Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

bruno_de_carvalho_video.jpg

 

Por norma, não comento questões relacionadas com Relatórios e Contas, optando por deixar a temática para os mais entendidos. Publico este post porque tenho vindo a ler alguns comentários "oblíquos" sobre o salário de Bruno de Carvalho.

 

Esclareço, desde já, que existem dados financeiros que me incomodam, não sendo um deles - mediante o que se entende ser um enquadramento razoável - o vencimento deste ou de qualquer outro presidente.

 

A minha leitura das Contas divulgadas esta quinta-feira, é que Bruno de Carvalho recebeu um total de 238 mil euros, enquanto presidente da Sporting SAD, relativo à época de 20215/16. É evidente que este valor exclui um determinado número de regalias extras que estão à sua disposição e que elevam os encargos inerentes à posição substancialmente. Destes 238 mil euros, 147 mil é um valor fixo, ao qual acresceram 77 mil euros em retroactivos e, ainda, um montante variável de 14 mil euros. Esta última disposição já o meu colega Ricardo Leão explicou, em resposta a um leitor, no seu post de hoje.

 

Cada um terá uma concepção muito pessoal sobre esta questão e eu não fujo à regra. Hoje é um cenário completamente irrelevante, mas na fase mais activa da minha vida - caso fosse essa a minha ambição, que nunca foi - jamais aceitaria assumir a liderança de um clube como o Sporting por estes valores.

 

Reitero, no entanto, que se afiguram outros aspectos de consideração financeira que me incomodam. Se Bruno de Carvalho nos vendeu "gato por lebre" tanto no que diz respeito ao seu salário como a outras questões, é um tema lateral que, em abono da verdade, deve ser debatido e aprofundado.

 

publicado às 16:45

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


39 comentários

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.09.2016 às 17:36

Para já, nunca ambicionei o cargo e nunca o aceitaria se me tivesse sido oferecido. Já liderar exclusivamente o futebol é um outro assunto e há muito que aqui escrevi que cheguei a reunir-me com Sousa Cintra nesse sentido. O meu salário nunca seria impedimento, porque eu estava disposto a abdicar dele, no curto prazo.

O Sporting, na altura, não teria capacidade para me compensar ao nível da minha então actividade profissional, no entanto, isso não obstante, o cargo de um CEO desta dimensão deve ser muitíssimo bem remunerado, a exemplo do que acontece em qualquer outra indústria e até na desportiva, em várias modalidades. Poderá ser um conceipto alheio em Portugal.

Quantos milhões recebe o General Manager do Boston Celtics da NBA, do Toronto Maple Leafs da NHL, do New Yankees da MLB e do Dallas Cowboys da NFL ?
Sem imagem de perfil

De PSousa a 09.09.2016 às 17:37

Está respondido.
Pela sua resposta até acho que o salário de BdC é "curto". LOL
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.09.2016 às 00:49

Caro PSousa,

A minha principal questão até não é se BdC recebe muito ou pouco, mas sim que o seu salário, como o de qualquer outro presidente, não é a consideração mais importante.

Além do mais, não podemos perder de vista que este é um Clube com sócios que votam na sua existência. Um fenómeno que, na minha opinião, está condenado a desaparecer um dia. Não será na nossa vida, mas acontecerá.

Mas voltando à questão do Bruno, o importante é o currículo do homem, a sua experiência, o seu carácter e a sua reconhecida capacidade como líder.

Acha, porventura, que um anónimo, praticamente no desemprego, alguma chegaria a assumir o cargo de Presidente ou General Manager em qualquer clube da NHL, NBA, NFL, MLB, etc. ?... Absolutamente impossível !!!

Por tudo isto eu digo que há questões muito mais importantes do que um qualquer salário.
Sem imagem de perfil

De PSousa a 10.09.2016 às 12:00

Rui,
Neste ponto de vista, estou totalmente de acordo, mas no entanto não deixo de dar algum mérito ao que BdC está a fazer no "presente" no SCP. Será que não terá repercussões no futuro? Boas ou más? Essas podem ser as nossas dúvidas e haverá quem goste mais ou menos do "risco" de ter um presidente assim!
Sou sincero, não o vejo como um Vale e Azevedo, e sinto que ele vai conseguir colocar o SCP noutro patamar, se calhar não da forma que gostaríamos...mas, meu caro, andamos tantos tempo com presidentes que nós achámos bons gestores, etc. E não saímos da cepa torta.
Faço o mesmo a este que fiz com os outros, "beneficio da duvida". No futuro, sim porque o SCP não desaparece, poderemos também levá-lo a "tribunal". LOL
Sem imagem de perfil

De Implacável a 09.09.2016 às 19:24

Rui, estava para lhe fazer essa pergunta mas o PSousa antecipou-se.
Ainda bem que respondeu e, tal como quem lhe fez a pergunta, depreendo das suas palavras que BdC recebe pouco.

