Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O impacte dos "gigantes" do futebol

Rui Gomes, em 15.07.14
 

 

Não pretendo de forma alguma adiantar uma comparação ao recém-contrato que o Sporting acordou com a marca desportiva Macron - seria injusto e irrealista, dado não há qualquer base para comparação - mas apenas sublinhar o impacte de marketing entre um gigante como o Manchester United e outros emblemas como o Sporting, que mesmo sendo considerado grandes, são de uma dimensão significativamente inferior.

 

Depois de um longa associação aos "Red Devils", a marca norte-americana Nike decidou dar termo ao seu patrocínio do clube inglês no fim da época de 2014/15, negócio este que dava aos cofres do Manchester United cerca de 23.5 milhões de libras por ano. Como justificação, a empresa explicou que muito embora tivesse o direito de opção de igualar qualquer outra proposta, essa opção não representaria um bom investimento para os seus accionistas.

 

Logo surge a Adidas para preencher a vaga, assinando um contrato milionário de dez anos que vai render ao Man U 750 milhões de libras - cerca de 940 milhões de euros - ou seja, 94 milhões por ano, um novo recorde mundial para um negócio do tipo. O até aqui mais elevado patrocínio era desta marca, com o Real Madrid, de 31 milhões libras/ano. Como consequência deste negócio, as acções da Adidas subiram 2.89% na Bolsa alemã, nesta segunda-feira.

 

Este acordo cederá à Adidas direitos exclusivos sobre a distribuição do equipamento do clube inglês em escala mundial. Segundo a BBC, esta elevada verba é apenas 40 milhões de libras menos do que a família Glazer pagou pelo Manchester United em 2005.

 

A Adidas actualmente patrocina o Bayern Munique, Chelsea, AC Milan e o Flamengo. A partir da época 2015/16, a Juventus será incluída neste elite grupo.

 

publicado às 03:33

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


1 comentário

Sem imagem de perfil

De comentador desportivo a 14.07.2014 às 23:07

Para se ter um contrato destes, "pesam" vários factores, desdes o projecto, os jogadores, mercado, e os próprios equipamentos

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds