Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ponte de ligação aos leitores

Rui Gomes, em 20.09.20

Capa-landingimagebolaligaNOS (2).png

Para evitar dúvidas e confusões, não se deveriam fazer adiamento de jogos. As equipas da I Liga têm, penso que sem excepção, plantéis vastos o suficiente (50+ jogadores, contando com B e Sub23) para conseguir apresentar pelo menos 15 jogadores não positivos Covid19 a qualquer compromisso. No limite, bastariam 11 jogadores de campo.

Pela positiva, prosseguia o campeonato com alguma normalidade e davam-se hipótese a novos jovens talentos de surgir em campo.

Pela negativa, poderia haver perda de competitividade em alguns jogos.

Em casos limites, a falta de comparência de uma equipa daria derrota.

Comentário do leitor Paulo SCP

publicado às 04:06

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


9 comentários

Sem imagem de perfil

De Orlando Santos a 20.09.2020 às 08:35

Concordo, não há motivo para adiamento, jogadores não faltam. E esta época vai ser bem apertada.
Sem imagem de perfil

De Leão do Norte a 20.09.2020 às 12:21

Concordo que o adiamento deverá ser a última das opções, mas atenção nem todas as equipas têm Bs ou Sub23 e há a situação em que um plantel todo fica impedido de treinar (como foi agora o caso do Gil Vicente) por isolamento.
Obrigar uma equipa a ir a jogo sem lhe ter sido dada a oportunidade de treinar, mesmo os atletas negativos, é levar ao extremo a injustiça da competição.
Em relação à falta de comparência, é uma situação que eu nunca gostaria de ver aplicada. Para mim seria o descrédito total da competição.

Mas lá está, têm de existir critérios bem definidos, de fácil execução e compreensão e aplicados uniformemente em todas as situações.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 20.09.2020 às 12:37

Não compreendo o plantel todo do Gil Vicente estar impedido de treinar e por ordem de quem, as autoridades locais e regionais, as mesmas que tomaram parte na decisão de adiar o jogo?

Segundo parece, nem todos os jogadores do Gil estão em quarentena. Sendo esse o caso, qual é o problema com os não infectados treinarem?
Sem imagem de perfil

De Leão do Norte a 20.09.2020 às 13:09

O Gil Vicente esteve cinco dias em quarentena, sem treinar, por indicação do delegado de saúde local. Retomou os treinos na quarta-feira (16/09), mas foram novamente suspensos na quinta-feira também por ordem da autoridade de saúde local, que ordenou quarentena a todos os elementos do plantel.
Sem imagem de perfil

De Vieirinha a 20.09.2020 às 17:14

Provavelmente ainda estariam a averiguar a possível origem do surto. No caso de ser externo ao grupo haveria sempre a possibilidade de novas contaminações.
Sem imagem de perfil

De Vieirinha a 20.09.2020 às 17:23

Não compete aos profissionais de saúde se preocuparem com a justiça ou falta dela da competição ou com a logística da mesma. Isso é um problema da Liga e da FPF. Apenas lhes compete garantir que ao dia do jogo todos os intervenientes foram testados e comprovados aptos para competir. Agora a partir do momento que alguém em um grupo teste positivo na 1/2 dias antes de um jogo este terá necessariamente de ser posto em causa, porque mesmo que todos os outros tenham testado negativo não garante que entre estes não haverá novas infecções que apenas serão visíveis em teste alguns dias depois.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 20.09.2020 às 17:53

Há falta de um protocolo consistente e não deixar as decisões nas mãos de autoridades locais, com critérios variáveis.

Antes da partida para a Grécia um dos jogadores do Benfica testou positivo, no entanto a equipa viajou, jogou, regressou a Portugal e passado 3/4 dias defrontou o Famalicão.
Sem imagem de perfil

De Vieirinha a 20.09.2020 às 19:21

Pois não sei se há ou não um protocolo seguido para tomar estas opções. A haver deveria ser público para que todos compreendessem os critérios utilizados nestas decisões. Esclarecimento que que deveria ser responsabilidade da CS.
Perfil Facebook

De Indiana Julio a 21.09.2020 às 00:16

Derrota em toda a linha da Liga para nao dizer com estrondo , o tempo que andaram reunidos com protocolos e protocolinhos para lá e para cá nada valeram, foi tempo perdido e serviu para nada , a Liga neste assunto demonstrou ter zero de autoridade e nao evitou o precedente grave.
Por isso estâo caladinhos porque nada têm para dizer , imagino o estado de alma do Pedro Proeça depois de se andar a armar aos cágados.

O campeonato desta época já está ferido de morte.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo