Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Quando pensamos que já vimos tudo...

Rui Gomes, em 09.11.16

 

confusão.jpg

 

... Algo surpreendente, quase chocante, acontece. Quando um aventureiro como Donald Trump, armado com um  pacote de ideias e promessas loucas e irresolúveis, consegue chegar (ou quase chegar) à presidência dos Estados Unidos, não deve ser surpresa alguma que um "anónimo" como Bruno de Carvalho tenha chegado ao "trono" de Alvalade.

 

´´´ A esta hora da madrugada, ainda não há um resultado final absoluto na corrida à presidência americana. Donald Trump está à frente e é possível que venha a vencer, por incrível que pareça.

 

publicado às 06:30

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


5 comentários

Sem imagem de perfil

De Implacável a 09.11.2016 às 12:09

O que permite este tipo de "surpresas" é o facto de haver pessoas a considerar que quem vota é ignorante e irracional sem perceber os reais motivos que levam milhões a votar numa determinada direcção.
Costumam os políticos dizer por cá que "o povo é soberano" mas, como disse Trump, SE GANHAREM! Porque quando perdem já temos um Paulo Portas a dizer que Portugal é uma vergonha porque um partido Trotskista teve mais votos que um partido democrata cristão - só para citar um exemplo.
Não vejo diferença alguma entre a intervenção de Trump e a de Portas e os votantes também não!
O grande erro dos políticos é pensar que eles são donos da inteligência e instrução e que o eleitorado (para eles a nova plebe) é uma cambada de iletrados.
Ora as pessoas - nos clubes e nos países - estão fartos dos vários sistemas instalados e que em nada os beneficia e, no caso americano, nem sequer os considera na hora de estabelecer políticas de governação - no tocante a política externa existe variadíssima literatura esclarecedora e estou actualmente a ler um livro de Noam Chomsky que é, simplesmente, alarmante.
Não basta entoar teatralmente, quando se discursa numa feira, que "o povo é soberano". É preciso respeita-lo e ouvi-lo SE, como "cantam", o seu objectivo é servi-lo.

PS- antes de ser acusado de seguidismo como sucede em relação a BdC, manifesto, desde já, a minha preocupação em relação á eleição de Trump.
Mas ela tem que servir de exemplo para as pessoas que pensam da mesma forma que o Rui Gomes aqui manifesta.
Que os aspirantes a políticos - na sua maioria, infelizmente, profissionais e sem a mínima noção da vida real de quem trabalha - percebam de uma vez por todas que, aquilo que eles querem e/ou pensam que é o melhor para o seu país, não é necessariamente o que todos - que pagam os seus impostos e sustentam os países - pensam e querem e que o não são uma cambada de burros, como esta madrugada ouvi chamar ao povo americano...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.11.2016 às 12:16

Meu caro,

Já disse e repito que o povo americano é capaz do melhor e do pior, e a história ensina-nos isto. Ao fim e ao cabo, quem deu dois termos a George W. Bush, um dos presidentes mais ridículos e desonesto do mosaico político americano, também pode muito bem eleger um aventureiro como Donald Trump. As consequências surgirão mais tarde, para os E.U.A. e potencialmente para o Mundo.
Sem imagem de perfil

De Implacável a 09.11.2016 às 12:26

Nada disso, Rui. As consequências serão as mesmas de sempre. Como alguém aqui comentou - e, infelizmente, vejo-me a repetir as palavras da esquerda radical - quem manda é o capital, o dinheiro.
Mas, tendo em conta o seu comentário, pergunto: também foram os americanos a votar no brexit?
Também são eles que estão a içar a Marine Le Pen para o topo da política francesa?
Também foram eles quem votou em partidos anti UE na Dinamarca e na Holanda?

É preciso saber ler os sinais de alerta. O povo está FARTO!
Ainda não foi assim há tantos anos que um pequeno partido de extrema direita venceu democraticamente as eleições na Alemanha na década de 1930...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.11.2016 às 13:39

Quer mais de extrema direita que os Republicanos, com ou sem Trump ?
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 09.11.2016 às 14:19

Rui Gomes,

Existe muita gente a colocar a imagem do Trump como um extremista de direita, mas a realidade é que dentro do partido Republicano, existe um movimento muito mais perigoso que o Trump, que é o movimento liderado pelo senador Ted Cruz.... esse sim, de extrema direita religiosa.

Trump nem sequer é religioso, e em muitas matérias é um liberal.... ao contrário de gente como o Tea Party ou os evangélicos que nos EUA são um grupo a ter sempre em conta.... esses sim de extrema direita!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds