Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ponte de ligação aos leitores

Rui Gomes, em 03.07.22

download.png

"A par de algumas boas contratações a qualidade dos reforços pedidos por Amorim tem sido cada vez mais decepcionante. Se houveram Marcus Edwards ( que mesmo que não resulte tem um alto potencial de valorização) ou Ugarte (com 20 anos a jogar a titular no Famalicão seria muito difícil perder dinheiro) têm havido cada vez mais equívocos como Paulinho (valor bastante exorbitante tanto em salário como transferência para a qualidade demonstrada), Vinagre (compra obrigatória se a EQUIPA se apurasse para a segunda fase, quem faz estes contratos?!!!) e agora Morita (a idade enfraquece muito a esperança de valorização) ou o Slimani cujo salário deveria ter sido obstáculo intransponível.

Eu gosto do Sarabia, por exemplo, mas nunca o traria de volta a bem das finanças. A par de tudo isto vamos perdendo jogadores importantes como o Nuno Mendes e o Palhinha e no futuro o Pedro Porro. Há muito jogador por aí como o Navarro (alto potencial de valorização se for pelo preço certo ) e outros bem mais acessíveis".

Comentário do leitor João Dias

publicado às 03:33

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


16 comentários

Imagem de perfil

De David Rodrigues a 03.07.2022 às 08:55

Existem regras que têm que ser cumpridas para um jogador poder fazer parte do plantel. Estas regras aplicam-se aos potenciais reforços ou jogadores do plantel.

Regras essas que passam pelo salário, duração do contrato, personalidade, ...

Battaglia e Sporar têm um salário que ultrapassa o teto salarial. Independentemente do seu valor, não podem fazer parte do plantel.

Renan tem um salário muito próximo do teto salarial. Treina-se à margem do plantel faz 2 anos e meio.

Battaglia e Renan de certeza que para o ano já não são jogadores do Sporting.
Os seus contratos terminam.

Rafael Camacho e Ilori também estoiram o teto salarial. Principalmente o primeiro.
Em 2024, o mais tardar, não serão jogadores do nosso clube.

Estes dois últimos jogadores foram contratações da responsabilidade desta direção. Jogadores novos com margem de progressão.

Jovane Cabral, Joelson Fernandes e Gonzalo Plata não quiseram renovar o contrato. Os empréstimos foram a alternativa. Espera-se que um, ou dois, sejam vendidos.

Na época do titulo foram adquiridos Ádan, Feddal, Antunes, João Pereira. O Sporting foi campeão. Ou seja, os "velhos" trazem algo que os "novos" não têm: a experiência.

Paulinho é um jogador que se enquadra perfeitamente no sistema táctico do Rúben Amorim e tem um perfil com muitas valências para a equipa.

Rúben Vinagre tinha tudo para dar certo no Sporting. Ainda pode ter.

Slimani. Penso que foi um capricho da direção. Não faço idea do seu salário.
Adorado pelos adeptos, tem um feitio que não se enquadra nos requisitos. Podemos ver como um exemplo a não repetir no futuro.

Como pode ver, nem tudo é trivial.
Escreveu que um jogador a contratar tem que ter idade para ser valorizado numa transferência. Ao mesmo tempo, escreve que o Sporting perde jogadores como o Nuno Mendes e o Palhinha e no futuro o Porro.
Uma contradição.

Deixemos, primeiro o Morita jogar. E depois sim, tirar ilações.
Queimar um jogador à cabeça porque tem 27 anos...

... 27 anos têm o Palhinha na semana que entra.

O Sporting está a arrumar a casa.
Faltam 2 anos para a casa ficar arrumadinha. Depende da venda do Sporar cujo contrato termina em 2025.

Toda a política das contratações estão alavancadas em processos para dar frutos no presente e no futuro.
Os escalões da formação estão a ser apetrechados com jogadores solicitados pelo Rúben Amorim.

Ao contrário de si, sinto os reforços pedidos por Rúben Amorim muito bons.
Gonçalo Esteves e Diogo Abreu por exemplo.
Imagem de perfil

De David Rodrigues a 03.07.2022 às 09:07

O Sporting apenas fez 2 (duas) contratações este ano:
St. Juste e Morita.
O Abdul Fatawu e o Diogo Abreu foram contratados na época passada.

O Sporting deixou de contratar jogadores ao kilo.
Só possível pela qualidade das contratações feitas.

Cada vez mais contrataremos menos.
E as apostas continuarão a ser na formação. De forma a termos jogadores preparados para substituir os jogadores que forem para vendidos para outros clubes.
Este é o posicionamento possível do Sporting frente a clubes poderosos financeiramente.

No futuro, com uma Academia melhorada e alargada de forma a potenciar ainda mais craques as aquisições do Sporting em jogadores maduros será cada vez menor.

O caminho faz-se etapa a etapa.
E sinto que o Rúben Amorim sente-se Feliz na construção destas etapas.
Que assim seja, pois o selo das vitórias será garantido.

Não consigo pensar um rumo do Sporting sem o Rúben Amorim no leme.
E que não consigo mesmo.
Sem imagem de perfil

De João F. a 03.07.2022 às 11:25

"O Sporting deixou de contratar jogadores ao kilo."

EXACTO!
Alguns dos que andam por aqui, não se querem lembrar nos cerca de 100 jogadores contratados pelo presidente anterior (média de 20 jogadores por ano) dos quais só uma dezenas deles jogou na equipa principal!

É gente que pensa que temos todos uma ervilha no lugar do cérebro e que a memória remota não existe...

Imagem de perfil

De David Rodrigues a 03.07.2022 às 09:28

O Sporting, na eventualidade de não sairem jogadores, tem o plantel praticamente fechado.

Ao que tudo indica "apenas" quer mais duas contrações: Trincão e Samuel Lino.

Não é para todos, é só para alguns.

Benfica a comprar toneladas de jogadores.

O Porto só vende.
Uma fatia grande do bolo vai para o Jorge Mendes.
Outra fatia grande vai para o reembolso dos obrigacionistas.
Não consegue comprar. Nem segurar o Mbenda. E este nem clube ainda conseguiu arranjar.
E perdeu um jogador, defesa central barasileiro, para o Benfica.

O Sporting está num processo de arrumar a casa já lá vão 2 (dois) anos.
Se com a casa em manutenção já consegue estes resultados, como será com a casa arrumada e limpa? E ampliada (Academia)?

Deduzo que o percurso alcançado só foi possível pelo caminho percorrido entre as setas e o alvo.
Sabendo também, que algimas setas falharam, e falharão, o alvo.

O desafio para uma boa gestão é reduzir cada vez mais as setas que se desviam do alvo.

E seguramente com este grupo de trabalho, desde o presidente aos jogadores, passando por todos os profissionais desdes os cozinheiros aos porteiros, o futuro do Sporting está garantido.

Ansioso por ver as novas contratações do Sporting em ação!
Imagem de perfil

De Greenlight a 03.07.2022 às 10:29

Caro David Rodrigues,
O Caro é um optimista, tende a empolar o que de bom tem sido feito ( e muito tem sido com Amorim) e a ignorar os erros cometidos. Nestes últimos, a contratação de Vinagre é incontornável. Já Morita tenho esperança que não seja um novo Eduardo, que era bom no Belenenses mas falhou completamente no Sporting. Quanto aos rivais, eu diria que o SLB continua a senda vieirista, com a contratação de toneladas de jogadores mas, de vez em quando, com grande acerto financeiro, como foi o caso de Darwin, mas, desportivamente, parece longe de formar uma equipa competitiva. Quanto ao clube do ódio tem sabido potenciar o sucesso, aí mérito do "raivoso" Conceição, de há 2 ou 3 anos na equipa dos Sub20 (ou lá como se chama agora) e fez grandes vendas, Fábio Vieira e Vitinha, este último com a ajuda do Sr.Santos, que lá convocou, a "pedido" e à pressa, o jogador para a Selecção. O Fcp também consegue, misteriosamente, fazer contratações, a bom preço, a equipas do campeonato nacional, casos do "mergulhador" Taremi, Toni Martinez e mais recentemente Eustáquio. Claro que se for contratar ao Braga terá pagar mais, mas como dizia o outro "noblesse oblige". De qualquer modo, não há dúvida que há alguns clubes/dirigentes portugueses que se põem de cócoras quando falam com o Fcp. Isto é, a rede de influências do FCP não se resume às arbitragens mas com este último poder garantido e árbitros do calibre de João Pinheiro e Soares Dias, o FCP será candidato a revalidar o título, com mais ou menos contratações.
SL
Imagem de perfil

De David Rodrigues a 03.07.2022 às 18:36

Como Sportinguista terei sempre a esperança renovado no início de cada época.

Acha que empolo o que se bem tem feito?
Empolar é ver uma coisa grande quando ela é mais pequena.
Os meus comentários empolam as coisas positivas. Não concordo.
Porque o diz?

Se me disser que não comento as situações menos positivas, como comento as positivas já concordava.

Os filtros. Cada um sente com os filtros que coloca.
Imagine um cenário montado com 99 aspetos positivos e 1 negativo.
Existem pessoas, as pessimistas, que não conseguem deixar de tirar o foco do único aspeto negativo. E deixam o positivo passar ao lado nas suas vidas.

Faz parte da natureza humana. É assim que os seres humanos funcionam.
O tipo de filtro é colocado segundo os seus objetivos, medos, crenças, religião, políticas, ...

E o objetivo de algumas pessoas é simplesmente falar mal por falar.
Outras porque querem o poleiro do poder.
Outras porque não gostam das pessoas que lá estam (ou partes delas).
Outras porque perdem tachos.

Fazer é muito diferente de falar.
Falar é simples, agora fazer...
E a melhor publicidade que se pode fazer de um produto, de um trabalho; são eles próprios. Não o que se diz.

E a melhor prova dos nove que se pode fazer ao trabalho desta equipa é carinho, apoio, afeto que os adeptos dão, ou não, no estádio quando vêem os jogos.
Sabe qual é?

A seguir vem a classificação na tabela quando as provas terminam.
Não nos podemos queixar... antes pelo contrário.
E com arbitragens que nos prejudicam.

Já chega começar o campeonato desnivelado com as arbitragens a beneficiarem piscineiros, mergulhadores, meninos mimados, ....
Sermos agredidos por elementos da claque no próprio terreno de jogo e no campo disciplinar saímos com mais castigos, penalizações que o próprio agressor.

Quando as coisas correm bem penso que o maior apoio que podemos dar ao clube, é isso mesmo: apoiar.

Apoiar nos momentos bons e nos momentos maus. Os jogadores têm um ego filho da mãe. Querem ser os melhores, receber muito. Quanto a trabalhar.... a porca torce o rabo.

Por isso Rúben Amorim coloca a equipa em primeiro lugar. Só a seguir podem brilhar os jogadores.

Os jogadores contratados têm que ter determinados adjetivos, substantivos e verbos no seu currículo. Não basta só o seu valor desportivo.

E Rúben Vinagre deu provas que podia ser um Leão do plantel.

Rúben Vinagre vai dar a volta por cima?
Não sei.
Mas sei que se for ajudado tem mais probabilidades de vencer.

Por isso não empolo os aspetos negativos ou menos bons.
Não quero fazer parte do problema.
Mas sim da solução apoiando incondicionalmente qualquer jogador do plantel.

Coates, Neto e Matheus Reis já passaram por patinhos feios.

Sou assim nos comentários, porque o único meio que me faz torcer pelo sucesso do Sporting é o Sporting vencer independentemente de quem lá está.

Diga-me outra coisa:
A contratação do Rúben Vinagre ser incontornável.
Não gostava de não ter razão no início da próxima época?
Ou de Rúben Vinagre ter um sucesso tão grande e poderá ser transaccionado por um valor que nos dê lucro?
Ou amortizar o valor investido?
Ou prefere ter razão até ao fim?
Sem imagem de perfil

De João F. a 03.07.2022 às 20:09

Parabéns pela análise!
Imagem de perfil

De David Rodrigues a 03.07.2022 às 21:55



João F.
Este tema é eterno. Não se esgota.

É assim nos partidos políticos.
E assim no trabalho. Todos queremos ser promovidos e não queremos o sucesso dos colegas.
O sucesso dos colegas entra em rota de colisão com a nossa promoção.
E assim em (quase todo o lado).

No nosso clube, para alguns, o Sporting só pode ser campeão e ter sucesso se for como querem e não como o Sporting é.

Com cartas dadas, com sucesso, quem somos nós para apontar o que está mal com sentido negativo?
Se o fizermos, somos aliados dos nossos adversários.

As eleições são o palco, a sede própria para fazer companha.
Imagem de perfil

De Greenlight a 03.07.2022 às 23:17

David Rodrigues, muito do que escreveu nem merece qualquer comentário, nomeadamente a questão dos tachos e afins... enfim a Direcção e o Treinador do Sprorting devem ser apoiados mas não são infalíveis e não podem ser imunes a crítica, principalmente por parte dos sócios do Sporting e accionistas da SAD que é o meu caso. O outro, o Destituído, é que achava que tinha sempre razão e não podia ser criticado e quem ousasse fazer isso era imediatamente apelidado de "croquete" ou sportinguista de segunda categoria. Vir para este Blog apenas para aplaudir o que está bem, ou pior ainda, para zurzir em quem se atreva a críticar esta ou aquela decisão da Direcção ou do Treinador é na realidade emular aquilo que o Destituído e a sua camarilha faziam. Mas voltando à questão Vinagre, a sua contratação, pela forma e valores em questão foi um perfeito disparate e só não vê quem não quer ver. Mas e respondendo à sua questão concreta e entre escolher em continuar a ter razão, até ao fim, ou vir a reconhecer que estava enganado, preferiria que Vinagre fizesse uma grande época no clube para onde vai ser emprestado e daqui a um ano o seu passe fosse transaccionado com lucro para o Sporting.
Sem imagem de perfil

De João F. a 03.07.2022 às 11:17


"O desafio para uma boa gestão é reduzir cada vez mais as setas que se desviam do alvo."

Pois, mas para certa gente a boa gestão não lhe interessa. Quando estes resultados aparecem...fecha-a! A sua maior preocupação, é chamar a atenção para aquilo que não vai bem, para assim provar que os gestores actuais não são assim tão bons, como têm provado os resultados, como se alguma gestão fosse perfeita.
Olha para o Sporting, com os olhos próprios dos politiqueiros rascas da nossa praça, onde tudo vai mal, desde que não esteja no poder o governo da sua simpatia.


Sem imagem de perfil

De João F. a 03.07.2022 às 10:59

É de espantar e faz-me confusão como há tanta gente a olhar para os jogadores de futebol como uma MERCADORIA e para o Sporting como um entreposto de jogadores, cuja função é saber valorizá-los, para em seguida os vender, como se fosse essa a sua principal função!
O espirito mercantilista está bem instalado em certas cabecinhas, o que me faz acreditar na ideia, que se essa gente tivesse vivido há 200 anos, teria sido certamente negociante de escravos. A mentalidade têm-na...
E depois alguns deles, se fossem contratar jogadores, seria cada tiro...cada melro! Não são capazes de interiorizar, que um jogador de futebol pode ter um rendimento superior num clube e que depois noutro pode baixar de forma assustadora. Há exemplos desses às dezenas todos os anos. Para cúmulo, como se fosses especialistas na matéria, ainda têm a lata de criticar as contratações feitas por aqueles que vivem por dentro e por fora o futebol há muitos anos e que pensam nele as 24 horas do dia, passando-lhes sem rebuço um certificado de incompetência, eles, que salvo raras excepções, só veem o futebol através da CS e a assistir aos jogos no campo, afirmam cheios de convicção, que este ou aquele jogador seria melhor do que aquele que foi contratado, que para eles certamente teria um rendimento garantido no campo e seria como dinheiro em caixa!

Haja paciência para continuar a ler tanta presunção!...
Perfil Facebook

De Fúlvio Amaral a 03.07.2022 às 11:31

Completamente em desacordo com este comentário à exceção do Vinagre, e mesmo este apesar de eu neste momento estar em completo desacordo com os comentários do João F e com o texto do outro dia do Nação Valente ainda tenho a esperança de um dia lhes dar razão, porque o que eu desejo sempre é o melhor para o sporting
Sem imagem de perfil

De João F. a 03.07.2022 às 11:57

Tem o direito de estar em desacordo comigo, mas acho que devia explicar em quê e porquê, para se ficar esclarecido.
Sem imagem de perfil

De João Gil a 03.07.2022 às 14:08

E o Sporting foi campeão….imagine-se. Decepcionantes, os reforços da era Rúben Amorim. SL
Sem imagem de perfil

De João F. a 03.07.2022 às 14:16

Imagem de perfil

De PSousa a 03.07.2022 às 15:20

E quando eu sou bom com as "calças do meu pai" saí uma opinião, que vale o que vale.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo