Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

ANKUHPYP.jpg

 

Estamos na contagem decrescente para o arranque do «derby» entre Benfica e Sporting e o jogo no Estádio da Luz já ‘aquece’ à espera do que vão fazer as formações orientadas por Jorge Jesus e Rui Vitória. Em jeito de antevisão do encontro entre ‘águias’ e ‘leões’ recordamos o percurso do Sporting até ao encontro da 16.ª jornada da Primeira Liga.

 

A equipa leonina chega ao duelo desta quarta-feira no segundo lugar, com os mesmos 39 pontos que o líder FC Porto, que esta jornada visita o Feirense, e com três pontos de vantagem sobre o Benfica, que ocupa a terceira posição. Na terceira temporada ao serviço do Sporting, Jorge Jesus procura chegar ao título que escapa aos ‘leões’ desde 2001/02. Em caso de triunfo na Luz, passam a ser seis os pontos de distância entre os rivais da Segunda Circular, mas em caso de derrota ou empate, poderá perder terreno para o FC Porto.

 

À entrada da 16.ª jornada, o Sporting ainda não perdeu qualquer jogo para o campeonato. De resto, entrou a todo o gás na Primeira Liga, somando seis triunfos consecutivos, três dos quais sem sofrer qualquer golo: Desportivo das Aves (2-0), Vitória de Setúbal (1-0), Vitória de Guimarães (5-0), Estoril (2-1), Feirense (3-2) e Tondela (2-0).

 

A equipa de Alvalade não podia desejar melhor início de época, mas à 7.ª jornada chegou a primeira ‘escorregadela’: empatou a uma bola no terreno do Moreirense. A formação de Jorge Jesus até chegou a estar em desvantagem, mas um autogolo de Aberhoun devolveu a igualdade aos visitantes. Ainda assim, apresentava o melhor registo desde 1994/95, época em que também começou o campeonato com seis triunfos e um empate.

 

Foi no final de Setembro que o ‘balão’ do Sporting começou a esvaziar um pouco nas últimas semanas, período em que averbou três jogos consecutivos sem vencer: além do empate em Moreira de Cónegos, ficou-se por um ‘nulo’ na recepção ao Marítimo, para a Taça da Liga, e perdeu em casa por 1-0, com o Barcelona, para a Liga dos Campeões.

 

r.jpg

 

Seguiu-se o nulo no clássico com o FC Porto, em Alvalade, jogo que ficou marcado por uma excelente exibição de Rui Patrício. O Sporting voltaria aos triunfos na jornada seguinte, ao golear o Chaves por 5-1, encontro que ficou marcado por outro regresso, o de Bas Dost aos golos. Após um triunfo suado no terreno do Rio Ave (1-0), os ‘leões’ voltariam a ceder novo empate (2-2) na recepção ao SC Braga, na 11.ª jornada.

 

A partir daí, o Sporting encarreirou quatro vitórias seguidas, da 12.ª à 15.ª jornada (frente a Paços de Ferreira, Belenenses, Boavista e Portimonense), chegando agora ao «derby» na Luz num bom momento e com a equipa já mais entrosada.

 

O Sporting falhou o apuramento para os oitavos de final da Liga dos Campeões, mas conseguiu deixar boas indicações frente a colossos como Barcelona e Juventus, e acabou mesmo por garantir a presença nos 16avos de final da Liga Europa – vai agora defrontar o Astana.

 

Para além das provas europeias, a equipa de Jorge Jesus continua ‘viva’ na Taça de Portugal – defronta o Cova da Piedade nos quartos de final - e vai disputar as meias-finais da Taça da Liga no final de Janeiro, frente ao FC Porto. Aliás, com o empate no Restelo, para a última ronda da prova, o Sporting vira o ano civil sem qualquer derrota nas provas nacionais, algo que não acontecia desde a época 1994/95.

 

A igualdade com o Belenenses, de resto quebrou ainda um jejum de seis épocas sem chegar às meias-finais da competição. A última vez tinha sido em 2011/12

 

No que toca ao registo de golos no campeonato, de referir que o Sporting conta com 32 remates certeiros, menos cinco que o Benfica, mas sofreu menos um golo que o rival, contabilizando um total de 9 golos sofridos.

 

imgS620I177815T20171217170132.jpg

 

Apesar de não tão letal como na temporada passada, Bas Dost continua com a pontaria afinada, somando 13 golos para o campeonato – só tem Jonas à sua frente no ranking de goleadores da Primeira Liga. O avançado holandês, recorde-se, apontou o golo do Sporting no último clássico na Luz (derrota por 2-1) e é um alvo a ‘abater’ por parte dos defesas ‘encarnados’.

 

Não obstante a segurança de Rui Patrício na baliza e a irreverência de Gelson Martins no ataque, o destaque vai para Bruno Fernandes. Contratado à Sampdória no último Verão, o médio português soma já sete golos e seis assistências, e é um dos talismãs de Jorge Jesus. É ele quem faz girar o jogo dos ‘leões’ e é nele que assenta grande parte da estratégia da equipa. Marcos Acuña também será um jogador a ter em conta por parte do Benfica.

 

De referir que este «derby» marca o reencontro de Fábio Coentrão com os ‘encarnados’, clube que representou durante o período de 2007 a 2011, com alguns empréstimos pelo meio, nomeadamente sob o comando de Jorge Jesus. Agora de leão ao peito, a chegada do defesa levantou dúvidas quanto ao seu estado físico mas até à selecção já regressou e, pese um ou outro percalço, tem jogado sempre.

 

Desde que iniciou a carreira de treinador, Jorge Jesus cruzou-se com o Benfica, equipa que orientou entre 2009 e 2015, em 22 ocasiões (no somatório de todas as provas), tendo vencido os ‘encarnados’ por seis vezes, três delas já ao serviço do Sporting, em 2015/16: 1-0 na Supertaça; 3-0 na visita à Luz, para o campeonato; e 2-1 (após prolongamento) na quarta eliminatória da Taça de Portugal, em Alvalade.

 

O técnico ‘leonino’ soma ainda um empate e 15 derrotas frente às ‘águias’. O último desaire aconteceu na temporada passada, na derrota por 2-1 no Estádio da Luz, para o campeonato, jogo que motivou que motivou muitas críticas à actuação do árbitro Jorge Sousa. A única igualdade também ocorreu na época transacta, no empate por 1-1 em Alvalade, em que um golo de livre de Victor Lindelof estragou a festa da vitória aos sportinguistas.

 

De resto, Jorge Jesus já teve oportunidade de vencer o Benfica ao serviço do Estrela da Amadora, União de Leiria e Belenenses.

 

No que toca ao histórico de confrontos entre as duas equipas, de referir que o Benfica soma mais 22 triunfos do que o Sporting num total de 300 duelos disputados até ao momento. Os ‘encarnados’ somam assim 130 vitórias, contra 108 dos ‘leões’, num duelo que exibe ainda 62 igualdades. Especificamente no Estádio da Luz, o Sporting conta com 32 vitórias, 32 empates e 82 derrotas.

 

O capítulo 301 desta rivalidade histórica está marcado para esta quarta-feira, a partir das 21h30.

 

publicado às 10:30

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


9 comentários

Sem imagem de perfil

De Aracaçu a 01.01.2018 às 11:51

Sendo o objectivo uma vitória, dependendo de como correr o desafio, um empate poderá nem ser um mau resultado... é importante evitar a colagem do Benfica e mesmo que se fique a 2 pontos do Porto, o Sporting já esteve a mais e recuperou... mas em verdade eu acho, que mesmo a 6 pontos o Benfica não estará afastado do título, primeiro porque ainda faltará + de 1 volta p/ jogar, e segundo porque certas instâncias não vão deixar que eles fiquem a + de 7 pontos do primeiro lugar. É inconcebível para parte da comunicação social, e outras instâncias que o Benfica em Fevereiro resuma-se a lutar pelo 3º lugar contra o Braga, como aconteceu ao Sporting a época passada. Eles não vão deixar. O Benfica até perto das últimas jornadas estará, estranhamente, a lutar pelo título quando em condições normais deveria estar bem + afastado e só pensando no 3º lugar. Já temos anos disto para perceber como as coisas funcionam.

Cumprimentos e feliz ano novo.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.01.2018 às 13:02

Compreendo onde pretende chegar mas com tudo isto não pode ser ignorado que nós também temos uma palavra importante a dizer, ou seja, vencermos os nossos jogos, a começar com este na Luz.

Um eventual empate não será um bom resultado, apenas e tão só um mal menor, tendo em conta a qualidade e as circunstâncias das duas equipas neste momento.
Sem imagem de perfil

De João a 01.01.2018 às 14:58

Só um resultado interessa ao Sporting, a vitória e vai conseguir; atualmente há grande diferença entre as equipas, o Benfica vai fazer como há 2 anos em Alvalade, jogar à defesa explorando o contra-ataque, especialmente Jonas.
Para o Sporting é mais um jogo que vale 3 pontos sem qualquer carga psicológica. Quem tão bem jogou com os colossos, Barcelona e Juventus, não deve temer o Benfica.
De qualquer modo há que ter cuidado, há 2 anos o Sporting perdeu o campeonato com 2 equipas pequenas, a União da Madeira até desceu.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.01.2018 às 16:12

Eu acho que sem ser decisivo, é um jogo para ganhar e desse modo relegar o Benfica para o terceiro lugar mais concretamente.
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 01.01.2018 às 21:16

Vai ser um bom teste aferir o estofo da equipa do SCP que para ser campeã num campeonato como o nosso terá de vencer este jogo (para já entres os 3 primeiros 2 jogos 2 empates).

E convém nunca desprezar o que significará este ano o 2ª lugar no campeonato pelo menos.
Sem imagem de perfil

De José Sousa a 01.01.2018 às 21:50

Parece a lengalenga do costume, mas não é.
Indepentemente da classificação, da forma física ou psicologia...derby é derby e será sempre jogo de aposta tripla.
O SCP devia esperar pelo rival e fazer um jogo como fez na Grécia em jogo a contar para a liga dos campeões desta temporada...mas sabemos que não irá ser assim porque JJ gosta de entrar a matar nestes jogos.
Jogo para Battaglia em vez de Podence e para Doumbia em vez de Bas Dost.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.01.2018 às 22:07

Quer dizer... o melhor marcador da equipa e segundo melhor do campeonato, já para não dizer o segundo melhor da Europa na época passada, vai para o banco ???
Sem imagem de perfil

De mike1906 a 02.01.2018 às 12:01

Na minha modesta opinião, em circunstâncias normais, atualmente, a nossa equipa é superior à deles. No entanto, tudo dependerá da attitude que tivermos.
Para eles vai ser um jogo de tudo ou nada, portanto vão-se esgatanhar para nos ganhar. Se entrarmos com a postura de ver o que o jogo vai dar, acabaremos por perder. Se formos sem medo nem calculismos exagerados temos grandes hipoteses de ganhar.
Obviamente, partindo do principio que o VAR não avaria e fenomenos "estranhos" não ocorram.
Sem imagem de perfil

De Bento de Jesus Carvalho a 02.01.2018 às 14:30

Dou-lhe os parabéns pelo balanço que faz da época do Sporting até ao momento, que, no essencial, corresponde também à minha opinião.
Nesse aspecto, todo o mérito para os jogadores, treinador e direcção.
Quanto ao derby, penso que é destes jogos que os adeptos vivem e que a meu ver são aqueles que verdadeiramente apaixonam os adeptos.
Considero que é um jogo de tripla e é certo que, nestes jogos, ganha muitas vezes a equipa que está pior em teoria ... esperemos que não seja este o caso.
Sinceramente, espero que o JJ não invente como é seu timbre nestes jogos e jogue com o onze mais forte que penso ser nesta altura pacífico (Patrício, Piccini, Coates, Mathieu, Coentrão, Carvalho, Bruno Fernandes, Gelson, Podence, Acuña, Bas Dost).
Eventualmente poderia jogar o Battaglia em vez do Podence para dar maior segurança defensiva.
O carácter decisivo que atribuo a este jogo tem mais a ver com as consequências do ponto de vista da moralização de uma ou de outra equipa que propriamente dos pontos que se ganhem ou percam.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo