nestas andanças. Frederico Varandas, Hugo Viana e Rúben Amorim estão mais fortes. Cresceram.
E a contratação de Rúben Vinagre ajudou o Sporting a crescer.

E a "culpa" dos adeptos?
Alguns (e infelizmente uma percentagem grande) que só sabem dizer presente nas situações menos felizes?
Não se pedem explicações?

E quem sabe que com este empréstimo, valorizamos um ativo, longe dos apupos destes adeptos, e recuperar parte do investimento. E quem sabe, até rentabilizar!

Engraçado, Manuel Ugarte veio quase nos mesmos moldes com as devidas diferenças para o Sporting. Até o jogo contra o Benfica muitas vozes questionavam esta contratação.
E hoje, o que dizem estas vozes?

O balanço deste Sporting é muito positivo.
Não existem contratações 100% eficazes.
E se a contração do Rúben Vinagre desse bem? Pois é...
E não esquecer que Nuno Mendes estava na calha para sair.
Imagem de perfil

De Greenlight a 30.06.2022 às 09:06

E a “culpa” dos adeptos?
Já alguns tentaram, neste blog, defender o indefensável, ou seja a contratação de Ruben Vinagre mas nunca li alguém chegar ao impensável que é atribuir culpas aos adeptos pelo falhanço de Vinagre no Sporting. Umas vezes acerta-se outras erra-se. Este foi um erro de 10 Milhões ( por 50%) que para o Sporting é um erro muito grande, pois contam-se pelos dedos de uma mão as contratações que o Sporting fez por valores superiores a esse. A Direcção e o Treinador falharam nesta contratação pois Vinagre não mostrou categoria para ser valorizado em 20 Milhões e ainda por cima não conta, agora, para Ruben Amorim. Vai agora ser emprestado e espera-se que o seu empresário, Jorge Mendes, faça, mais uma vez, milagres e que algum clube entenda que Vinagre vale 20 Milhões mas vai ser difícil transformar este erro dos responsáveis do Sporting num sucesso.
Imagem de perfil

De David Rodrigues a 30.06.2022 às 09:26

E a "culpa" dos adeptos?
Não me estou a referir à contratação do Rúben Vinagre.

A mensagem que quis passar é: vários jogadores (dei o exemplo do Matheus Reis) tiveram o mesmo tratamento que o Rúben Vinagre tem nos blogues. E deram a volta por cima.
E esses adeptos não teriam que explicar o porquê dos seus falhanços em classificar essas contratações?
Ou só têm a obrigação de criticar?

O investimento, que se sabe, são 10 milhões e não 20 milhões.
O balanço totalizando todas as transações na era Rúben Amorim é esmagadora para o lado positivo.

O empresário do Rúben Vinagre não é o Jorge Mendes. É outro.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 30.06.2022 às 11:04

Jorge Pires.
Imagem de perfil

De David Rodrigues a 30.06.2022 às 09:31

Só não assisti a um jogo na época passada nas bancadas do estádio do Sporting.

Todos sabem que o ambiente vivido ao vivo é diferente do que se vive nos blogues. É apoio total e incondicional a todos os jogadores, quer nas vitórias, quer no empate, e nas derrotas.
E com o rumo do entendimento entre as claques e a direção, ainda vai ser melhor o apoio.

E para mim, é a avaliação melhor que se pode tirar do trabalho feito.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 30.06.2022 às 15:12

Greeenlight,

Só não erra quem não faz. Acertar no euromilhões depois de saírem os números é fáciil. Na questão das contratações uma vezes acerta-se, outras não. Quantos excedentários tem o Sporting, a quem paga vencimentos? Quantos tem e quantos tem tido, contratados por esta e por outras Direcções?

O que a história nos mostra é que desde que Amorim assumiu a posição de treinador, é que se tem acertado muito mais do que se tem falhado. E será Vinagre um falhanço como aqui defende? Eu não seria tão perentório. Já vim muita gente "engolir sapos", depois de diabolizar jogadores, que depois se revelaram competentes. Temos que viver com isso.

A questão que coloco sobre Vinagre não é sobre a sua competência, nem sobre a sua contratação por empréstimo, é sobre a cláusula de compra obrigatória. Ou se queria ficar mesmo com o jogador, ou houve erro na aceitação da cláusula, o que, como disse, só não acontece a quem não tem que decidir.
Imagem de perfil

De Greenlight a 30.06.2022 às 15:46

Nação Valente,
Como eu disse, no meu primeiro comentário, umas vezes acerta-se e outras erra-se. A primeira coisa a fazer é reconhecer que a contratação de Vinagre, pelos números envolvidos, foi um erro. Quando um jogador, com este custo, não é sequer, segunda opção e há que emprestá-lo, estamos claramente face a um falhanço. Emprestados com este valor de compra é um luxo injustificável para um clube como o Sporting. Dito isto, concordo consigo que o saldo de acertos/erros é claramente favorável para Ruben Amorim, desde que entrou no Sporting.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 30.06.2022 às 13:01

David Rodrigues,

Obrigado pelo contributo, com o qual concordo. Acrescenta um aspecto que me parece relevante, quando diz que, "valorizamos um ativo, longe dos apupos destes adeptos, e recuperar parte do investimento. E quem sabe, até rentabilizar!". De facto depois do seu historial, e depois do que custou, e das críticas que isso gerou, seria um risco pô-lo a jogar.
Imagem de perfil

De David Rodrigues a 30.06.2022 às 13:37

O negócio do Pedro Gonçalves e do Ugarte foram parecidos.
Sei que não foram empréstimos mas muitos milhões por metade do passe.

Estes negócios também geraram muito ruído. A diferença, com o do Rúben Vinagre, é que as exibições calaram o ruído.

Para alguns adeptos, o que está em equação é resolver a incógnita como tirar o tapete às pessoas que estão na gestão do Sporting.
E fixam-se só nas coisas menos boas, tornando-as piores. É nestes momentos que sobem ao palco.

Com Matheus Reis num patamar muito bom, e o Nuno Santos a fazer o correrdor esquerdo de uma ponta à outra recheada de golos pouco espaço deixam para quem quer lutar para ser titular.

As exibições do Rúben Vinagre até ao jogo do Ajax também foram de excelência.
A lesão e o a pressão tiraram-lhe espaço na equipa.

Como gestores, Rúben Amorim e Hugoi Viana, só tiveram que encontrar a melhor solução para rentabilizar o investimento no Rúben Vinagre. E o empréstimo foi uma boa solução.
Desejo mesmo muito que Rúben Vinagre seja uma estrela na equipa que irá representar.

Eu como adepto só me cabe apoiar todos os jogadores do plantel do Sporting. Nem que seja com a boca calada.
Penso que é a melhor forma de apoiar a equipa.

O problema reside só naquela incógnita. O melhor do Sporting não serve para resolver a dita equação.

As VMOCs eram um monstro papão que iriam ser o acionista com mais ações do Sporting. Problema resolvido durante a campanha eleitoral.
As restantes VMOCs não põem em risco a o Sporting perder o controlo da SAD.
Calaram-se as vozes.

Agora têm que chafurdar na lama para encontrar com que fazer ruído.

Gostei da aproximação entre as claques e o direção do clube. Caso contrário, aquela zona do cartão adepto iria estar vazia.
A pirotécnia não permitida será banida, caso contrário o compromisso assinado permitirá atuar em conformidade com os castigos previstos no contrato celebrado.

Falta uma ou duas claques chegarem a acordo.

Ansioso por voltar a ver o Sporting em ação.
Sem imagem de perfil

De João F. a 30.06.2022 às 14:23

"Agora têm que chafurdar na lama para encontrar com que fazer ruído."

EXACTO!

São sempre os mesmos à espera que haja uma escorregadela da direcção ou do
treinador, porque os êxitos conseguidos até aqui, tem-lhes ficado entalados nas goelas.
Fica-se com a impressão, que o que mais desejam é que o Sporting perca, para depois
aparecerem.

A ansia dessa gente é tanta, que até já consideram a contratação do Vinagre como um falhanço, só porque o jogador não se afirmou na equipa, sabendo-se que começou bem a época, mas que depois da lesão, nunca mais se encontrou.Se daqui a um ano regressar e se fixar na equipa...ninguém os ouve e lê!
Perfil Facebook

De Pedro Campos a 30.06.2022 às 08:11

Para mim, isto e um assalto ao Sporting. As desculpas piedosas que para ai circulam, nao acredito numa só! Uma vergonha. Ruben obviamente correu com ele, para mim era claro! Era um jogador de potencial com 17 anos
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 30.06.2022 às 13:12

Pedro Santos,

Considero que o treinador tomou a decisão correcta, colocá-lo a jogar noutro clube, quando não tinha hipóteses de jogar no Sporting.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 30.06.2022 às 15:13

Pelos vistos, a ideia é de o colocar a jogar fora de Portugal, o que também me parece ser o melhor curso a seguir.
Sem imagem de perfil

De Juskowiak a 30.06.2022 às 17:11

Será, Rui? Porque não emprestá-lo a um Vitória de Guimarães ou a um Gil Vicente, onde a bitola já é elevada e onde seria titular de caras?

Este jogador precisa de rodar, ganhar calo, e depois de uma boa época talvez já consiga ser útil ao Sporting.

PS Deveria ser emprestado, mas com a possibilidade de ser chamado de volta em Janeiro.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 30.06.2022 às 17:39

Os termos do empréstimo ficam a SAD, mas na minha opinião era melhor ele sair do ambiente cá do burgo.
Sem imagem de perfil

De João F. a 30.06.2022 às 14:28

E o ataque à Academia, foi o quê?
Para alguns deve ter sido apenas uns trocos perdidos...
Imagem de perfil

De Mike Portugal a 30.06.2022 às 08:45

Nem sempre vamos conseguir acertar nos jogadores. Isto é um facto para todas as equipas de futebol. Faz parte do jogo, digamos.
Os empréstimos de jogadores, a meu ver, são bons, porque nos permite ter o jogador e perceber se de facto ele se enquadra no jogo do clube ou não, sem à partida gastar milhões nele.

No entanto, neste caso em particular acho que a clausula foi mal feita, não pelo valor, mas pela condição em si, ou seja, um jogador não deve ser comprado por causa dum objetivo atingido onde ele não participou nem teve qualquer intervenção. As clausulas deviam estar ligadas à performance direta do jogador e não da equipa, uma lição que penso que a direção aprendeu e não voltará a cometer o mesmo erro.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 30.06.2022 às 13:16

Mike Portugal,

É verdade, aprendemos com os erros. Por outro lado, é também verdade que o jogador jogou na Liga dos Campeões.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 30.06.2022 às 15:14

E também não esquecer que este jogador foi chamado à Selecção Nacional.
Sem imagem de perfil

De LG a 30.06.2022 às 09:23

Temos dois momentos para avaliar o negócio VInagre.
No ano passado, em termos desportivos parecia um bom negócio, finaceiramente já estava sobreavaliado, em lado algum poderia ser avaliado na altura em 10 milhões por metade do passe
Em fevereiro, data da compra, o negócio não fez qualquer sentido. Desde fevereiro, pouca utilização teve, era muitas vezes a quarta opção para defesa esquerdo, atrás de Matheus, Nuno Santos e Esgaio, agora só resta emprestar, para "recuperar o investimento" (belo eufemismo

É verdade que se refere a obrigatoriedade da compra, mas essa é uma questão que, de forma transparente, vai ficar sempre opaca: a verdade é que as eventuais condições para a compra nunca foram divulgadas até, em fevereiro, o Record anunciar que tal ia acontecer. Mas o Record só referiu que a passagem aos oitavos da Champions era UMA das condições, e não A condição:
"Tal como Record havia adiantado em fevereiro, o acordo pelo antigo lateral do Wolverhampton incluía uma cláusula de compra que se tornava obrigatória mediante o cumprimento de "determinados objetivos individuais ou coletivos". Segundo o nosso jornal apurou à data, um desses objetivos passava pela qualificação para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões" Aliás, nem fazia sentido, a não ser que a negociação tivesse sido feita pelo filho do Varandas, entregar TODO o prémio de passagem à compra de um jogador, essa foi a desculpa para o adepto comer.

Resta saber para onde vai. Por mera casualidade, apostaria em 3 clubes, Almeria, Olimpiakos (um regresso a um dos clubes preferidos do Sr. Comendador) ou Notingham Forest (com a dúvida de saber se, face às novas regras de transferência, decretadas pós-brexit, é elegível, diria que sim, mas sem certezas)

Mas negócios Wang tão descarados não se podem fazer mais. Por outro lado, vamos pagar o bilhete de entrada no carrossel do SR. Comendador (venda de Thierry Correia) por quantos anos e por quantos milhões em comissões?

Imagem de perfil

De Naçao Valente a 30.06.2022 às 13:23

LG,

Sem um esclarecimento do Sporting entramos na área da especulação. Espero que essa informação seja dada, quando for oportuno.
Sem imagem de perfil

De sloct a 30.06.2022 às 09:26

Sabem se por acaso o jogador não tem graves problemas familiares que o impedem de se "soltar" definitivamente?

Pois... ninguém sabe.

Falar é fácil...
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 30.06.2022 às 13:26

sloct,

Não sabemos se tem ou não problemas familiares, o que não impede que se discuta o assunto, uma vez que se tornou um tema público.
Perfil Facebook

De José Mário Costa a 30.06.2022 às 10:43

Quanto mim, sobra ainda esta peplexidade: se é para fazer "rodar" um jogador (ainda) se provas das da sua real valia e estando ele, de facto, claramente "tapado" no lugar que lhe estava destinado, porque é que a dispensa foi só agora anunciada, com, praticamente, todos os clube que podessem interessar-se já tên os seus plantéis fechados?
Imagem de perfil

De David Rodrigues a 30.06.2022 às 11:03

Parte de um princípio que não concordo:
Os planteis ainda não estão fechados. Faltam 2 meses para fechar a janela de transferências.

O exemplo do nosso rival sediado a norte: tem que ir ao mercado para substituir os jogadores que estão a ser vendidos.

Muitas transferências estão suspensas porque não existe dinheiro em abundância em tempo de crise e guerra na Europa.

E o Sporting tinha clubes interessados no Matheus Reis e Nuno Santos.

A gestão de um plantel não é um dossier fácil de gerir.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 30.06.2022 às 13:31

José Mário Costa,

Não sabemos quando foi decidido o seu empréstimo, nem sabemos desde quando se anda a encontrar uma solução para o jogador. Creio que acabaremos por saber.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 30.06.2022 às 15:17

A realidade, é que o período oficial de transferências só começa amanhã. Tudo o que tem ocorrido até agora tem sido entre clubes e jogadores sem ser ainda oficializado pelas respectivas federações.
Imagem de perfil

De PSousa a 30.06.2022 às 11:17

Dos que falam menos bem do Vinagre, ainda os vou ouvir falar bem. É tipo os calções do Porro.
Vinagre ficou marcado pelo jogo contra o Ajax, não conseguiu numa época dar a volta.
Se for emprestado, será e certamente virá melhor. Quanto à sua compra, estava no contrato e os contratos são para cumprir.

Há outros jogadores que só me apetece ir apertar com eles, tipo RENAN.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 30.06.2022 às 13:38

PSousa,

Concordo. Penso que Vinagre será emprestado, e continuará a sua evolução. Há de facto outros activos, bem mais complicados.
Sem imagem de perfil

De João Gil a 30.06.2022 às 13:23

Como diz, caro Nação Valente, só podemos especular. Em todo o caso, Ruben Amorim manifestou várias vezes o apreço e a crença nas qualidades do jogador. Não tenho dúvida que não houve negligência ou menos preparo no contrato do atleta.as vezes, os jogadores não se impõem, como era de esperar. Rúben Vinagre é um bom jogador e já deu provas, em Inglaterra e cá. Os primeiros jogos que RV fez no Sporting foram bons. Não sabemos se a contratação de RV foi uma contrapartida de outro negócio, ou se foi uma compra planeada. Seja qual for o cenário, a decisão de saída por empréstimo com regresso programado ou venda no fim do empréstimo são ambas plausíveis.
Palhinha precisou de 2 anos antes de se impor no Sporting e vai agora aos 27 anos…sair definitivamente do Sporting por 20M€.
O preço que o jogador custou foi aquele que comprador e vendedor estipularam e não adianta muito achar caro ou barato. É 100% irrelevante para as decisões que treinador e clube têm de tomar sobre a ligação do jogador ao Sporting. A única coisa que interessa é o rendimento desportivo. O financeiro é uma consequência. Portanto, ou o Sporting consegue recuperar o jogador ou os 10M€ vão ter retorno baixo e arriscam a ser uma perda potencial num valor que não se pode antecipar. SL
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 30.06.2022 às 13:42

João Gil,

No âmbito da especulação subscrevo o que diz. A única interrogação que continuo a colocar tem a ver com a aceitação da cláusula de rescisão.
Sem imagem de perfil

De João Gil a 30.06.2022 às 14:22

Imagino que sem a cláusula de compra obrigatória o empréstimo não se fizesse. Portanto das duas uma, ou foi contrapartida doutro negócio ou foi mesmo compra planeada. Mesmo que a primeira seja verdade as considerações de RA sobre o jogador deixam entender que foi uma contratação desejada. Como não sabemos qual vai ser o epílogo da passagem de RV pelo Sporting não podemos ainda dizer que foi um fracasso. Podemos dizer com segurança nesta altura que o sucesso da contratação de RV está por demonstrar. Daqui por um ano haverá nova iteração. SL
Sem imagem de perfil

De João F. a 30.06.2022 às 14:35

E o que foi dito do Palhinha por esses adeptos, antes de ir para Braga!
É gente que comenta, seguindo os exemplos dados pela cartilheirada dos canais de TV.
Sem imagem de perfil

De Paulo Silva a 30.06.2022 às 14:57

A Direção do Sporting negociou mal as condições de empréstimo do jogador Rúben Vinagre, ponto. Nunca devia ter aceite a cláusula de compra obrigatória, no caso do Sporting passar a fase de grupos da Liga dos Campeões...que aprendam com este erro crasso, e que não o cometam mais, nomeadamente, no caso do processo do Trincão! O Trincão a vir para o Sporting, nunca deve vir com cláusula obrigatória de compra...para mim, é algo básico.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 30.06.2022 às 15:19

Paulo Silva,

Concordo. Aceitar cláusulas de compra obrigatórias só devem existir se os atletas tiverem garantia de qualidade, ou se o seu valor for acessível.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 30.06.2022 às 15:21

Até poderá vir a ter razão, não refuto essa hipótese, mas recorde-se que se disse o mesmo de Matheus Reis, entre outros, embora com valores inferiores.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.06.2022 às 15:13

Caro Nação Valente

Trata-se de um “estranho” caso, sem dúvida. O Rúben Vinagre até começou bem a época, foi titular indiscutível numa altura em que Matheus Reis ainda não tinha “aparecido” e Nuno Santos era mais um ala ou extremo esquerdo do que lateral esquerdo. O jogo com o Ajax teve as consequências que refere e, por incrível que pareça, o jogador não voltou a mostrar o seu valor.
É um activo do Sporting e é assim que a questão deve ser encarada. Em diálogo com o jogador, com frontalidade, o que há a fazer é encontrar a melhor solução de modo a que se senti confortável e volte a mostrar o seu potencial.

Imagem de perfil

De Naçao Valente a 30.06.2022 às 15:25

Caro Leão Zargo,

Estou convicto que ao contrário de outros atletas que estão na lista de dispensáveis, Rúben Vinagre tem clubes interessados na sua participação. E até acredito que tem potencial para jogar no Sporting. Apenas houve uma série de acasos, que complicaram o seu sucesso.

Comentar post


Pág. 1/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo