Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




img_192x192$2019_09_07_00_18_48_1598529.jpgO que se passou em Braga, no jogo com o FC Porto para a Taça de Portugal, espelha os dois maiores problemas do futebol português:a cama de pregos onde se deita o sector da arbitragem e a cultura de medo que de algum modo tomou conta não apenas das instituições que deviam regular o normal funcionamento da bola indígena mas também do país.

Em relação a tudo o que se está a passar no futebol em Portugal, que não é novo, diga-se de passagem, porque a discussão em torno das arbitragens e o ruído provocado por elas dura há décadas, é preciso introduzir o novo contexto da pandemia, a partir da qual as receitas decresceram e as sociedades anónimas ficaram mais dependentes do dinheiro que resulta da entrada e desempenho na Champions e também dos direitos televisivos.

É fácil de compreender que, fechada a torneira rica da Champions, a água dos depósitos escasseia e pode ser insuficiente para dar de beber e regar tantos jardins.

Acresce que, esta época, apareceu o Sporting a reivindicar e a querer beber da mesma água e, portanto, num contexto de maior competitividade (quatro equipas para dois lugares) e de maior aperto financeiro, no caso especial do FC Porto com o reembolso do empréstimo obrigacionista a ter de se cumprir no próximo mês de Junho, depois do adiamento de um ano.

Há todo um ambiente de pressão em redor dos protagonistas do futebol e, como sempre acontece nestas alturas, é preciso desviar atenções e arranjar (novos e velhos) bodes expiatórios. É um clássico, para o qual só existe uma vítima: todo o edifício do Futebol.

As instituições de utilidade pública, por maioria de razão, sejam elas do Norte ou do Sul, têm responsabilidades acrescidas. É neste particular que o Estado tem de agir e não para rectificar a contabilidade dos penáltis!…

… Ou o País cala-se porque tem medo que Pinto da Costa lhe mande bater?!…

Excerto da crónica de Rui Santos em SIC Notícias (disponível aqui)

publicado às 13:45

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


7 comentários

Imagem de perfil

De Greenlight a 15.02.2021 às 14:52

O que Rui Santos diz, num texto, com um bom título mas com desenvolvimento algo embrulhado, é correcto. As Autoridades Nacionais deveriam intervir, não para rectificar a contabilidade dos penalties, correcção, diga-se de passagem, que teria como resultado a diminuição dos penalties a favor do FCP, mas para corrigir e punir comportamentos de incentivo à violência e de ameaças aos árbitros e afins. A comunicação às TVs, de Pinto da Costa, em Braga é digna do nome que Varandas lhe chamou. Todos e até os adeptos "desinteressados" do FCP sabem o que é que é Pinto da Costa e a sua "entourage" são. Agora, que a vitória no Campeonato parece mais distante e a torneira do dinheiro se prepara para se fechada, tocam as trombetas da desgraça pois para fazer mover o mundo de Pinto da Costa e Cia é preciso dinheiro. Como se costuma dizer, sem dinheiro não há palhaços.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 15.02.2021 às 16:18

O FC Porto tem tido problemas com o fair-play financeiro da UEFA e uma hipotética não participação na Europa agravará em muito o estado de coisas.

E, como diz Rui Santos, em Junho surge o pagamento do empréstimo obrigacionista, que até já foi adiado um ano.
Perfil Facebook

De Fúlvio Amaral a 15.02.2021 às 17:11

Se me permitem, eu discordo num ponto, são 3 as vagas para a champions e o segundo lugar dá entrada direta, por muito competitivo que esteja o Braga, não me parece especialmente com o atual Benfica que a entrada de dinheiro na próxima temporada esteja em perigo.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 15.02.2021 às 17:15

O terceiro classificado, para integrar a fase de grupos, que é o que dá os milhões desejados - terá de passar uma pré-eliminatória e um play-off. Não há, portanto, garantias absolutas.
Sem imagem de perfil

De De Perry a 15.02.2021 às 16:03

Será que quando Pinto da Costa se afastar da bola, acabam os problemas no futebol ? Ou ele terá um seguidor do seu trajecto ?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 15.02.2021 às 16:15

Essa é a grande dúvida, muito embora seja a minha opinião que será quase impossível para um seu sucessor seguir o mesmo caminho e a mesma política.
Sem imagem de perfil

De Santos a 16.02.2021 às 01:37

Como Benfiquista,
O que me custa imenso é verificar uma clara dualidade de critérios no comunicação social portuguesa.
Quando o Benfica apresentava R&C com resultado líquido positivo mas o passivo era 2 maior da Europa (ano 2015 com 390 milhões) não interessava se tinha resultado positivos o problema era o passivo.
No entando agora verificamos que Porto apresentou um resultado positivo no entanto o passivo chega aos 497 milhões não encontrei uma única análise com este facto.
Já em 2015 quando o Benfica tinha a 2 maior dívida da Europa apresentava capitais próprios positivos, isto é o activo é superior ao passivo.
No entanto no caso do Porto os capitais são negativos em 117milhões.
Todo o activo não chega para cobrir o passivo ficam a faltar 117 milhões.
No entanto só vemos análises de que está tudo bem financeiramente no Porto na comunicação social portuguesa.
Confesso que não consigo entender esta dualidade de tratamento.
Resta-me felicitar os Sportinguistas pelo excelente campeonato que estão a realizar.
Desejo mesmo que sejam sempre campeões quando não for possível ser o Benfica.
Cumprimentos.
Santos

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo