Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Peseiro, o provisório

Leão Zargo, em 31.10.18

 

21221938_Yc9lB.jpeg

  

José Peseiro é um pouco como a pescada. Antes de ser já era. Ainda mal tinha começado e já era um treinador a prazo. O presidente Frederico Varandas fez questão de sublinhar que quer o melhor treinador para o Sporting. Sousa Cintra também decidiu complicar-lhe a vida. Ouviu um coro de assobios em Alvalade quando o seu nome foi anunciado antes do jogo com o Boavista. Grande parte dos adeptos não o valoriza, e para muitos será sempre o responsável pelo “quase” em 2005. Apesar da bela vitória frente ao Boavista, ninguém se esquece da derrota com o Portimonense. Ele próprio dá a sensação de se sentir isolado.

 

Peseiro não tem margem de erro nem muita tolerância dos adeptos. Chega a ser revoltante certa hostilidade, mas não adianta invocar a realidade pois quase ninguém gosta dela como ela é. Poucos o ouvem quando tenta explicar o modelo de jogo mais pragmático e menos ofensivo porque ainda não tem jogadores com posse de bola que o permitam, e porque falta poder de fogo na grande área adversária. Também não interessa o facto de respeitar os adeptos leoninos, ao contrário de Jesus. Um treinador está sempre a prazo, mas o lugar de Peseiro está em risco quase desde o primeiro dia do regresso a Alvalade.

 

Os adversários de Varandas perceberam que neste momento o treinador é o ponto mais vulnerável da direcção do Clube. Não me refiro aos apaniguados do destituído que todos os dias procuram puxar para baixo o estado de coisas. Agora há quem aguarde na sombra. O mal da equipa leonina será o momento de acção, sempre foi assim, e quem está lá em cima sabe isso mesmo. A verdade é que Peseiro tem de fazer mais, a equipa tem de jogar melhor futebol e de vencer com maior frequência. Ele não pode revelar medo, tem de ser um líder ambicioso. Aquele discurso de perder por menos do que outros deita tudo a perder. É que há um lastro antigo que se lhe colou à pele e que volta sempre que há um desaire.

 

publicado às 12:31

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


34 comentários

Imagem de perfil

De Naçao Valente a 31.10.2018 às 17:28

Caro Leão Zargo,
Peseiro não é um treinador excepcional, muito longe disso. É um treinador de circunstância, contratado a curto prazo. Nenhum técnico de alta qualidade aceitaria. Além disso, o Sporting tinha perdido nove jogadores. Apenas dois regressaram. Contratações foi o que se viu.

Peseiro teve, quase em contra-relógio, de construir uma equipa com muitas segundas linhas. Sem jogadores para transportar a bola, teve de organizar a equipa para jogar para resultados. E, nesse aspecto, exceptuando Portimão, não correu mal.

Os piores jogos, com mau futebol, foram na Liga Europa, e para a Taça de Portugal. Aí jogaram terceiras linhas, com a agravante dos jogadores estarem pouco rotinados. Vamos ver hoje, como corre, com a mesma receita, para poupar atletas, em função da sobrecarga de jogos.

O adepto, deste ou de outro clube, não utiliza a razão. Reage sem, ou quase, emocionalmente. Não considera limitações técnicas, não admite necessidade de integração, desconhece a situação física ou emocional do atleta. Resumindo, não conhece da missa a metade, mas acha que é padre. E é difícil ser verdadeiro padre numa freguesia destas.


Sempre fui pela estabilidade. Por isso tenho dito que a troca de técnico neste momento é extemporânea e contraproducente, para mais com a grave situação financeira. É hora de corrigir danos e fazer o melhor possível, sem sonhar muito alto.


Peseiro é treinador para o Sporting? Poderá não ser, mas não merece a contestação irracional? Até Sousa Cintra que o contratou já lhe deu uma bicada. Mas que esperar de quem despediu Robson? E Varandas também já deu um lamiré. Pode significar que não consegue libertar-se da pressão dos grupos organizados. Preocupante.É a primeira crítica que lhe faço.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 31.10.2018 às 17:46

Caro Nação Valente, concordo absolutamente consigo. Acrescentaria que Peseiro não faz sonhar os adeptos, não gera ilusões... Na verdade, há o perigo da haver uma grande desmobilização dos adeptos se as coisas começarem a correr mal.

Apesar de tudo o que se possa considerar sobre o treinador, nesta fase da época considerando o que foi feito e a situação actual, o Sporting precisa de estabilidade e de consolidação de processos de treino e de jogo. A Peseiro compete aguentar a pressão e Varandas está perante um grande desafio. Um soldado não se esconde nem vence sozinho uma batalha. É esse o desafio do presidente!

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D




Cristiano Ronaldo