Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




img_920x519$2020_09_19_15_02_46_1756190.jpg

Através das plataformas oficiais, o Sporting informou que vai prestar homenagem a glórias da equipa de futebol do clube, baptizando seis das sete portas do Estádio José Alvalade com o nome de um jogador e uma outra com a designação de «Cinco Violinos», num tributo ao quinteto formado por Jesus Correia, Vasques, Peyroteo, Travassos e Albano.

«A número 1 é a do eterno n.º 1 do Sporting, Vítor Damas, num trabalho que ficará completo nos próximos dias. Brevemente, esta e as outras seis portas de Alvalade serão baptizadas com os nomes de antigas Lendas do Clube. 1 - Damas, 2 - Hilário, 3 - Stromp, 4 - Jordão, 5 - Cinco Violinos, 6 - Yazalde e 7 - Manuel Fernandes», informa a direcção do Clube.

No futebol moderno há a absoluta necessidade de recorrer a símbolos que funcionam como a ligação do passado com o presente, como elo aglutinador das diferentes gerações de adeptos e de projecção de um futuro vitorioso. Por essa razão, independentemente de outros nomes que se afigurassem mais adequados, trata-se de uma excelente decisão. A cerimónia simbólica de inauguração será realizada quando for possível voltar a ter público no Estádio.

publicado às 16:30

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


17 comentários

Sem imagem de perfil

De Juskowiak a 19.09.2020 às 16:54

Adoro a ideia!

Basicamente o clube é feito de duas coisas: a sua História, e o amor dos seus adeptos!

Como tal há que mostrar a todos os adeptos, velhos e jovens, que as nossas lendas são imortais. Fizeram parte do passado, e estarão sempre presentes em todos os Presentes que hão-de vir!
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 19.09.2020 às 17:20

É isso, Juskowiak. As nossas lendas são imortais, são sinais de glória e de afirmação do nosso Clube, uma reserva da sua identidade e do seu património.
Sem imagem de perfil

De Juskowiak a 19.09.2020 às 17:26

Gostei tanto, mas tanto, da ideia que dei por mim a pensar: que saudades de Alvalade!

(suspiros)
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 19.09.2020 às 18:00

Um dia destes, um dia destes...
Imagem de perfil

De PSousa a 19.09.2020 às 18:01

Adoro a ideia.
A porta 1 por onde entro é de um jogador que me fez ser SPORTING.

A 7 apesar de ser um PL que estimo, penso que poderíamos ter outro.

Pena é ver energúmenos a dizer mal desta iniciativa. Serão eles do Sporting ?
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 19.09.2020 às 19:02

PSousa, na verdade, se há nomes incontestáveis, outros nem por isso... Percebo-o. Mas, e Soeiro o grande goleador dos anos 40? E Azevedo, o Hércules do Barreiro? E Fernando Mendes, o capitão dos anos 60 e da Taça das Taças? E...

É como refere, há sempre energúmenos cuja finalidade é dizer mal de tudo e ais alguma coisa!
Sem imagem de perfil

De Juskowiak a 19.09.2020 às 19:10

Bom, é verdade que Manuel Fernandes já teve uns episódios chatos. Mas é indiscutível que é uma das figuras do clube.

Será sempre recordado pelos 7-1, e por todos os golos que marcou de leão ao peito.

Outros haveria que poderiam figurar na 7, mas isso é inevitável num clube com 114 anos.


Imagem de perfil

De Leão Zargo a 19.09.2020 às 19:24

Juskowiak

Não me referia propriamente a Manuel Fernandes, mas de uma forma genérica. Confesso que me custou ver o papel que ele se sujeitou a fazer em determinado momento da gestão de Bruno de Carvalho, mas ele foi um grande futebolista, um dos maiores da sua geração, e um capitão de equipa extraordinário.

O seu sportinguismo é indiscutível. Quando terminou o jogo do título com o U. Leiria (1979-80), os adeptos invadiram o relvado. Como é habitual nestas situações, os jogadores do Sporting correram para o balneário... menos Manuel Fernandes que, de braços abertos, se deixou envolver pela multidão.
Sem imagem de perfil

De Leão do Norte a 19.09.2020 às 19:44

Eu prefiro sempre recordar o "Manel" goleador, lutador, eterno capitão e acima de tudo exemplo de alma sportinguista.

Sendo outros tempos, quem me dera ter hoje no clube um ponta de lança com as suas qualidades.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 19.09.2020 às 21:04

Leão do Norte,

isso é que era, um ponta de lança como o Manuel Fernandes fazia um grande jeitão, mesmo que fosse mais fraquinho!!!
Sem imagem de perfil

De Leão do Norte a 19.09.2020 às 22:08

Sem imagem de perfil

De Juskowiak a 19.09.2020 às 20:12

Leão Zargo, claro que não passou pela cabeça que chamasse energumeno ao MF.

A minha resposta foi ao comentário do Paulo Sousa, mesmo não discordando em absoluto do mesmo.

Quantos aos energumenos a que o Leão Zargo aludiu.... fazer o quê? Sempre existirão, e sempre serão ignorados pela História.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 19.09.2020 às 21:05

Eu percebi, Juskowiak.E serão ignorados pela História, sem dúvida.
Sem imagem de perfil

De RCL a 19.09.2020 às 19:33

Excelente iniciativa. Concordo com as escolhas, o clube teve tantos jogadores excepcionais que não chegam as portas.
Manuel Fernandes para mim é o grande capitão., o jogador que dava tudo em campo que jogava "com raiva", é muito mais que o Manel dos 7x1.
SL
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 19.09.2020 às 21:08

De acordo, RCL, durante quase uma década MF foi um grande capitão de equipa. Jaime Pacheco referiu numa entrevista que foi o melhor capitão que conheceu na sua carreira de futebolista.
Sem imagem de perfil

De Leão do Norte a 19.09.2020 às 22:29

E o Jaime Pacheco é insuspeito, porque não teve formação sportinguista e passou a maior parte da carreira no Porto, um clube que se gaba de ter tido grandes capitães.
Nessa entrevista ele disse especificamente que o Manuel Fernandes "tinha um lado humano sensacional e era uma figura presencial em todos os sentidos".

Como aparte lembro-me de um episódio que o Manel contou quando o Sporting ia jogar um jogo decisivo a Guimarães.
No fim do jogo anterior e sabendo da importância do jogo seguinte em Guimarães o Manel chegou ao balneário e disse:
"Para a semana ganhamos em Guimarães custe o que custar, nem que o Afonso Henriques jogue a ponta de lança por eles!"
Por aqui se o seu espírito de liderança e de vitória.
Sem imagem de perfil

De ChakraIndigo a 21.09.2020 às 19:32

Uma colherada benfiquista: embora perceba que Hilário representa a equipa vencedora da Taça das Taças, parece-me que ficaria melhor entregar essa "porta" a Morais.

Para além de marcar o golo que deu efetivamente o troféu (e Hilário nem sequer jogou esse jogo), ainda marcou um dos 5 golos com que o Sporting derrotou a incrível equipa do Manchéster United de Charlton, Law e Best, treinados por Busby.

Curiosamente, Morais só foi à final porque Hilário se lesionou, e jogou nos 3-3 da final no lugar de defesa esquerdo.

Numa das suas épocas no Sporting marcou mais de 20 golos a jogar como extremo.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo