Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

IMG.jpg

 

Como já divulgámos aqui no Camarote Leonino, a UEFA anunciou recentemente um enorme incremento no valor dos prémios financeiros a pagar aos clubes que obtenham bons desempenhos desportivos na Liga dos Campeões, a partir de 2015/16 e até 2018.

 

São cerca de 1257 milhões de euros por época a repartir pelos participantes, um significativo acréscimo de 39 por cento em relação à época ainda em curso. Enquanto que o Real Madrid, a exemplo, encaixou 20,514 milhões de euros pela sua participação, e eventual conquista, na edição de 2013/14, essa verba poderá chegar a mais de 54 milhões por semelhante feito no futuro.

 

Este cenário do mundo do futebol, em que a UEFA - como se verifica - tem vindo a implementar substanciais aumentos nas provas sob sua supervisão e coordenação directa, surge em total contra ciclo com a crise financeira que assola a Europa desde 2008, prova irrefutável que o desporto, em geral, e o futebol, em particular, são casos distintos e à parte da realidade que confronta a sociedade e o cidadão comum.

 

Há quem diga que a economia do futebol anda a outra velocidade, e anda mesmo, pelo menos para os que têm melhor e maior "pedalada". Daí que, como já tivemos ocasião sublinhar, a cada vez maior importância para o Sporting em garantir anualmente a sua participação na chamada Liga milionária, quer seja via o apuramento directo para a fase de grupos ou, como segunda alternativa, através das pré- eliminatórias. Duvido que a estratégia de "fazer mais com menos" resulte neste sentido. Com um duplo objectivo de tão enorme dimensão no horizonte, algum risco terá de ser assumido para, no mínimo, proporcionar condições de competitividade adequadas. E... recorrendo aos exemplos de insucesso do passado nada contribuirá para o alcance dos sucessos desejados para o futuro. A demagogia não pratica futebol, não marca golos e não vence jogos.

 

publicado às 16:51

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


5 comentários

Imagem de perfil

De Leão Zargo a 17.04.2015 às 19:46

A época de 2014-15 está ser altamente lucrativa para o FCPorto. Após a eliminação do Basileia já tinha encaixado 23,1 milhões de euros. Agora estão em causa 4,9 milhões.
No entanto, há ainda outro aspecto que não é menos importante e que consiste na valorização dos futebolistas que participam na Champions. E o FCPorto é perito a tirar dividendos dessa valorização.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 17.04.2015 às 20:36

E ainda a percentagem dos direitos televisivos que só será determinada após a prova concluída. De há uns anos a esta parte, é esta receita acrescida pela venda de activos que tem feito a diferença com a equipa do Norte.
Sem imagem de perfil

De iorda9 a 17.04.2015 às 22:47

Acho que o Rui levanta aqui um tema muito pertinente

O "afundamento" recente do Sporting começou na minha opinião com a mudança de estrategia dos rivais Benfica - começaram a entrar jogadores como Saviola e Aimar, Ramires, Di Maria, etc e nós com Zapater's e Farnerud's

A diferença entre os planteis era notoria, mas mais importante que isso foi uma especie de complexo de inferioridade que se foi criando - o que obviamente cria maior instabilidade

Depois com GL mudou.se o paradigma e praticamente todos (incluindo BC e os seus milhões russos) achavamos que o caminho era o do investimento

Foi o que se fez com resultados desastrosos e não só porque a bola não entrou porque os milhoes da champions ou a venda de jogadores (velhos ou que tinhamos pequenas % de passe), nunca chegariam para equilibrar as contas.

Não tenho a certeza de qual o melhor caminho, mas creio que mesmo com alguns erros de casting, a opção nestes 2 anos foi mais correcta - ate porque não devia haver margem para muito mais

Conseguiu-.se atinguir o objectivo de estancar a hemorragia, mas continuamos longe de Porto e Benfica e acho que se devia agora, de forma sustentada aumentar o investimento na equipa, até porque o retorno pode vir de varias formas , como premios, vendas de jogadores mas também Sponsorização e direitos televisivos

Vamos ver como corre este defeso até porque há muitos jogadores titulares que podem sair - muito trabalho se avizinha para BC e Inacio, mas também ninguem lhes disse que ia ser fácil

Saudações Leoninas
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 17.04.2015 às 23:56

Caro Iorda9,

Não podemos nem devemos ir do 8 ao 80 no que a investimento na equipa diz respeito, mas parece-me claro que muito do futuro do Sporting depende em elevar o seu nível de competitividade. Sem recorrer a extremos absurdos, como Luís Duque e Carlos Freitas fizeram, a equipa tem de ser cautelosamente reforçada, caso contrário não temos hipótese.

Muito sinceramente, e digo isto completamente à parte da minha desconfiança em BdC e Inácio, não posso afirmar que estamos no curso certo porque ainda não compreendi o projecto do futebol, se é que um existe. Tenho visto muito tipo ir ao "palheiro" de olhos fechados para ver se se encontra uma ou outra "agulha" perdida.
Sem imagem de perfil

De L a 18.04.2015 às 15:57

Mais de 100 comentários num post e quem diria, um rival a implodir com o cisma de Alvalade! Destacar só a afirmação da noite: "Incrível como ainda assim se arriscam a não ganhar nada este ano." Se é em relação a canecos não deixa de ser verdade para todos menos para o Bruno, que acha que é impossível perder no Jamor. Para o Porto, Benfica, Sporting, Real, Barça e para todos nesta fase da época!

Uma afirmação que só é possível ser proferida por quem está completamente a leste do que é o futebol hoje, depois de mais uma grande noite do FCPorto e do futebol português. Nem 10 campeonatos em Portugal projectavam tanto qq equipa portuguesa. Nem com 10 campeonatos o FCPorto ganhava tanto! Tentem ler o que imprensa estrangeira diz da equipa do FCPorto e com Danilo já no Real. Quando já era unânime que era completamente impossível voltarmos a ter uma equipa portuguesa nas meias-finais da Champions, na actualidade. E ainda assim vai ser muito complicado sem laterais.

A saída da equipa médica ao fim de 38 anos como uma metáfora, finalmente Portugal a destruir uma engrenagem da máquina alemã. Completamente inédito ao nível do futebol português e nem a final de Viena nos anos 80 fez tantos estragos no gigante alemão, hoje muito mais dominador.

"Incrível como ainda assim se arriscam a não ganhar nada este ano." E dizia o Guardiola antes do jogo que o Porto tem olho para contratar. E eu digo para contratar e para facturar.

Portistas vão disputar International Champions Cup:

http://www.record.xl.pt/Futebol/Nacional/1a_liga/Porto/interior.aspx?content_id=942564


Talvez uma visita ao Futebol Finance ajude a compreender melhor a dimensão do jogo mas sobretudo o que é a indústria do futebol hoje. E o campeonato europeu de clubes está ai e não tarda.

p.s. E agora directo ao post do City para tentar perceber como um jogo do Porto foi capaz de abalar tanto a crença do Sporting é nosso outra vez.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo