Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O Futebol e a Pandemia

Rui Pedro Barreiro, em 14.04.20

078117_e809bf1498a54cc38d212c69913eb6cf_mv2.jpg

Todos os amantes do desporto-rei anseiam pelo regresso do futebol, pelas idas ao estádio, pelos grandes jogos televisionados, pela emoção e paixão que só este desporto nos dá. Todavia, vivemos hoje num Mundo em que a pandemia destrói vidas, economia, finanças e em que a incerteza continua a ser a maior certeza que temos.

Em Portugal já se fala no regresso dos campeonatos profissionais, havendo até notícias de treinos e trabalhos preparatórios do regresso ao trabalho, para além de um documento produzido pela Liga denominado "Retoma Progressiva à Competição". De acordo com o divulgado, o documento prevê 3 fases de adaptação no quadro da retoma da competição:

"FASE 1 - Regresso progressivo aos treinos; treinos individualizados no campo durante duas semanas, com avaliações antes das sessões (com máscaras e salas próprias), na presença de treinador e elemento do departamento médico (com máscaras e respeitando distâncias de 2 metros). Não há cruzamento com outros jogadores ou staff. E é admissível a presença de 2 jogadores, cada qual no seu meio-campo.

FASE 2 - Treinos de grupo com contacto (3.a e 4.ªa semanas), mas respeitando ‘normas básicas’.

FASE 3 - Campeonato inicialmente à porta fechada, na qual os jogos ‘fora’ obedecem a viagens mesmo no próprio dia da competição, com autocarros higienizados e os jogadores distribuídos segundo as normas de segurança (1 atleta para cada 2 lugares e com máscara). Nos balneários, 1 jogador por cada 25m2 e, nos ginásios, já agora, recomendação de distância mínima de 5 metros entre atletas."

Ora, tudo leva a crer que o estado de emergência vai continuar. Será que o futebol não tem que cumprir as regras impostas a todas as outras actividades? Afinal, quanto vale uma vida? De certeza que o futebol é importante para muitos de nós, mas neste momento é talvez o menos importante desta luta em que nos encontramos. De certeza que há soluções para resolver tudo o que tem que ser resolvido. Precisamos de ser campeões, mas noutro campeonato. Haja juízo.

publicado às 17:00

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds