Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Primeira derrota da pré-época

Rui Gomes, em 29.07.14
 

 

 

Apenas assisti aos derradeiros 25 minutos da derrota do Sporting frente ao Twente, por 0-2, pelo que só me é possível escrever um breve comentário para permitir uma troca de impressões entre leitores, caso desejarem. Cheguei a tempo, no entanto, para ver a jogada algo infantil de Mauricio ao tentar marcar um golo com a mão, que resultou na sua expulsão, por acumulação de amarelos.

 

Segundo as informações que me chegaram, foi um Sporting sem grandes ideias que entrou no relvado do "Sportpark Het Midden", em Vriezenveen, para o último particular do estágio na Holanda. Marco Silva efectuou algumas alterações relativamente ao último onze inicial, com André Geraldes no lugar de Cédric Soares, e ainda William Carvalho, Carlos Mané e Junya Tanaka. Pouca profundidade ofensiva e sem qualquer penetração pelo corredor central, uma já conhecida característica do Sporting da época passada que ainda perdura no início da nova temporada.

 

André Carrillo terá sido o "leão" mais dinâmico em campo, mas mal acompanhado neste jogo. William Carvalho ainda muito preso nas movimentações e Tanaka, a ponta de lança, sem oportunidade alguma para ameaçar a baliza adversária. Com a entrada de Rosell, Diego Capel e Fredy Montero na segunda parte, o Sporting apresentou-se mais destemido, mas não o suficiente para fazer a diferença no marcador.

 

Mais um jogo em que o jovem Ryan Gauld não entrou. Cada vez mais estou a ficar com a ideia de que é mais um para fazer estágio de longo prazo em Alvalade, antes de começar a jogar.

 

O Sporting regressa amanhã a Portugal, para se preparar para o jogo de apresentação aos sócios e adeptos, frente à Lazio, no dia 1 de Agosto.

 

publicado às 03:16

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


2 comentários

Imagem de perfil

De juliuscoelho a 28.07.2014 às 21:06

Posso estar a ser injusto a dar a minha opinião ainda numa fase tão prematura da época mas já desespera nao ver qualquer evoluçao ou algo positivo no Paulo Oliveira e André Geraldes, só demonstram uma tremenda falta de qualidade e nao sei o que viram neles para os contratarem para uma equipa como o Sporting. André Geraldes tem muitas dificuldades no posicionamente e é fraco no 1 para 1. Paulo Oliveira péssimo no passe. O Marco tem um grande problema para resolver.
Sem imagem de perfil

De Tywin Lannister a 31.07.2014 às 05:49

O Paulo Oliveira entrou e na primeira intervenção não teve pedalada, e acabou dobrado pelo Rosell (o Jefferson também não estava por perto, mas o lance de relativo perigo nasceu de uma perda de bola nossa...) Mas só falhou um passe para o Rosell, a coisa resolveu-se, mas verdade seja dita, de resto só fez alguns cortes e nada mais.

Salvo erro, dos golos sofridos pelo Sporting nos últimos 5 jogos, só num é que o Geraldes não esteve directamente envolvido. Saídas com bola, com o Geraldes, só se viram na segunda parte, e deve ter sido por ordem do Marco Silva. De outro modo, tanto Maurício como Dier avançaram com bola pelo seu corredor para lançar o ataque. Não me parece opção para concorrer com Cédric. Esgaio é bem melhor, mas acho-o melhor como ala direito que a lateral...

O lance do primeiro golo é um erro defensivo em que me parece haver um excesso de confiança. O lance do segundo golo tem origem num mau alívio do Geraldes. O William Carvalho perdeu uma bola de maneira infantil ainda o jogo não tinha chegado aos 10 minutos, valeu um corte atento do Maurício.

Se a defesa estiver subida, o Carrillo vem e ajuda a defender, caso contrário, esqueçam. O mesmo fez o Mané. Só defendíamos com 6 jogadores de campo. Mais tarde o Martins passou a juntar-se mais ao meio-campo. O Twente sem medo de usar os centrais para mudar o flanco de jogo, foi assim que chegaram ao 1-0.

Na primeira parte, o Sporting só teve duas jogadas de ataque, uma pela esquerda por Jefferson a tentar o cruzamento para Tanaka, valeu o guarda-redes adversário, antes do golo, a outra foi por Carrillo em iniciativa individual, conduzindo pelo corredor central. De resto, mostrou boa organização defensiva depois dos 10 minutos de jogo e tentou circular a bola e criar perigo, mas não houve ocasiões flagrantes de golo.

Nos primeiros 15 minutos da segunda parte, o viu-se o Sporting a entrar melhor e a criar algumas ocasiões de perigo, duas delas pelo corredor central, Adrien numa recuperação quase que isola Martins, mas este com pressão à direita atira fraco para defesa do guarda-redes, num canto salvo erro, Montero chuta "embrulhado" ao lado e depois de um remate forte, o GR do Twente defende incompleto para a frente, está visto que encaixar é coisa que não se ensina aos guarda-redes nos Países Baixos, mas Adrien atirou por alto.

João Mário aparecia atrás e à frente e tal como diante do Achilles '29, é dele a última chance de perigo do Sporting, ao pressionar o defesa, este passa ao GR, este chuta para a frente e Slavchev atira fraco, rasteiro, algo colocado, mas um defesa salva primeiro, que a estirada do GR, que na área de penálti ficou por uns instantes estendido.

Os últimos 10 minutos do jogo foram do Twente, que acabou por chegar ao 2-0. Com uma melhor definição e o Sporting nem teria ficado em branco neste jogo. De resto, o Twente aceitou ser "dominado", enquanto mantinha o controlo do jogo, que só o perdeu por poucos instantes, em algumas ocasiões.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds