Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

greed-or-dedication-christian-hidalgo.jpg

 

Foi abordado no primeiro texto desta série, a proximidade existente a nível global entre os parceiros de sponsor e os clubes na Europa, nomeadamente o investimento que as marcas têm feito em interacção com os emblemas. Procurámos aprofundar as razões pelas quais o Sporting tem revelado manifestas dificuldades nesse campo. 

 

As opiniões dos leitores PSousa e m1950 foram unânimes: é fundamental voltar a ganhar títulos com a regularidade de outrora, assim como uma maior frequência nas competições internacionais, afim de permitir maior visibilidade ao nosso clube. Leão 1906 levanta uma importante questão: qual a verdadeira ligação dos adeptos ao clube? Reconhece ainda a fraca exploração da “marca Sporting”, lançando uma necessária reflexão não apenas sobre o trabalho da actual direcção, assim como de anteriores. A diferente génese de natureza associativa dos emblemas, nomeadamente a respeito dos nossos associados, mereceu a pertinente abordagem de Ricardo Rodrigues, que salientou a necessidade do Sporting fortalecer a sua matriz identitária. E para finalizar, mas não menos importante, o “nosso” Leão Zargo debruçou-se sobre dois aspectos essenciais: os constrangimentos de natureza económica do futebol nacional, assim como a reconhecida dificuldade que tem assistido à Direcção em tal materializar com necessário profissionalismo que se exige a uma Direcção, que amiúde revela dificuldades de abordagem ao “negócio” do futebol.

 

Para finalizar esta sequência Clube/Sponsors, até porque as preciosas intervenções dos acima citados foram esclarecedoras, remeto ao leitor um último desafio, em dois passos:

 

Passo #1) Aceda ao site do nosso clube. No imediato, identifique alguma marca presente na Home Page. É necessário percorrer o site todo para finalmente encontrar, de um modo completamente tímido, as referências ao nossos parceiros. Uma questão se eleva: estarão estas marcas ali colocadas de modo gratuito, para uma tão fraca retribuição de exposição por parte do Sporting no seu site oficial?

 

Passo #2) Aceda ao site do clube Manchester United. Proceda à comparação…

 

Assim meu querido Sporting, é difícil…

Vamos então analisar uma diferente matéria, mas igualmente importante: a dinâmica que existe na relação Futebol/Clube/Adeptos.

 

A verdadeira ligação dos adeptos ao clube

 

De acordo com um estudo global de análise estatística levado a cabo em 2015, por uma consultora norte-americana em conjunto com uma empresa europeia de recolha de dados, revelou-se que 19% da população portuguesa não gosta de futebol. Conforme apresentado pelo contrário, podemos constatar que 33% dos Portugueses são efectivamente “bastante interessados” no desporto-rei, enquanto 48% manifestam “algum interesse” numa escala de participação e contribuição ao clube nacional que mais apreciam. Deste modo, e tendo em conta que a população portuguesa anunciada pelos últimos censos em Portugal foi de 10,46 milhões de habitantes, podemos assegurar que existem em Portugal cerca de 3.45 milhões de adeptos que acompanham com elevada regularidade o seu clube. O que para a dimensão do nosso país, até é um indicador positivo. Vejamos noutros países a exemplo, quanto "vale" o mercado de adeptos de futebol:

 

Estados Unidos: 11% “bastante interessados” – 35 milhões de adeptos 

Inglaterra: 19% " – 10 milhões “

Japão: 14% " – 17,8 milhões “

Holanda: 24% " – 4 milhões “

Itália: 26% " – 15,5 milhões “

Grécia: 23% " – 2,5 milhões “

Alemanha: 27% " – 21,8 milhões “

Rússia: 24% " – 34,4 milhões “

Espanha: 41% " – 19,2 milhões “

Brasil: 40% " – 80 milhões “

Coreia do Sul: 24% " – 12 milhões “

Argentina: 40% " – 16.6 milhões “

Colômbia: 50% " – 24.2 milhões “

Recorde-se que estes valores acima descritos não representam a globalidade de adeptos de futebol no país, mas sim os considerados "adeptos com elevado interesse” neste desporto.

 

Nesse mesmo ano de 2015, um outro estudo elaborado por três distintas entidades – uma agência financeira alemã, uma marca desportiva também alemã e uma consultora inglesa – revelou-nos uma interessante demografia clubística nos vários países de toda a Europa. De acordo com os resultados, consideram-se uma percentagem de 30% de adeptos do nosso Sporting em Portugal. Em análise conjunta aos dois estudos, poderemos concluir a quantidade de adeptos efectivamente “consumidores” da marca Sporting: 1,035 milhões. Este valor é o resultado dos dois estudos independentes, mas seguramente muito valioso como suporte de análise de viabilidade económica a potenciais investidores.

 

Em conclusão: a nível interno (Portugal), existe cerca de 1 milhão de habitantes de norte a sul, que revelam elevado interesse em aplicar parte das suas economias com o Sporting, seja através das quotizações de sócio, compra de equipamentos oficiais, bilhetes de jogos, deslocações, entre outros. Com maior ou menor margem de erro, consideremos então o número "1 milhão de adeptos" como referência.

 

Denominador Investimento por Adepto

 

Imaginemos a possibilidade de todos os adeptos mais envolvidos com o nosso clube (os tais "muito interessados") aplicarem um valor anual em qualquer tipo de produto associado ao Sporting. ex: merchandising, bilheteira, entre outros. Tendo em conta as diferentes possibilidades de aplicabilidade económica da população portuguesa, vamos determinar o valor médio de 100€ por cada adepto.

(Escalão A) 1 milhão de adeptos X 100€ investidos/ano no clube = 100 milhões/ano

(Escalão B) 500 mil adeptos X 100€ investidos/ano no clube = 50 milhões/ano

(Escalão C) 100 mil adeptos X 100€ investidos/ano no clube = 10 milhões/ano

 

Consideremos então o Escalão B para a nossa análise. Cada adepto "mais ferrenho" – um universo de 500 mil – contribui em média com 100€/ano para o clube, o que representa um global de 50 000 000 €.

 

De acordo com os indicadores apresentados no relatório e contas disponibilizado no site do clube (1º Trimestre 2015/2016), a previsão de income por parte de adeptos e associados, aponta para o seguinte valor anual (previsão): 17 672 000 €...

 

Verificamos, infelizmente, um valor bruto estimado de exploração na categoria “associados” na ordem de de 17.67 milhões/ano, que de acordo com o potencial máximo de exploração do denominador “Investimento de Adeptos”, representa uns meros 18% de capacidade de exploração, perante os cerca de 1.035 milhões de consumidores da marca Sporting. O que significa que actualmente, cada adepto (do universo 1.035 milhões) gasta cerca de 17.67€ (dezassete euros e sessenta e sete cêntimos) com o clube/ano?

 

Contamos com a contribuição dos leitores do nosso Camarote a apresentarem as soluções/razões que considerem fundamentais aos seguintes factos:

 

1) Porque razão estará o Sporting a rentabilizar apenas 18% nas denominadas receitas com os adeptos, enquanto as médias de assistências da temporada transacta foram bastante elevadas? Se os adeptos "estão com o clube", porque não consegue esta Direcção do Sporting aumentar a percentagem de income?

 

2) Se Portugal tem uma das maiores percentagens de adeptos no mundo  "manifestamente interessados" em futebol – logo representa consumo –, e tendo em conta que a época terminou recentemente, porque não surgiram ainda outros parceiros a revelar Investment Appeal no nosso Sporting?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds