Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Progresso à vista ?

Rui Gomes, em 02.07.18

 

download (1).jpg

 

À chegada a Portugal, depois de disputar o Mundial 2018, Bruno Fernandes admitiu que todos os cenários estão em aberto, deixando claro que a sua intenção passa por encontrar um acordo que seja benéfico tanto para o Sporting como para si, admitindo, inclusive, a hipótese de ficar em Alvalade:

 

"O Sporting sabe a minha intenção e as pessoas indicadas sabem a minha intenção. A intenção passa por eu e o Sporting ficarmos bem. Se ambas as partes quiserem, será possível chegar a um acordo para eu ficar".

Uma outra reportagem indica que também Bas Dost está a reflectir a sua situação.

 

publicado às 04:33

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


6 comentários

Imagem de perfil

De Greenlight a 02.07.2018 às 10:48

Com tantos comentários eruditos e esclarecidos só falta vir a aqui extra ordinária dra.prof ? Elsa Judas a destilar o seu fel.
Eu apenas digo, se há algum Bruno que deva voltar ao Sporting que seja o Fernandes. O de Carvalho que se mude da Alta de Lisboa para Benfica ou vá para o raio que o parta!
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 02.07.2018 às 11:59

G,
Concordo. Se os jogadores que rescindiram porque não querem ver o Bruno nem pintado, e que aguentaram as rescisões até ao limite do prazo, para ver se ele saía. quiserem voltar que voltem e que o clube faça com eles a negociação possível.

Se não houver hipótese de regresso que se negocie para conseguir o melhor retorno financeiro para o Sporting. O clube não está em condições de impor totalmente a sua vontade. Se quiseram assinar por outro clube podem fazê-lo. Depois entra-se num processo judicial que se pode ganhar ou perder, mas que vai ser sempre longo.

Tem que haver bom senso. Não é tempo de radicalismos, de tudo ou nada. É tempo de negociar com realismo. E chega de considerar os atletas os maus da fita, quando o verdadeiro culpado fica sempre incólume. Seja qual for o resultado deste processo já estou a ver os Sousas, os Mikes, os Julius, a atirar pedras à Comissão. Assim conseguisse ganhar o Euromilhões.

Por fim há uma coisa que me envergonha de ser humano. É ver desvalorizar o que aconteceu na Academia, quase considerando que aquilo foi um arraial dos santos populares. Não foi. Foi um inferno criado por uma tropa de choque, com alto comando. E que por pouco não fez o mesmo na última Assembleia.Como diz o ditado, pimenta no rabo dos outros é refresco.

Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 02.07.2018 às 13:07

O principal culpado não saiu incólume…. foi destituído!

Percebo o seu argumento de ser aplicado o bom senso…. mas o bom senso diz-nos que a carta de rescisão nunca deveria ter sido apresentada…. neste momento quem precisa do acordo são os jogadores, que têm de arranjar clube para continuarem a jogar…. o clube continuará com maiores ou menores dificuldades sem esses atletas.

Ninguém desvaloriza o ataque de Alcochete, aliás não se falou de outra coisa durante 1 mês…. agora, o que aqui está em causa é a falta de respeito pelos sócios e a instituição, que está muito acima do presidente em funções.

O Rui Patricio por exemplo ia ser só o jogador com mais jogos no Sporting…. hoje tenho dúvidas se seria aplaudido a entrar em Alvalade…. destruíram símbolos do clube…. Bruno de Carvalho, jogadores e empresários responsáveis por isto!
Sem imagem de perfil

De Jorge a 02.07.2018 às 13:37

Ninguém desvaloriza mas eu acabei de o fazer....
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 02.07.2018 às 13:41

O que dizer então dos jogadores que não rescindiram?! Desvalorizaram o ataque ou valorizaram o clube?!? Fica a questão….
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 02.07.2018 às 13:59

O que o Schmeichel recusa compreender é que para a maioria de nós este assunto provoca um misto de sentimentos e raciocínios, pela natureza do evento.

É difícil compreender - ou talvez não - como é que o Schmeichel só vê um lado da equação.

Ninguém gostou de ver as rescisões, mas mentes sensatas também tentam compreender as circunstâncias extraordinárias da situação. Não há nem pode haver uma linha de pensamento absoluto.

Ainda hoje acredito que apesar de tudo o que ocorreu, se o lunático não tivesse impedido a transferência de Rui Patrício - sem lógica alguma, além da dele - muito do que se está agora a ver tinha sido evitado.

Esse episódio - caso houvessem dúvidas - levou à conclusão inequívoca que o presidente continuaria a estar contra os jogadores, em vez de defender o que eram na altura importantes activos do Sporting.

Tanto assim é, que eu também subscrevo a tese que a votação de 71% foi em muito reforçada pelas rescisões.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds