Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O que dizem eles

Rui Gomes, em 15.01.14
 

 

«O legado de Pep Guardiola é já enorme. Ele é bastante valorizado por todos os treinadores a nível mundial. É uma honra para mim olhar por cima do ombro dele. Ele mudou o futebol, a forma como deve ser jogado. Abriu os olhos ao Mundo. Se repararem no estilo de jogo das principais equipas europeias, constatam a inspiração do Barcelona de Guardiola.»

 

-    André Villas-Boas    -

 

Observação: A bem dizer, as opiniões do antigo treinador portista não me afectam minimamente. Comento estas suas declarações somente pelo tema que optou por abordar - a "grandiosidade" do futebol de Pep Guardiola - e, especialmente, a sua ridícula afirmação que o actual treinador do Bayern Munique "abriu os olhos ao Mundo".

 

É verdade que cada um de nós tem a sua preferência pessoal pelo estilo de futebol que gosta de ver.  Para mim, o modelo mais horroroso que apareceu no Mundo foi precisamente o "tiki-taka" de Pep Guardiola. Não posso estar mais em desacordo com Villas-Boas, pela sua afirmação que é assim que o futebol deve ser jogado. Ele não deve ser ingénuo ao ponto de não saber interpretar o futebol de posse de bola. mas ao mesmo tempo espectacular, a exemplo do que as selecções brasileiras praticaram em tempos de outrora, com o modelo que Guardiola apresentou. E, mesmo assim, que só foi possível com um plantel durante o seu consulado de quatro anos que incluía Lionel Messi, Xavi e Iniesta, entre outros da "cantera" do Barça, e mais de 200 milhões de euros investidos em jogadores externos. Este futebol produziu conquistas por falta de argumentos adequados pelos adversários, um lote supremo de jogadores e beneficências não em pouca dose, tanto na liga espanhola como na UEFA, do género que lhe permitiram - escandalosamente - conquistar duas Ligas dos Campeões.

 

Pep Guardiola abandonou o Barcelona sem se perceber bem porquê - um mistério que tem provocado muita especulação, nem toda positiva - e um ano mais tarde aceita outro desafio de menor escala: treinar o Bayern Munique, o clube alemão que historicamente tem dominado a "Bundesliga" - 22 títulos - salvo pelo recém-ressurgimento do Borussia Dortmund. O outro clube que mais se aproxima em títulos (5) - o Borussia Monchengladbach - já não vence desde 1976/77. Por conseguinte, qualquer sucesso que venha a ter no clube de Munique não será grande proeza, especialmente considerando que este emblema despende milhões ao kilo na aquisição de talentos. Com a grandiosidade que Villas-Boas lhe atribui, gostaria de ver Guardiola a liderar um clube de mais modesto poderio e, aí, "abrir os olhos ao Mundo".

 

publicado às 03:24

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


22 comentários

Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 15.01.2014 às 08:12

A visão de AvB está um pouco "contaminada" pelo seu "ódio" pessoal a José Mourinho o que AvB diz é tudo menos inocente e quanto mim o seu propósito é tão simples como dar umas indiretas a José Mourinho.

Quanto a Guardiola partilho do mesmo sentimento do Rui Gomes ... ver Guardiola num clube de menor hegemonia ou então num campeonato competitivo como o Inglês, isso é que era de Homem!!!


SL,
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 15.01.2014 às 09:54

Se é essa a base do argumento dele - e até admito que seja - diz muito do homem.

Sobretudo, penso que o sucesso da conta bancária lhe foi à cabeça, já que cono treinador só regista aquela época "milagrosa" no FC Porto.
Sem imagem de perfil

De Octavio a 15.01.2014 às 10:29

Se a visão de AVB está contaminada, como estará a de Rui Gomes? Sim, porque logo a seguir a fazer um post sobre o Real Madrid, faz um a dizer mal do Barça.
Não estará a sua opinião também ela condicionada pelo ódio ao Barça e amor ao Real?

Assim não é fácil ser isento.
2 Ligas de Campeões oferecidas? Vai lá vai...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 15.01.2014 às 10:50

Lamento desapontá-lo com essa sua profunda análise. Sou adepto de um só clube que é o Sporting, mas já desde os tempos de John Cruyff que sou simpatizante do Barcelona, excepto durante o período de Gurdiola.

Ao que concerne o Real Madrid, a minha atenção deve-se ao Cristiano Ronaldo, o clube é-me indiferente.

Quanto à Champions , aconselho que reveja no youtube as imagens da escandalosa arbitragem com o Arsenal na primeira conquista e, na segunda, os dois jogos da meia-final contra esse mesmo Real Madrid. injusta expulsão de Pepe por simulação do nojento Daniel Alves e a grande penalidade não assinalada sobre Cristiano Ronaldo no segundo, entre outros casos.

