Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

img_905x603$2016_03_07_02_07_20_518732.jpg

 

Muito mais haveria por dizer sobre a época passada, mas para não cansar os leitores fecho com este capítulo as causas da perda de todas as competições desta época e o regresso da deprimente conversa do "para o ano é que é".

 

Apesar de todos os erros que identifiquei nos últimos 3 posts, a verdade é que tivemos o “pássaro na mão” no campeonato. Sobrevivemos a muitos sustos iniciais com 6 vitórias nos últimos minutos e tivemos um arranque muito bom em termos de pontuação, apesar de algumas exibições menos conseguidas. Os pontos perdidos com o União, Paços Ferreira e Rio Ave são lapsos normais que acontecem em qualquer equipa.

 

O empate em casa com o Tondela no inicio da 2a volta já é mais inaceitável e nasce de uma falha de decisão do Rui Patrício igual à que teve na Albânia (é verdade que teve muito poucas esta época) e tivemos depois de um excessivo deslumbramento com a tranquila reviravolta no marcador. Jefferson teve um erro de abordagem ao lance de 2-2 que nos foi fatal e que o ajudou a ter ficado na “lista negra” de Jesus e estar hoje em "saldos". Jesus, por seu lado, errou ao deixar o jogo partir-se nos últimos minutos com o Sporting a jogar só com 10.

 

Em Guimarães jogámos com a pressão acrescida da novidade de já só estarmos a jogar para o campeonato (erradas as decisões na gestão da equipa em Portimão na Taça da Liga e na eliminatória com o Leverkusen e ainda tivemos um Braga muito forte na Taça) e acredito que isso pesou no momento da decisão, junto com a ansiedade de estarmos a defender o primeiro lugar de um Benfica em crescendo e que não vacilava. Slimani fez nesse jogo o seu pior da época mas nem isso explica mais um erro de Jesus ao substitui-lo por Barcos nos últimos minutos onde devíamos ter arriscado tudo.

 

Jesus fez uma gestão errada na eliminatória com o Bayer que estava perfeitamente ao nosso alcance e a termos passado acredito traria outro moral e calma à equipa. Por outro lado, cansou excessivamente Bryan Ruiz (que não vai para novo e teve uma época desgastante) e que chegou a este jogo de Guimarães de rastos, o que acredito ajudou a tirar-lhe discernimento nos finais dos jogos de Guimarães e depois no jogo decisivo em casa contra o Benfica. Aqueles dois falhanços de Ruiz em Alvalade contra o Benfica são imperdoáveis num jogador como ele (ou já agora noutro qualquer). Não é o facto de ter classe e ter marcado alguns golos, nomeadamente em jogos já decididos, e ter feito algumas assistências que me vão tirar da cabeça esse fantasma (a estes falhanços junto os de Guimarães e um em casa contra o Rio Ave). Acredito que o cansaço pode ter sido determinante mas espero que na próxima época ele tire da minha cabeça que ele é uma espécie de Peseiro (não foi por acaso que lhe ganhámos uma pré-eliminatória da Champions com um golo no último minuto).

 

P.S.: Deprimente a conversa do Octávio Machado e já não tenho paciência para o ouvir. Estou-me a preparar psicologicamente para mais uma época de declarações dos nossos "irmãos metralhas" que nos irão envergonhar a todos e que este ano estarão mais desesperados do que nunca.

 

publicado às 14:00

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds