Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

download.jpg

 

Bruno de Carvalho e Alexandre Godinho avançaram com um processo contra o Sporting, no Juízo Central Cível de Lisboa. A acção deu entrada a 5 de Setembro, três dias antes das eleições, e foi distribuída a 6. A informação está disponível para consulta no portal Citius.

 

O lunático presidente destituído e o ex-vogal do Conselho Directivo são identificados como autores e o Sporting CP como réu. Pelos vistos, não se trata de um processo novo, mas sim da acção principal da providência cautelar que pede a anulabilidade da deliberação da Assembleia Geral de destituição.

 

A decisão sobre a providência cautelar em causa ainda não é conhecida, visto que o Sporting contestou, mas para efeitos de cumprimento de prazos legais Bruno de Carvalho e Alexandre Godinho foram forçados a colocar esta acção, que pede o mesmo, isto é, mantém a pretensão de anular o que foi decidido pelos sócios a 23 de Junho.

 

O valor da acção indicado no Citius é de 50.000,1 euros. Não se trata de um pedido de indemnização, mas de um recurso que permite que o processo corra na instância central (até 50 mil euros seria na local), na qual por norma há juízes mais experientes, a quem é reconhecida maior coragem.

 

Bruno de Carvalho e Godinho estão suspensos da condição de sócios do Sporting e podem ser expulsos por oito anos, se o novo Conselho Fiscal e Disciplinar seguir a recomendação da Comissão de Fiscalização. É a nossa esperança que isto aconteça num futuro próximo.

 

Com tudo isto, se estivéssemos a referir a um homem proprietário de alguma sensatez e dignidade, perguntaríamos: por quanto mais tempo esta irreflexão egomaníaca ?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:38

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


8 comentários

Sem imagem de perfil

De Pepeu a 14.09.2018 às 20:57

Não consigo entender o fundamento da estratégia de Bruno de Carvalho.
Acreditar que um tribunal lhe dê razão é crer que alguém na Justiça se arrevessará para permitir que um clube inteiro se torne refém da vontade de um homem.
Vejamos...
Admitindo-se a legitimidade dos poderes do presidente da Assembleia Geral, admitindo-se os poderes da própria Asembleia Geral, relativizando-a a intenção de dar ênfase a uma eventual impugnaçâo do processo por meros erros processuais que sempre existirão em qualquer pratica do acto mas que não constituíem em si nenhuma violação grosseira dos princípios legais que a fundamentam, está-se aqui perante a tentativa de se conseguir, por via de um executor judicial, que se torne a decisão de um universo de legítimos detentores dos desígnios do clube pelo direito ao voto inválida.
É que tentar travar o processo antes dele ocorrer ainda faria algum sentido.
Já depois do mesmo consumado, independentemente das causas e das razões apresentadas para tal, é indeferir um direito que constitui a génese da existência de uma associação.
Nenhum juiz pode interferir na vontade de uma maioria, ainda que esta esteja eventualmente ludibriada.
Cabe a esta apenas regular e resolver por via do direito democrático qual o rumo a dar ao seu futuro.
Foi isso que aconteceu e que não pode agora ser apagado da história e da memória dos intervenientes.
Quanto a Bruno de Carvalho, que age como o pretenso dono de algo que definitivamente nunca foi dele, teria muito mais a ganhar se actuasse dentro de um comportamento institucional que visasse a preservação do seu trabalho efectuado e do prestígio que tal tivesse criado dentro do próprio clube.
A vida dá muitas voltas e, embora, de todo, desejasse alguma vez o regresso dele à presidência do clube, pode muito bem vir a ser-lhe favorável algures no futuro.
Seria isso que qualquer mente sã pensaria.
Doutro modo, apenas se prepara para ser definitivamente irradiado do clube, por muito que ainda mantenha algum apoio residual mas que não conterá a vontade da maioria de o ver longe para sempre.
Finalmente, espanta-me a "força" financeira da sua demanda que, a menos que seja patrocionada por algum desconhecido, não se consegue entender de onde provém.
É que gastos com a Justiça tornam-se onerosos nesta quantidade e estarmos perante um processo que pode custar até 50.000 € é obra de alguém a quem não se lhe conhece grandes proveitos.
É caso para dizer que isto é que é amor ao clube...!
Sem imagem de perfil

De Carlinha MR a 14.09.2018 às 20:59

E eu, na minha ingenuidade, estou para aqui a pensar que a vontade dos sócios é a que mais conta! Estarei enganada?

Não consigo levar estes 'senhores' a sério e já me falha a pachorra, portanto mais vale sorrir e seguir adiante!

SL
Sem imagem de perfil

De Jorge Pereira a 14.09.2018 às 22:01

E eu a pensar que falta faz alguém que lhe acerte o passo!
Sem imagem de perfil

De cova da piedade a 14.09.2018 às 22:07

Se ele tem ido a eleicoes nao passava dos dez por cento se ganhasse a accao estava sujeito era levar umas boas berlaitadas ele que funde um clube e comece na distrital ai e que ele estava bem ao lado das toupeiras
Sem imagem de perfil

De PSousa a 14.09.2018 às 23:37

Este não pode ser expulso temporariamente, tem de ser para sempre.
Colocar o SCP em tribunal?
Este é o sócio mais vermelho que existe.
Sem imagem de perfil

De Antonio sousa a 15.09.2018 às 00:29

Temos de escorraçar o lunático o mais rápido possível!!
Cada vez lhe tenho mais ódio..
Sem imagem de perfil

De Pacheco a 15.09.2018 às 03:47

Acho que já só dá pena.

50 mil euros do bolso dele?! Já não consigo tirar nehuma lógica dos seus actos. Depois de tudo o que se passou, nunca na vida lhe vão dar razão, mesmo que a tivesse, que acho que não tem.
Imagem de perfil

De Mike Portugal a 15.09.2018 às 09:15

Ele só parará quando o tribunal rejeitar todos os pedidos.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D




Cristiano Ronaldo