Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Por um canudo

Rui Gomes, em 28.01.21

21105016_F4Vcq.pngAntónio Salvador é um daqueles dirigentes providencialistas, que, à semelhança de outros, se acha insubstituível. Só assim se explica que, estando à frente do Sp. Braga vai para 18 anos, se apresente a novo mandato.

O que achei totalmente descabido foram as declarações de Salvador no final do jogo (Taça da Liga), mesmo descontando o eleitoralismo e alguma azia. Medir a grandeza do Sp. Braga pela efusividade dos festejos dos atletas do Sporting é das atitudes mais patéticas a que me foi dado assistir nos últimos tempos.

A glória do Sp. Braga tem de afirmar-se com os títulos que ganha e não com os que perde. Para se saber ganhar é preciso, primeiro, saber perder. E não é com este tipo de atitudes que o nome do Sp. Braga se engrandece.

Eu sei que custa muito perder contra uma equipa com três jogadores em idade de júnior e uma boa dose de inexperiência, mas, que tipo de dirigentes são estes que nem sequer dão os parabéns ao vencedor?

Pela amostra, há ainda um longo caminho a percorrer pelo Sp. Braga. Porque não basta querer ser grande, é preciso saber sê-lo.

Excerto da crónica semanal de Carlos Barbosa da Cruz, em Record.

publicado às 03:32

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


2 comentários

Sem imagem de perfil

De FF a 28.01.2021 às 11:56

Bom-dia,
A propósito das declarações do presidente do SCBraga:
Este cavalheiro perdeu uma oportunidade de ficar calado.
Terá sido a dor de cotovelo que sente pela maior potência desportiva nacional ter ganhado a Taça da Liga.
Será que sabe que o SCP detém 37 títulos europeus (sendo o 2º clube europeu com mais títulos em diversas modalidades). Tanto quanto sei o seu clube ainda não conseguiu obter nenhuma vitória europeia.
Portanto, cale-se, deixa de insultar o SCP e remeta-se à sua insignificância.
FF

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo