Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

Jorge-Jesus-e1443720277987.jpg

 

Depois de Manuel Machado, foi a vez de Jorge Jesus adiantar as suas considerações sobre o jogo desta sexta-feira na Choupana, diante do Nacional. Embora o técnico do Sporting tenha inicialmente hesitado em comentar as razões da mais recente menor produtividade da equipa, acabou por dar as seguintes explicações:

 

«Precisamos de tempo, mas as razões estão identificadas, Se puserem o vosso chip a trabalhar é fácil, aquilo que tenho de fazer é dar mais trabalho aos jogadores que chegaram em Setembro para estarem ao nível do que são capazes de fazer. Vários jogadores chegaram nos primeiros dias de Setembro e ainda foram às selecções. Mas não há desculpas.

 

Sabemos as várias razões de termos perdido pontos. Identificámo-las, estamos a trabalhar em cima deles, não há desculpas para nada. Temos que as melhorar, não é assim tão difícil, é uma questão de tempo. Estamos na 8.ª jornada, está tudo em aberto para todas as equipas.

 

O último jogo (Tondela) não tem desculpas, não tivemos a mesma qualidade, mas habituámos os adeptos a vitórias e grandes exibições. O meu trabalho é para melhorar, essa é a minha única preocupação.

 

Contra o Nacional, espera-nos uma equipa e um campo difíceis para as chamadas equipas grandes. Esta semana tivemos mais tempo para trabalhar nas nossas ideias para o jogo, numa semana com jogo a meio normalmente só dá para recuperarmos. Esperamos poder jogar em termos ofensivos com a qualidade que jogámos em Guimarães. O Sporting não vai inventar nada frente ao Nacional».

 

Para ser justo, não era de esperar que Jorge Jesus explicasse publicamente os quês e porquês exactos da actual disposição competitiva da equipa, até porque uma parte da menor produtividade e consequente insatisfação, deve-se ao próprio, e ele nunca admitiria isso.

 

Não vale a pena massacrar o ponto, mas está à vista que a saída de alguns activos e a lesão de Adrien Silva são factores que não podem ser ignorados, pelo seu impacte na equipa. Contudo, fica a ideia que além de alguns reforços de suspeita qualidade, Jorge Jesus ainda não conseguiu enquadrar o talento actualmente à sua disposição num modelo de jogo que permita ao Sporting ser mais eficaz com regularidade. Será esta, em termos genéricos, a razão para a inesperada vulnerabilidade defensiva que tanto tem penalizado a equipa.

 

Veremos as suas opções para este embate com o Nacional, nomeadamente as suas deliberações relativamente a Elias, Markovic, Campbell e porventura Zeegelaar, só para nomear alguns dos mais irregulares da equipa.

 

publicado às 17:52

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


6 comentários

Sem imagem de perfil

De PSousa a 27.10.2016 às 18:46

Só espero mesmo que o caudal ofensivo seja igual ao do jogo do Vitória de Guimarães mas que depois não existam os últimos 15 minutos ...
Sem imagem de perfil

De João Stromp a 27.10.2016 às 19:05

A teoria dele para se safar das críticas é boa, infelizmente há um problema, a equipa titular é praticamente igual.
- na defesa não há um único que não estive lá o ano passado
- meio campo igual, tirando que desde a lesão do Adrien entrou o Elias (já conhecedor do futebol europeu e mesmo exigência do sporting) e o Gelson apesar de ser titular este ano mas já lá estava o ano passado
- Na frente é que há alguma diferença, saiu slimani e teo. entrou Bas Dost e o segundo avançado ou joga alguém que já lá estava como Bryan Ruiz, ou um novo jogador que já conhece os métodos do JJ (Markovic) ou alguém que nem ele sabe bem quem.

Por isso menos desculpas esfarrapadas (são já 2 meses a trabalhar com ele e não um) e mais trabalho e boca fechada. O seu ordenado exige-lhe mais que isto.

CL
Sem imagem de perfil

De HG a 27.10.2016 às 19:20

Só pode ser brincadeira.. "precisamos de tempo" ??! 3 meses depois da liga começar??

erros atras de erros que deveriam ser detetados na pré temporada. Não se percebe o exagero em certas posições em detrimento de outras. Alias mesmo "Modus Operandi" que usou no Benfica, onde muitas vezes abusava da quantidade ( não qualidade até) nos alas e avançados... em detrimento de mais 2 ou 3 soluções de qualidade comprovada na zona defensiva... especialmente nas Laterais. É só ver o historial..

Sempre tive a ideia que estes desequilíbrios na construção dos planteis... foi o que impediu de ganhar possivelmente 5 em 6 campeonatos nos vermelhos. Para não falar da parte Europeia.
Sem imagem de perfil

De Oceano Vermelho a 27.10.2016 às 20:05

O Sporting não tem projeto. Melhor dito: o projeto do Sporting é JJ. Só que este projeto é sinónimo de «Eu ganho.», «Nós empatamos.», «Vós perdeis.» E neste «vós», além dos jogadores, começa a entrar o presidente, pois parece-me que a «desculpa» que apresentou da chegada tardia de 'reforços' se ficou a dever a uma deficiente planificação da temporada... a nível da contratação de futebolistas, área cuja responsabilidade cabe a BC.~

Aliás, não é a primeira vez que o homem chuta as responsabilidades para o campo presidencial. Por exemplo, quando afirmou que, passado um mês de ter chegado a Alvalade, quis partir. Foi um momento de dizer que estava tudo mal e que foi ele quem endireitou a 'carroça', isto é, matou dois coelhos com uma só cajadada.
Sem imagem de perfil

De motociclista a 28.10.2016 às 00:25

Posso estar enganado, mas depois das declarações do JJ a seguir ao jogo de Madrid, o Sporting entrou em queda livre, devido às declarações por ele proferidas, analisando
por este ponto de vista , me parece que a equipa fez a cama JJ um desaire na Madeira, e outro bastante provável na Alemanha, vai deixar o BC num beco sem saída, e o pior ainda será se este não "os" tiver no sitio nem para a prova secundária da UEFA se vão
classificar. Não devo ser a única pessoa a pensar que a equipa resolveu deixar cair o treinador, só que ninguem tem o atrevimento em falar disso.
O tempo dirá, se estou certo ou errado.
Saudações Desportivas



Sem imagem de perfil

De cr7 a 28.10.2016 às 10:00

O problema diz Jesus é porque esta a fazer a pre-epoca em competição? Entao a culpa e da direcção do clube.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo