Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




 

mamona1.jpg

 

Mamona foi a primeira atleta a saltar no Estádio Olímpico, obtendo de imediato a marca de 14m39, um bom prenúncio para o que viria a seguir. Depois, nos ensaios seguintes, obteve 14m14, 14m45, 14m42, 14m65 (recorde nacional) e 14m59 (a sua segunda melhor marca de sempre).

 

Com este resultado, 14m65, a atleta portuguesa do Sporting superou o ex-recorde nacional (14m58), que estava por sinal na sua posse e que foi alcançado no recente Campeonato da Europa, quando conquistou o ambicionado título europeu.

 

O triunfo na prova foi para a colombiana Caterine Ibarguen, com a marca de 15m17. A surpresa foi a venezuelana Yulimar Rojas, com 14m98. A medalha de bronze foi para a até então campeã olímpica Olga Rypakova, do Cazaquistão, com 14m74.

 

Susana Costa ficou às portas do diploma olímpico conquistado por Patrícia Mamona, ao não saltar mais do que os 14,12 metros. Terminou na 9.ª posição, a um lugar do acesso às últimas três tentativas.

 

Eis a reacção de Patrícia Mamona:

 

«Foi a prova da minha vida. Estou super-contente porque esta época foi maravilhosa para mim. Recorde pessoal com mais 10 centímetros, que era o meu objetivo, recorde nacional outra vez. Título de campeã da Europa que não estava à espera e foi um sonho. Agora é desfrutar e depois pensar já em Tóquio 2020.

 

Acho que vale uma medalha para mim pessoalmente, porque foi o meu melhor. Eu sei que desde há quatro anos o objectivo era chegar aqui e saltar muito e foi o que fiz. Não foi uma desilusão não chegar a uma medalha, porque dei o meu melhor e as outras saltaram mais. Esta marca teria dado a prata em Londres 2012, mas não estamos em Londres, estamos no Rio e em Tóquio espero estar ainda melhor e conseguir um dia chegar às medalhas».

 

publicado às 04:14

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo