Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O Papa e o Cardeal - sem moral

Naçao Valente, em 15.05.19

 

images.jpg9e41da6d536d66bb432aac21688331ad.png

 

A nossa memória é muitas vezes demasiado curta e outras tantas demasiado selectiva. Isso explica que do passado, até de um passado muito recente, já não haja memória. Ou tem-na apenas do que lhe interessa, a dos títulos conquistados, seja como for.

 

O sr. Pinto da Costa é muito mau exemplo do apagão selectivo. Até terá alguma razão em relação aos erros de arbitragem que têm beneficiado, nesta recta final do campeonato, o Benfica. Tem seguramente, mas esquece que o seu clube também os tem tido. E se perder o campeonato, deve lamentar o facto da sua equipa ter adormecido na forma, quando não devia. Se assim não tivesse sido, seria campeão, por mais padres e rezas que houvesse.

 

Seja como for, o sr. Pinto da Costa é a última pessoa a ter o mínimo de moral para falar de padres e missas, quando se sabe que teceu uma ardilosa teia, com acólitos bem ordenados, para controlar o futebol em Portugal. E não fosse a nossa justiça o que é, forte com os fracos e fraca com os poderosos, não estaria ainda o sr. Pinto da Costa no lugar que ocupa. Assim continua com a sua verborreia irónica a fazer homilias para os seus fiéis.

 

No outro prato da balança, está o seu admirador/seguidor, que se limitou a doutrina do  mestre, com o desejo ardente de o ultrapassar. O sr. Luís Filipe Vieira não lhe fica atrás na ambição de dominar o mundo do futebol. Não fez uma teia porque dava muito nas vistas, e optou por criar labirintos no mundo subterrâneo. Os processos podem ser diferentes, mas os fins acabam por ser idênticos. Personalidades distintas mas iguais num aspecto: a falta de seriedade.

 

download.jpg

 

A falta de seriedade domina o mundo. E todos os que teimam em ser sérios são, como dizia alguém, "comidos de cebolada". Como a religião fez em tempos idos no mundo ocidental, e ainda faz em certas regiões, o segredo, mal guardado, está em fanatizar os fiéis, e controlar o sistema, para disso tirar proveito. 

 

Nos tempos que correm, o futebol assemelha-se, nos seus princípios, a uma nova religião. A fanatização dos adeptos, incutindo o ódio ao diferente e a submissão total aos dogmas, é prática corrente, e em escala menor ainda leva a guerras e mortes. 

 

Em análise final, temos dois grandes "cardeais" com o seu oculto cortejo de "padres". Um mais velho, mais matreiro e que perdeu um pouco o controle da nova "religião" e outro que lhe disputa o terreno, viajando arrojadamente pelos esgotos da esperteza saloia, para emergir no lugar certo na altura mais adequada. Estão bem um para o outro. Nenhum tem moral para exigir o mínimo de moralidade. Enquanto estas "igrejas" dominarem, o futebol português não será uma coisa séria.

 

publicado às 05:04

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


101 comentários

Sem imagem de perfil

De João Carvalho a 15.05.2019 às 22:06

Caro Nação Valente, eu até gostava de meter o bedelho no assunto do post, mas quais são os factos apontados no post? E não vejo factos, eu só vejo opiniões!!

Eu também sou de opinião que o Hitler era um bandido. Mas isso não é apontar factos! É apenas uma opinião!

Já agora, depois de ler centenas de comentários em vários posts neste blogue, ainda não percebi todo este ódio (de alguns), azia (de outros), revolta (de muitos) pelo facto do Benfica provavelmente ir ganhar o campeonato, quando isso não diz respeito ao Sporting, porque nunca esteve dentro da luta.
Porque foi prejudicado não pelo Benfica mas pelas falcatruas que os amigos do Norte praticaram durante todo o ano.
O Sporting e o Braga deviam estar nesta altura a lutar pelo 2º lugar com o Porto. Qual a razão da falta de indignação por esse FACTO????!!!
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 16.05.2019 às 00:31

Caro João Carvalho,

Não devia esperar num artigo de blog ver uma descrição dos factos que geraram as opiniões. Seria preciso escrever um livro. Tal como os factos comprovam as malfeitorias do Hitler, o Apito Dourado e o E-Toupeira ainda a decorrer, sustentam as minhas opiniões.
E só peguei no assunto porque esteve na ordem dos dias na comunicação social. Tentei fazer passar a ideia que o sr. Pinto da Costa não tem autoridade moral para considerar o comportamento do Benfica inadequado, quando tem no currículo o "livro do mestre" como ficou provado com factos registados. E vamos ver se os ilícitos apontados ao Benfica se comprovam.
Pouco me interessa quem ganha ou perde o campeonato, entre os referidos rivais, mas é curioso acusar-me de não referir factos, quando escreve que o Sporting foi prejudicado pelas falcatruas do amigo do Norte. Com que provas? O que se discute ultimamente são os erros de arbitragem a favor do amigo do Sul.

E até lhe digo que o Sporting perdeu o segundo lugar por culpa própria, perdendo pontos onde não devia perder. E o que desejo é que os ganhe sempre dentro do campo, sem ajudas mais ou menos subtis.
Sem imagem de perfil

De João Carvalho a 16.05.2019 às 11:32

Sò lhe digo isto quanto às provas que o Sporting perdeu o 2º lugar. Reveja os programas do seu colega associado do Sporting que afirmou com todas as letras na TV que o Porto tinha 12 pontos a mais do que o Benfica. A afirmação foi repetida ao longo de semanas com a ajuda de gráficos e videos.
No fim é só fazer as contas.

Quanto ao facto do Sporting ter perdido por culpas próprias, estou de acordo, apesar de ter beneficiado de 15 penalties, algo que é inédito na Europa e que, também de acordo com o seu amigo sportinguista, metade serem graças a favores arbitrais.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D




Cristiano Ronaldo