Não faça juízo sem conhecimento.
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 15.01.2014 às 10:56

Não esquecer a escandaloso arbitragem no jogo com o Chelsea em Londres ... nunca me esquecerei da forma como Ballack "perseguiu" o arbitro o desespero do jogador face ao roubo que este estava a perpetrar em Londres !!!

P.S: Odeio o Barcelona como odeio FCP ... assim como odeio todo o tipo de colinhos e falsas virgens ... e fico por aqui :) !!!
Sem imagem de perfil

De Octavio a 15.01.2014 às 12:06

"Não faça juízo sem conhecimento.":

- " aconselho que reveja no youtube as imagens da escandalosa arbitragem com o Arsenal na primeira conquista".

Aqui deve-se estar a referir aos jogos com Man United, que foi a equipa que eliminou o Arsenal da Champions, na 1ª conquista de Guardiola. O Barcelona jogou com o Arsenal na 2ª vez que venceu a Champions com Guardiola.

- "na segunda, os dois jogos da meia-final contra esse mesmo Real Madrid. injusta expulsão de Pepe por simulação do nojento Daniel Alves e a grande penalidade não assinalada sobre Cristiano Ronaldo no segundo". E o Rui viu jogo com isenção? Ou com atenção que se prende só com o Ronaldo?

Barcelona é beneficiado no jogo da 2ª mão com o Chelsea, em Londres. E, mesmo aí, Guardiola reconhece que podia perder, quando a escassos segundos do fim vai cumprimentar Hiddink (gosta tanto de recomendar ver vídeos, vá ver esse). E, já agora, procure imagens da 1ª mão dessa eliminatória. E veja como o Chelsea é beneficiado em Camp Nou.
E se gosta tanto de "roubos" na história de Guardiola, veja como é que ele perde em Milão contra o Inter de Mourinho, na 1ª mão das meias-finais da Champions. Veja o trabalho de Benquerença, que vai desde golos em fora de jogo a penaltys. Na 2ª mão o Barça foi beneficiado na expulsão de Thiago Motta.

A História do futebol está cheia de erros (que são as ajudas de outros). Colocar o trajecto de Guardiola em causa devido a arbitragens (quando também as sofreu contra - veja como perde a Taça do Rei para o Real e toda a época do Real quando, finalmente, venceu 1 Liga em 5 anos) é muito frágil e revela pouco conhecimento de futebol e reconhecimento de alguém que está, claramente, acima de muitos outros. É o melhor? Não sei! Mas 3 Ligas, 2 Champions, 3 Campeonatos do Mundo (1 com Bayern), 3 Supertaças europeias (1 com Bayern), 3 supertaças de Espanha e 3 Taças do Rei, não podem vir só de "arbitragens" e planteis fabulosos (que outros também têm ou tiveram).

Chamar "Gurdiola" Guardiola e "nojento" a um atleta do Barça não demonstra ódio ao Barcelona? Demonstra o quê, respeito?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 15.01.2014 às 12:26

Gosta do Guardiola, tudo bem, pode ficar com ele.

"Gurdiola" é um lapso do teclado e não com intenção.

Chamaria "nojento" a Daniel Alves se ele jogasse na China, porque é precisamente o que ele é e, no Barça, até tem boa companhia, como é o Pedro, a exemplo.

Repito, gostaria de ver o Guardiola assumir um desafio com um clube que não compra jogadores a peso do ouro.
Sem imagem de perfil

De Octavio a 15.01.2014 às 13:14

Realmente o Dani Alves era personagem que eu não convidava para ir a minha casa. Mas ao menos ainda não tentou matar alguém em campo, como o Pepe. Esse é o quê?

"Gostaria de ver o Guardiola assumir um desafio com um clube que não compra jogadores a peso do ouro."

Eu também. Ele e outros.

Mas sabe quem é que o Barcelona de Guardiola comprou a "peso de ouro" na sua 1ª época, onde foi ganhou tudo? Dani Alves e Keita. Se gastou 40 milhões foi muito...
Cuidado com esse argumento das contratações. Nem sempre é válido.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 15.01.2014 às 11:13

PS: E não esquecer que o então e ainda presidente do Comité de Arbitragem da UEFA é o antigo presidente da Liga espanhola e reconhecido amigo do Barça, Angel Maria Villar. Pequenos pormenores !!!
Sem imagem de perfil

De Octavio a 15.01.2014 às 12:07

"é o antigo presidente da Liga espanhola"

O Real Madrid também joga nessa Liga, ou é só o Barcelona?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 15.01.2014 às 12:34

Chama-se isto desconversar. Ele é um reconhecido apoiante do Barça, ou é novidade para si ?

Sem imagem de perfil

De Octavio a 15.01.2014 às 13:08

"Chama-se isto desconversar."

E isto, é quê?: "Gosta do Guardiola, tudo bem, pode ficar com ele."

Não sabia, diga-me um sítio onde isso está dito e demonstrado.
Sem imagem de perfil

De Mike Portugal a 15.01.2014 às 10:40

Eu gosto do futebol tiki taka e gostei de ver o Barça com esse tipo de futebol. Guardiola está a tentar implementar no Bayern um estilo com as mesmas premissas, embora não possa fazer exatamente o mesmo pois não tem Messi, nem Iniesta, nem Xavi.

O desafio do Guardiola não é tanto ganhar o campeonato, porque isso é um bocado dificil de não acontecer, mas sim implementar um sistema de jogo que lhes consiga trazer vitórias consistentemente durante anos, como ele fez no Barça e não apenas num ano esporádico (e aqui incluo as competições europeias).
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 15.01.2014 às 10:56

Meu caro, cada um ao seu, mas foi o futebol mais horroroso que apareceu no Mundo e ainda bem que não pegou. Gostaria de ver duas equipas a confrontarem-se com o tiki-taka. A bola nunca sairia do meio campo. Foi um sistema que só funcionou com as grande estrelas e desde que seja só uma equipa a usá-lo.

O Guardiola, como treinador, é um cobarde. Só isso explica ele ter aceite o não desafio de treinar o Bayern Munique. Qualquer treinador terá sucesso naquele clube. Andam a passear durante o campeonato, salvo dois ou três jogos, e concentram-se totalmente na Champions e com uma equipa comprada a peso do ouro.
Sem imagem de perfil

De Octavio a 15.01.2014 às 12:13

"com uma equipa comprada a peso do ouro"

Coisa que é totalmente o oposto do Real Madrid e das equipas onde, por exemplo, costuma estar o Mourinho.

Pepe, Diego Lopez, Ramos, Varane, Marcelo, Alonso, Ozil, Ronaldo, Benzema, Higuain, Di Maria, Coentrão, Khedira, Modric, Arbeloa, Sahin, etc, tudo jogadores da cantera ou que foram comprados a "custo zero".

Peso de ouro? Das últimas que andaram a lutar por Champions, só o Dortmund tem o cadastro limpo.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 15.01.2014 às 12:32

Porquê insistir com o Real Madrid, que me é indiferente ? Já vi que é um fanático adepto do Barcelona.

O Bayern já vai com 7 pontos de avanço na Bundesliga e ainda não chegou ao fim da primeira volta. O B. Dortmund, que em princípio seria o único que lhe poderia fazer frente, situa-se em 4.º lugar, 12 pontos atrás. Claro, isto depois de perder, contra vontade, o Mario Gotze por 37 milhões para o Bayern e agora está o Lewandowski a caminho. Tudo isto dificulta, de facto, o grande trabalho de Guardiola.




Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.01.2014 às 13:05

"Porquê insistir com o Real Madrid, que me é indiferente ? Já vi que é um fanático adepto do Barcelona."

"Das últimas que andaram a lutar por Champions, só o Dortmund tem o cadastro limpo."

Quer dizer, eu menciono o Dortmund como única equipa que não tem investido e luta pela Champions, logo coloco o Barça no "peso de ouro", e o Rui é que diz que eu sou fanático. é que eu não elogiei o Barcelona nesta análise das equipas de "peso de ouro".
Quem está a insitir com o Barcelona não sou eu...
Sem imagem de perfil

De Mike Portugal a 15.01.2014 às 15:10

Rui,

O tiki taka só por si não garante vitórias. A outra coisa que o Barça fazia muito bem era uma pressão a todo o campo em que conseguia recuperar rapidamente a bola. E isso sim é algo que todas as equipas podem tentar fazer.

Quanto a chamar Guardiola de cobarde, não concordo. É verdade que não há grande luta no campeonato alemão, mas ele poderia lá chegar e se fosse mau treinador, o Bayern não ganhar tantos jogos nem estar tão confortavel na classificação como está.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 15.01.2014 às 15:23

Mike, é quase impossível um treinador que seja digno do nome não ganhar no Bayern. As competições europeias é uma caso à parte, mas a grande vantagem do clube alemão, como já disse, é andar a passear no campeonato e concentrar todo o seu esforço na Champions.

Quanto ao "tiki taka" é um modelo de futebol que eu, como amante da modalidade, detesto, seja praticado pelo Barça ou qualquer outra equipa. Ainda bem que mais ninguém imita o modelo, porque mataria o jogo. Posse de bola e exercer pressão é uma coisa e o que eles faziam é outra. No que diz respeito à capacidade dos jogadores do Barça fazerem pressão em todo o terreno, já há uns anos que surgem muitas conjecturas sobre isso e será melhor não abordar a temática.
Sem imagem de perfil

De Mike Portugal a 15.01.2014 às 15:55

Sim, ganhar no Bayern é normal. O que eu me referia é ao facto do Bayern "passear" no campeonato. Se ele fosse um treinador banal, não conseguiria "passear" à vontade. E assim como dizes, pode-se concentrar mais na LC. Mas acho que estás a menosprezar o que ele é capaz de fazer, apenas isso.

Sobre a questão da pressão em todo o terreno, também li coisas sobre doping, mas nunca saberemos. Mas mesmo assim, eu vi vários jogos do Barça e eles tinham um ótimo posicionamento defensivo em campo. Pelo menos esta parte pode ser copiada e estudada por outros.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 15.01.2014 às 18:57

Caro Mike, não se pretende ser injusto. Há muito mérito da "cantera" do Barça, do seu futebol - cuja verdadeira recuperação foi orquestrada por Johan Cruyff há uns anos atrás - e até de Pep Guardiola, como treinador.

A minha maior contenção associa-se ao modelo de jogo que fundamentalmente só resulta se poucos o usarem, caso contrário, teríamos jogos de futebol com 99% de posse de bola, das duas equipas, no meio campo. Pessoalmente, gosto de ver um futebol "rasgado", com muita corrida especialmente nas alas, bons cruzamentos e remates à distância, quase tudo aquilo que o Barça não fazia com o tiki taka. Por muito talento que ele tenha, o sucesso do Messi deve-se em grande parte a este sistema de jogo, que visa mentalmente cansar o adversário e então penetrar o miolo com tabelas e triangulações, o ideal para ele. Não foi ao acaso que ele levou tanto tempo a afirmar-se ao mesmo nível na selecção da argentina.

Uns dos motivos que eu considero CR o melhor e mais completo do Mundo, é por ser um jogador que encaixa bem em qualquer modelo de futebol e tem características para se evidenciar em qualquer equipa de nível médio para cima. Já o mesmo não se pode dizer de Messi, na minha modesta opinião. Além do mais, o Real Madrid, fundamentalmente, não joga para Ronaldo, enquanto que o Barça sempre jogou para Messi. O CR, com um meio campo composto por Xavi e Iniesta marcaria mais 30% dos golos que marcou. Ele marca sempre, mas o seu maior sucesso em 2013 deve-se também à então presença de Ozil que, penso eu, foi um grande erro ter saído por iniciativa do Real Madrid.

De qualquer modo Mike, nem tudo mas parte disto não deixa de ser subjectivo, já que cada adepto faz a sua prória leitura do jogo e dos seus protagonistas.

Quanto à outra sensível questão, há muito que há "fumo branco" e logo a partir da cantera. Evidência concreta é uma conversa à parte, mas os rumores não são meras conjecturas à parva.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 15.01.2014 às 18:58

Caro Mike, não se pretende ser injusto. Há muito mérito da "cantera" do Barça, do seu futebol - cuja verdadeira recuperação foi orquestrada por Johan Cruyff há uns anos atrás - e até de Pep Guardiola, como treinador.

A minha maior contenção associa-se ao modelo de jogo que fundamentalmente só resulta se poucos o usarem, caso contrário, teríamos jogos de futebol com 99% de posse de bola, das duas equipas, no meio campo. Pessoalmente, gosto de ver um futebol "rasgado", com muita corrida especialmente nas alas, bons cruzamentos e remates à distância, quase tudo aquilo que o Barça não fazia com o tiki taka. Por muito talento que ele tenha, o sucesso do Messi deve-se em grande parte a este sistema de jogo, que visa mentalmente cansar o adversário e então penetrar o miolo com tabelas e triangulações, o ideal para ele. Não foi ao acaso que ele levou tanto tempo a afirmar-se ao mesmo nível na selecção da argentina.

Uns dos motivos que eu considero CR o melhor e mais completo do Mundo, é por ser um jogador que encaixa bem em qualquer modelo de futebol e tem características para se evidenciar em qualquer equipa de nível médio para cima. Já o mesmo não se pode dizer de Messi, na minha modesta opinião. Além do mais, o Real Madrid, fundamentalmente, não joga para Ronaldo, enquanto que o Barça sempre jogou para Messi. O CR, com um meio campo composto por Xavi e Iniesta marcaria mais 30% dos golos que marcou. Ele marca sempre, mas o seu maior sucesso em 2013 deve-se também à então presença de Ozil que, penso eu, foi um grande erro ter saído por iniciativa do Real Madrid.

De qualquer modo Mike, nem tudo mas parte disto não deixa de ser subjectivo, já que cada adepto faz a sua prória leitura do jogo e dos seus protagonistas.

Quanto à outra sensível questão, há muito que há "fumo branco" e logo a partir da cantera. Evidência concreta é uma conversa à parte, mas os rumores não são meras conjecturas fantasistas.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo