Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Os ladrões do Jamor

Rui Gomes, em 30.05.24

Screenshot (1909).png

Circulam rumores que Matheus Reis arrisca ser castigado por ter dito uma verdade no final do jogo no Estádio do Jamor. Ao que consta, apelidou Fábio Veríssimo de 'ladrão', uma descrição cem por cento correcta, face ao trabalho do apitador de Peniche na final da Taça de Portugal.

Quando soubemos da nomeação, ainda lhe demos o benefício da dúvida, mas ele provou que está completamente alinhado com o 'sistema' que, por razões várias, considera o Sporting um alvo a abater.

Uma questão curiosa, no entanto... Veríssimo mostrou o cartão vermelho a Matheus Reis, um mero espectador no Jamor, sem qualquer participação oficial. 

Desconhecemos as regras neste contexto, mas questionamos a autoridade de Veríssimo para agir deste modo. Veremos em breve o veredicto do Conselho de Disciplina, mas tendo em conta o histórico deste, no que ao Sporting diz respeito, não temos muito optimismo que algo de positivo vai sair daquele organismo.

Dando atenção agora ao outro grande ladrão do Jamor... João Pinheiro, apitador de Braga, dispensa apresentação em detalhe, tal o seu catálogo de decisões em prejuízo do Sporting.

Nesta final Pinheiro funcionou como VAR e tinha ainda dois assistentes (AVAR): Fábio Melo e Luciano Maia.

Mesmo com tantos olhos à frente dos monitores na Cidade do Futebol, um bom número de casos escapou-lhes a atenção, nomeadamente dois penáltis a favor do Sporting e uma bola agarrada por Diogo Costa dentro da baliza.

Ironicamente, corrigiram Veríssimo quanto à grande penalidade no lance de St. Juste, viabilizando assim a expulsão que não poderia ter sido aplicada com o castigo máximo.

Para terminar, menção honrosa ainda para André Narciso, 4.º árbitro, que entendeu que Sérgio Conceição estava no seu pleno direito em dar instruções à equipa após expulsão.

E, com tudo isto, não devemos esquecer os responsáveis pelas nomeações, a começar com a figura máxima, Fontela Gomes, presidente do Conselho de Arbitragem - o grande autor de comunicados relativamente ao Sporting - e os notórios João Ferreira e Paulo Costa, membros das secções do organismo.

Não me surpreenderia absolutamente nada ver João Pinheiro ser nomeado para árbitro no jogo da Supertaça agendado para o dia 3 de Agosto, em Aveiro. Mas se não for ele, decerto que será outro da mesma estirpe, tal é a arbitragem no futebol português.

Perante o silêncio do Sporting, fico a pensar se haverá uma qualquer estratégia em mente. Até na Sporting TV é bem evidente que tanto os moderadores como os comentadores têm instruções para serem excessivamente politicamente correctos para com a arbitragem.

Ainda bem que já não escrevo no Jornal Jornal. Diplomacia não é o meu ponto mais forte, longe disso, na realidade.

Vou ter ocasião de conversar com o dr. Varandas em Julho ou Agosto e arriscando ser um pouco indelicado, há duas ou três questões neste contexto que eu tenho intenção de o questionar. Se ele me responde, concretamente, já é outra história...

publicado às 02:33

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


37 comentários

Sem imagem de perfil

De Ze das Castanhas a 30.05.2024 às 03:32

Não esquecer que o Varandas afirmou variadíssimas vezes que a arbitragem está cada vez melhor se assim e um fartar de vilanagem imaginemos sem o VAR grande Varandas
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 30.05.2024 às 11:19

Os seus comentários vão sempre parar ao mesmo.

É óbvio que tem um problema com o dr. Varandas. Será brunista???
Imagem de perfil

De Carlinha MR a 30.05.2024 às 13:56

Ze das Castanhas,

Para relembrar essa afirmação do Presidente Varandas teria de colocar no devido contexto! Senão vejamos:
👉 23 janeiro 2019 - Frederico Varandas diz que arbitragem está melhor com o videoárbitro
"Com o VAR, a arbitragem está muito melhor do que o que sempre foi. Errar erramos todos: erram árbitros, jogadores e treinadores. Mas a arbitragem está muito melhor do que antes. Independentemente dos erros, sinto uma arbitragem mais livre"
::::::::::::::::::::::::::::::
👉 17 de Janeiro de 2022 - «O Sporting tem uma maneira clara e transparente e ter colaborado por lutar por um melhor futebol, íntegro, transparente e positivo. Considero, sem dúvidas, que a arbitragem está muito melhor. A herança dele (Fontelas Gomes) foi terrível. Até achei curioso há uns tempos o Vítor Pereira dizer que é sportinguista. Não tem ajudado muito recentemente. Foi um retrocesso, uma desgraça. Basta ver o caso dos emails... Ninguém sentia, nem a Federação, mas foi feito um trabalho muito positivo.»
👉 «Está a evoluir. Está perfeito? Não! Os clubes estão perfeitos? Não. O VAR tem passado por dores de crescimento. O Sporting agora é mais respeitado, porque também se dá ao respeito. Não é fazer barulho, protestar para inglês. Nós falamos pouco, mas quando temos de falar, falamos. Em três anos e meio falei com Fontelas Gomes várias vezes e nunca critiquei um árbitro ou pedi um árbitro. Ele pode comprovar isso. Dou o meu feedback de como as coisas podem evoluir.»

Texto retirado do zerozero.pt

::::::::::::::::::::::::::::::
Voilá ;) e sim tem razão quando disse ...grande Varandas...! É mesmo, muito grande, com a diferença de que eu afirmo com toda a sinceridade e o senhor com uma azia a precisar de Kompensan.
Fique bem.
Sem imagem de perfil

De Diz as verdades a 30.05.2024 às 07:07

Rui Gomes o Sporting foi um roubo tamanho da torre dos clérigos, dois pênaltis,uma bola lá dentro da baliza, a falta do just não é falta quanto mais cartão vermelho, quem devia ter levado o cartão era o jogador do ex Braga por simulação, um fiteiro treinam estes tipos de faltas que o mestre das taticas sc sabe ensinar ja sabe que os arbitros fantoches fecham os olhos, contra o sporting é tudo escortinado ao pormenor, vá que houvesse só um pênalti é mais nitido o da mão, o dr varandas nao pode falar muito por causa da ditadura de um longo sistema, se fala é logo castigado e o clube também ,a democracia e só na teoria ,se houvesse seriedade no futebol até vou mais longe o Sporting ganhava sabe se lá de goleada, aqueles dois golos limpissimos para o campeonato que nos roubaram nao lembra a ninguém , o Mateus Reis é o proximo alvo abater pelo sistema e árbitros o Sporting para o ano nao vai ter vida facil pelos tentáculos do ex pinto da costa, que deixou e o resto aqui perto de nós.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 30.05.2024 às 11:18

Veremos o que vai acontecer nas eleições da FPF, que poderá afastar os elementos do CA e CD de uma vez por todas.
Sem imagem de perfil

De FF a 30.05.2024 às 08:14

Bom-dia,
Qualquer coisa que escreva sobre este assunto não será mais que chover no molhado.
Mas também não será de mais apontar as responsabilidades ao governo nesta matéria.
Com a separação de poderes entre o executivo e o judicial, pode muito bem este actuar no sentido de repôr a legalidade. Não acredito que Juízes como o Dr. Carlos Alexandre não sejam capazes de o fazer, por se encontrarem acima da mediocridade governamental e ao governo compete assegurar as respectivas condições, nomeadamente as financeiras.
É evidente que sendo o governo constituído por pessoas moralmente inferiores e que dobra a cerviz perante interesses estrangeiros e protege os corruptos, dele não se pode esperar nada de positivo.
FF

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 30.05.2024 às 11:16

Não podemos esperar coisa alguma do governo português.
Sem imagem de perfil

De enterra a 30.05.2024 às 13:24


O juiz Carlos Alexandre, como juiz de instrução, agiu quase sempre como um lacaio às ordens dos procuradores do MP (advogados defensores dos interesses do Estado), que como juiz de instrução, tinha por obrigação de ser isento nas suas decisões, como por exemplo, foi o juiz de instrução encarregado do Caso Influencier.
O MP é um órgão do Estado, onde os interesses de alguns são defendidos conforme a sua cor política e clubística. A varredela devia começar pela Justiça, que manteve nos últimos 50 anos, os mesmos vícios vindos dos tempos do fascismo. Por lá, o 25 de Abril nunca passou! E duvido que alguma vez passe...infelizmente.



Sem imagem de perfil

De José Sousa a 30.05.2024 às 09:18

O apitador não tem jeito para a coisa.
Mas é inovador sem dúvida.
Vermelho a um jogador não convocado que viu o jogo na bancada.
Permite que um treinador comunique com os seus jogadores num palanque improvisado, apesar de ter sido expulso. Uauuuu!
Penálti a favor do SCP negado à conveniência.
Levou até mais não a presença de Varela em campo, só faltou mesmo um cartaz para Sérgio Conceição tirar o jogador a tempo de não ser merecidamente expulso.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 30.05.2024 às 11:15

Um "programa" muito bem elaborado para abater o Sporting.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 30.05.2024 às 09:52

Há um facto importante que o Sr. Rui não está a ver, as eleições de Outubro para a FPF em que mudam os órgãos todos. Neste momento fala-se numa candidatura de Luís Figo. Tem que haver estratégias e estar atento para não sermos comidos de Cebolada
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 30.05.2024 às 11:11

Identificação???
Imagem de perfil

De Mike Portugal a 30.05.2024 às 10:11

Penso que os cartões só podem ser exibidos a membros oficiais do jogo. Um espetador não pode ser expulso com cartão, especialmente se não estiver na zona das equipas (banco ou zona técnica).

Essa expulsão pode e deve ser contestada.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 30.05.2024 às 11:12

Só reagirão se houver alguma coisa do CD.
Sem imagem de perfil

De Luis Carvalho a 30.05.2024 às 11:12

“ Os ladrões do Jamor”, uma série cuja primeira temporada é tão longínqua que já nem recordo o ano, mas que se mantém em exibição, mudam os actores, o enredo é sempre o mesmo e tem um público que veste de azul ou vermelho que a adora.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 30.05.2024 às 11:13

Uma novela com graves consequências.
Sem imagem de perfil

De José Silva a 30.05.2024 às 11:51

Se Matteus Reis constasse na ficha de jogo, arriscaria 3 jogos tendo em conta que o chamado " sistema" como bem dizia Dias da Cunha, ainda persiste. Não sendo assim, estou muito curioso para ver que tipo de castigo vai sair...Ainda em relação à arbitragem da final da taça, o que mais me surpreende é porque motivo a tal bola que entrou ou não entrou na baliza dos " Andrades" não teve a intervençao do VAR..?! Será que o Pinheiro, viu mesmo a bola lá dentro, e não quis falar com o árbitro..?! E porque é que o Sporting, em vez de andar com " guardas de honra", ficou mudo e quedo em relação à arbitragem..?!
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 30.05.2024 às 12:41

O amigo Rui pode questionar Varandas, mas seja qual for a explicação não vai alterar nada. O que aconteceu nunca será revertido. Por isso não passará de um desabafo, embora o perceba. Na minha previsão, Varandas dará uma justificação salomónica. Os clubes podem barafustar, mas não passa disso. O presidente tem de actuar com diplomacia e procurar mudar o que está errado. O caminho nunca será fazer barulho. A experiência comprova-o. O presidente não pode ter o comportamento de adepto.

Uma coisa bem diferente é a expulsão de um jogador que não estava na ficha do jogo. Sendo um activo do Sporting não passava de um mero espectador. Por isso, não percebo o que por aí corre sobre um eventual castigo. A não ser que haja normas que desconheço.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 30.05.2024 às 13:27

Amigo Nação Valente,

Sem dúvida que o que aconteceu nunca será revertido, mas a acções presentes também têm um objectivo futuro, essencialmente na prevenção das recorrências de comportamentos.

Não se trata de fazer barulho, mas sim de expor publicamente factos que nos lesaram gravemente. Ao fazê-lo estamos a defender os interesses do Clube, essencialmente como forma de dissuasão da sua repetição.

O presidente não pode ter comportamento de adepto, mas pode "delegar" essa função. Não a função específica de adepto, mas a função de defesa pública do Clube.
Só a diplomacia de gabinete não funciona no futebol português. A pressão pública tem sempre importância. Mais ainda nesta sociedade mediática.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 30.05.2024 às 15:06

Amigo Leão do Norte

O Sporting foi campeão nacional com largos pontos de avanço. Concordará que foram conquistados dentro do campo, contra adversários e até, algumas vezes, contra outros participantes. Concordará (ou não) que assim é que deve ser, isto é temos que ser melhores que os adversários.

A mudança de estruturas instaladas, faz-se no meu entendimento, de duas grandes maneiras: revolução, isto é, deita-se tudo abaixo e reconstrói-se da base: reforma, ou seja, corrige-se paulatinamente a estrutura, no sentido de a tornar mais perfeita. É um processo longo, que exige sabedoria e paciência.

O Sporting pode fazê-lo, pelo seu passado, pelo seu presente, pelo seu prestígio, mas primeiro tem conquistar uma posição importante no contexto do desporto. De há uns anos que está a construir essa capacidade de influência. Enquanto continuar assim, vai de certeza conseguir aliados significativos.

Fazer barulho, pode na minha maneira de ver, tirar alguns efeitos imediatos e transitórios, mas não altera nada de fundamental. É o que penso, enquanto cidadão e adepto, mas muitas vezes vejo-me a pensar que se calhar sou eu que não sei ser adepto. A propósito, veio-me á lembrança, um indivíduo chamado Gonçalves que se sentava no banco do clube das Antas, e que sempre que os jogos corriam mal arranjava confusão no campo. Soube-se hoje que está proibido de entrar nas instalações do .clube. Esperemos que isto tenha reflexos mais alargados.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 30.05.2024 às 16:06

Amigo Nação Valente,

Villas-Boas está a afastar todos que alinhavam com Pinto da Costa, até Vítor Baía foi afastado. E ele está a fazer isso porque sente que não pode confiar neles. Ficando no clube, irão minar o seu trabalho internamente e ainda a mando obscuro de Pinto da Costa.

Quanto ao resto, não vejo o Sporting com alargada capacidade de influência. Isso só poderá eventualmente acontecer com a saída de Fernando Gomes e a escumalha que o acompanha e constitiu o CA e o CD, e, claro, com uma nova liderança que se preocupa mesmo com a verdade desportiva.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 30.05.2024 às 18:59

Amigo Rui

Pode ter razão quando diz que não vê o Sporting com alargada capacidade de influência. De facto, o Sporting ainda se encontra afastado dos diversos órgãos federativos, no entanto vejo que está a posicionar-se para ter mais influência, no bom sentido..
.
Durante o longo período do "sistema" o futebol estava totalmente condicionado. Depois de alguma perda de influência do homem cujo nome não gosto de pronunciar, o Sporting continuou afastado, entre outras razões, devido a Direcções fracas e/ou instáveis.

A eleição de Varandas, acompanhada de sucessos desportivos, fez o clube ganhar outro elam. Deve e pode ser aproveitado para que o Sporting influencie mudanças que são necessárias. Creio que esta Direcção está atenta e a trabalhar nesse sentido, com descrição.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 30.05.2024 às 16:38

Amigo Nação Valente, concordo plenamente com quase todo o seu pensamento.
Não se trata de fazer barulho, mas sim de, publicamente, manifestar insatisfação e demonstrar desagrado. Os adeptos, que não podem saber as acções internas desenvolvidas, merecem essa consideração e essa atenção.
Construir uma capacidade de influência não é incompatível com manifestações públicas de desagrado. A segunda, inevitavelmente, potência a primeira e demonstra ser um acto de coragem, sem submissões ou credulidades.
Imagem de perfil

De Carlinha MR a 30.05.2024 às 13:35

Boa tarde Camarote,

No artigo 12.º do Regulamento Disciplinar da Liga Portuguesa, encontra-se a seguinte disposição:

"Art. 12.º - Condutas Indesejáveis

O jogador que cometer uma conduta indesejável, nos termos definidos no presente Regulamento, será sancionado com uma penalização que pode variar desde uma advertência até à expulsão do jogo.

Considera-se conduta indesejável qualquer ato ou palavra que sejam considerados ofensivos, injuriosos, desrespeitosos ou ofensivos para com os adversários, árbitros, espectadores ou autoridades."

Portanto, se um jogador lesionado assistindo ao jogo como espetador demonstrar comportamento indesejável ou ofensivo durante o jogo, o árbitro pode aplicar uma sanção disciplinar, mesmo o jogador não estando envolvido no jogo. No entanto, é importante notar que a sanção aplicada dependerá da gravidade e natureza do comportamento e do contexto em que ocorre.

Em resumo, sim, um jogador lesionado assistindo ao jogo como espetador pode ser sancionado pelo árbitro por protestos e condutas indesejáveis, desde que o comportamento seja considerado ofensivo ou desrespeitoso.

A minha opinião:
- O Matheus Reis por muita razão que tivesse e teve sem dúvida, não devia ter sido tão ofensivo como foi, até porque não chamou só Ladrão, foi bem mais longe com a utilização de palavras muito indecorosas! Há regras e ele é recorrente!
Compreendo indignações, mas atitudes prejudiciais à equipa devem ser sempre acauteladas! Ele não vai estar presente no jogo da Taça da Liga e o castigo pode ir até 4 jogos o que comprova a gravidade da sua atitude!

Também gostaria muito de ter audição biónica para escutar a linguagem injuriosa no lado do rival, prática habitual vinda daquela gente sem freio na língua...!

Abraço a todos e bom feriado em Portugal,
Carlinha
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 30.05.2024 às 15:27

Cara Carlinha

Obrigado pela transcrição desta parte do Regulamento. Posso estar a laborar num erro, mas do que li não chego à mesma conclusão. Transcrição: "desde uma advertência até à expulsão do jogo". A minha questão é: como se pode expulsar do jogo quem não faz parte dele? Matheus Reis fazia parte do plantel, do jogo incluindo técnicos, no banco? Se fazia faz sentido ser castigado, se não fazia como pode ser expulso?

Em relação ao comportamento do atleta, totalmente de acordo. Não deve pronunciar qualquer tipo de insultos.

Abraço

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 30.05.2024 às 15:51

Amiga Carlinha,

"Portanto, se um jogador lesionado assistindo ao jogo como espetador demonstrar comportamento indesejável ou ofensivo durante o jogo, o árbitro pode aplicar uma sanção disciplinar, mesmo o jogador não estando envolvido no jogo".

Esta conclusão é da Carlinha?... Pergunto, porque não vejo essa referência no Regulamento que citou.

O Matheus Reis assistiu ao jogo na bancada. Não sei exactamente onde estava no fim do jogo quando dirigiu as ditas palavras ao árbitro.

É possivel que hajam outras alíneas no Regulamento, mas o 12.º não infere a conclusão da Carlinha.

O Matheus Reis não constava da ficha do jogo. Veríssimo mostrou-lhe o cartão porque o reconheceu como jogador do Sporting. E se fosse outra pessoa?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 30.05.2024 às 15:58

P.S.: O mundo do futebol é tudo menos puritano. Matheus Reis não devia ter reagido como reagiu (eu até não o culpo face ao roubo a que assistimos da arbitragem), mas quem cometeu o "crime" - Veríssimo e Pinheiro - passa impune, só é/será punido quem reage a esse "crime".

Eu até acho que quem devia ter reagido forte e feio, mesmo ali no relvado, era o Hugo Viana. Que punição lhe podem aplicar? Suspensão (inconsequente) e multa, nada mais.

Eu teria reagido!!!
Sem imagem de perfil

De José Santos a 30.05.2024 às 23:39

Para a próxima o Matheus tem que ir mascarado.....
SL
Sem imagem de perfil

De José Santos a 30.05.2024 às 23:45

Mascarado e sem carteira....

Comentar post


Pág. 1/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D




Cristiano Ronaldo