Essa reunião com Sousa Cintra foi antes ou depois do despedimento de Sir Bobby Robson? Se foi antes, talvez o Rui tivesse conseguido evitar o maior erro de gestão desportiva a que assisti e com nefastas repercussões históricas para o SCP.
Não tenho dúvidas de que o SCP teria sido campeão nesse ano. O Sousa Cintra teria ficado muitos mais anos á frente dos destinos do clube, seguindo a estratégia por ele traçada e, hoje, provavelmente teríamos muitos mais títulos (talvez na ordem de mais dez campeonatos).
Apesar de tudo, compreendi, na altura, e continuo a aceitar hoje, as razões que levaram ao despedimento de Sir Robson. Sousa Cintra alegou, na época, que deu todas as condições ao treinador para atingir os objectivos traçados e ele falhou.
De facto tínhamos um equipão e aquela eliminação em Salzburgo foi inaceitável.
Como vê, caro Rui, eu sou exigente! Para mim, quem aufere um salário que representa um insulto aos milhões de assalariados que trabalham (no mínimo) 40 horas por semana para ganhar uma "esmola", não podem, jamais, desculpar os seus falhanços com o facto de a bola ser redonda...

Concordo com o que escreve no post, no entanto, a realidade das empresas desportivas americanas (refiro-me ao continente, naturalmente) que menciona não é, de todo, comparável ao panorama que que se apresenta aos clubes e SAD em Portugal.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.09.2016 às 21:18

Eu tive vários encontros com Sousa Cintra e até o conhecia antes de ele assumir a presidência.

Tudo ocorreu antes da saída de Sir Bobby Robson, com quem eu me dava bem.

Assisti a vários incidentes desagradáveis durante esse período e é verdade que o Sporting poderia ter conquistado o título nessa altura, salvo o presidente. Fazia muito por um lado e estraga muito do que fazia com a sua postura interventiva, mesmo naquilo de que ele nada percebe: futebol.

Mas o destino, se é esse o termo, tem coisas incríveis. Se eu tivesse assumido a liderança técnica do futebol do Sporting, José Mourinho nunca teria vindo para Alvalade porque não seria necessário um tradutor. Se isso tivesse acontecido, qual teria sido o futuro do "especial one" ???... Ninguém sabe, mas...

P.S. Bobby Robson sofreu o deslize na Europa, mas liderava o campeonato e estava a construir uma excelente equipa que nos poderia ter dado vários títulos.
Sem imagem de perfil

De Implacável a 09.09.2016 às 23:43

Estou deveras impressionado com o Rui.
Quem me dera ter conhecido Sir Bobby Robson.
Ainda me lembro do momento em que ouvi a notícia do despedimento do treinador inglês - alias, a única vez em que tal sucedeu na carreira dele -, e da tristeza que me invadiu.
Não acredito no destino mas essa foi uma decisão que alterou o rumo da história do SCP.
Pelo seu Sportinguismo, Sousa Cintra não merecia ter sido traído por um impulso que o levou a cometer um erro terrível.
São momentos...

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.09.2016 às 00:23

O problema, meu caro, foi que ele teve muitos impulsos desse cariz. Interferia quase diariamente no trabalho do técnico, contratava jogadores sem o consultar, entrava no balneário e à frente da equipa toda dava ordens.

Já contei esta história aqui no Camarote. Um domingo à tarde, não me lembro agora do adversário, estava eu na Tribuna a conversar com o Hilário quando apareceu o Stan Valckx, com quem eu me dava bem também, super furioso. Ele fala muito bem inglês e perguntei-lhe o que é que se passava. Ele respondeu que o presidente foi ao balneário (isto, quando a equipa se preparava para fazer o aquecimento) e declarou que o Stan não iria jogar. Aparentemente, o Stan deu uma qualquer boca durante a semana sobre pagamentos de prémios em atraso.

Recordo a contratação do Vujasic, que foi praticamente selado à minha frente. Estava o Cintra, o Manel Fernandes, o Juca e o empresário, ele também antigo jogador do Sporting. Bobby Robson só soube disto mais tarde.

Enfim, tenho razões para não respeitar Sousa Cintra e não me esqueço do muito a que assisti. Pode ficar a saber - que até não é grande segredo - que a real razão que ele despediu Bobby Robson foi para criar vaga para Carlos Queiroz que estava à espera e o Cintra convencido que ele iria fazer milagres. Enfim... o resto é história.
Sem imagem de perfil

De Implacável a 10.09.2016 às 01:23

Quanto me conta...
Por isso o Vujacic, na finalíssima da Taça de Portugal - eu assistira, no Jamor, á final e já não pude estar na finalíssima - de 1994 contra o fcp, marcou um golo e foi a correr para o banco do fcp com o indicador a apontar para a Bobby Robson. Ele não pedira a sua contratação e, talvez por isso, não o colocou a jogar, digo eu...

Já agora, no ano seguinte, voltámos (porque eu também lá estive) ao Jamor para defrontar na final o Marítimo. Antes do jogo, os jogadores foram pontapear umas bolas para a bancada e Vujacic foi mordido por um cão da polícia.
Presenciei a cena que desencadeou um turbilhão na bancada.

Obrigado por este agradável momento no qual partilhou pérolas da história do nosso clube comigo (e com quem mais quis ler), Senhor Rui Gomes.
Um amor tão grande comungado por ambos ao Sporting Clube de Portugal não pode ser abalado por naturais e salutares divergências em algumas questões da vida do nosso clube.
Desculpe-me algumas coisas - essas sim, apenas do conhecimento de nós os dois.
Tenha uma boa noite.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.09.2016 às 01:25

Boa noite também para si.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D




Cristiano Ronaldo