Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

2017-06-08_-b-_Pavilhão_João_Rocha.jpg

 

Um breve texto cuja temática surgiu por questões levantados por leitores relativamente ao recém-anúncio que o Pavilhão João Rocha será finalmente estreado esta quarta-feira, com um evento desportivo, nomeadamente a primeira jornada do Campeonato Nacional de andebol, entre o Sporting e o Fafe.

 

Permitam-me, desde já, deixar claro, que esta é uma obra muito meritória que apesar de ter dado os seus primeiros passos já há uns anos, a sua construção foi levada a cabo através do louvável dinamismo da actual Direcção. Não há causa para qualquer contradição ou ambiguidade neste sentido.

 

Na minha opinião, houve uma boa dose de precipitação quanto à inauguração oficial da obra, tendo esta constado no dia 21 de Junho de 2017, porventura porque já havia um significativo atraso relativamente à promessa feita por Bruno de Carvalho, salvo erro durante a última campanha eleitoral.

 

O Pavilhão não devia ter sido inaugurado enquanto todas as suas secções não estavam operacionais. Além do recinto em si e respectivos anexos, tanto a Loja Verde com o Museu não estiveram acessíveis nesta localidade durante o período de Verão, em que muitos sportinguistas estiveram de férias em Portugal. Indo um pouco mais além, não consta que as equipas das quatro modalidades que irão utilizar o recinto principal para as provas oficiais tiveram a oportunidade de treinar na sua nova casa.

 

Acho que a inauguração, num período de três dias, de sexta-feira a domingo, em data conveniente, além das formalidades políticas perante um aglomerado de sportinguistas muito mais numeroso do que aquele que se verificou em Junho, devia ter incorporado vários eventos desportivos de grande envergadura para marcar a ocasião.

 

Que não tenha ocorrido assim, terá sido por falta de imaginação, organização e/ou a ausência de impedimentos até agora não divulgados pela Direcção do Sporting.

 

Não considero que a primeira jornada dos campeonatos de andebol e de futsal sejam os eventos desportivos estreantes que esta histórica obra merecia.

 

publicado às 16:45

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds