Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O "roto" falando do "esfarrapado"

Rui Gomes, em 18.05.16

 

ngBDD136FC-D580-4C9E-8784-F0CE17A56EBE.jpg

 

«Para mim, Jesus é o melhor de todos mas não é o melhor do mundo como ele pensa que é. Não tem respeito por ninguém – desrespeita toda a gente só para alimentar aquele ego enorme que tem. E não lhe fica bem. Mas também não pode ficar à espera que os outros o respeitem a ele. Quando se perde, temos também de perder o mau feitio, sermos magnânimos e dar os parabéns aos que ganham. Saber perder também é uma virtude.

Jesus quis entrar em 'mind games' de uma forma que não é aceitável. Disse agora no final que ele inventa, os outros imitam e ele é que ganha. Mas quem ganhou foi Rui Vitória. Ganhou 20 dos últimos 21 jogos. É um treinador incompetente? Não sabe o trabalho que está a fazer? A equipa está mal organizada? Nestes últimos 21 jogos, o Benfica foi melhor que o Sporting».

 

 

Achei piada a estas declarações de Manuel José, tendo eu tido a oportunidade ao longo dos anos de pessoalmente conhecer e lidar com o seu mau feitio, assente em um ego que se manifesta de modo diferente do de Jorge Jesus, mas que, mesmo assim, não deixar de ser igualmente controverso e conflituoso.

 

Dito isto, não deixa de ter razão no que se refere no primeiro parágrafo, já no segundo, teríamos de debater a questão com maior profundidade. É verdade que Rui Vitória é o treinador campeão, mas também acredito que por estas horas ele deve reflectir vezes sem conta como foi possível esta realização no seu primeiro ano ao leme do clube da Luz. Creio que, sobretudo, ele testemunhou em primeira mão, de forma favorável, aquilo que sentia na pele, de forma desfavorável, enquanto era treinador adversário.

 

Voltando a Manuel José, já o afirmei em outros escritos e não hesito em reiterar esta minha opinião: tecnicamente, de longe o melhor treinador português da sua geração - muito superior a Fernando Santos - e que merecia ter tido a oportunidade de comandar a selecção nacional. Essa não ocorrência, deve-se, sobretudo, ao seu mau feitio, mas também às 'démarches' nebulosas dos corredores do poder do futebol português. 

 

publicado às 12:17

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds