Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O “novo” Record

Leão Zargo, em 11.07.15

 

18621931_fCH4u.png

Desde bastante jovem que sou um leitor compulsivo de jornais, de carácter noticioso genérico, desportivo ou outros. Habituei-me, desde então, a identificar a linha editorial de um jornal e a depreender, através de uma leitura crítica e informada, a veracidade das notícias. Sempre considerei que a vida e os acontecimentos constam nos jornais e que não adianta fugir da realidade, mascarada ou não.

 

O Sporting há muitos anos que não tem o que normalmente se chama de “boa imprensa”. Apesar de muitos sportinguistas apoiantes de Bruno de Carvalho pretenderem fazer crer que resulta de animosidade para com o actual presidente do Sporting, a verdade é que se trata de questão muito mais antiga. Ainda me lembro de quando o Mundo Desportivo procurava rivalizar em vendas com A Bola na década de 1960 e o clube de Alvalade não estava nas boas graças desses jornais.

 

Mas, afinal, também a imprensa desportiva “e pur si muove”, como terá afirmado Galileo Galilei a propósito do movimento da Terra depois de condenado no Tribunal do Santo Ofício. No jornal Record há uma nova orientação editorial, evidente em artigos de opinião, no tratamento das notícias referentes ao Sporting, na composição da primeira página e no acesso privilegiado a fontes de informação leoninas. O artigo de Mário Carneiro, da WL Partners e director de comunicação do Sporting, publicado ontem no jornal reflecte a actual linha editorial.

 

Creio que não há razão para grande espanto no que se refere à alteração da linha redactorial do jornal. Álvaro Sobrinho e família (os Madaleno) são proprietários de parte da Cofina, por sua vez detentora do Record. Por outro lado, Álvaro Sobrinho (Holdimo) é possuidor de quase 30% das acções da SAD leonina, mas com as injeções de capital que entretanto realizou (ou que estão previstas) aproximar-se-á dos 40% do capital da SAD sportinguista. Trata-se, também, de incrementar as vendas do jornal e garantir a sua sobrevivência financeira.

 

Uma das primeiras acções de João Morgado, da WL Partners, quando entrou em funções como “gestor de crises” do Sporting foi acompanhar Bruno de Carvalho numa visita ao Record. O resultado está vista, temos um “novo” Record e, agora, o seu director está livre de ser enxovalhado em directo na Sporting TV.

 

publicado às 11:42

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


52 comentários

Sem imagem de perfil

De m1950 a 11.07.2015 às 12:52

Bem vi que tem aí algumas coisas escritas para mim logo não poderia deixar de responder ,

Em relação à imprensa , de facto o Sporting tem má imprensa , o que se passa e que o Zargo está a tentar separar nesse texto , é que há hoje para além da má imprensa intencionalidade na media da controlinveste e RTP desporto ( basicamente a imprensa nortenha) para com o Presidente do Sporting , e eu atento a muito do que é a comunicação podia até mesmo listar.

Bruno de Carvalho foi eleito com 54% , mas os representantes na TV e imprensa escrita , tem o Barroso , Zé Eduardo que escreve na bola , e mais o Paulo Andrade que não se sabe se é carne se é peixe visto que ele deixa sempre um vácuo no seu discurso para poder jogo de cintura. De resto na imprensa , a direção do SCP apenas tem adversários.

Então sempre que há algum acontecimentos , os telefonemas dos jornalistas , são para pessoas adversas a Bruno de Carvalho , e quem faz esses telefonemas obviamente sabe o que está a fazer , e que está a fragilizar via comunicação o Presidente do Sporting. Numa lógica de comunicação o apoio e Bruno de Carvalho é minoritário neste momento , e da comunicação à realidade é um passo curto , pois somos sempre influenciados pela imprensa. Isto são noções básicas do que é a situação atual do SCP.

Vou deixar 2 notas mais simples de entender para quem estiver a ler:

- No dia 1 de Julho , dia de aniversário do Sporting e apresentação de Jorge Jesus , o Sporting , a SIC resolve apresentar uma reportagem chamada "No coração da águia" , promovendo a estrutura do Benfica em 3 séries.

Qual é a intenção ? Tirar todo o mérito e impacto da saída de Jorge Jesus do Benfica , mostrando que Jesus ganhou porque tinha a estrutura , esquecendo-se que antes de Jesus em 15 anos o Benfica havia ganho 1 campeonato , e a estrutura já lá estava.

Quem sabe futebol e conhece como isto funciona , Jesus foi a trave mestra no Benfica , foi pai e mãe daquele clube. Subiram as assistências , subiram o consumo , subiu até o orgulho dos adeptos , subiram os patrocínios , tudo tudo , Jesus deu ao Benfica , foram economicamente 6 vezes campeões , porque valorizaram sempre jogadores e andaram na liga dos campeões ( para uma SAD isto é ser campeão).

Depois a campanha Bernardo Silva , que visava somente demonstrar incompetência de Jesus na analise a um jogador , tentaram de tudo para elevar Bernardo a melhor jogador no Euro , e quando viram William bem , imagino que a RTP e outros estejam de luto por causa disto. Bernardo passou quase a bola de ouro , por ter sido desprezado por Jesus , ignoraram todos que nem sabia cabia no esquema de jogo do Benfica , nem tirava lugar aos titulares e que sem Bernardo , Jesus foi bi-campeão.

Outro exemplo , foi na RTP I , no dia da bomba de Jesus , abre um jornal com a noticia "Rui Vitória próximo do Benfica". Há mais ridículo que isto ?

Não sei se notaram mas há 3 ou 4 anos , que o Sporting é o 3º clube a ser apresentado nos programas de desporto , sendo que chega por vezes a ter um curto espaço nesses programas antes do fim , isto visa a manipulação e a diminuição do nosso nome.

Para a conclusão temos na lógica oposicionista , um incomodo com a aproximação clara do record ao Sporting. Devo dizer que até acho pouco , sendo que para mim jornalistas como o Nuno Farinha e o Jorge Barbosa ( que escreveu "Os 2 grandes e o Sporting" , sendo um dos jornalistas orientados para denegrir BdC) já deveriam ter sido afastados ou pelo menos sentido o peso da censura em algum dos seus artigos.
Sentem incómodo porque acham que o Record não será um instrumento do SCP mas sim um veículo de comunicação e máquina de propaganda de Bruno de Carvalho , logo o record é apontado como inimigo.

É aqui que está a diferença , estão a apontar algo de bom para o SCP como mau apenas pelo "interesse" , é a separação que não teem feito nos últimos dias que me leva a apelida-los de não sportinguistas , pois perderam completamente o sentido coletivo do SCP por uma obcessão sem limites com Bruno de Carvalho. Tendo o FCP e SLB , jornais como o ojogo e abola respetivamente na mão , o SCP ao não ter ninguém estava "com uma faca num tiroteio" e nenhum sportinguista pode estar contente com isto , o meu desejo é que o record seja tão "de clube" como eles são.
Sem imagem de perfil

De OCR a 11.07.2015 às 13:19


É tendencioso e caricato afirmar que a CS ataca o Sporting por causa do BdC! E dantes, desde há 30 ou 40 anos que sempre tem atacado o Sporting, será por causa de quem?!

Quando se vive de forma condicionada por certos discursos, cai-se no fanatismo e chega-se ao desplante de defender estas e outras coisas, como excomungar os sportinguistas que não apoiam do BdC.

Se o ridículo matasse este, já estaria morto há muito!


Sem imagem de perfil

De m1950 a 11.07.2015 às 13:30

" afirmar que a CS ataca o Sporting por causa do BdC! E dantes, desde há 30 ou 40 anos que sempre tem atacado o Sporting, será por causa de quem?!"

Se essa foi a interpretação do que eu escrevi , das duas uma , ou eu não me exprimi bem , ou quis interpretar assim.

Sendo assim nada posso fazer. Qualquer 1 que alinhe em linhas de comunicação rivais e anti-Sporting para atacar BdC , para mim não é sportinguista. Há várias formas de fazer oposição , surfar na onda dos adversários para atacar BdC não é digno de um sportinguista.

Depois na questão do ridículo , não me quero alongar , muito menos trocar piropos consigo.
Sem imagem de perfil

De OCR a 11.07.2015 às 13:48


" Qualquer 1 que alinhe em linhas de comunicação rivais e anti-Sporting para atacar BdC , para mim não é sportinguista."
Mas o que é que fez durante meses e meses, contra as direcções anteriores?! Defendeu-os quando achava que alguma coisa ia mal?

Um dos apóstolos do Deus, vem aqui pregar num sitio que considera inimigo e tem que se dizer com ele AMÉN! Senão, entra-se na lista que certamente está a elaborar dos futuros excomungados, que irá apresentar ao seu chefe religioso para a sua execução! Supõe-se que uma inquisição será em breve implantada no Sporting!

Já nem se esconde! Para ele BdC e Sporting são a mesma coisa! E se este gajo fosse viver para a Coreia do Norte?

Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.07.2015 às 14:54

m1950
Bruno de Carvalho não teve durante muito tempo a estratégia adequada para com a CS, considerando que seria à morteirada que atrairia jornais e jornalistas para a sua órbita. Ora, isso nunca acontece, principalmente quando há reservas relativamente à bondade e eficácia de uma determinada orientação de governo do Sporting.

Só com a contratação da WL Partners e a chegada de João Morgado é que houve uma estratégia de sedução da imprensa que começa a dar os seus frutos. Até aí, com Quintela ou com a YoungNetwork Group, a comunicação do clube estava a entregue a fanáticos de BdC. Não poderia dar bom resultado!

Como sabe o Paulo Andrade tem uma longa história no Sporting. Desempenhou funções de grande responsabilidade, nomeadamente na SAD, mas nunca foi a "voz do dono" de ninguém. Criticou a gestão presidentes, como se verificou com Soares Franco, como poucos o fizeram. Não imagino por que razão andaria a toque de caixa de BdC a quem PAndrade não reconhece competências significativas.

Sem imagem de perfil

De m1950 a 11.07.2015 às 15:18

O Zargo sabe as críticas que já deixei a comunicação do Presidente e à postura Presidencial.

É verdade que a comunicação tem sido pecha desta direção , e Bruno de Carvalho cometeu muitos erros , mas as coisas vão-se compondo:

Repare no meu texto além das críticas fiz propostas que parece que a direção vai seguir esse caminho , e passo a citar:

"Parece-me nítido que o Presidente deve afastar-se do banco e ser mais distante do balneário, por vários motivos: primeiro, sei que a defesa desta situação passa muito pela estadia de Pinto da Costa no banco, na Era de José Maria Pedroto, mas as pessoas esquecem-se que não existiam várias câmaras, como hoje existem, e não havia o constante foco na cara e na reacção de Pinto da Costa, como hoje existe para Bruno de Carvalho"

A outra,

"O segredo não passará por ficar "mudo" mas sim em ser mais pontual nas suas intervenções (como, diga-se, tem feito ultimamente) e evitar algumas situações desnecessárias que lhe criaram (ou aumentaram) este problema, como a tentativa de humilhação aos três directores/subdirectores dos jornais desportivos e, antes ,tentar reunir os Sportinguistas com voz na praça pública, de modo a entenderem que o Sporting Clube de Portugal deve falar a uma só voz, coordenadamente como acontece nos outros Clubes pois, se os outros estão coordenados e nós não, então estamos de "chinelo" numa festa de Gala e acabaremos por ser os alvos do "gozo", mesmo que esteja alguém com as vestes ao contrário."

http://www.record.xl.pt/Futebol/Nacional/1a_liga/Sporting/interior.aspx?content_id=956316

Começa a haver trabalho a este nível que considero essencial na vida do clube.

Em relação a Paulo Andrade , reconheço-lhe um grande sportinguismo e perfil para ser Presidente do SCP , nunca notei nele qualquer desconfiança em relação a BdC quanto mais o não reconhecimento da competência de BdC a quem ele tanto elogia. O que eu disse foi que ele pretende manter-se na linha , tanto pode cair ali como acolá , acredito que acalenta esperanças em ser Presidente , e na minha visão seria uma excelente alternativa , pois falamos de um homem muito inteligente , mas para já , o BdC está a fazer um excelente trabalho , mas é sempre importante haver alternativas com credibilidade.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.07.2015 às 15:32

m1950
Pessoalmente estou convencido que há duas candidaturas a preparar o terreno para o pós Bruno de Carvalho já em 2017: Rogério Alves e Paulo Andrade.
Há mais, todos o sabemos, mas RAlves e PAndrade estão alguns passos à frente de outros que também se posicionam.
Sem imagem de perfil

De juliuscoelho a 11.07.2015 às 19:08

Enquanto os resultados de BdC forem positivos Rogério Alves não avançará.
Mas é uma figura interessante , do meu agrado mas .....para mais tarde.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.07.2015 às 20:27

Julius
Mas, o Rogério Alves está com pressa... o Bruno de Carvalho que se cuide porque RA é muito próximo de Ricciardi e Sobrinho!
Sem imagem de perfil

De juliuscoelho a 11.07.2015 às 22:29

Parece-me uma personagem íntegra e que gosta na verdade do clube , se os resultados desportivos/financeiros que BdC apresentar como positivos não irá certamente avançar tenho essa convicção.
Mas é sempre positivo ter alguem como Rogerio Alves que possa vir a dar no futuro uma continuidade aos sucessos do clube.
Bruno de Carvalho é jovem , aprende depressa com os erros e é inteligente , dedica-se a 100% para que o Clube recupere o sucesso desportivo e se o lograr estará por lá por muitos anos, nao se iludam.
Sem imagem de perfil

De m1950 a 11.07.2015 às 13:05

Teve de ser um ferrenho lampião , o David Borges a dizer as coisas como são , a RTP Desporto e ojogo , aliás toda a media da controlinveste à excepção porventura do DN e JN tinham um plano de comunicação para abater Bruno de Carvalho , e foram estes que fizeram as costas quentes ao Marco Silva que com uma comunicação dissidente quase conseguiu os seus objetivos. Qualquer pessoa inteligente e honesta tinha a perceção do que se estava a passar sem qualquer dificuldade.

"Tenho para mim que Marco Silva ao longo destes últimos meses foi acentuando de forma subtil o conflito com o Presidente Bruno de Carvalho com um braço de ferro mesmo, para mim isso era bastante evidente pelo menos aos meus olhos na forma como em omissão se ia afastando da organização e do Presidente, e eu considero isso uma falta de respeito.

Não conheço evidentemente os detalhes de um longo processo de faltas de respeito de acordo com o Presidente do Sporting, mas penso que Marco Silva não agiu bem ao longo deste período porque das duas uma, ou a situação estava suficientemente apodrecida para ele avançar corajosamente para a ruptura, o que deveria ter feito denunciado as situações constrangedoras do seu trabalho, e isso não o fez. Mas por outro lado também nunca em algum momento referiu que existia uma relação entre ele e o Presidente de forma a defender os interesses do Sporting.

Penso que não se portou bem Marco Silva, o que de alguma forma justifica esta ruptura porque é um empregado que entrou em ruptura com o Patrão e mesmo no momento que teve clara consciência que estava em ruptura deveria ter saído do Sporting. Penso que era o gesto que Marco deveria ter tido em vez de procurar jogar com as emoções dos adeptos do Sporting, procurando atrai-los para um braço de ferro com o Presidente Bruno de Carvalho.

Por David Borges (SIC Noticias)"
Sem imagem de perfil

De OCR a 11.07.2015 às 13:27


Agora até se dá crédito aos lampiões que tratam de arranjar problemas no Sporting, porque isso lhes arranja! Ao que eles chegaram!

Eu já ouvi esse jornalista a dizer o contrário! Falam conforme as conveniências, esperando sempre que quem os ouve, já não se lembre do que disseram antes.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 11.07.2015 às 13:27

m1950,

Já o avisei diversas vezes no passado e este é o último aviso do género. Deseja comentar, é livre de o fazer, mas não vai usar este espaço para publicar posts na caixa de comentários.

A partir de agora, qualquer comentário seu tipo post " será editado, sem discussão.

E escusa de vir com a sua usual presunçosa oratória.
Sem imagem de perfil

De OCR a 11.07.2015 às 13:08


Eu também comecei a comprar jornais muito novo. Ainda na escola primária, quando ia ao mercado, cravava 80 centavos à minha mãe e comprava o JN. Depois mais tarde, logo que comecei a trabalhar com a idade de 12 anos, pedia-lhe 1$oo e comprava à terça-feira o Record, sendo na altura o seu director o saudoso Artur Agostinho.

Mais tarde comecei a ler e também a comprar a Bola. Nessa altura era lá jornalista o Victor Santos, tio do Rui Santos, que era alguém com uma capacidade de análise extraordinária sobre o futebol e o ciclismo. O sobrinho está a quilómetros de distância do tio.

Recordo-me ainda, das suas grandes crónicas como enviado-especial do Campeonato de Mundo disputado no Chile em 1962. Ouvi dizer na altura por gente conhecedora, que eram autenticas obras de literatura!

Velhos tempos, quando ainda começava a ser implantado em Portugal o futebol profissional e o SISTEMA VERMELHO começava a dar os seus primeiros passos.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.07.2015 às 15:04

OCR

Recordo-me do Record dirigido por pelo saudoso Artur Agostinho, mas de facto A Bola é que era o jornal desportivo de referência. Recordar para além de Vítor Santos, Carlos Pinhão, Alfredo Farinha, Francisco Zambujal e tantos outros ajuda a compreender a impressão A Bola provocou que em muitos portugueses, onde se escreviam verdadeiras obras de literatura como refere.

Sabia-se que eram benfiquistas quase todos, mas como jornalistas tinham uma qualidade invulgar.
Sem imagem de perfil

De Zé P. a 11.07.2015 às 14:15

"O artigo de Mário Carneiro, da WL Partners e director de comunicação do Sporting, publicado ontem no jornal reflecte a actual linha editorial."

Caro Zargo, tenho apenas uma pergunta para si: há um par de semanas, quando o mesmíssimo Jornal Record publicou um artigo de página inteira (tal como este) de João Gabriel (director de comunicação do SL Benfica), tal significa o quê em relação à linha editorial?
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.07.2015 às 14:57

Caro Zé P.

Aconselho-o a não confundir a árvore com a floresta. O Record tem uma nova linha editorial, mas obviamente que não se pretende confundir com o jornal Sporting. Seria o seu fim.
Sem imagem de perfil

De Zé P. a 11.07.2015 às 15:12

Caro Zargo,

Aconselho-o a não confundir a árvore com a floresta. O Record NÃO tem uma nova linha editorial; simplesmente voltou àquilo que era e que nos foi habituando ao longo dos anos. Ou seja, não sendo um jornal necessariamente pró-Sporting (muito menos quando comparado com a lampionice do A Bola ou o tripeirismo do O JOGO), foi-se tornando mais próximo do Sporting. Acontece que teve um (curto) interregno, na vigência de João Querido Manha e António Tadeia, que rapidamente foram corridos, pois não entenderam a matriz do jornal, tentaram torná-lo num A Bola v. 2.0 e, obviamente, falharam, como não podia deixar de ser.

Há muitos e muitos anos que o Jornal Record é o mais comprado e o mais lido entre Sportinguistas. Quem achar que não, como o Querido manhoso, perde a maior fatia da sua tiragem - como aconteceu.

Estranho essa colagem que tentam fazer, até através de teorias semi-conspiracionistas. Ou se calhar nem estranho, que este blog é muito sui generis nesse aspecto...
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.07.2015 às 15:22

Zé P.
Estamos de acordo relativamente à nova linha editorial do Record. No fundo, o facto de haver um "novo" Record é o assunto do post. Concordo que, em tempos, houve um jornal mais próximo do clube do que se verificou, nomeadamente, com JQManha.
Sendo assim não percebo as considerações finais singularmente ambíguas em relação ao Camarote Leonino que é um blogue de sportinguistas para sportinguistas que apenas comete o grave pecado de não ir ao beija-mão de Sua Excelência!
Sem imagem de perfil

De Zé P. a 11.07.2015 às 15:51

Não é pecado nenhum, pelo contrário. Mas do "não ir ao beija-mão" ao ir de 7 pedras na mão, há todo um intervalo. Que o Camarote não usa nem quer usar. Aqui faz-se extremismo, com a diferença de ser oposicionista. Tão só.

Mas força, vou tentar manter-me actualizado com os 15 posts de bota-abaixismo a cada 10. :)
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.07.2015 às 16:12

Zé P.
Bruno de Carvalho bombardeia com napalm tudo o que mexe, ameaça todos com a sua “voz grossa”, reuniu um exército de fanáticos que imagina inimigos em cada esquina. No fundo, sabem, ao contrário do que proclamam, que BdC não é abrangente, nem integrador, ao contrário do que afirmam.
É uma grande ironia verificar que um apoiante de BdC como o Zé P vem agora com uma conversa de sete pedras na mão como se tivesse acabado cair neste mundo!
Sem imagem de perfil

De Zé P. a 11.07.2015 às 16:48

"É uma grande ironia verificar que um apoiante de BdC como o Zé P (...)".

Outra vez com a telepatia? O Zargo deveria ser mesmo um case-study de psiquitaria, está vários passos à frente das capacidades meramente humanas. Deixe lá de etiquetar outrem só porque não comunga da sua déspota opinião, se faz favor. Pode ser?
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.07.2015 às 16:58

Zé P.
Está a querer puxar a conversa para a brincadeira. Não me apetece ir por esse caminho que acaba sempre mal.
Sem imagem de perfil

De Zé P. a 11.07.2015 às 17:08

Quem aparenta "brincar" é o Zargo, que já apanhou o mau vício dos seus colegas, de chamar aos outros "seguidores do Bruno" pelo simples facto de não concordarem com eles. Mas olhe, brinque o quanto queira, você e os seus colegas, às casinhas se quiser. É lá convosco e eu não tenho - nem quero ter - nada a ver com isso...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 11.07.2015 às 17:13

Meu caro,

A título de curiosidade, qual o porquê da sua mais do que evidente agressividade que sublinha tudo o que comenta ?

E isto já não é de agora.
Sem imagem de perfil

De Zé P. a 11.07.2015 às 17:28

Agressividade? Não, sou directo, não ando com subterfúgios como você e os seus colegas, que chamam de tudo aos vossos leitores sem que a grande maioria deles o perceba. Mas enfim, olhe, se quiser que eu não comente, eu não comento. Mande-me embora...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 11.07.2015 às 18:41

Pela sua óptica, a grande maioria dos outros leitores não nos compreendem, só podendo ser ignorantes, portanto.

Tudo bem... estou esclarecido. É que eu cheguei a admitir a hipótese que o caro pensava que nos impressionava, ou até intimidava, com essa agressividade.

Leva tudo tão a sério na sua vida ?... É que isto, ao fim e ao cabo, não passa de um passatempo.
Sem imagem de perfil

De Zé P. a 11.07.2015 às 18:51

Um passatempo? Ia jurar que tinha lido o Rui dizer que "já considerei sair do meu emprego para me dedicar a 100% ao blog, mas AINDA não me foi possível". Isto soa a tudo menos a um passatempo.

Se os outros leitores são ignorantes? Não sei, por uma pessoa não se aperceber de algo, não passa imediatamente a ser ignorante. E muito menos por vontade do Rui.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 11.07.2015 às 18:58

Deve estar a brincar, decerto !!! Acreditou nessa minha ironia ?... Para que saiba, não sou empregado de ninguém.

"E muito menos por vontade do Rui" !!!... Isso já ultrapassa agressividade, é pura má fé.

Passe bem.
Sem imagem de perfil

De Zé P. a 11.07.2015 às 19:03

"Acreditou nessa minha ironia ?"

Disfarce agora, mas olhe que já não vai a tempo. Nem sequer há tempo, porque agora é tempo de preparar listas e oferecer tachinhos às pessoas, porque dois anos é pouco tempo e há muita listagem para fazer.

Passe bem, Rui. Não se esqueça de mandar um abraço ao seu amigo dos Santos! E, se quiser, mande outro ao de Figueiredo. :)
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 11.07.2015 às 19:15

Não diga absurdidades. Deve evitar de olhar para o espelho e julgar os outros pela sua pessoa !!!

Nunca precisei do Sporting para nada, em contrário. Tenho 63 anos de idade, há 30 anos que estou activo por conta própria em diversas partes do Mundo , hoje em dia, até passo pouco tempo em Portugal, e agora que estou perto de me retirar ando à procura de um "tacho" ???

Não é só ridículo, é pura estupidez !!!
Sem imagem de perfil

De juliuscoelho a 11.07.2015 às 19:10

estou de acordo
Sem imagem de perfil

De juliuscoelho a 11.07.2015 às 19:32

Não gosto de repetir os textos mas agora faço-o para explicar o que concordo:

"Ou seja, não sendo um jornal necessariamente pró-Sporting (muito menos quando comparado com a lampionice do A Bola ou o tripeirismo do O JOGO), foi-se tornando mais próximo do Sporting. Acontece que teve um (curto) interregno, na vigência de João Querido Manha e António Tadeia, que rapidamente foram corridos, pois não entenderam a matriz do jornal, tentaram torná-lo num A Bola v. 2.0 e, obviamente, falharam, como não podia deixar de ser."
Sem imagem de perfil

De juliuscoelho a 11.07.2015 às 14:48

Convenhamos que tudo voltou á normalidade, nao vejo grandes diferenças no sentido das notícias nos utimos 40 anos.
Quando comento que tudo voltou á normalidade porque na era do João Querido Manha a coisa ficou de facto mais negra (vermelha) para o Sporting, nesse tempo tirando o jornal do clube o Sporting era uma ilha ,cercado em todas as linhas.
Sempre e em geral existiu um desiquilíbrio de forças na comunicação social que visam prejudicar ou de certa forma sabotar o Sporting. Já estamos habituados.
Quase sempre tivemos no Record um aliado , ou pelo menos um jornal que se abstia dos ataques por vezes sem tréguas que muita CS sempre nos fez.
Mas tambem é verdade que o Sporting durante anos a fio se pôs a geito para que seja assim ,para essa sina.
As notícias vendem-se mais com as desgraças , com as confusões e quase sempre temos vivido dessa forma por culpa própria e assim até deu geito a quem trabalha melhor que nós os" bastidores".
É precisamete por isso que sempre se disse que 1 título do Sporting vale 4 ou 5 do Benfica ou Porto.
Por mim nao me choca porque quando ganhamos até fica mais saboroso vêr tanta azia por toda essa comunicação social em todo o País.

Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.07.2015 às 15:10

julius

Não se caçam moscas com vinagre. Apenas com a contratação da WL Partners e de João Morgado como director de comunicação é que o Sporting passou a ter uma estratégia de influenciar a imprensa e de colocar as suas "pedras" em locais de influência.
Não vale a pena recordar agora a conversa frequente de sportinguistas sobre os jornais. O próprio clube chegou a publicar um comunicado a incentivar os adeptos a limitarem-se às plataformas informativas do Sporting como se isso fosse possível no século XXI.
Sem imagem de perfil

De juliuscoelho a 11.07.2015 às 15:19

Como escrevi nao me choca nada, porue quando ganharmos, mais saboroso será.

As grandes transformações só acontecem com as vitórias , com títulos , com ganhar muitas vezes e é precisamente isso que nao tem acontecido com o Sporting faz anos.
Se queremos invertar a situação temos que primeiro resolver as questões a nosso favor no campo com os adversários.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.07.2015 às 15:25

julius
Cada um vive os sucessos do Sporting como entende. No meu caso, não me apercebo da azia dos outros pois estou demasiado ocupado com o prazer que as vitórias do nosso clube me proporcionam que não tenho tempo nem vontade para me ocupar de lampiões ou andrades.
Sem imagem de perfil

De m1950 a 11.07.2015 às 15:23

Epa nem acredito que li este comentário , isto é tudo o que penso , mas sem tirar nem por , incrível.

Parabéns JuliusCoelho ,

"Sempre e em geral existiu um desiquilíbrio de forças na comunicação social que visam prejudicar ou de certa forma sabotar o Sporting. Já estamos habituados.
Quase sempre tivemos no Record um aliado , ou pelo menos um jornal que se abstia dos ataques por vezes sem tréguas que muita CS sempre nos fez.
Mas tambem é verdade que o Sporting durante anos a fio se pôs a geito para que seja assim ,para essa sina.
As notícias vendem-se mais com as desgraças , com as confusões e quase sempre temos vivido dessa forma por culpa própria e assim até deu geito a quem trabalha melhor que nós os" bastidores".
É precisamete por isso que sempre se disse que 1 título do Sporting vale 4 ou 5 do Benfica ou Porto."

100%
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.07.2015 às 15:28

m1950
O problema central está em nós, na nossa força e inteligência e na nossa estratégia. Se nos centrarmos nos nossos adversários não vamos a lado nenhum.
Sem imagem de perfil

De m1950 a 11.07.2015 às 15:36

Ora temos aqui uma discordância total.

Então não é nítido que existe um plano para acabar com o SCP enquanto clube grande ?

É porque eu na minha oratória parto sempre desta premissa , e se outros sportinguistas não o compreendem, então estão a brincar com a harpa de Nero.

Não só temos o Jorge Mendes a assumir a sua posição , como em 2018 FCP e SLB pretendem causar danos irreparáveis à grandeza do SCP com a centralização dos direitos televisivos .

Você conhece comunicação , há 3 ou 4 anos , que se quer comparar o Sporting ao Braga , e dizer-se que o FCP e o SLB são os eternos rivais , "os 2 grandes de Portugal" , isto tem sido repetido , é um truque de comunicação , que vai ter consequências a prazo para o Sporting.

Mas porque é que as épocas de investimento do Benfica coincidem com desinvestimentos do FC Porto , e vice versa nos últimos anos ? Mas pensam que as pessoas parvas.


Sinceramente eu acho que falta noção de perigo aos sportinguistas , por isso alguns ficam a brincar ao "Bruno ali e Bruno acolá" , e para lhes tirar a "harpa" da mão uma pessoa acaba por se envolver na brincadeira , mesmo não sendo a sua primeira intenção.

O joguette de poder está na cabeça dos que criticam , eu estou-me a marimbar para o Bruno de Carvalho , quero é que o meu clube escape desta ofensiva , e tenho a sensação que há sportinguistas que estão a brincar.

Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.07.2015 às 15:57

m1950
Evidentemente que não se podem separar os factores exógenos da realidade do nosso clube. No entanto, penso que o Sporting é o que é e está onde está por razões específicas que decorrem da incapacidade de superar males e limitações que há muitas décadas perduram. São razões endógenas, portanto.

Alianças sempre houve e haverá. Não é de agora. O mesmo com conspirações e tentativas de menorizar o clube de José Alvalade e Francisco Stromp. Se o Sporting for grande e forte alteram-se as práticas e as regras do jogo. No futebol nada é eterno.

Enquanto nos focarmos nos outros perdemos capacidade e disponibilidade para nos superarmos!
Sem imagem de perfil

De PedroC a 11.07.2015 às 16:20

Sobre o Sporting, há uma expressão já muito antiga dita pelos romanos, que se aplica a nós na perfeição:

«Há, na parte mais ocidental da Ibéria, um povo muito estranho: não se governa nem se deixa governar!»

Há muitos teóricos no Sporting. Muitos notáveis da tanga. Muita gente a querer aparecer, e a opinar à medida dos seus interesses. Quando assim é, não há instituição que aguente. Enquanto os outros se entretêm a ganhar títulos, nos entretemos-nos com chinesices, com a forma como A B ou C falam, ou com quem é ou não é digno de ser do Sporting. Só que uma instituição alimenta-se de titulos desportivos, e não dos títulos no nome dos seus associados.

Esta é a maior arma de quem quer fazer mal ao Sporting. E esta é a principal razão, porque ganhámos o pouco que ganhámos nestes últimos anos.

É tão facil fazer mal ao Sporting. Temos tanta gente poderosa e influente, que se diz do Sporting, e somos sempre nós a ser comidos de cebolada no final do dia.

Basta ver toda esta situação do Jorge Jesus, e a pouca vergonha que se passou. Foi o país que parou, foram jornalistas que opinaram, foram políticos que opinaram, até ministros meteram o bedelho. Foi gente atrás de gente, que denegriu o bom nome do Sporting, com a ajuda de muitos sportinguistas que embarcaram na mesma onda, mais uma vez só para aparecerem, e terem o seu minuto de fama para poderem dizer que são importantes.

Agora vejo o Porto a contratar jogadores a 20milhoes de euros, a oferecer ordenados limpos de 3.5milhoes de euros ao ano, e não oiço ninguém a questionar de onde vem a merda do dinheiro que eles usam. Tá tudo calmo, eles são os maiores, é só jogadas extraordinárias de grandes gestores, mesmo que eles estejam a ser investigados pela PJ.

Enquanto isto aconteçe nós mais uma vez andamos as turras uns com os outros. Há demasiada gente que se diz do Sporting, a pensar que é mais importante do que aquilo que é, a pensar que sabe mais do que aquilo que sabe, e a pensar principalmente mais neles próprios do que no Sporting.

Ainda bem que temos um jornal mais alinhado connosco. Ainda bem que temos um meio onde nos possamos defender da merda que dizem sobre nós todos os dias, em praticamente todo o lado onde se mostrem noticias. Não precisam de escrever mentiras para nos defenderem. Basta só escreverem as verdades como são, de forma igual para todos, e tenho a certeza que já vai ser uma boa ajuda para defender o Sporting Clube de Portugal, já que a maioria das pessoas que falam dele em publico só o prejudicam.

Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.07.2015 às 16:31

PedroC
Aos que hoje aceitam tudo como verdade absoluta proponho que não se esqueçam que esse sebastianismo cego e surdo foi o que nos levou ao estado a que estamos hoje. Andar a galopar no passado é pouco para resolver os problemas do presente.

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.07.2015 às 18:10

Amigo Zargo, a maior parte do adepto comum não aceita nada como verdade absoluta. Quer é ver o Sporting a ganhar, ou pelo menos a tentar. E a pessoa que estiver a frente do leme, será julgada por isso mesmo.

Deixemos a "politica para os politicos", e o Sporting tem muitos "politicos" para lá. Por isso é que esteve quase a falir.

Existem os que têm interesse em defender cegamente uma pessoa, porque se calhar tiram beneficio pessoal da sua actual permanência em dado posto, como os que criticam cegamente desde inicio essa pessoa, porque se calhar prejudicou, prejudica, ou pode vir a prejudicar os seus interesses pessoais. A meio disto tudo, andam os parasitas, os notaveis da merda, que usam o nome da instituição para poderem apareçer, como os barrosos, os sampaios, os rogerios alves, os dias ferreiras, os carlos barbosas, ou os oliveira e costas, e essa tralha toda que são chamados para "comentar o Sporting", e só dizem é merda. Cada um com as suas teorias, cada um de sua facção.

O passado é uma coisa do caraças não é? Enquanto eu tiver memoria do que ele foi, e enquanto não vir o presente tão mau, vou-me sempre lembrar dele, nem que seja para evitar que o meu voto vá parar um dia ás hienas e aos abutres, cuja acção ajudou a pôr o meu clube na situação em que está hoje em dia, como para não voltar a ficar parado e apático, se algum dia voltar a ver prejuizos atras de prejuizos, e 7ºs lugares, seja lá quem for o Presidente.

Sem imagem de perfil

De PedroC a 11.07.2015 às 18:11

Peço desculpa pelo lapso, não me identifiquei como autor.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.07.2015 às 18:31

Amigo PedroC
Compreendo e aceito muito do que afirma. Todos desejamos que o Sporting ganhe, ou pelo menos que lute pela vitória e que esteja sempre perto de ser campeão. Um Sporting que nos orgulhe e galvanize. Todos desejamos caminhar para Alvalade com um olhar de orgulho e ambição.

Outra coisa é aquilo que desejamos que o nosso clube seja e a imagem que transmite enquanto instituição. Aí surgem frequentes discordâncias. Pessoalmente encaro essas discordâncias de forma optimista, pois considero que a vitalidade do clube passa pelo confronto de ideias proporcionando a permanente possibilidade de renovação e transformação.

Quem está no poder em determinado momentos tem de possuir um projecto de acordo com a realidade e identidade do clube, ser exequível e possuir meios para o concretizar. E nervos de aço, obviamente, porque o Sporting é um clube onde qualquer direcção é contestada por parte dos associados. Aliás, foi essa característica do nosso clube que conduziu à queda de Godinho Lopes e à eleição de Bruno de Carvalho.
Sem imagem de perfil

De juliuscoelho a 11.07.2015 às 19:03

É precisamente por isso que já dei a minha opinião acerca das éticas no futebol que tanto falam mas só quando convêm , o futebol vive um outro mundo especial paralelo ao mundo nomal com regras bem distintas entre ambos.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.07.2015 às 20:33

julius
O mundo do futebol tem naturalmente regras próprias que têm de ser respeitadas por todos os intervenientes. E há uma ética cujos princípios todos conhecem.
Com o tempo o futebol tornou-se um negócio altamente lucrativo o que condicionou a actividade de muitos, desde dirigentes a empresários, passando pelos futebolistas, treinadores e tantos outros que de forma directa ou indirecta participam no "espectáculo".
Sem imagem de perfil

De juliuscoelho a 11.07.2015 às 22:09

É desse mesmo "espectáculo" de que se trata que tanto tenho me esforçado para explicar.
Grande parte recebe mais que suficiente para aceitar essas regras próprias , a mim não me dão pena nenhuma, nós adeptos somos "usados" nesse circo e muitos deixam-se levar por ilusões de éticas que não existem. Querem lá eles saber disso quando se trata dos negócios de seu interesse.
Deixam-nos a nós a gladiar com ás "éticas". E os ingénuos e os que se fazem passar (por conveniencia ) dão lições de moral e de integridade, espectáculo!!!
Sem imagem de perfil

De Leão Justo a 11.07.2015 às 16:37

A título de informação e em abono da verdade sem procuração de A. Sobrinho, ou da família Madaleno, tenho a dizer lhes que neste momento eles não possuem directa ou indirectamente qualquer posição na Cofina, que foi de 20 e tal por cento mas que venderam há mais de um ano
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.07.2015 às 16:54

Leão Justo
Corresponde à realidade o que afirma, mas apenas parcialmente.
De facto, a Newshold de Álvaro Sobrinho vendeu parte (e não a totalidade) do capital social da Cofina, sendo agora representada pela Pineview que é detida por cinco membros da família Madaleno, entre eles Álvaro Sobrinho.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo