Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O futebol é a Europa

Rui Gomes, em 22.04.20

Russos, americanos, chineses e árabes, entre outros, vão rapinando o maior chamariz europeu no planeta.

image.png

O desporto vale 2,12% do PIB da União Europeia e a competição gera 1,7 milhões de empregos. Para pôr esses números em real perspectiva: a indústria automóvel vale cerca de 7% do PIB e abarca 14 milhões de empregos.

São números respeitáveis que explicam a preocupação de uma União Europeia normalmente desinteressada desse tema tão mundano.

De Bruxelas chegam sinais de que o desporto entrou no campo de visão dos governantes europeus e isso é fácil de explicar. Só em receitas relacionadas com eventos desportivos, transmissões e bilheteiras, são cerca de 50 mil milhões de euros anuais, dos quais 28,4 respeitantes a uma modalidade muito particular.

Para a Europa, o futebol não são apenas receitas e empregos. O futebol é uma das áreas em que os europeus são líderes incontestados do mercado. Para grande parte do mundo, a Europa é o futebol ou o futebol é a lente pela qual veem a Europa.

Da guerra entre as grandes potências económicas, em que a UE aparece sempre como o parceiro menos agressivo, não sobra muito mais, e mesmo o "futebol europeu" vai sendo repartido aos poucos por (calculem) russos, americanos, árabes e chineses, com certeza por ser irrelevante no tabuleiro planetário, enquanto em Genebra os burocratas preferem nem tomar conhecimento, entretidos a ser robôs ideológicos.

Mas por mais que os repugne, não há como separar a Europa do futebol, embora ele tenha crescido selvagem, sem pai nem mãe em Bruxelas, sem aprender boas maneiras, sem ser cuidado, nem potenciado, nem desparasitado, nem gerido, ao contrário do que as outras grandes potências fazem com as suas maiores mais-valias. E estamos a falar de uma União Europeia que se entretém a medir maçãs com uma régua.

José Manuel Ribeiro, Director de O Jogo

publicado às 03:34

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds