Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




84111044_685627718851945_2502333803045847040_n.jpg

É profundamente condenável a manifesta falta de consideração e de respeito – tanto do arrogante e autoritário senhor Jorge Sousa como da maioria dos seus colegas portugueses – pelos reais artistas do espectáculo futebolístico, que são os jogadores, normalmente ofendidos na sua dignidade humana e profissional por juízes sem a mínima qualificação cívica, ética, psíquica ou técnica para exercer função tão decisiva e responsável.

Na realidade, o que predominantemente se constatou em Braga, no domingo, foi mais uma expressivamente escandalosa “arbitragem” (?) de um tal senhor dubitativamente classificado como “um dos melhores apitadores nacionais”, a qual reconfirmou, de novo e inequivocamente, a justa razão porque – apesar de Portugal ser o Campeão da Europa – os árbitros lusos não serem convocados para actuar nas grandes competições europeias. Um afastamento humilhante para o nosso país futebolístico.

2020-02-04.png

Antes de autorizados a desfilar a sua soberba, a sua incompetência e a sua reconhecida e habitual pressão tendenciosa pelos relvados, os árbitros nacionais deviam ser obrigados a frequentar um deveras exigente curso de formação profissional na Inglaterra – no qual aprenderiam, igualmente, a distinguir e a sancionar exemplarmente o número cada vez maior de futebolistas simuladores e mergulhadores que fazem da batota a sua grande e ridícula especialidade, defraudando a autenticidade do jogo e lesando, consequentemente, o público que paga para assistir a um espectáculo limpo e honesto.

Texto da autoria do nosso estimado colaborador Leão da Guia

*Nota: Primeiro e sobretudo, o nosso agradecimento ao estimado leitor Pedro51 pela gentileza de nos enviar a foto que aqui publicamos.

Na imagem é possível ver o aperto de pescoço de Wallace - jogador do SC Braga - a Rafael Camacho, mesmo nas 'barbas' do árbitro auxiliar, acção que pode ser considerada agressão, punível com expulsão directa.

publicado às 03:04

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


18 comentários

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 04.02.2020 às 16:47

Transparência é um problema no futebol, e ainda mais em Portugal, onde se vive num clima em que o obscuro prevalece.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo