Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Protegidos pela estética da mensagem

Drake Wilson, em 11.08.16

 

19830226_4di8y.jpg

 

Prestes a iniciar o campeonato 2016/2017, estará o Sporting em desejável posição de candidato a qualquer título ou competição de futebol na qual participa? Em boa verdade, a manutenção até ao presente dos jogadores nucleares da época anterior, permite-nos suster a esperança de que não entraremos fragilizados até ver. Com alguma expectativa todos aguardamos pela inevitabilidade da perca de um ou dois dos elementos com mercado, sugerindo tal mudança uma certeza de que existirão ainda demais alterações ao plantel. 

 

Cenário que colocado, tanto tem de indesejável como obrigatoriamente previsto; porém, justamente questionável será a abordagem que o nosso Clube teve perante o mercado de Verão, consagrando tanto aos fracos negócios em dispensas como em aquisições uma enorme dúvida para com a aparente garantia de um caminho escolhido por quem realiza os destinos do Sporting. Protegidos por uma névoa de muitas palavras mas de poucos esclarecimentos, toda a linha dirigente garante que este é o trajecto que se pretende, consagrando-se o sucesso de uma épica recuperação financeira que ainda hoje não nos permite reforçar o plantel dentro dos timings desejáveis. Uma fragilidade encoberta pela tal manutenção do núcleo duro, mas facilmente observável pelo questionável e amiúde ingresso de parcas mais-valias que permitam a verdadeira rotatividade, competitividade e segurança a lesões ou alterações que surjam no plantel.

 

No plano Técnico, uma invulgar descoordenação entre os sectores posicionais da equipa nos jogos já realizados, juntando a uma insustentável relação da imprensa desportiva para com a nossa nação verde-e-branca, não nos permitiu uma pré-época estável. De longe é reconhecível que o mais desejável teria sido a época anterior não ter chegado ao fim, sendo as férias, o estágio e mesmo o Europeu o maior transtorno que assistiu ao Sporting. O Clube não queria comprar, não queria vender, não queria ser “falado”, mas desejava continuar a ser um dos candidatos. Uma invulgar forma de estar que revela dificuldades em conviver com o que se considera natural em alta competição: sempre em pressão alta, desafiados por todos os sectores, ultrapassando estratégias subversivas dos oponentes, cabendo apenas à reconhecível aptidão dos verdadeiros profissionais o único modo de suster a ânsia de qualquer mercado, concorrente, jornalista, opinion-maker ou adepto.

 

Em quatro anos, todas as épocas nos aparentam começar num estranho “ponto zero”. Um Clube empiricamente concentrado na estética da sua mensagem para o exterior, porém refém de dogmas materializados por uma estratégia desportiva incerta: apostamos na formação, apostamos na experiência, apostamos em novas parcerias, apostamos nos patrocinadores, apostamos propriamente em quê? Aparentemente a aposta está na manutenção dos melhores (por boa vontade dos mesmos?), assim como do treinador, salve algum acto irreflectido de algumas das partes e mais um divórcio surja. Um ambiente que por vezes aparenta não permitir um alfinete por perto.

 

Procuro na minha consciência um prazo de mais um ano – que se me aparenta demais – onde após o mesmo e na ausência de qualquer título, creio existirem condições suficientes para formalização de uma candidatura credível por parte de nomes que surpreenderão a praça pública. Perante o cenário que mais desejo – que o Sporting ganhe algum título este ano – só terei de aceitar a contra-gosto que todos aqueles que (não) dirigem por lá se mantenham, sob protecção dos que votam pela estética da mensagem.

 

publicado às 11:00

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


16 comentários

Sem imagem de perfil

De jpinto a 11.08.2016 às 12:09

Quase que concordava com tudo :)

Concordo que o Sporting não está preparado neste momento para atacar o campeonato - o Sporting, correndo bem o resto do defeso e isso ainda veremos, poderá estar ao nivel do principal candidato em 3 a 4 semanas

O Sporting precisa de contratar 2 a 4 jogadores + 1 por cada titular que eventualmente sair

e depois precisa de os integrar para que sejam pelo menos opções validas de banco rapidamente.

So não concordo quando coloca a hipotese do Sporting vir a ganhar titulos e esta direcção se manter sem merito e só por força da estetica da mensagem

Não concordo - para mim tudo o que se conseguir ou falhar é resultado do trabalho desenvolvido e isso para mim, vale para tudo, seja no futebol, seja na vida profissional, seja até na vida pessoal de cada um.

Todos os resultados se obtêm com grandes doses de merito e se houver alguma sorte pelo meio - provalmente é porque se trabalhou para a merecer :)
Imagem de perfil

De Drake Wilson a 11.08.2016 às 19:36

Caro jpinto, convenhamos que a "estética" aplicada à mensagem que a Direcção transmite, tem sido fundamental a algum seguidismo "religioso" no qual se invocam amores e ódios como forma de bloqueio a contestação.

A questão que invoca de 2>4 novos jogadores é bastante acertiva, na minha opinião.
Sem imagem de perfil

De J.Pinto a 11.08.2016 às 22:59

algum seguidismo "religioso" no qual se invocam amores e ódios como forma de bloqueio a contestação.

valha-lhos que existem verdeiros Sportinguistas como o Drake que não foram contagiados pela seita do carvalho

o que se esquece é que esses que chama de seguidores religiosos, elogiam quando é para elogiar e criticam quando é para criticar

Depois há outros que criticam sempre - mas esses naõ são da seita - os outros é que são
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 11.08.2016 às 12:27

Algumas considerações:

"Em boa verdade, a manutenção até ao presente dos jogadores nucleares da época anterior, permite-nos suster a esperança de que não entraremos fragilizados até ver."
Entrar fragilizados?! como não vendemos ninguém, eu encaro o Sporting (conjuntamente com o benfica) como o mais sério candidato ao titulo! A fazer relembrar o grande Sporting candidato ao titulo do passado!

"De longe é reconhecível que o mais desejável teria sido a época anterior não ter chegado ao fim, sendo as férias, o estágio e mesmo o Europeu o maior transtorno que assistiu ao Sporting."
Acho que está completamente equivocado.... 3 anos de mandato, e a evolução é clara, hoje nós somos a espinha dorsal da Selecção campeã europeia. Pergunta o que é que isto vale?!? vale muito.... não só ao nível da valorização dos activos, mas essencialmente na mensagem passada aos jovens da Academia, que é possível valorizarem-se, e chegarem à Selecção nacional é possível jogando no Sporting! Ronaldo, Nani, Moutinho, etc foram tudo jogadores que pouco deram à equipa principal do Sporting.... esta é uma correcção de um erro histórico na estratégia do nosso clube!

"Em quatro anos, todas as épocas nos aparentam começar num estranho “ponto zero"
Errado.... todas as épocas estamos mais fortes que a anterior! Essa do ponto zero, não consigo entender....

"...creio existirem condições suficientes para formalização de uma candidatura credível por parte de nomes que surpreenderão a praça pública."
O Sporting é um clube livre... e até digo mais, será muito positivo para BdC que apareça uma oposição com rosto e com alguma credibilidade, para valorizar mais a eventual vitória nas eleições de Março de 2017.
Veremos é como é que essa dita oposição, que teoricamente se diz representante dos valores e dos sportinguistas em geral, se posicionará em relação a essa eventual reeleição de BdC. Será que vão respeitar o voto dos sócios do Sporting Clube de Portugal? porque essa de dizer que o meu voto em BdC é pela estética da mensagem, quando a oposição tem o quê? a estética do zero? de zero ideias? a estética de BdC é o seu mandato.... regresso aos títulos, regresso à Champions, espinha dorsal da Selecção, construção de um pavilhão, reequilíbrio financeiro, etc, etc..... isto não é estética, é trabalho....
Imagem de perfil

De Profeta a 11.08.2016 às 12:56

O Moutinho, ou até mesmo o Nani, pouco deram ao Sporting?!?

Já essa da espinha dorsal da seleção, me faz lembrar as atoardas do orelhas nos seus primeiros anos de mandato.

A questão é que não foi o Virgílio dos frigoríficos que esteve lá para os formar... No tempo do Paulo Bento já a base era a formação, e o trabalho feito nas camadas jovens nesse tempo, é que possibilitaram termos hoje um William, João Mário, etc.

Depois, a seleção em condições normais nem passaria da fase de grupos, e nessa altura andavam na Sporting TV a chamar Fernando incompetente Santos ao seleccionador!

Quanto à "obra feita", a ver vamos o que será o médio/longo prazo. É que há tantas coisas por discutir, e que rapazes como tu cheios de má fé ficam-se pelo "perdeste o tacho seu croquete!"...

De resto, eles até tremem, e continuam a ganhar!
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 11.08.2016 às 14:05

O Moutinho hoje é considerado um símbolo do porto e o Nani fez apenas 2 épocas antes de ser vendido ao Man.Utd com apenas 21 anos. Acho que podíamos ter aproveitado bem mais....

Quanto à espinha dorsal, o sonho do orelhas foi concretizado por BdC.... não tem é direito a parangonas na capa do jornal abola!
Sem imagem de perfil

De joao pereira a 11.08.2016 às 16:45

Essa da espinha dorsal da seleção já vem do Vale de Azevedo.. sinceramente ter ou não ter a espinha dorsal ou as costelas, coração ou rim da seleção é me indiferente.
Se o meu Clube for campeão e ganhar as Taças, é isso que eu quero, agora se é a espinha dorsal ou não...

Durante os anos 70 e 80 do século passado, quando as seleções eram compostas maioritariamente por jogadores do benfica, Sporting e Porto, os presidentes e adeptos viam isso como uma pequena vitória.
Nos anos 90 e 2000 chegámos a ter 11's da seleção sem um único jogador a jogar em portugal.

Se a seleção for campeã do Mundo com um 11 que joga todo no estrageiro ou é todo do Nacional da madeira, Sporting ou Chaves... é me indiferente quero que ganhem na mesma.

mas no seu ponto anterior Schmeichel, concordo consigo, o nani poderia ter sido muito mais bem aproveitado, mas era o man utd e tinha muuuuuuuitas libras para gastar.
O moutinho é outro caso, jogador que faz toda a formação no Clube e depois faz o que faz e agora é simbolo do Porto e jura amor eterno ao FCP... enfim.
Imagem de perfil

De Profeta a 11.08.2016 às 18:47

O Moutinho jogou 6 anos no Sporting, e o Nani rendeu 25 milhões (e que tanto jeito deram).

Enfim, a palha do costume...
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 11.08.2016 às 19:14

Ai se fosse o BdC a vender o Moutinho por 11M e chama-lo de maçã podre.... e agora é um exemplo segundo o profeta a seguir pela nossa formação... o Moutinho nunca poderá ser considerado como exemplo a seguir!
Imagem de perfil

De Profeta a 11.08.2016 às 19:32

Eu estou a falar do ponto de vista desportivo. Foi ou não foi a par de Liedson, o melhor jogador do plantel durante vários anos.

De resto já estás a divagar, como de costume...
Imagem de perfil

De Drake Wilson a 11.08.2016 às 15:19

Schmeichel, não colocando de parte a mais que possível realização de negócios de aquisições até ao último suspiro desta janela de mercado, é reconhecido que este plantel apresenta um lote reduzido de jogadores que efetivamente nos dêem garantias de titularidade, ou mesmo qualidade para competir em todas as competições.

5 jogadores bastante acima da média, outros tantos regulares, juntando a elementos que neste momento não passam ainda de expectativas, poderão em conjunto ser argumentos curtos.

- Com 3 anos de mandado, não há 5 milhões de euros para pagar por um ponta de lança a juntar ao único de raiz que ficará no plantel a partir de Domingo.

- Com 3 anos de mandato, apenas 5 dos activos revelam valor de mercado para realização de valores acima da média, onde 4 são efectivamente os campeões europeus que refere.

- Com 3 anos de mandato, o mercado continua a representar a maior fobia do Sporting, procurando o Clube adoptar desígnios com mais de 30 anos para se fortalecer (transformar jogadores de 300 mil euros em 30 milhões), sem sequer ter realizado alguma venda em igual período por um valor aproximado aos 20 milhões. Como pensa que é possível manter jogadores nucleares sem realizar vendas de outros para custear vencimentos?

- Com 3 anos de mandado, existe um reconhecido bloqueio às transacções do Clube pela dificuldade de substituição dos passes de jogadores (como garantias bancárias) por outras de igual valor. O que significa que mesmo que se venda algum dos principais activos, dificilmente o residual que entra nos cofres assegura uma contratação.

Estarmos condicionados por uma reestruturação financeira não é argumento para esta realidade: sem os 4 campeões europeus, o Sporting aproxima-se a uma equipa banal.
Sem imagem de perfil

De joao pereira a 11.08.2016 às 16:15

Concordo consigo, e no ponto dos 5M por avançado, lembro-me das almofadas que o Clube tinha... mas acho que o grande entrave nas contrataçoes e vendas no ponto a que refere a substituição das garantias bancárias / passes de jogadores.
Tinha me esquecido desse factor nas minhas analises anteriores, e de facto é capaz de ser o principal factor para o Sporting estar na posição onde está relativamente à definição do seu plantel para 2016 / 2017.

Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 11.08.2016 às 17:40

Drake,

Quando você faz as considerações que faz sobre os 3 anos de mandato de BdC, é preciso ter em conta o seguinte:

1- o período de transferências não acabou.... ainda me lembro do Jardel chegar por volta da 3ª jornada!

2- contratámos um jogador por mais de 5M€... chama-se Alan Ruiz.

3- já contratámos um ponta de lança.... mas lesionou-se.

4- quando diz que só temos 5 activos com valor significativo de mercado. E acha pouco?!?!

5- Faz é uma questão muito importante... "Como pensa que é possível manter jogadores nucleares sem realizar vendas de outros para custear vencimentos? "
Só é possível aumentando o nível de outras receitas.... mas um clube como o Sporting tem de vender indiscutivelmente! Mas a minha questão não era essa, já que no meu entendimento o Sporting não tem de vender um activo quando ele ainda não atingiu o seu potencial máximo, como por exemplo vender o Slimani por 20M€. Nesse caso acho bem rejeitar a proposta, e procurar as soluções de liquidez financeira para aguentar o jogador até recebermos uma proposta que consideremos adequada. Não se pode vender jogadores nucleares só porque sim.... é esta a diferença de um clube com uma estratégia de longo prazo e um clube que vive para tapar buracos....
Imagem de perfil

De Profeta a 11.08.2016 às 18:54

Uma questão: fora os jogadores da formação que já cá estavam, das mais de 100 contratações "cirúrgicas", quantos é que poderão gerar mais valias financeiras com olhos de ver? De momento, só me ocorre o Slimani, e mesmo assim vamos ver como este processo será gerido...
Imagem de perfil

De Drake Wilson a 11.08.2016 às 19:26

Schmeichel, referi a verba de 5 milhões no que concerne a título de exemplo, a abordagem a Luc Castaignos.

No seu ponto 4, e interpretando o Post recente de Rui Gomes no que respeita ao valor comercial do nosso plantel, ter 5 activos com valor elevado é de facto algo positivo. Porém, do mesmo modo verificamos que existe um desequilíbrio tremendo no plantel, no qual 5 elementos valem tanto quanto os restantes em conjunto...

Em 4 anos o Sporting apenas investiu em 4 elementos de inquestionável qualidade para um plantel ambicioso: Slimani, Brian Ruiz, Nani e Coates, sendo que apenas aos dois primeiros tenha existido a possibilidade de gerar algum retorno - aguardando que Ruiz não apresente um declínio este ano.

Depois existem aqueles casos com bastante potencial, dos quais aparentemente nem se consegue colocar hype-factor nem se garante titularidade absoluta (Matheus, Gelson, Mané, Ruben...), o que nos leva a crer que as soluções nunca são suficientes..

Embora como você diz, será justo aguardarmos pelo fecho do mercado.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo