Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O futuro é hoje

Rui Gomes, em 08.05.18

 

20199859_bZzDY.jpg

O FC Porto tem de começar a trabalhar já para garantir que este título não é uma meta, mas um ponto de partida. Agora que a festa começa a arrefecer, depois de dois dias escaldantes, talvez não seja demasiado cedo para começar a pensar no futuro do FC Porto. Afinal, é lá que o clube vai passar o resto da vida e não vai estar sozinho.

 

No Benfica, Luís Filipe Vieira não voltará a cometer a imprudência de acreditar que todos os problemas se resolvem com o Seixal nem voltará a colocar as finanças à frente da equipa, desde logo porque os adeptos não lho perdoariam. Depois de uma época a zeros, que ainda pode ficar mais pobre se se confirmar a perda do segundo lugar, não é preciso ser bruxo para adivinhar um investimento considerável no reforço do plantel encarnado com o objectivo de recuperar o título.

 

No Sporting, Bruno de Carvalho vai repetir a fórmula dos últimos anos, armando Jorge Jesus até aos dentes com tudo o que o treinador lhe pedir o que, apesar de tudo, pode não ser tanto como nos últimos anos. Afinal, desta vez há uma base que vale a pena manter, se o clube for capaz de segurar jogadores como Gelson ou Bruno Fernandes.

 

No FC Porto, depois de encerrado o jejum de quatro anos e de quebrada a hegemonia do Benfica, o objectivo tem de ser garantir que este título é o ponto de partida e não a meta. A prioridade é óbvia: manter Sérgio Conceição. Parafraseando uma máxima do futebolês, em treinador que ganha não se mexe, especialmente depois de quatro anos de tiros ao lado.

 

Segurar Conceição garante paz de espírito, que é coisa que não tem preço e que o FC Porto não conheceu nos últimos anos. Perdê-lo significaria esvaziar o balão e recomeçar do zero, um luxo a que o clube já não se pode dar. Depois, há o oxigénio que o apuramento directo para a Champions garantiu. As finanças do clube podem respirar outra vez, o que deverá facilitar renovações e permitir o reforço do plantel. Depois de tudo o que fez este ano, inclusive pelas finanças, Conceição merece bem atacar o próximo campeonato com as mesmas armas dos adversários.

 

Jorge Maia, jornal O Jogo

 

publicado às 04:32

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


2 comentários

Sem imagem de perfil

De SMCM a 08.05.2018 às 11:51

Boas,

Sou da opinião que se deve mexer muito pouco neste plantel. Há jogadores de qualidade que com as rotinas criadas e adaptados ao clube têm tudo para melhorar para o ano. Promovia alguns regressos ao plantel e faria apenas duas contratações para integrarem o Plantel:

Fabrício do Portimonense, 15 golos, 6 assistências, 160min/golo, 1,83 e 74kg, jogador móvel. Seria o suplente de Bas Dost.

Shoya Nakajima, 10 golos, 9 assistências, para um extremo esquerdo não está nada mal.

De resto, saíam do plantel: Fábio Coentrão, Petrovic, William Carvalho($$), Bruno César, Bryan, Fredy Montero, Rúben Ribeiro e Doumbia.

Regressavam: Domingos Duarte, Francisco Geraldes, Ryan Gauld, Matheus Pereira, Iuri Medeiros. Emprestar o Ryan ao Aves, uma equipa que só defende não favorece este jogador. Não consigo perceber este empréstimo, foi uma época perdida e acho injusto não dar a oportunidade de passar uma época com a equipa principal. Se fosse eu treinador, daria essa oportunidade ao jogador.

Assim o meu plantel 2018/2019 seria:
GR: Rui Patrício, Salin e Pedro Silva
DC: Seba Coates, Jérémy Mathieu, André Pinto e Domingos Duarte
DD: Piccini e Ristovski
DE: Lumor/Jefferson e Acuna
MDEF: Bataglia e Palhinha
MC: Wendel e Misic
MOF: Bruno Fernandes, Francisco Geraldes e Ryan Gauld
Extremos: Gelson Martins, Matheus Pereira, Daniel Podence, Iuri Medeiros e Shoya Nakajima
Avançados: Bas Dost, Fabrício e Rafael Leão.

Muita gente com técnica, com muitas assistências, com transporte de bola. Um bom treinado era campeão com estes jogadores e dava para jogar em todas em competições.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 08.05.2018 às 12:04

Esqueceu-se de Raphinha e Marcelo que já estão contratados.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D




Cristiano Ronaldo