Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Oriol Rosell - Um talento intrigante

Rui Gomes, em 04.06.14
 


Com colegas da equipa B do Barça de 2011/12: Martín Montoya

Sergi Gómez, Marc Muniesa, Sergi Roberto

Jonathan Soriano e Cristian Tello 

O caso de Oriol (Uri) Rosell intrigou logo a partir do momento que constou o interesse do Sporting e se levou a cabo alguma pesquisa sobre o seu passado futebolístico. A dúvida fulcral, como é óbvio: a que se deve a decisão de um jovem jogador (20 anos) -  com cinco anos de formação na famosa "La Masia" e mais um na equipa B do Barça - de sair, não para um outro emblema espanhol ou europeu, mas sim para um clube norte-americano ?

A conclusão final, assente na informação disponível, dependerá da perspectiva de cada um, mediante a interpretação das circunstâncias. Tudo começa pela sua insatisfação ao ser pouco utilizado na "Liga Adelante": nessa época de 2011/12, participou apenas em 6 jogos, 2 como titular e 4 como suplente utilizado, acumulando 242 minutos de jogo, que é equivalente a 2,68 jogos. Este estado das coisas acabou por precipitar uma rescisão por mútuo acordo, com os dirigentes do Barcelona também satisfeitos por se verem livre de um vínculo contratual com um jogador que no seu entendimento não teria futuro no clube.  

Acontece que Uri era/é tão dedicado aos estudos como ao futebol, e enquanto se empenhava na sua formação desportiva, dedicou-se, em simultâneo, à sua formação académica, tendo frequentado o "Institut Químic de Sarrià (IQS)" - licenciatura em Gestão de Empresas - precavendo um eventual insucesso no mundo do futebol. Apesar de ter recebido propostas de outros clubes - muito natural para quem é formado no Barcelona - o jovem entendeu que os Estados Unidos da América ofereceria as condições idiais para perseguir os seus dois objectivos. Daí, o contrato de dois anos com o Sporting Kansas City da MLS, seguido pela sua inscrição numa escola para melhorar a sua capacidade linguística e na "Bloch School" (Gestão), parte da Universidade de Missouri-Kansas City, sita em Kansas City. 

Enquanto que a presença de antigos jogadores do Barcelona não era novidade alguma na MLS, a própria Liga ficou muito entusiasmada com este caso inédito com um jogador tão jovem e deu todo o seu apoio ao Sporting Kanss City nesse sentido, mesmo reconhecendo que poderia apenas de servir como trampolim para um regresso à Europa, como aliás agora aconteceu com o Sporting.

Em 2012 ainda participou em 6 jogos na MLS, em 2013 - em que o SKC conquistou o título - fez 36 jogos como titular e esta época já registava 13 jogos. 

Muito pela sua juventude, Oriol Rosell acaba por ser um talento desconhecido, embora com potential e, decerto, grande margem de progressão. A sua saída do Barcelona não inspira muito optimismo, por outro lado, com tantos talentos formados na sua "cantera", é mais do que plausível que alguns só se evidenciem mais tarde nas suas carreiras. 

Não se sabe, ao pormenor, como é que a atenção do Sporting para este jogador foi alertada, mas é lógico que tenha sido através de algum empresário que acompanha a MLS. O investimento de cerca de 1 milhão de euros representa um risco pela qualidade incerta do jogador, mas não é um valor exorbitante no mundo actual do futebol. Verifica-se, igualmente, que o Sporting aprendeu com o caso de Fredy Monteiro, em que este permaneceu no Millonarios da Colômbia até ao início dos trabalho do Sporting, sem a possibilidade de ter descanso. Como médio ofensivo, Uri aparenta ser mais talhado para a posição "6" (William Carvalho) do que para a "8" (Adrien Silva), é conhecido pela sua agressividade defensiva e eficácia quase perfeita de passe. 

Com "caras" novas no plantel, e possivelmente ainda mais para vir, Marco Silva tem um enorme desafio pela frente.

 

publicado às 05:11

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


10 comentários

Sem imagem de perfil

De Pedro51 a 04.06.2014 às 08:45

Já agora, aproveito para acrescentar o que me disseram sobre Slavchev.
Um futebolista (Francisco Gomes, que fez a formação no Sporting) e que na última época jogou no Chernomorets da Bulgária disse, a um amigo meu, que o Slavchev é um excelente jogador, que é mais um 8 do que propriamente um 6. Disse ainda que ficou bastante surpreendido com o facto do Sporting o ter contratado pois falava-se que iria para um campeonato de top! É apenas uma opinião. Vamos ver.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 04.06.2014 às 10:31

Essa informação é excelente.. Obrigado Pedro.

É muito bom saber que proválvelmente o Sporting terá uma equipa realmente competitiva. Direção a uma só voz, Treinador (M.Silva), meio-campo (O.Rosell "Uri", Slavchev, W.Carvalho, A.Silva, J.Mário), Guarda-Redes (R.Patrício, M.Boeck). Até aqui tudo bem, agora falta o resto.... Defesa e ataque. O que há, é insuficiente a meu ver.

Pedro, só uma coisinha....não me leves a mal :D mas, o campeonato portugues é um campeonato de topo(entre os cinco melhores europeus) e seria muitíssimo melhor se houvesse profissionais(realmente capazes) de Markting desportivo a trabalhar, na Liga e nos clubes.
Copiar os ingleses, alemaes ou americanos, parecem-me ser os melhores nessa área.

Abraço verde.... e branco as listas horinzontais. LOOLL !!

Carlos N.T.

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 04.06.2014 às 11:54

Caro Carlos N.T.,

Apenas um pequena observação: em vez de escrever o seu nomes no fim do texto, deve-o fazer na caixa em cima onde diz "nome" e assim não aparecerá como "anónimo".

Quanto ao campeonato português, o seu maior problema é financeiro, e é nesse campo que não conseguimos competir com os mais do topo.
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 04.06.2014 às 13:03

Ok, feito...Obrigado.

Precisamente, financeiro... Razao tinha o Paulo Futre (chineses LOOLL !!) Portugal é (ou deve ser) o mundo. Markting !!! Com tantos portugueses por esse mundo fora, os países de onde provém todos os jogadores extrangeiros, aproveitar a boleia do mega-star C.Ronaldo, países asiáticos. Há muito por onde navegar....Markting !!!! Eu vejo assim, o futuro.

E isto nao deve ser só os tres grandes. Os ditos pequenos tem que explorar ou aprender a explorar este imenso universo do markting, nao é só estar a espera da ou das Camaras Municipais.
Adoro "futchibol " e estou relacionado de alguma forma com ele.. mas, se eu fosse político nao dava um centavo aos clubes federados... Facilidades sim.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 04.06.2014 às 12:23

Pedro, os 14 golos que ele marcou na época psssada, pese ter sido no campeonato da Bulgária, aparentam indicar essa dimensão posicional.
Sem imagem de perfil

De andre a 04.06.2014 às 11:10

Um erro, o Montero não estava no Seattle, estava emprestado a um clube colombiano e quando o Sporting o contratou ele ainda fez um jogo pelo seu clube, Millionarios penso eu.

O Seattle e a MLS é que trataram do negócio porque era o detentor do passe.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 04.06.2014 às 11:40

Sim, tem razão e eu escrevi imenso sobre isso, mas com tanto, por vezes, há lapsos. De qualquer modo, o ponto é o mesmo.
Sem imagem de perfil

De comentador desportivo a 04.06.2014 às 15:17

E estava emprestado devido á sua categoria que nem na mls se impôs.
Sem imagem de perfil

De Jorge a 04.06.2014 às 17:16

Se ser convocado para o All Star Game é não se impôr...

http://en.wikipedia.org/wiki/2012_MLS_All-Star_Game
Sem imagem de perfil

De L a 04.06.2014 às 15:21


Se nunca chegou à equipa principal do Barça ou tão pouco a jogar na liga espanhola quer dizer que no mínimo tem muito mais qualidade que o coxo do Jeffren que até ia dormir para o banco. Quem não se lembra do Guardiola também a dizer que lamentava imenso a sua saída para a MLS. Jeffren, com 24 anos, campeão europeu sub 19 e sub 21 e que chegou a ser 1ª opção naquela que muitos ainda consideram a melhor equipa de sempre não foi feliz em Alvalade. E desta vez também não se percebe bem como é que tanto entusiasmo pelo geómetra na MLS, que vem fazer esquecer o Paulo Sousa, redunda na saída por 1M. De qualquer forma a MLS está muito longe de ser o mais relevante desta contratação, julgo que o 3º jovem jogador para 14/15.

Logo vemos quanto vale e se com menos de 1M não havia também alguém igual ou melhor na nossa formação que já tivesse assinado a cláusula dos 45M. Basta cada um pôr-se na pele dos nossos jovens talentos, uma coisa é ver chegar uma aposta pontual, um verdadeiro diamante por lapidar outra coisa é ver chegar o tal camião que na maior parte dos casos até já os defrontaram nas selecções e nas camadas jovens Portugal também ganha muito mais do que perde. Para o nível de investimento do Sporting até um verdadeiro jovem talento é sempre um verdadeiro achado mas esta época vamos de certeza bater todos os recordes do mundo já conhecidos.

Claro que há razões históricas para a auto-estima tuga ser o que é hoje, mais uma razão para a auto-estima leonina dar o exemplo mas isto a que se está a assistir hoje não é nada mais nada menos que o maior atentado à formação leonina que há memória. Realmente não estamos a fazer o que tanto criticamos no Sporting e sobretudo nos principais adversários, no lugar de muitos estrangeiros estamos a contratar muitos jovens estrangeiros. Em contrapartida também chegámos finalmente ao ponto em que muitos sempre gostaram de ver as nossas pérolas da formação, a saírem o mais depressa possível. Continuam os grandes proveitos da melhor geração de Alcochete, financeiros. Também já se fazia um quadro interessante com essas saídas.

E ainda vale menos a pena andar a tentar dissimular a coisa com a lenga-lenga que o novo grau de exigência requer no mínimo dois jogadores por posição porque todos sabem perfeitamente o que esta contratação quer dizer. Já não seguramos os melhores mais de uma época. E o caracolinhos novo-rico com quem estão a aproveitar para gozar também foi sempre dos que mais defendeu a “teoria dos anéis” da formação do Sporting. O Rui, o Miguel e o João também estavam sempre de saída desde que começaram na equipa principal mas ainda fizeram todos várias épocas e até podiam ter feitas muitas mais… Entretanto o William já saiu mesmo por isso não sei quem é que está a gozar mais o prato hoje. Mais uma consequência da política da terra queimada, que só faz com que seja impossível a alguém hoje depreciar ainda mais o Sporting e mais uma contratação cirúrgica. Só falta cá o Severino e o know-how do Cruyff.

P.S. Continuo a achar que o nível muito baixo que vêm encontrar na próxima época no Sporting é capaz de ser bom para evoluírem todos juntos.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo