Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A posição de defesa central é frequentemente assinalada por diversos sportinguistas como o alvo fulcral de reforço tendo em vista a próxima época. Sendo indiscutivelmente uma das posições chave no esquema de Rúben Amorim, é essencial o plantel do Sporting dispor de opções, em qualidade e quantidade, que correspondam a essa importância.

Screenshot (799).png

Partindo do princípio que Sebastián Coates e Gonçalo Inácio são indiscutíveis e que o Luís Neto, pela renovação e papel de liderança no plantel, tem o seu lugar assegurado, a dúvida centraliza-se nos restantes elementos, estando o futuro de Feddal na base dessa questão. Estará ele nos planos do Sporting para a próxima época?

A renovação automática do central marroquino parece não se vir a concretizar, o que deixa o Sporting em posição deveras vantajosa. A irregularidade e a fragilidade física do jogador, associado ao facto de ser um dos futebolistas mais bem remunerados do plantel, colocam muitas dúvidas quanto à sua continuidade. Não se efectuando a automática renovação do contrato, o Sporting passa a ter a possibilidade de não o renovar ou fazê-lo em condições mais adequadas. Se a opção passar pela não renovação, certamente que a contratação de um novo jogador será uma das prioridades da equipa.

Rúben Amorim deverá querer contar com cinco defesas centrais, estando incluído nestes um jovem jogador vindo das equipas inferiores e que poderá partilhar a competição activa com a equipa B. José Marsà, Chico Lamba, Rafael Fernandes e até Etienne Catena são boas opções para este lugar.

preview-sporting-lisbon-vs-moreirense-prediction-t

Pode-se colocar a possibilidade de Matheus Reis ser um dos cinco centrais, mas a actual incerteza na lateral esquerda da equipa pode obrigar Rúben Amorim a utilizá-lo amiúdes vezes nessa posição. Neste contexto, com uma saída de Feddal cada vez mais provável e para fortalecer qualitativamente a equipa, julgo que os responsáveis da estrutura tenderão a avançar para a aquisição de um novo e seguro elemento para o eixo defensivo. E mesmo na eventual permanência do defesa marroquino não é lícito que não o faça.

A realidade da próxima época, a esta distância, não só é uma incógnita como está sujeita a múltiplas evoluções. A saída imprevista de um atleta pode alterar os planos, precipitando outras mudanças, mas, à data actual, a posição de defesa central parece ser uma das que exigirá maior atenção por parte dos responsáveis do Sporting.

publicado às 04:34

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


17 comentários

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 27.03.2022 às 09:35

Bom dia caro Leão do Norte,

Dos jovens que refere, só posso opinar sobre os primeiros dois, e muito embora representem grandes promessas, teremos de esperar pela próxima pré-época para poder avaliar a possibilidade de integrarem a equipa principal.

Matheus Reis assumir uma das posições no eixo seria uma solução adequada, mas para isso será necessário Rúben Vinagre estar à altura de desempenhar a lateral com regularidade.

Isso não obstante, e indiferente do que vier a acontecer com Feddal, parece-me que a SAD deve apostar na contratação de um central que ofereça garantias inquestionáveis.

Como indica no texto, e considerando o sistema de jogo da equipa, precisamos de cinco centrais.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 27.03.2022 às 12:08

Bom dia caro Rui Gomes,
Os nomes apresentados são apenas exemplos face às potencialidades que lhes reconheço e derivam da necessidade de consubstanciar o projecto do Clube na aposta em jovens jogadores. Mas até à definição do plantel da próxima época muito pode acontecer.
A aposta na contratação de um central de qualidade inquestionável parece ser uma necessidade, independentemente da saída ou não do Feddal. Mas, na continuidade do central marroquino, as condicionantes financeiras do Clube e a ideia do Rúben Amorim podem adiar essa contratação. Um central de qualidade pode implicar valores elevados e, já com 4 centrais mais um jovem jogador e Matheus Reis, a estrutura do Clube pode achar mais premente utilizar esse valor para outras necessidades. Paralelamente o Rúben Amorim pode, como já diversas vezes o fez, "vetar" a contratação de um jogador que não preencha totalmente as suas expectativas.
Sem imagem de perfil

De João Gil a 27.03.2022 às 11:30

Temos vários bons centrais na formação. Marsa, Chico Lamba, Joao Pereira, por exemplo. Há Quaresma, que está emprestado. Provavelmente saberemos já na próxima pre época se conseguiu dar o salto que RA esperava dele. E não podemos garantir que não nos levam o Gonçalo Inácio. O Sporting precisa de pensar na sucessão de Coates. Para esse é que o Sporting tem de encontrar substituto à altura. Dentro ou fora de portas. Centrais há muitos, mas encontrar outro Coates vai ser obra. SL
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 27.03.2022 às 12:25

João Gil,
São vários os exemplos que, face às potencialidades que apresentam, podem ser enumerados como possíveis candidatos a pertencerem ao plantel principal. O Rodrigo Rego é outro exemplo que pode ser dado. É um central canhoto que está emprestado ao Varzim onde, jogando num sistema de 3 centrais, tem evoluído muito e bem.
Um aspecto é essencial. O Sporting necessita de continuar a apostar e a "dar palco" aos jovens para consubstanciar o projecto do Clube. E, independentemente da contratação de valores seguros, há que dar oportunidades a jovens centrais.
Sem imagem de perfil

De João Gil a 27.03.2022 às 13:10

Caro Leão do Norte, sem dúvida. Não sabia que o Rodrigo Rego estava no Varzim. É verdade que existem muitos jogadores na formação e este ano saíram uma série deles para rodar ou definitivamente. Não tenho acompanhado a evolução, mas é bom saber que está a correr-lhe bem. Sou 100% a favor da integração dos melhores da formação. E temos muitos jogadores para fazer subir. A concorrência é grande e ainda bem. A referência a Coates é porque se trata de um jogador de outra dimensão, quer futebolística quer de personalidade, que é o capitão de equipa e cujas múltiplas qualidades e influência no rumo da equipa não se substituem de repente. SL
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 27.03.2022 às 14:59

Caro João Gil,
Coates é um caso à parte. Teve enorme influência na conquista do título na época passada. E não foram só os golos decisivos. A forma como comandou a defesa e a equipa foi essencial. Além de tudo isto, os anos que leva de Sporting permitem-lhe encarnar e transmitir a mística do Clube.
Substituí-lo vai ser tarefa muito difícil. Convém começar já a preparar. Noutros tempos podiamos apostar no Gonçalo Inácio, mas a sua qualidade rapidamente o levará a outros vôos.
O Sporting tem de facto muitos e bons jogadores na formação e a Liga 2 é um bom campeonato para evoluírem. É um campeonato muito competitivo, exigente, onde podem jogar com regularidade e que os prepara para as dificuldades profissionais e pessoais.
Sem imagem de perfil

De Rui Pina a 27.03.2022 às 12:18

Concordo com os que dizem aqui que é fundamental a contratação de um central de qualidade. Coates e Neto já não são jovens, Feddal é uma incerteza, e Inácio está com grande sobrecarga de jogos. Para além dessa contratação, seria excelente se um dos jovens, como o Marsà, desse garantias de poder ser útil também.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 27.03.2022 às 12:36

Rui Pina,
O que refere seria a situação ideal. Contratar um central de créditos firmados e que um dos jovens evoluisse de forma a confirmar as expectativas e garantir qualidade a curto prazo.
Não duvido que este também seja um desejo da estrutura directiva e do Rúben Amorim, mas as condicionantes são tão variadas que alcançar apenas alguma delas já seria bom.
Sem imagem de perfil

De Luis Carvalho a 27.03.2022 às 12:29

Contratar um lateral para jogar pela direita ou no centro parece ser expectável. Um trio de centrais com X, Coates e Inácio, seria uma boa solução.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 27.03.2022 às 12:57

Luís Carvalho,
A necessidade de contratar um bom central para jogar pela lateral direita é realmente uma necessidade. Libertaria o Gonçalo Inácio para o lado esquerdo e equilibraria, a nível de potencialidade, o eixo defensivo.
Sem imagem de perfil

De Luis Carvalho a 27.03.2022 às 12:58

Nem mais.
Sem imagem de perfil

De Rui a 27.03.2022 às 12:43

Há também a situação do meio-campo, caso M. Nunes e Palhinha não continuem. É possível que a sad tenha algum jogador em estudo para substituir os jogadores vendidos.
Penso que RA e a estrutura acreditam que R. Vinagre possa assumir a ala esquerda com regularidade, passando M. Reis para o centro.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 27.03.2022 às 13:10

Rui,
É muito provável que Matheus Nunes ou Palhinha, ou até os dois, saiam.
Matheus Nunes parece ser um grande negócio ao qual o Sporting não poderá resistir. E com a evolução de Ugarte, as ofertas por Palhinha podem ser tentadoras.
É neste contexto que a estrutura leonina pode necessitar de investir um valor considerável no meio-campo, afectando o valor a dispender no eixo defensivo.
Como se pode avaliar, a evolução/afirmação de Rúben Vinagre tem várias implicações no plantel, que não só na lateral esquerda.
Sem imagem de perfil

De José Sousa a 27.03.2022 às 14:32

A baliza também é uma preocupação porque é uma posição chave em qualquer equipa.
Adan não está livre de lesões e depois quem assume a posição?
Esse jogador era Max, mas agora não há nada a fazer.
Independentemente de Feddal continuar ou não, é necessário um central para entrar a titular de caras e ir acompanhando/ensinando os mais jovens.
Coates melhou muito jogando com Mathieu, é só um exemplo deste planeamento.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 27.03.2022 às 15:09

José Sousa,
A baliza é uma preocupação porque o Virgínia não está a corresponder ao esperado, mas tenho a certeza que os responsáveis leoninos estão atentos à situação.
A necessidade de um central de qualidade inegável parece lógica, mas encontrar esse jogador em condições que satisfaçam o Sporting não é fácil. E já sabemos que Rúben Amorim prefere não contratar a fazê-lo por um jogador que não o satisfaça totalmente.
E oportunidades para contratar "Mathieus" é algo raro e que dá muito trabalho. E é mesmo uma questão de oportunidade.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 27.03.2022 às 18:12

Caro amigo leão do Norte

Também vejo como conveniente a contratação de “um novo e seguro elemento para o eixo defensivo”. Esta época a equipa não está a revelar a segurança defensiva da época do título e, mesmo considerando que todos têm de defender, constata-se que ao nível dos centrais a sua gestão esteve no limite em alguns jogos.
Naturalmente, Rúben Amorim elogia e reforça em todas as circunstâncias os jogadores do plantel, seja Esgaio quando tem de alinhar a central, um jovem que possa ser chamado, ou qualquer outro atleta. Faz parte do seu trabalho de motivação e de confiança. Costuma-se dizer que uma equipa campeã constrói-se de trás para a frente, o que é bem verdade.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 27.03.2022 às 19:08

Caro amigo Leão Zargo,
Realça, e muito bem, que a equipa esta época não está a revelar a segurança defensiva da época anterior. A este facto não é alheio, como refere, uma maior dificuldade em gerir o nível competitivo dos centrais.
Esta situação é mais um indicador para a necessidade de reforçar este sector da equipa.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo