Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Quando Paulo Bento tem razão

Rui Gomes, em 16.06.14

 

 

Nunca fui dos maiores fãs de Paulo Bento - nem dos maiores críticos - mesmo enquanto orientava o Sporting, mas em relação aos casos de Ricardo Carvalho e Tiago, concordo na íntegra com as decisões tomadas. Aliás, a bem dizer, foram os próprios jogadores que assumiram as suas posições de livre vontade e, ao que concerne Tiago, até recusou repetidos convites do Seleccionador Nacional.

 

Em entrevista ao "L'Équipe" - concedida antes da partida para o Brasil, mas só publicada este domingo - Paulo Bento aborda diversas questões relacionadas com a equipa das quinas, inclusive dos casos de Ricardo Carvalho e Tiago:

 

Por que disse que não faz sentido falar do regresso à equipa nacional de Tiago e Ricardo Carvalho ?

 

«Desde logo, são casos que nada têm a ver um com o outro, não podem ser associados».

 

Então, comecemos por Tiago...

 

«Começamos e acabamos em Tiago. Entre Outubro de 2010 e Janeiro de 2011, tivemos várias mudanças. Cheguei mesmo a deslocar-me a Madrid, para tentar fazer com que mudasse de ideia e recuasse na decisão. Manifestei claramente o meu desejo de contar com ele. Tiago manteve a sua posição. Foi claro, honesto. A partir daí, cada um seguiu o seu caminho. Relativamente ao grupo, não faria sentido, para mim, voltar a chamar Tiago, hoje. E creio que ele compreendeu bem o fundamento da minha decisão.»

 

E Ricardo Carvalho ?

 

«Não merece o menor comentário.»

 

Apoio totalmente Paulo Bento porque, na minha opinião, um jogador que abandona a Selecção Nacional, sem sequer falar com o Seleccionador, e apenas porque percebeu que não ia ser titular num jogo amigável - como foi o caso de Ricardo Carvalho - não merece jamais voltar a representar o seu País. Isto, muito além das suas eventuais descabidas declarações.

 

O caso de Tiago é bem diferente, como indica Paulo Bento. Não me recordo das explicações que terá dado para a sua decisão de renunciar à Selecção, mas foi sempre a minha ideia que ele o fez por interesse próprio, visando aliviar a carga de jogos e responsabilidades e dar prioridade à carreira de clube. Além do mais, teria sido uma grande injustiça ele ser chamado para o Mundial do Brasil, à última da hora, em detrimento de outro jogador que contribuiu para o apuramento para a fase final. 

 

publicado às 04:37

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


4 comentários

Sem imagem de perfil

De João Machado a 16.06.2014 às 11:29

Concordo inteiramente com as palavras de Paulo Bento, Ricardo Carvalho já nem lugar na selecção tem, por isso, não se coloca esta questão. Quanto a Tiago o seleccionador pediu para ele voltar ele disse não, agora não faz sentido ele voltar. Só queria saber qual o motivo pelo qual Danny nem sequer estar presente na pré-convocatória da selecção, penso que ele poderia fazer de 10 numa selecção onde existe défice de jogadores para esta posição e penso que seria uma mais valia para a mesma.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.06.2014 às 12:40

Penso que se deve ao facto de ele ter alegado lesão para não jogar pela Selecção e logo a seguir jogou pelo Zenit. Tenho uma vaga ideia de que também houve um jogo em que ele era a lógica opção e Paulo Bento, com a sua conhecida casmurrice, não o utilizou. Danny terá ficado chateado.
Sem imagem de perfil

De João Machado a 16.06.2014 às 14:38

Sim eu recordo-me dessa situação mas todos temos de dar o braço a torcer e é uma das criticas que se pode apontar a Paulo Bento, essa sua casmurrice de quando embirra com um jogador nunca mais o voltar a equacionar. Um dos sinais de um grande líder é saber quando erra e esclarecer os jogadores das decisões que toma, o que aconteceu (pelo menos pelo que eu entendi) foi que nenhum dos dois deu o braço a torcer, mas como Paulo Bento é o líder da selecção deveria dar o exemplo e falar com o jogador explicando-lhe a opção técnica que tomou. Findo, por causa de casmurrices particulares, serem colocadas à frente dos interesses da selecção, perde-se uma selecção mais forte e com mais soluções.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.06.2014 às 16:00

Sim... embora possamos admitir que existam outros factores do foro interno que não são do nosso conhecimento.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D




Cristiano Ronaldo