Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ponte de ligação aos leitores

Rui Gomes, em 02.03.18

 

20838056_NKiqv.jpg

 

"As receitas operacionais subiram 4,6M graças a Champions cujos prémios subiram 4,5M em relação ao ano anterior. Aumento de proveitos esse que foi totalmente ultrapassado pelo aumento dos custos de pessoal (mais 6M) e dos FSE (mais 1M).

O resultado? Apresentaram um resultado operacional parecido com o do ano passado.


Como acabou o ano passado? Com 17M negativos de resultados operacionais.


Só que este ano estão a apresentar custos correntes muito superiores, pelo que prevejo, assim como previ e acertei no ano passado, um resultado operacional ainda mais negativo. Um resultado operacional negativo é o que normalmente se chama, "buraco nas contas".

No 2º trimestre tiveram um prejuízo de quase 15M, o que dá um prejuízo mensal de 5M! Uma barbaridade!

Sabe porquê? Porque não periodizam os proveitos e colocam-nos todos no 1º trimestre. Como fizeram o ano passado!

No 2º trimestre tiveram 3M de prémios da Champions. Sem isso teriam 6M de prejuízo por mês de Outubro a Dezembro.

Como pensa que vão ser as contas até ao fim de Junho? Onde estão as receitas que irão permitir ter resultados operacionais positivos? Ganhando a Liga Europa?

Porque falo eu nisto?


Porque, primeiro, afirma que financeiramente estão muito melhores, quando eu afirmo o contrário. Segundo, no 2º semestre não terão as receitas da Champions, mas os custos gigantescos apresentados, mantêm-se! Daí eu afirmar mais uma vez que financeiramente estão piores do que no ano anterior.


Naturalmente que no fim do ano chega a factura e em Junho terão de vender os melhores "anéis" para pagar as dívidas aos bancos e, provavelmente, os proveitos que andam a antecipar da NOS".

 

Leitor: JOÃO FERREIRA

 

publicado às 03:25

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


15 comentários

Sem imagem de perfil

De Fidalgo a 02.03.2018 às 09:16

Bom dia,

Ao contrário do que BdC & amigos gostam de afirmar, as contas do Sporting não estão melhores. Eles não salvaram o Sporting de coisa nenhuma. Estão simplesmente a empurrar o problema para quem vier a seguir. Tudo não passa de propaganda. Mascarar contas não custa nada.
Sem imagem de perfil

De Diogo a 02.03.2018 às 12:20

Caro Fidalgo,
Como é que se "empurra o problema para quem vier a seguir", se o Sporting está a diminuir o passivo da SAD há vários anos consecutivos... ?
Em especial, no que à dívida bancária diz respeito.

Aliás, ainda digo mais. Caso viesse agora uma nova direção que pretendesse dar lucro, a coisa era bem simples. Mandava embora JJ + Bas Dost + Doumbia, poupava 13M/ano e já tinha resultados operacionais positivos. Era, literalmente, tão simples como isto.

SL
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 02.03.2018 às 12:25

Diogo,

Mandar embora o Mathieu, Coentrão e Acuña.. Ficavam as contas mais ligeiras. Por favor!!..
Essa não foi uma boa ideia
Perfil Facebook

De José Coelho a 02.03.2018 às 13:16

Então e as VMOC's? Não são consideradas como passivo por esta direção. Mas são dívidas que se não forem resgatas, pelo menos 127 milhões de euros, o Sporting perde a maioria da SAD. Isto dito pelo Sr. BC em entrevista dada no ano passado, aos jornalistas Bernardo Ribeiro, José Ribeiro e Alexandre de Carvalho do Record.
Se juntar-mos estes 127 milhões ao passivo atual de 270 milhões, dos três grandes, somos os campeões. Á g'anda Bruno!
Sem imagem de perfil

De Bento de Jesus Carvalho a 02.03.2018 às 10:15

Parece evidente que este tipo de gestão económica do Sporting só pode ter sucesso, se for compensada com a venda de jogadores e a participação na LC.
Imagem de perfil

De PSousa a 02.03.2018 às 11:08

Pelo que percebo o João Ferreira apenas se está a referir ao ano anterior versus este ano... e não a comparar ao passado, certo?
Será que estamos pior ou melhor que o passado?
Para mim o tema de contas é esse, estamos ou não a reduzir passivo? Temos ou não melhor activo? Isso sim é importante!
Sem imagem de perfil

De Balajic a 02.03.2018 às 11:36

PSousa: sabes o que são "resultados operacionais"?

Sendo simplista, o que te serve teres uma casa que vale 1M€ se não recebes um salário que te permita pagar as tuas despesas mensais?

Mais tarde ou mais cedo...
Imagem de perfil

De PSousa a 02.03.2018 às 11:40

Mas estamos melhor ou não que o "passado"?
Reduzimos ou não passivo? Pagamos mais ou menos pelos "empréstimos"?
Sem imagem de perfil

De João a 02.03.2018 às 12:15

Pelos seus comentários vê-se que não percebe nada disto, porquê insistir com argumentos supérfluos ?
Imagem de perfil

De PSousa a 02.03.2018 às 13:29

Se você soubesse....
Até lhe poderia dar lições, mas para quem acha que pelos meus comentários não percebo nada disto... vou deixá-lo a falar sozinho!
Passe bem!
Sem imagem de perfil

De João Ferreira a 02.03.2018 às 12:19

P Sousa, ninguém tem dúvidas que diminuir o passivo é importante, especialmente quando esse passivo "come" parte dos proveitos operacionais, o que até nem é o caso do Sporting, cujo passivo oneroso é pequeno em relação ao passivo total. Pouco paga de juros. Ao contrário dos seus rivais. Podem agradecer ao Ricciardi.

Mais importante é uma gestão equilibrada. E o que é uma gestão equilibrada? É ter equilíbrio entre os proveitos operacionais, aquilo que se ganha na actividade corrente (sem proveitos extraordinários), e os custos operacionais, do dia a dia.

É bom o exemplo que o Balajic dá.

Se os resultados são melhores do que quando tinham 40M de prejuízo durante 2 ou 3 anos? Sem qualquer dúvida!
Mas isso nem é importante neste momento, porque todos sabemos a que levou esse descontrolo. Tentar justificar uma gestão desequilibrada actual com outra que foi pior no passado não é um argumento válido. É o que se chama tentar tapar o sol com uma peneira.

O que observamos hoje são contas que continuam desequilibradas, que estão a levar o clube pelo mesmo caminho que o Porto tem trilhado nos últimos anos, e que o Sporting já trilhou, com os resultados que todos vemos.

Viver acima das nossas possibilidades é sempre mau. E quando isso é prolongado no tempo, é péssimo!

Resumindo, na minha opinião, as contas este ano estão piores do que o ano passado. Que já estavam mal.
Imagem de perfil

De PSousa a 02.03.2018 às 13:27

É verdade que estamos a gastar acima do que podemos de um ano para o outro, mas porque será? A meu ver haverá uma compensação com a venda de jogadores, só assim se explica o estar a gastar mais do que o que se ganha.

É verdade que os custos são maiores, mas o que tem estado aqui em causa é uma gestão da actual direcção e para comparar, tem de ser comparada com as anteriores. Veremos no final qual foi a melhor decisão, se reduzir o passivo ou de colocar esse valor nas contas para elas serem mais "equilibradas".
Sem imagem de perfil

De Diogo a 02.03.2018 às 12:18

"Sabe porquê? Porque não periodizam os proveitos e colocam-nos todos no 1º trimestre. Como fizeram o ano passado!"

Mas isso é diferente em algum clube do mundo... ?

---

Todos sentimos saudades destes comentários catastrofistas, que faziam falta, nos tempos em que o Sporting tinha resultados operacionais semelhantes... aos do Porto. Nem quero imaginar o João a analisar as contas do Porto. Caía logo para o lado.

--

É com algum espanto que o leitor constata que estamos a ganhar mais (fruto da Champions e não só, mas isso não vale a pena analisar) e, espante-se, a gastar mais ! Pelos vistos, a ideia da direção é investindo mais conforme vai recebendo mais... ? Que pouca vergonha é esta?

--

Quem conhece as contas do Sporting e fala com propriedade entende o caminho que tem vindo a ser trilhado. Conhece o valor do plantel. Sabe do aumento de receitas que teremos no próximo ano. Compreende a importância da redução da dívida bancária. E, por tudo isso, está descansado.

SL
Sem imagem de perfil

De João a 02.03.2018 às 12:23

A cartilha dos apóstolos !!!

Boa Diogo.
Sem imagem de perfil

De de Vigia a 02.03.2018 às 13:44

Ou como diz o cartilheiro: "trata-se de um défice positivo!!"

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo