Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

Sporting-vs-Arsenal-Preview-and-Prediction-Live-st

 

A infeliz derrota, que surgiu apenas pela falhada intercepção de Coates, não anula uma exibição de muita qualidade do Sporting. Melhor na primeira parte, mas nem por isso deixou de merecer um resultado mais favorável.

 

E foi precisamente nesse primeiro período que a arbitragem cometeu um erro grosseiro, que impediu uma provável expulsão do defesa arsenalista pela falta cometida sobre Montero, que estava em posição para se isolar. Ainda se admite que o árbitro não tenha visto o puxão da camisola, mas já o mesmo não se pode dizer do árbitro de baliza que estava de frente para o lance. Nunca saberemos o impacte que esta não decisão teria no jogo.

 

José Peseiro montou muito bem a equipa e a táctica de jogo. Ao optar por três médios, dois exclusivamente defensivos e ainda Gudelj, que sempre oferece um pouco mais de movimento ofensivo, o treinador abdicou de criatividade mas ganhou poder de luta, e na realidade resultou.

 

O Sporting alinhou de início com Renan; Ristovski, Coates, André Pinto e Acuña; Petrovic, Gudelj e Battaglia; Bruno Fernandes, Nani e Montero.

 

Suplentes: Salin, Mané, Mathieu, Diaby, Bruno Gaspar, Jovane e Miguel Luís.

 

img_920x519$2018_10_25_18_13_40_1464379.jpg

 

O Arsenal entrou melhor na segunda parte, criando mais problemas à defesa leonina, mas apesar desse domínio, só o falhanço de Coates ao tentar interceptar a bola, permitiu o único golo da partida.

 

Em abono da verdade, faltou ao Sporting um pouco mais de pujança ofensiva, mas as opções são limitadas e, hoje, mais do que nunca, considerando as características do jogo e do adversário, notou-se a falta de Bas Dost.

 

Não é a jogar assim que o Sporting vai realizar uma má época, pelo contrário. Esperamos que a qualidade da exibição ofereça a indispensável confiança para a equipa continuar a jogar a este nível.

 

publicado às 19:49

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


58 comentários

Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 25.10.2018 às 20:33

Uma deficitária pré-época!
É concerteza uma das causas.. Todos sabemos.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 25.10.2018 às 21:09

Bem.. mas já houve muito tempo para compensar a pré-época.
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 25.10.2018 às 21:31

Não há não!..O tempo não encolhe
O top antinge-se em Outubro, Novembro.. Ou seja, andará o Sporting sempre atrás do Top.
Antigamente arranjava-se isso com as pausa das seleçôes ou Taça. Hije em dia é mais dificil, pois todos ou quase são internacionais. É dizer, sem pausa..e muita viagem.

Pode-se sim, equilibrar um pouco a balança dependendo do treino(treinador, equipa técnica) mas, na realidade só será bem visivel em meados de Fevereiro, Março, recta final.

Visto de fora, também é provávelmente a razão porque o Zé Peseiro faz jogar a equipa, muitas vezes em rotação baixa, lenta e aqui und o Nani é peça fundamental.
E esta é desagradável para nós adeptos.... Eu não o faria mas, cada cabeça sua sentença, dizem😊
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 25.10.2018 às 21:38

O Nani está viciado nesse tipo de jogo, ao ponto de por vezes exagerar.

A questão da pré-época é muito subjectiva. Eu acho que o maior problema recai sobre as limitações do plantel.

Peseiro é uma discussão à parte.
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 25.10.2018 às 21:51

Concerteza!
O plantel é também um grande factor.

Não me referia ao Peseiro. Até porque não sei como ele trabalha os treinos. Quis só referir em um modo geral.

Nani,... São ordens!. Ninguém age assim por conta própria, embora eu concorde consigo. Por vezes, é demais.!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 25.10.2018 às 21:55

Além de ordens, o Nani já é há muito conhecido por esse tipo de jogo. Como já não tem pernas para fazer o corredor, opta por esse estilo de jogo. Por vezes é útil, mais vezes do que não, exagera.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 25.10.2018 às 23:59

Estava a tentar lembrar-me das lesões musculares: Bas Dost, Mathieu, Wendel, Raphinha, agora Ristovski. Falhei algum?

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D




Cristiano Ronaldo