Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ponte de ligação aos leitores

Rui Gomes, em 07.06.18

 

assembleia.jpg

 

"1 - Os tribunais só poderão dar ou não validade às providências cautelares, nada mais que isso. Se será ou não até dia 17 é uma incógnita, se bem, que eu acredito piamente que até dia 8 os tribunais irão pronunciar-se pelo menos em relação a uma providência cautelar.

2 - As eventuais decisões não necessitam de ser revertidas, pois dando os tribunais razão à MAG, quaisquer consequências decorrentes da "assembleia ilegal" serão simplesmente consideradas nulas, ou seja, como se nunca tivessem acontecido.

3 - Na minha opinião quem acredita na ilegalidade da assembleia geral do dia 17, não deve marcar presença, pois com isso só irá dar "força" a uma futura argumentação do CD. No futuro o CD irá querer argumentar dizendo que além da convicção dos próprios em como a "pseudo-mag" era legitima, também o era nos sócios que se fizeram representar em grande numero numa assembleia por ela convocada. 


Ora, se a assembleia ilegal for "vazia" de presenças, será mais um argumento para mostrar em como os sócios não reconhecem esta "pseudo-mag", e mais uma "dor de cabeça" para Bruno de Carvalho".

 

Não é minha intenção abusar da participação do nosso estimado leitor Ricardo Rodrigues, mas a sua contribuição tem sido especialmente importante e deveras informativa neste abjecto período que atravessamos no nosso Clube. Deixamos aqui, portanto, o registo do nosso singelo reconhecimento.

 

publicado às 03:17

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


6 comentários

Sem imagem de perfil

De HY a 07.06.2018 às 10:35

Só uma nota: a aceitação das providências cautelares seguramente implicaria o reconhecimento da nulidade das tais assembleias. Mas estou convicto que, com ou sem providências cautelares, a nulidade de todos os actos consequência de decisões da tal mesa provisória é evidente.
Sem imagem de perfil

De Ricardo a 07.06.2018 às 15:04

Boa tarde HY,

Este texto foi retirado de uma resposta que dei relativamente a uma questão. Tendo sido retirado o "contexto", por vezes alguma informação acaba por ser perdida e/ou incompreendida.
Agradeço assim o esclarecimento que acaba por enriquecer o texto.

Fortes Rugidos
RR
Sem imagem de perfil

De Ricardo a 07.06.2018 às 15:10

Caro Rui,
não é qualquer abuso. Neste momento todos estamos a rumar para o mesmo lado, a salvação do SCP, se bem que podemos todos ter ideias diferentes desse mesmo rumo.
A minha função enquanto leitor e comentador é apenas ajudar ao esclarecimento de situações para que as pessoas na posse da informação possam tomar as suas decisões conscientemente. É que, como sabemos, o problema da desinformação é que a mesma abre caminho ao populismo, e os resultados do populismo estão à vista.

No que puder e conseguir, irei continuar a esclarecer, bem como continuarei a questionar aquilo que não compreendo (como fiz ainda ontem noutro post).

Sócios informados conduzirão o Sporting a bom porto, sócios desinformados conduzirão o Sporting para onde os mandarem.

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.06.2018 às 15:31

A sua participação é muito apreciada por todos.

Quando tiver disponbilidade, nada urgente, agradeço que me contacte através deste endereço de email:

camaroteleonino@outlook.com

Abraço
Sem imagem de perfil

De João Luis a 07.06.2018 às 16:35

Excelente post, elucidativo de uma estratégia inteligente a seguir por todos os sportinguistas, evitando assim as possiveis confrontações das manifestações e tomadas de posição precipitadas de uma "maralha" acéfala.
Sem imagem de perfil

De Francisco Esquina a 08.06.2018 às 17:14

As intervenções do leitor Ricardo tem sido de uma importância e ajuda notáveis, merecendo o destaque do Camarote e, pessoalmente, os meus agradecimentos.

Apesar de perceber a mensagem e, principalmente, a lógica por detrás do ponto 3 (a ida ou não das AGs ilegais (as marcadas pela ilegalissima CTMAG)), fico com a dúvida, mais uma vez no que diz respeito ao que é a prática do direito, de que seja relevante o número de sócios que acham que as ditas são ou não ilegais ou que a força da razão possa estar dependente do número de sócios que possam comparecer nas assembleias.

Tal como o “contrário” também será igual ao litro: apesar da relativa “força moral” e “maior legitimização” que possa dar, qualquer que seja o número de sócios que compareçam e votem na AG legítima o seu resultado será válido e decisivo para o clube.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo