Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Quando se perde perdemos todos

Rui Gomes, em 24.01.22

Sou sportinguista há muitas décadas, do tempo em que o Sporting CP ia vencendo, um ou outro campeonato. Tinha passado a era dos cinco violinos e quem veio a seguir não tinha a mesma qualidade. Terminou o tempo do chamado futebol amador. Na transição para o futebol profissional ficámos para trás. Começou o declínio. Depois acresce o domínio do chamado "sistema". Os adversários mais directos colocaram o Sporting numa espécie de "gueto".

Inaugurao.24.jpg

Nunca deixei de acreditar que o Clube renasceria, quando se unisse com um projecto de prazo, para fazer um caminho que permita recuperar o atraso. Aí podemos aspirar a lutar por todas as provas. Penso que ainda estamos longe, o que não implica a não ambição de ganhar todos os jogos. Mas só ambição não chega, é preciso um bocadinho mais. E se se puser o projecto em causa, como tem acontecido de outras vezes, continuaremos a viver de fogachos,

Continuamos na luta e não se pode pôr tudo em causa por perder pontos. Todos os irão perder. E tenho total confiança na equipa técnica para corrigir e melhorar. Mas uma coisa é certa: quando se perde perdemos todos e não posso pensar que não estejam os melhores em campo. São os que temos... Se não são suficientemente bons, em perspectiva, o que se quer fazer? Não chove dinheiro em Alvalade.

Texto da autoria de Nação Valente

publicado às 03:34

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


17 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 24.01.2022 às 03:38

Comentário apagado.
Perfil Facebook

De JOSÉ GUARDADO a 24.01.2022 às 10:39

Pela adjetivação apresentada e profundidade dos argumentos, não apresenta nada de bom para o clube nem para quem diz apoiar. O Sporting não apoia!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 24.01.2022 às 11:15

Esse imbecil é melhor ignorado.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 24.01.2022 às 11:16

Caro amigo Nação Valente

Perante os comentários de alguns sportinguistas chega a parecer que se esfumou rapidamente o notável trabalho de aproximar o nosso Clube em organização e competitividade dos nossos rivais. A questão principal é o futuro do Sporting de acordo com a sua realidade e aquilo que é mais eficaz e vantajoso para a sua constante evolução.

No curto prazo, o mais vantajoso é que a nossa equipa vença, que evolua de um ponto de vista técnico e táctico, que apresente bom futebol. No médio prazo a construção de um plantel de acordo com as ambições e responsabilidades do Sporting. No longo prazo que alcance uma posição de hegemonia no futebol português. Para quem não tem paciência e não pensa assim, em breve haverá eleições para os órgãos sociais e os sócios decidirão o que consideram ser melhor.

Quanto a jogos menos conseguidos e a derrotas que nos desiludem é bom recordar quem nem a equipa dos “Cinco Violinos” ganhava sempre. Também tinha altos e baixos e por vezes os adversários superiorizavam-se nos jogos que disputavam.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 24.01.2022 às 13:17

Amigo Leão Zargo,

Quando se parte de uma grande desvantagem para os adversários principais, é preciso dar tempo a quem está a fazer a aproximação. O projecto desta Direcção apoiado numa estrutura técnica que já mostrou que tem competência para o executar, começou muito acima das expectativas imediatas.

Essa situação permitiu ganhar confiança e ter estabilidade. Mas nesse caminho vão aparecer dificuldades. Quem não perceber isto pode pôr em causa o trabalho já feito e fazer voltar tudo à estaca zero.

Como diz os cinco violinos, nem sempre ganhavam. Nenhuma equipa ganha sempre. E mesmo em relação ao curto prazo, os nossos concorrentes também perderão pontos. O pior que se pode fazer é começar a desestabilizar a equipa. Tem que se manter focada, e como na época anterior, aliviar a pressão.
Sem imagem de perfil

De Implacável a 24.01.2022 às 11:39

Bom dia,
Há muito não comento aqui porque, para me aborrecer, já bastam as frustrações das derrotas.
Ninguém pode deixar de concordar com o texto do Nação Valente, mas a questão é muito mais profunda.
Desde logo, porque não foi apenas uma derrota. Foi a segunda em três jornadas, com semelhantes causas, e que, provavelmente, ditou o afastamento da conquista de um campeonato absolutamente vital para o cimentar de qualquer tipo de projeto.
Mas do que uma afirmação no plano nacional - porque, a nível internacional, estamos a anos luz - era uma necessidade básica para as hostes Leoninas.
Estou preocupado com a quantidade de miúdos que nasceram Sportinguistas e mudaram de clube. Nas vezes que referi esse facto, lá tive que aturar alguns palermas a escrever que são fracos, não tem a verdadeira essência Sportinguista, não sabem o que é amar o Sporting, não têm estofo, etc.
Só mesmo um grandessíssimo palerma pode pensar que uma criança de 6, 7 ou 8 anos tem estofo para aguentar o constante massacre dos coleguinhas de escola afetos a outros clubes que, invariavelmente, exibem o seu semblante sorridente de conquista ao passo que os nossos colecionam frustrações!
Até eu, há uns anos, no meu local de trabalho, fui abordado por um lampião (sim, aquele é lampião antes de ser benfiquista), no seguimento de mais uma derrota, que, naquele dia, talvez por pena, sem o habitual sarcasmo me perguntou "então pá, o que aconteceu ao teu Sporting?", ao que eu respondi "ó pá, estamos a construir uma equipa para o futuro" e ele devolveu "então e não saem disso?!".
Com franqueza! Andamos há quase 70 anos para nos adaptarmos ao novo paradigma do futebol profissional?! Nós os santinhos que somos umas vítimas imaculadas do "sistema"! Nós que nem tivemos um dirigente a entrar de arma em punho na cabine de um árbitro, Jorge Gonçalves, Paulo Pereira Cristóvão, ataque à Academia Sporting em Alcochete!
É tudo por causa da inadaptação e... do sistema!
A principal diferença para os "outros" está exemplificada no post acima publicado, intitulado Crítica Construtiva e que se consubstancia na diferença, cada vez maior, do sucesso no futebol em relação aos rivais.
Os outros, quando não ganham, cai o Carmo e a Trindade, entram em luto e têm que rolar cabeças - ainda que, em 90% dos casos, nada aconteça, mas lá que deixa os visados com um formigueiro no pescoço, isso deixa...
Nós, não podemos dizer nada de negativo porque somos derrotistas, brunistas e outras coisas acabadas em ista!
A mais absurda, para mim, é essa "conversa" da ingratidão! Ingratidão?! Nós que andamos, há décadas, nesta relação violentamente desigual na qual damos muito mais amor do que alegrias recebidas? Que gastamos os nossos parcos rendimentos em prol dessa paixão incondicional, somos ingratos por querermos prolongar essa alegria, tão escassa como água no deserto, que nos deixa com o orgulho de, finalmente, nos sentirmos em igualdade de estatuto para com os outros?
Ingratos? Mas algum jogador, que foi campeão no ano passado, lá andou à borla?! Putos ainda na idade dos teen, a auferir um salário que deixa envergonhado qualquer chefe de família que tem que trabalhar 40 horas por semana para pôr comida na mesa?! O treinador, e restantes elementos da equipa técnica, andaram lá graciosamente?! Até o presidente é remunerado!
E somos ingratos por manifestarmos o nosso descontentamento em ralação a duas derrotas que nada tiveram que ver com a superioridade dos adversários mas por displicência e desconcentração dos nossos?!
Então e os outros? também são ingratos quando bradam aos jogadores deles?! É que até foram recentemente penta e tetra campeões!
Nós andamos há quase 68 anos para alcançar um mísero bicampeonato!
Alguém consegue perceber a diferença?
Obviamente que a esmagadora maioria dos Sportinguistas não coloca minimamente em causa a direção, o treinador e o plantel! Mas vamos assistir passivamente, com um encolher de ombros, ao "regresso ao inferno" só porque fomos campeões na época passada?! O Sporting Clube de Portugal não vai acabar por não ganharmos este campeonato mas, sinceramente, não estão já cansados de perder?! Ou estão resignados?

Boa semana para todos com sucesso na Taça de Liga!

Saudações Leoninas
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 24.01.2022 às 12:17

Eu não encolho os ombros de certeza, o caro implacável retrata a realidade de forma bem clara, fala-se dos rivais, mas eles têm ganho muitas vezes e quando não ganham têm uma reação imediata mostrando o seu descontentamento, o futebol é o dia hoje e de amanhã e sempre foi assim.
No clube do lado por não ganharem à 2 épocas ja cairam quantos treinadores? Como estão a reagir os seus adeptos? Será por isso também que ganham mais vezes?

O futebol português foi tomado de assalto por dois gangs, sempre o escrevi aqui, o Sporting vive emparedado entre os dois, para conseguirmos conquistar mais vitórias e títulos temos que falhar menos e relaxar menos, todos perceberam o impacto que causam estas duas derrotas mas principalmente as consequências da derrota dos açores. Os adeptos têm a legitimidade de reagir sem que coloquem em causa a equipa técnica que é do melhor que chegou ao Sporting nas ultimas dezenas de anos.
Nos Açores entraram no jogo ainda com o smoking das festas e agora com o Braga cometeram demasiado erros num só jogo, com outra concentração não tinham perdido o jogo. O problema são mesmo as consequências, a queda para 6 pontos de diferença, um atraso já considerável e que nos coloca o jogo no Dragão como decisivo e ainda estamos no início da segunda volta.

A vitória do campeonato da época passada não foi conseguida com paninhos le lã no balneário, existiu um tremendo esforço de todos para se lá chegar, sofreram a dor na pele e na carne, uniram-se com lagrimas de sofrimento e só dessa forma chegaram lá, nem tinham outra.
Creio que vamos ter que preparar a nossa mente que dificilmente iremos repetir o mesmo esta época, entendemos, mas não vamos poder desarmar no apoio e na crítica e ainda mais na construção de ideias que possam trazer melhorias à equipa.

O que me custa mais no meios disto tudo é que parece que vamos perder uma oportunidade de ouro de podermos voltar a ser campeões, uma excelente equipa, um excelente treinador e os rivais atolados de problemas e nós damos-nos ao luxo de entrarmos em facilitismos?
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 24.01.2022 às 14:59

Amigo Julius,

Concordo com o que escreve. Ganhámos um campeonato na garra, com mérito, mas também com alguma estrelinha. Temos de admitir. Sabia-se que este ia ser mais difícil, apesar de termos uma equipa mais forte.

Para além da maior valia do adversário mais próximo, há imponderáveis que não dominamos. Mas não podemos desanimar, porque estamos no bom caminho. Ainda há muita coisa para disputar. Continuemos a acreditar.
Sem imagem de perfil

De Implacável a 24.01.2022 às 21:18

Caro Julius,
Não dou para o peditório da retórica do seu 2º parágrafo.
Não me revejo nesse queixume inútil que já nos granjeou a alcunha de calimeros.
Sabe qual o pecúlio do FC Porto em 1983? Tinham 7 campeonatos e 5 taças de Portugal. Diga-me, com honestidade, acha que o clube nortenho era tratado da mesma forma que os clubes da capital? Acha que eles resolveram ultrapassar o SCP em tão pouco tempo a lamentar-se da corrupção dos outros? Porque, por acaso, acha que a não houve? Se o FC Porto respondeu na mesma moeda? Não sabemos! Foram condenados em algum processo? Não! Ou melhor, até foram mas o julgamento foi anulado, logo, não há registo de qualquer condenação e nunca lhes foi retirado qualquer tipo de título. O facto é que eles não usaram essas discrepâncias e/ou injustiças para desculpar as suas derrotas, antes, transformaram isso em motivação!
Sejam lá que métodos usaram, a verdade é que já vão em 29! Se eles continuassem - sim, porque o discurso deles até 1983 era o mesmo que o nosso desde então - com a choradeira, o SCP teria, hoje, uns 25 ou 26 campeonatos, o FCP uns 12 e o beifica 50!
Quando nós lhes dizemos que preferimos ganhar pouco mas honestamente, eles riem a bandeiras despregadas. Portanto, que não queiramos ganhar com os pseudo-métodos dos outros, é um direito. Já fazermos desses argumentos uma bandeira, só nos atrasa e atenta contra a imagem e o bom nome do clube e da Nação Sportinguista.
O seu último parágrafo, representa, exatamente, o que eu penso!
Ou seja, com a "brincadeira", não estamos a aproveitar para fazer história.
Recordo que o mesmo se passou na época passada, ao desperdiçarmos a possibilidade de vencer um campeonato sem derrotas numa prova a 34 jornadas.
E, no penúltimo jogo, quem resolveu "inventar" foi o treinador,
Por falar no treinador, ele não é apenas aquilo que o Julius refere mas, também, uma das personagens mais consensuais que alguma vez entrou no nosso clube.
Portanto, as críticas a estes dois desaires, estendem-se a muitos jogadores, até a algumas contratações mas excluem, quase unanimemente, o treinador.

SL
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 24.01.2022 às 14:01

Caro Implacável,c

Apesar das nossas naturais divergências de pormenores, é um gosto vê-lo voltar a comentar neste espaço. Todas as opiniões contribuem para o esclarecimento.

O seu texto vejo-o como um desabafo legítmio e compreensível mas pautado por muita emoção. A emoção faz parte do futebol, sobretudo por do adepto. Para quem dirige, tem que se apoiar mais na componente racional. Para quem executa fora e dentro do campo o pior que pode acontecer é jogar como se costuma dizer com o coração.

Admito que discorde, mas permita-me a imagem: ninguém cai num buraco profundo,e sai dele com um passe de mágica. A conquista do campeonato na época passada, com uma equipa com valores individuais inferiores aos concorrentes, merece uma análise que não vou fazer para não me alongar. Em poucas palavras deveu-se a falta de pressão sobre a equipa, a desvalorização dos adversários, a alguma estrelinha. Ganhámos jogos nos últimos segundos que não merecíamos ganhar.

Vamos ser realistas. Este ano, temos uma equipa melhor e mais competente. Está a evoluir num caminho que se faz passo a passo. Mostrou-o durante a primeira volta, mas é claro que está a passar por um momento menos bom. Todas as equipas o têm. Teve jogadores contaminados, teve e tem jogadores lesionados. Num plantel curto é significativo. Para além disso o adversário mais directo está muito mais forte e continua a receber "bênçãos" quando necessário.

O campeonato ainda não terminou e veremos como termina. Ninguém ainda é campeão. Estamos na luta em várias frentes. Vamos acreditar com os pés no chão, com a consciência que não se pode passar,de um dia para o outro, do 8 para o 80.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 24.01.2022 às 15:03

Caro Implacável, talvez por noites mal dormidas, pela desilusão com o último resultado, errei o seu nome, na resposta ao seu comentário. As minhas desculpas.
Sem imagem de perfil

De Implacável a 24.01.2022 às 21:27

Caro Nação Valente,
Não há qualquer problema no erro!
Quanto ao seu comentário, obviamente concordo!
No entanto, uma coisa é perder contra Man City, FC Porto ou Benfica. Outra, bem diferente, é perder contra o Stª Clara e Braga por falta de concentração e rigor.
Ninguém pode negar que houve défice nessas duas exigências basilares de um jogo de futebol.

Esperemos por melhores resultados.

SL
Imagem de perfil

De Luísa de Sousa a 24.01.2022 às 12:40

Excelente texto do Nação Valente

Beijinhos
Feliz Dia
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 24.01.2022 às 14:50

Obrigado Luísa, uma Leoa positiva que devia servir de exemplo, ao negativismo que por aqui anda.

Beijinhos
Sem imagem de perfil

De Profeta a 24.01.2022 às 18:25

Eu também tinha grandes expectativas que este iria ser o ano que iríamos marcar uma posição mais clara no futebol português ganhando novamente o título. Mas não é o fim do mundo. Aliás, o mais difícil já está feito com o fim do longo jejum.

A derrota com o Santa Clara desiludiu até pela forma como estivemos em vantagem duas vezes. Agora com o Braga já não me desiludiu e já me vou conformando.

No entanto continuo contente com uma equipa que cada vez está mais valorizada, que passou aos oitavos da Champions e que ainda pode ganhar títulos internos. Conseguindo sobretudo o segundo lugar e o acesso á Champions com o treinador assegurado tenho a certeza que iremos continuar estas conversas de se iremos ganhar ou não.

Durante anos assisti um Sporting que nem chegava ao holowin, quanto mais oa Natal! Nesse aspecto está a saber bem. Se formos sempre assim nos próximos 19 anos tenho a certeza que ganharemos vários campeonatos.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 24.01.2022 às 21:15

Caro amigo Nação Valente,
À boleia dos recentes resultados e à boa maneira sportinguista o espírito actual de debate entre os adeptos parece remeternos para duas exclusivas realidades.
A dos acomodados, alinhados e com falta de ambição. E a dos pessimistas, revoltados e com ambição irrealista.
Nada como um texto e uma reflexão como a que apresenta para colocar sensatez e ponderação na actual discussão.
Os extremismos nunca são solução e o futebol não é excepção. Muito menos quando isso implica uma divisão que leva a que todos percamos.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo